Catarina Pavlovna da Rússia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Catarina Pavlovna da Rússia
Rainha-Consorte de Württemberg
Duquesa de Oldemburgo
Grã-Duquesa da Rússia
Rainha-Consorte de Württemberg
Período 30 de outubro de 1816 - 9 de janeiro de 1819
Predecessor Carolina Augusta da Baviera
Sucessor Paulina Teresa de Württemberg
Duquesa de Oldemburgo
Período 3 de agosto de 1809 - 27 de dezembro de 1812
Cônjuge Jorge de Oldemburgo
Guilherme I de Württemberg
Descendência
Jorge de Oldemburgo
Pedro Georgievich de Oldemburgo
Maria Frederica de Württemberg
Sofia de Württemberg
Pai Paulo I da Rússia
Mãe Sofia Doroteia de Württemberg
Nascimento 10 de Maio de 1788
Palácio de Catarina, São Petersburgo, Rússia
Morte 9 de janeiro de 1819 (30 anos)
Estugarda, Alemanha
Enterro Mausoléu Württemberg, Rutenberg, Estugarda, Alemanha

Catarina Pavlovna da Rússia (em russo:Екатерина Павловна), (10 de maio de 1788 - 9 de janeiro de 1819) foi a quarta filha do czar Paulo I da Rússia e da sua esposa, a czarina Maria Feodorovna, nascida princesa Sofia Doroteia de Württemberg. Tornou-se rainha-consorte de Württemberg quando se casou com o seu primo direito, o príncipe-herdeiro Guilherme que, eventualmente, se tornaria no rei Guilherme I de Württemberg em 1816.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Primeiros Anos[editar | editar código-fonte]

Catarina na sua juventude.

Catarina nasceu em Czarskoe Selo e teve um infância feliz. A sua educação foi cuidadosamente supervisionada pela sua mãe. Recebeu a melhor educação que se podia oferecer às mulheres da época e melhorou-a ao longo da sua vida lendo novos estilos literários e mantendo contactos com várias figuras ilustres. Era muito chegada aos seus irmãos, principalmente ao seu irmão mais velho, o czar Alexandre I da Rússia com quem manteve uma relação próxima ao longo de toda a sua vida. Os seus contemporâneos disseram que a grã-duquesa era também a irmã favorita de Alexandre e uma das poucas pessoas que ele amava incondicionalmente. As cartas que lhe enviou incluem palavras como: "Sou teu, de coração e alma para toda a vida", "Penso que te adoro cada vez mais a cada dia que passa" ou "adorar-te mais do que adoro é impossível".[1] Segundo registos da época, Catarina era também a filha preferida da sua mãe Maria Feodorovna.[1]

Após o divórcio de Napoleão Bonaparte da imperatriz Josefina durante as invasões napoleónicas, o imperador francês relatou a Alexandre I o seu desejo de se casar com Catarina, sobretudo por razões políticas. A família Romanov ficou horrorizada e a imperatriz-viúva não demorou a arranjar um casamento entre a sua filha e o duque Jorge de Oldemburgo.[1]

Casamentos[editar | editar código-fonte]

Grã-duquesa Catarina.

Bonita e vivaz, Catarina casou-se pela primeira vez com o seu primo direito, o duque Jorge Augusto de Oldenburgo no dia 3 de Agosto de 1809. Apesar do casamento ser arranjado, Catarina era muito dedicada ao seu marido. Jorge era o segundo filho do duque Pedro de Oldemburgo e dizia-se que não possuía qualquer tipo de beleza. Apesar de tudo ela gostava muito dele e a sua morte em 1812 de febre tifoide, entristeceu-a muita. O casal vivia em Tver, onde Jorge tinha sido nomeado governador-geral. Em Tver, Catarina vivia numa corte luxuosa que animava com bailes, grandes jantares e outros eventos que tentavam sempre seguir o padrão da corte imperial e tinham como objectivo recriar "uma pequena São Petersburgo". Também apoiou o escritor N.M. Karamzin para que escrevesse o seu conhecido trabalho histórico. O czar Alexandre adoptou ideais reaccionários de um grupo patriótico que Catarina dominava. Em 1812, alguns conspiradores que planeavam depor o czar Alexandre, pensaram convidar Catarina para se tornar imperatriz.

Em 1812, Catarina apoiou a sugestão de criar uma milícia nacional e formou um regimento especial de couraceiros que participou em muitas batalhas da época. Entre 1813 e 1815, Catarina viajou até Inglaterra com o seu irmão Alexandre para se encontrar com o príncipe-regente e novamente durante o Congresso de Viena. A grã-duquesa teve a sua influência política durante estas viagens. Também apoiou o casamento entre a sua irmã mais nova, Ana, e o príncipe Guilherme de Orange.

Foi em Inglaterra que Catarina conheceu o príncipe-herdeiro Guilherme de Württemberg. Foi amor à primeira vista de ambas as partes. Contudo, na altura, Guilherme estava casado com a gentil princesa Carolina da Baviera e tomou o passo drástico de se divorciar dela. Guilherme e Catarina casaram-se em 1816 em São Petersburgo.[2] Com a ascensão do seu marido ao trono, Catarina, agora rainha Catarina de Württemberg, tornou-se numa figura activa em trabalhos de caridade no seu país. Estabeleceu principalmente numerosas instituições para o beneficio de plebeus pobres. Apoiou a educação básica e organizou uma fundação de caridade durante a fome de 1816.[2]

Catarina morreu em Estugarda, em Janeiro de 1819, de Erisipela, complicada por uma pneumonia. Após a sua morte, o seu marido construiu o Mausoléu Württemberg em Rutenberg, Estugarda

Descendência[editar | editar código-fonte]

Com o seu primeiro marido, o duque Jorge de Oldemburgo, Catarina teve dois filhos:

Com o seu segundo marido, o rei Guilherme I de Württemberg, teve duas filhas:

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Os antepassados de Catarina Pavlovna da Rússia em três gerações[3]
Catarina Pavlovna da Rússia Pai:
Paulo I da Rússia
Avô paterno:
Pedro III da Rússia
Bisavô paterno:
Carlos Frederico de Holstein-Gottorp
Bisavó paterna:
Ana Petrovna da Rússia
Avó paterna:
Catarina, a Grande
Bisavô paterno:
Cristiano Augusto de Anhalt-Zerbst
Bisavó paterna:
Joana Isabel de Holstein-Gottorp
Mãe:
Maria Feodorovna (Sofia Doroteia de Württemberg)
Avô materno:
Frederico II Eugénio de Württemberg
Bisavô materno:
Carlos Alexandre de Württemberg
Bisavó materna:
Maria Augusta de Thurn e Taxis
Avó materna:
Sofia Doroteia de Brandemburgo-Schwedt
Bisavô materno:
Frederico Guilherme de Brandemburgo-Schwedt
Bisavó materna:
Sofia Doroteia da Prússia

Referências

  1. a b c Arturo Beeche. The Grand Duchesses
  2. a b Detlef Jena. Katharina Pawlowna. Großfürstin von Russland - Königin von Württemberg
  3. The Peerage
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Catarina Pavlovna da Rússia