Temporada de Fórmula 1 de 2007

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Temporada de Fórmula 1 de 2007 foi a 58° temporada de Fórmula 1 realizada pela FIA. Começou oficialmente em 18 de Março de 2007 e encerrou-se em 21 de Outubro. Foi a primeira temporada após a aposentadoria do heptacampeão Michael Schumacher. Nesse ano foi excluído o Grande Prêmio de San Marino. Com isso, começou um rodízio entre o Grande Prêmio da Europa e o Grande Prêmio da Alemanha: em 2007, em Nürburgring; em 2008 em Hockenheim; em 2009, novamente em Nurburgring. Outra mudança é no Grande Prêmio do Japão, que deixa de ser disputado em Suzuka e volta para o Fuji International Speedway.

Devido à punição imposta à McLaren por espionagem, pela qual a equipe foi excluída do campeonato de construtores, a Ferrari sagrou-se antecipadamente campeã desta temporada no GP da Bélgica.

O campeonato chegou à ultima corrida indefinido, com três pilotos disputando o título: Lewis Hamilton, favorito; Fernando Alonso na segunda posição e Kimi Räikkönen, que era o piloto com menos chances de título, mas, que devido a uma combinação de resultados, acabou campeão da temporada.

Equipes e pilotos[editar | editar código-fonte]

Kimi Räikkönen, campeão mundial de Fórmula 1 em 2007 pela Scuderia Ferrari.
Lewis Hamilton, vice-campeão mundial de Fórmula 1 em 2007, 1 ponto atrás de Kimi Räikkönen.
Fernando Alonso, terminou a temporada empatado com Lewis Hamilton no segundo lugar porem Alonso ficou em terceiro devido ao número de segundo lugares.
Equipe(a) Construtor Chassi Motor Pneu Pilotos Pilotos de testes
Reino Unido Vodafone McLaren Mercedes McLaren MP4-22 Mercedes FO 108T 2,4L V8 B 1 Espanha Fernando Alonso 31 Espanha Pedro de la Rosa
Reino Unido Gary Paffett
2 Reino Unido Lewis Hamilton
França ING Renault F1 Team Renault R27 Renault RS27 2,4L V8 B 3 Itália Giancarlo Fisichella 32 Brasil Ricardo Zonta
Brasil Nelson Piquet Jr.
4 Finlândia Heikki Kovalainen
Itália Scuderia Ferrari Marlboro Ferrari F2007 Ferrari 056 2,4L V8 B 5 Brasil Felipe Massa 33 Itália Luca Badoer
Espanha Marc Gené
6 Finlândia Kimi Räikkönen
Japão Honda Racing F1 Team Honda RA107 Honda RA807E 2,4L V8 B 7 Reino Unido Jenson Button 34 Áustria Christian Klien
Reino Unido James Rossiter
Reino Unido Mike Conway
8 Brasil Rubens Barrichello
Alemanha BMW Sauber F1 Team BMW Sauber F1.07 BMW P86/7 B 9 Alemanha Nick Heidfeld 35 Alemanha Sebastian Vettel
Alemanha Timo Glock
Países Baixos/República Popular da China Ho-Pin Tung
10 Polónia Robert Kubica
Alemanha Sebastian Vettel
Japão Panasonic Toyota Racing Toyota TF107 Toyota RVX-07 2,4L V8 B 11 Alemanha Ralf Schumacher 36 França Franck Montagny
Áustria Patrick Friesacher
Japão Kamui Kobayashi
12 Itália Jarno Trulli
Áustria Red Bull Racing Red Bull RB3 Renault RS27 2,4L V8 B 14 Reino Unido David Coulthard 37 Países Baixos Robert Doornbos
Alemanha Michael Ammermüller
15 Austrália Mark Webber
Reino Unido AT&T Williams Williams FW29 Toyota RVX-07 2,4L V8 B 16 Alemanha Nico Rosberg 38 Índia Narain Karthikeyan
Japão Kazuki Nakajima
17 Áustria Alexander Wurz
Japão Kazuki Nakajima
Itália Scuderia Toro Rosso Toro Rosso STR2 Ferrari 056 2,4L V8 B 18 Itália Vitantonio Liuzzi 39 França Sébastien Bourdais
19 Estados Unidos Scott Speed
Alemanha Sebastian Vettel
Países Baixos Spyker F1 Team Spyker F8-VII Ferrari 056 2,4L V8 B 20 Alemanha Adrian Sutil 40 Malásia Fairuz Fauzy
Países Baixos Giedo van der Garde
Espanha Adrián Vallés
Alemanha Markus Winkelhock
21 Países Baixos Christijan Albers
Alemanha Markus Winkelhock
Japão Sakon Yamamoto
Japão Super Aguri F1 Super Aguri SA07 Honda RA807E 2,4L V8 B 22 Japão Takuma Sato 41 Japão Sakon Yamamoto
Reino Unido James Rossiter
23 Reino Unido Anthony Davidson

Sebastian Vettel correu nos E.U.A. devido à ausência de Robert Kubica, que bateu no GP do Canadá. O jovem alemão, que se tornou o piloto mais jovem a pontuar na F-1, foi efetivado como piloto titular da equipe STR a partir do GP da Hungria, após um desentendimento entre o norte-americano Scott Speed e Franz Tost, o dirigente da equipe, no GP da Europa.

Christijan Albers foi piloto da Spyker até ser despedido pela equipe dois dias depois do GP da Inglaterra, quando chegou em décimo-quinto lugar. No GP da Europa, Markus Winkelhock foi o piloto titular. O alemão, o holandês Giedo van der Garde, o austríaco Christian Klien e o espanhol Adrián Vallés (que chegou a afirmar em entrevista que correria já a partir do GP magiar) disputaram a vaga do holandês. Nenhum dos quatro pilotos ganhou a vaga, que ficou com o japonês Sakon Yamamoto.

Após o GP da China, Alexander Wurz decidiu aposentar-se como piloto titular na Fórmula 1. Para substituir o austríaco na última prova da temporada, o GP do Brasil, a Williams chamou o piloto de testes Kazuki Nakajima. Nelsinho Piquet também estava na briga por esta vaga.

Calendário[editar | editar código-fonte]

Foram disputadas um total de 17 corridas.

GP Data Grande Prê(é)mio Autódromo Pole-position Vencedor Equipe(a) Descrição
1 18 de Março Austrália GP da Austrália Autódromo de Albert Park Finlândia Kimi Räikkönen Finlândia Kimi Räikkönen Itália Ferrari descrição
2 8 de Abril Malásia GP da Malásia Circuito Internacional de Sepang Brasil Felipe Massa Espanha Fernando Alonso Reino Unido McLaren-Mercedes descrição
3 15 de Abril Bahrein GP do Bahrain Circuito Internacional do Bahrain Brasil Felipe Massa Brasil Felipe Massa Itália Ferrari descrição
4 13 de Maio Espanha GP da Espanha Circuito da Catalunha Brasil Felipe Massa Brasil Felipe Massa Itália Ferrari descrição
5 27 de Maio Mónaco GP de Mônaco Circuito de Mônaco Espanha Fernando Alonso Espanha Fernando Alonso Reino Unido McLaren-Mercedes descrição
6 10 de Junho Canadá GP do Canadá Circuito Gilles Villeneuve Reino Unido Lewis Hamilton Reino Unido Lewis Hamilton Reino Unido McLaren-Mercedes descrição
7 17 de Junho Estados Unidos GP dos EUA Indianapolis Motor Speedway Reino Unido Lewis Hamilton Reino Unido Lewis Hamilton Reino Unido McLaren-Mercedes descrição
8 1 de Julho França GP da França Circuito de Magny-Cours Brasil Felipe Massa Finlândia Kimi Räikkönen Itália Ferrari descrição
9 8 de Julho Reino Unido GP da Grã-Bretanha Circuito de Silverstone Reino Unido Lewis Hamilton Finlândia Kimi Räikkönen Itália Ferrari descrição
10 22 de Julho União Europeia GP da Europa Autódromo de Nürburgring Finlândia Kimi Räikkönen Espanha Fernando Alonso Reino Unido McLaren-Mercedes descrição
11 5 de Agosto Hungria GP da Hungria Autódromo de Hungaroring Reino Unido Lewis Hamilton Reino Unido Lewis Hamilton Reino Unido McLaren-Mercedes descrição
12 26 de Agosto Turquia GP da Turquia Istanbul Park Brasil Felipe Massa Brasil Felipe Massa Itália Ferrari descrição
13 9 de Setembro Itália GP da Itália Autódromo Nacional de Monza Espanha Fernando Alonso Espanha Fernando Alonso Reino Unido McLaren-Mercedes descrição
14 16 de Setembro Bélgica GP da Bélgica Circuito de Spa-Francorchamps Finlândia Kimi Räikkönen Finlândia Kimi Räikkönen Itália Ferrari descrição
15 30 de Setembro Japão GP do Japão Fuji International Speedway Reino Unido Lewis Hamilton Reino Unido Lewis Hamilton Reino Unido McLaren-Mercedes descrição
16 7 de Outubro República Popular da China GP da China Circuito Internacional de Shangai Reino Unido Lewis Hamilton Finlândia Kimi Räikkönen Itália Ferrari descrição
17 21 de Outubro Brasil GP do Brasil Autódromo de Interlagos Brasil Felipe Massa Finlândia Kimi Räikkönen Itália Ferrari descrição

Regulamento[editar | editar código-fonte]

Sistema de pontuação[editar | editar código-fonte]

Sistema de pontuação
Posição  1º   2º   3º   4º   5º   6º   7º   8º 
Pontos 10 8 6 5 4 3 2 1

Resultados[editar | editar código-fonte]

Pilotos[editar | editar código-fonte]

Pos Piloto AUS
Austrália
MAS
Malásia
BHR
Bahrein
ESP
Espanha
MON
Mónaco
CAN
Canadá
USA
Estados Unidos
FRA
França
GBR
Reino Unido
EUR
União Europeia
HUN
Hungria
TUR
Turquia
ITA
Itália
BEL
Bélgica
JPN
Japão
CHN
República Popular da China
BRA
Brasil
Pts
1 Finlândia Kimi Räikkönen 1 3 3 Ret 8 5 4 1 1 Ret 2 2 3 1 3 1 1 110
2 Reino Unido Lewis Hamilton 3 2 2 2 2 1 1 3 3 9 1 5 2 4 1 Ret 7 109
3 Espanha Fernando Alonso 2 1 5 3 1 7 2 7 2 1 4 3 1 3 Ret 2 3 109
4 Brasil Felipe Massa 6 5 1 1 3 DSQ 3 2 5 2 13 1 Ret 2 6 3 2 94
5 Alemanha Nick Heidfeld 4 4 4 Ret 6 2 Ret 5 6 6 3 4 4 5 14† 7 6 61
6 Polónia Robert Kubica Ret 18 6 4 5 Ret Les 4 4 7 5 8 5 9 7 Ret 5 39
7 Finlândia Heikki Kovalainen 10 8 9 7 13† 4 5 15 7 8 8 6 7 8 2 9 Ret 30
8 Itália Giancarlo Fisichella 5 6 8 9 4 DSQ 9 6 8 10 12 9 12 Ret 5 11 Ret 21
9 Alemanha Nico Rosberg 7 Ret 10 6 12 10 16† 9 12 Ret 7 7 6 6 Ret 16 4 20
10 Reino Unido David Coulthard Ret Ret Ret 5 14 Ret Ret 13 11 5 11 10 Ret Ret 4 8 9 14
11 Áustria Alexander Wurz Ret 9 11 Ret 7 3 10 14 13 4 14 11 13 Ret Ret 12 13
12 Austrália Mark Webber 13 10 Ret Ret Ret 9 7 12 Ret 3 9 Ret 9 7 Ret 10 Ret 10
13 Itália Jarno Trulli 9 7 7 Ret 15 Ret 6 Ret Ret 13 10 16 11 11 13 13 8 8
14 Alemanha Sebastian Vettel 8 16 19 18 Ret Ret 4 Ret 6
15 Reino Unido Jenson Button 15 12 Ret 12 11 Ret 12 8 10 Ret Ret 13 8 Ret 11† 5 Ret 6
16 Alemanha Ralf Schumacher 8 15 12 Ret 16 8 Ret 10 Ret Ret 6 12 15 10 Ret Ret 11 5
17 Japão Takuma Sato 12 13 Ret 8 17 6 Ret 16 14 Ret 15 18 16 15 15† 14 12 4
18 Itália Vitantonio Liuzzi 14 17 Ret Ret Ret Ret 17† Ret 16† Ret Ret 15 17 12 9 6 13 3
19 Alemanha Adrian Sutil 17 Ret 15 13 Ret Ret 14 17 Ret Ret 17 21† 19 14 8 Ret Ret 1
20 Brasil Rubens Barrichello 11 11 13 10 10 12 Ret 11 9 11 18 17 10 13 10 15 Ret 0
21 Estados Unidos Scott Speed Ret 14 Ret Ret 9 Ret 13 Ret Ret Ret 0
22 Japão Kazuki Nakajima 10 0
23 Reino Unido Anthony Davidson 16 16 16† 11 18 11 11 Ret Ret 12 Ret 14 14 16 Ret Ret 14 0
24 Japão Sakon Yamamoto Ret 20 20 17 12 17 Ret 0
25 Países Baixos Christijan Albers Ret Ret 14 14 19† Ret 15 Ret 15 0
Alemanha Markus Winkelhock Ret 0
Pos Piloto AUS
Austrália
MAS
Malásia
BHR
Bahrein
ESP
Espanha
MON
Mónaco
CAN
Canadá
USA
Estados Unidos
FRA
França
GBR
Reino Unido
EUR
União Europeia
HUN
Hungria
TUR
Turquia
ITA
Itália
BEL
Bélgica
JPN
Japão
CHN
República Popular da China
BRA
Brasil
Pts
Cor Resultado
Ouro Vencedor
Prata 2º lugar
Bronze 3º lugar
Verde Terminou, nos pontos
Azul Terminou, sem pontos
Púrpura Retirou-se
(Ret)
Vermelho Não qualificado
(NQ)
Preto Desqualificado
(DSQ)
Branco Não largou
(NL)
Azul claro Apenas Treino (AT)
Sem cor Não participou
(NP)
Lesionado
(Les)
Excluído
(EX)

Negrito – Pole position
Itálico – Volta mais rápida

Negrito indica pole.

Itálico indica melhor volta.

Ret = não completou a prova.

(*) Não terminou a corrida mas ficou classificado, por ter percorrido mais de 90% da prova.

Construtores[editar | editar código-fonte]

Pos Construtor Carro AUS Austrália MAL Malásia BHR Bahrein ESP Espanha MON Mónaco CAN Canadá USA Estados Unidos FRA França GBR Reino Unido EUR União Europeia HUN Hungria TUR Turquia ITA Itália BEL Bélgica JPN Japão CHN República Popular da China BRA Brasil Pts
1 Itália Ferrari 5 6 5 1 1 3 DSQ 3 2 5 2 13 1 Ret 2 6 3 2 204
6 1 3 3 Ret 8 5 4 1 1 Ret 2 2 3 1 3 1 1
2 Alemanha BMW Sauber 9 4 4 4 Ret 6 2 Ret 5 6 6 3 4 4 5 14 7 6 101
10 Ret 18 6 4 5 Ret 8 4 4 7 5 8 5 9 7 Ret 5
3 França Renault 3 5 6 8 9 4 DSQ 9 6 8 10 12 9 12 Ret 5 11 Ret 51
4 10 8 9 7 13 4 5 15 7 8 8 6 7 8 2 9 Ret
4 Reino Unido Williams-Toyota 16 7 Ret 10 6 12 10 Ret 9 12 Ret 7 7 6 6 Ret 16 4 33
17 Ret 9 11 Ret 7 3 10 14 13 4 14 11 13 Ret Ret 12 10
5 Áustria Red Bull-Renault 14 Ret Ret Ret 5 14 Ret Ret 13 11 5 11 10 Ret Ret 4 8 9 24
15 13 10 Ret Ret Ret 9 7 12 Ret 3 9 Ret 9 7 Ret 10 Ret
6 Japão Toyota 11 8 15 12 Ret 16 8 Ret 10 Ret Ret 6 12 15 10 Ret Ret 11 13
12 9 7 7 Ret 15 Ret 6 Ret Ret 13 10 16 11 11 13 13 8
7 Itália Toro Rosso-Ferrari 18 14 17 Ret Ret Ret Ret 17 Ret 16 Ret Ret 15 17 12 9 6 13 8
19 Ret 14 Ret Ret 9 Ret 13 Ret Ret Ret 16 19 18 Ret Ret 4 Ret
8 Japão Honda 7 15 12 Ret 12 11 Ret 12 8 10 Ret Ret 13 8 Ret 11 5 Ret 6
8 11 11 13 10 10 12 Ret 11 9 11 18 17 10 13 10 15 Ret
9 Japão Super Aguri-Honda 22 12 13 Ret 8 17 6 Ret 16 14 Ret 15 18 16 15 15 14 12 4
23 16 16 16 11 18 11 11 Ret Ret 12 Ret 14 14 16 Ret Ret 14
10 Países Baixos Spyker-Ferrari 20 17 Ret 15 13 Ret Ret 15 17 Ret Ret 17 21 19 14 8 Ret Ret 1
21 Ret Ret 14 14 19 Ret 14 Ret 15 Ret Ret 20 20 17 12 17 Ret
DSQ Reino Unido McLaren-Mercedes 1 2 1 5 3 1 7 2 7 2 1 4 3 1 3 Ret 2 3 0 (218)**
2 3 2 2 2 2 1 1 3 3 9 1 5 2 4 1 Ret 7
Pos Construtor Carro
No.
AUS Austrália MAL Malásia BHR Bahrein ESP Espanha MON Mónaco CAN Canadá USA Estados Unidos FRA França GBR Reino Unido EUR União Europeia HUN Hungria TUR Turquia ITA Itália BEL Bélgica JPN Japão CHN República Popular da China BRA Brasil Pts
Cor Resultado
Ouro Vencedor
Prata 2º lugar
Bronze 3º lugar
Verde Terminou, nos pontos
Azul Terminou, sem pontos
Púrpura Retirou-se
(Ret)
Vermelho Não qualificado
(NQ)
Preto Desqualificado
(DSQ)
Branco Não largou
(NL)
Azul claro Apenas Treino (AT)
Sem cor Não participou
(NP)
Lesionado
(Les)
Excluído
(EX)

Negrito – Pole position
Itálico – Volta mais rápida

** A equipe McLaren foi punida pelo Conselho da FIA com a perda dos pontos de Construtores, devido à acusação de espionagem sobre a rival Ferrari.[1]

Comentários sobre o desfecho do torneio[editar | editar código-fonte]

Na última corrida (GP do Brasil), havia três pilotos com chances matemáticas de ganhar a taça: Raikkonen, Alonso e Hamilton. Após a largada, Hamilton, ao tentar ultrapassar Alonso, erra a curva e sai momentaneamente da pista, indo a oitavo lugar. Pouco depois, seu câmbio de marchas fica com mal contato, e, por quase um minuto, Hamilton não consegue passar a marcha e termina na 18ª colocação. Uma estratégia errônea (diz-se) da equipe não permitiu que ele voltasse a uma posição que lhe daria o título; o inglês finalizou a prova em sétimo colocado.

Horas após o fim do GP, houve uma investigação a respeito de que Kubica, Rosberg e Heidfeld teriam utilizado combustível adulterado em suas máquinas, o que poderia provocar uma alteração nas posições finais do campeonato e a mudança do título para Hamilton. No entanto, a F1 não penalizou os três e nada mudou.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Temporada de Fórmula 1 de 2007