Nelson Angelo Piquet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nelsinho Piquet
Nelsinho antes de uma corrida no circuito oval de Pocono, em 2011.
Informações pessoais
Nome completo Nelson Angelo Tamsma Piquet Souto Maior
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Registros na Fórmula 1
Temporadas 20082009
Equipes Renault
GPs disputados 28
Títulos 0
Vitórias 0
Pódios 1
Pontos 19
Pole positions 0
Voltas mais rápidas 0
Primeiro GP GP da Austrália (2008)
Último GP GP da Hungria (2009)

Nelson Angelo Tamsma Piquet Souto Maior, mais conhecido como Nelsinho Piquet ou Nelson Piquet Jr.[1] (Heidelberg, 25 de julho de 1985), é um automobilista brasileiro nascido na Alemanha.[2] Transferiu-se para o Brasil ainda criança, e cresceu em Brasília. É filho do tricampeão mundial de Fórmula 1 brasileiro Nelson Piquet e da ex-modelo neerlandesa Sylvia Tamsma, e neto do médico pernambucano Estácio Gonçalves Souto Maior, ex-ministro da saúde.

Em 2012 ele entrou para a história do automobilismo nacional ao tornar-se o o primeiro brasileiro a vencer uma das três divisões nacionais da Nascar.[3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Primeiro dos três filhos de Nelson Piquet com a ex-modelo holandesa Sylvia Anna Macrike Tamsma,[4] O casal teve outras duas filhas: Kelly e Julia.[5] Nelsinho tem mais quatro irmãos, Geraldo, Lazslo, Pedro e Marco.[6] O piloto viveu com a mãe em Mônaco até os oito anos de idade, quando veio morar com o pai, em Brasília, e começou sua carreira no kart, em 1993.

O piloto já namorou Bia Anthony (atualmente esposa de Ronaldo Fenômeno) por quatro anos. O casal chegou a morar junto em Oxford na Inglaterra.[7] Após o rompimento Nelsinho também namorou a socialite Helena Bordon[8] , filha de Donata Meirelles, diretora da Daslu, e a estudante Gabriela Constantino, uma das herdeiras da companhia aérea brasileira GOL.[9] . Piquet foi noivo de Carolina Alves de Queiroz, filha do dono da Hypermarcas. Eles terminaram seu relacionamento em agosto de 2012[10] [11]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nelsinho começou sua carreira no kart em 1993 e permaneceu nessa categoria até 2000. Em 2002 foi campeão da Fórmula 3 Sul-americana. Depois de uma temporada arrasadora na Fórmula 3 Britânica, na qual se sagrou campeão no seu segundo ano de disputa, Nelsinho transferiu-se para a série GP2. Não obteve o mesmo sucesso na sua primeira temporada, contando com um equipamento mediano e prejudicado pelas desavenças entre a Piquet Sports (organização de seu pai, criada exclusivamente para ajudar a ascensão do jovem piloto à Fórmula 1) e a Hitech, as duas companhias que dividiam a equipe Hitech Piquet Sports.

GP2[editar | editar código-fonte]

Em 2006, pela equipe Piquet Sports, que assumiu o controle total da equipe na GP2, e teve como maior adversário o inglês Lewis Hamilton, piloto que dominou a Fórmula 3 européia e que se tornou o campeão, Nelsinho garantiu a segunda posição. Já treinou em algumas oportunidades com equipes de Fórmula 1, a Williams e a extinta BAR. Também participou da competição automobilística A1GP, uma competição entre nações, que foi disputada pela primeira vez entre a final de 2005 e início de 2006.

Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

Nelson Piquet durante o Grande Prêmio da Turquia de 2009.

Em 2007 foi um dos pilotos de testes da Renault, ao lado de outro piloto brasileiro, Ricardo Zonta. Foi anunciado para 2008 como piloto titular ao lado de Fernando Alonso, pela equipe Renault. Ainda em 2008, também pela equipe francesa, conseguiu seu primeiro pódio, ao chegar na segunda colocação no Grande Prêmio da Alemanha, disputado no dia 20 de Julho daquele ano.

Porém, em 2009, não obteve pontos nas primeiras 10 provas da temporada, e acabou por ser demitido pela Renault em 3 de agosto, sendo substituído pelo franco-suíço Romain Grosjean.[12] [13]

Em 10 de setembro do mesmo ano, pouco depois da sua demissão, Nelsinho assumiu, perante a FIA, ter provocado o acidente ocorrido durante o GP de Cingapura de 2008, para beneficiar a equipe Renault. Desta forma, Piquet forçou a entrada do safety car, o que facilitou a vitória do seu companheiro de equipe, Fernando Alonso. Segundo as investigações concluíram, Flavio Briatore, chefe da escuderia, e o diretor de engenharia, Pat Symonds, teriam pedido a Nelsinho que forjasse um acidente.[14] Tal fato foi considerado um escândalo e pode determinar o encerramento definitivo da breve carreira do piloto na F1.[15] A escuderia francesa alegou ter havido uma tentativa de chantagem, a fim de que Nelsinho pudesse continuar na temporada de 2009. Porém, Nelson Piquet, pai, disse ao jornal inglês “Daily Mirror”, que, ainda em 2008, informou o diretor de prova Charlie Whiting sobre a manobra da Renault para manipular o resultado no GP de Cingapura. Disse que só não falou com o presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Max Mosley, porque temia prejudicar a carreira de Nelsinho.[16]

Após o julgamento do caso pelo Conselho Mundial da FIA, Briatore foi banido da Fórmula 1. Pat Symonds foi suspenso por cinco anos. Quanto a Nelsinho Piquet, conforme lhe fora prometido quando entregou à FIA um dossiê sobre o episódio, não recebeu qualquer punição da Federação Internacional de Automobilismo, já que foi o autor da denúncia. Fernando Alonso, que se beneficiou do triste episódio, também não foi punido.

NASCAR[editar | editar código-fonte]

Em 6 de fevereiro de 2010, fez sua estréia na NASCAR, em Daytona, na abertura da temporada da ARCA, divisão de acesso para a categoria principal. Largando do sexto lugar no grid, acabou se envolvendo em um acidente durante a prova e chegando apenas na vigésima sétima posição.[17] [18] Na semana seguinte, Nelsinho estreou na NASCAR Camping World Truck Series pela equipe Red Horse Racing, largou em 22º e fez uma excelente prova, terminando em 6º. Fez ainda outras 4 corridas pela equipe Billy Ballew Motorsports, conseguindo mais 2 top-10 (no Texas e em Michigan), chamando a atenção das equipes. Em agosto ele foi convidado a disputar a prova de Watkins Glen (circuito misto) na Nationwide Series, onde chegou na 7ª colocação.[carece de fontes?]

Em 2011, fechou contrato com a equipe Kevin Harvick Inc. para disputar a temporada completa da Camping World Truck Series. Na primeira corrida em Daytona, Piquet se classificou em 4º mas por problemas no carro foi punido e largou na penúltima colocação[19] . Vinha fazendo uma boa corrida, mas faltando 20 voltas pro final o motor Chevrolet se entregou e Nelsinho não completou a prova.[20] Na segunda prova, em Phoenix, teve dificuldades de adaptação à pista e largou apenas na 22ª posição, terminando em 13º.[21] Na terceira etapa, em Darlington, Nelsinho começou bem, largando em 9º mas na metade da prova foi tocado por Parker Kliegerman que o levou a um toque no muro. Nelsinho teve um pneu furado e a suspensão danificada com a batida e estava tentando terminar a prova quando bateu novamente e abandonou, terminando em 32º.[carece de fontes?] Em Martinsville, outro oval curto, Piquet nao conseguiu evitar o choque após várias batidas a sua frente. Terminou a prova em 30º.[22] Em Nashville, Piquet começa a escrever sua história vitoriosa no automobilismo americano, conquistando um 2º lugar, o melhor resultado de um brasileiro na NASCAR até então.[23] Nas provas seguintes em Dover e Charlotte, Nelsinho fez suas melhores provas da categoria mas acabou perdendo a chance de um bom resultado na última volta. Em Dover numa batida com Timoty Peters[24] e em Charlotte - onde chegou a disputar a 1ª posição - perdendo o controle e rodando sozinho.[carece de fontes?]

Piquet durante o treino classificatório da Sargento 200,Corrida da qual Obteve sua Primeira Vitoria na NASCAR Nationwide Series

No dia 23 de junho de 2012 ele entrou para a história do automobilismo nacional ao ser o primeiro brasileiro a vencer em uma das três divisões nacionais da Nascar, ao chegar em primeiro lugar na etapa de Sargento 200 da Nationwide Series.[3] No dia anterior, Piquet já havia feito história, sendo o primeiro brasileiro a marcar uma pole position na categoria americana.[25] Sua participação, no entanto, foi especial e ele não pontuou pelo campeonato.[26]

Stock Car Brasil[editar | editar código-fonte]

No dia 11 de abril disputou, como piloto convidado, a corrida de abertura da Copa Chevrolet Montana, categoria de acesso a Stock Car Brasil. Nelson largou na sétima posição e completou a prova em segundo lugar, conseguindo um pódio.[27]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Kart[editar | editar código-fonte]

Fórmula 3[editar | editar código-fonte]

  • Fórmula 3 Sul-Americana (2002)
  • Fórmula 3 Inglesa (2004)

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Resultado
1999 Capacete de Ouro Kart – Revelação Venceu[28]
2002 Fórmula Venceu
2003 Autosport Award Best Nacional Driver Venceu
2004 Capacete de Ouro Internacional Venceu[29]
2005 Indicado[30]
2006 Venceu[31]
2008 Capacete de Ouro Fórmula 1 Indicado[32]
Meus Prêmios Nick Gato do Ano Indicado[33] [34]
2009 Capacete de Ouro Fórmula 1 Indicado

Posição de chegada nas corridas[editar | editar código-fonte]

Fórmula 3 Inglesa[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe DON Reino Unido SILReino Unido CRO Reino Unido KNO Reino Unido SNE
Reino Unido
CAS Reino Unido DON1 Reino Unido OUL Reino Unido SIL Reino Unido THR Reino Unido SPA Bélgica BRN Reino Unido Classificação Pontos
2004 Piquet Sports 2 2 3 5 Ret 10 3 1 1 4 7 Ret 6 3 1 1 1 4 Ret 2 6 4 2 1 Campeão 282

A1 Grand Prix[editar | editar código-fonte]

Temporada Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 Classificação Pontos
2005–06 Brazil GBR
SPR

1
GBR
FEA

1
GER
SPR

3
GER
FEA
Ret
POR
SPR
2
POR
FEA
8
AUS
SPR
3
AUS
FEA
9
MYS
SPR
4
MYS
FEA
10
UAE
SPR
Ret
UAE
FEA
Ret
RSA
SPR
Ret
RSA
FEA

9
IDN
SPR
IDN
FEA
MEX
SPR
MEX
FEA
USA
SPR
USA
FEA
CHN
SPR
CHN
FEA
71

Resultados na GP2 Series[editar | editar código-fonte]

Legenda: (Corridas em negrito indicam pole position); (Corridas em itálico indicam volta mais rápida)

Temporada Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 Classificação Pontos
2005 Hitech/Piquet Racing SMR
FEA

14
SMR
SPR

6
ESP
FEA

5
ESP
SPR

2
MON
FEA

11
EUR
FEA

5
EUR
SPR

3
FRA
FEA

Ret
FRA
SPR

DSQ
GBR
FEA

Ret
GBR
SPR

Ret
GER
FEA

3
GER
SPR

8
HUN
FEA

Ret
HUN
SPR

10
TUR
FEA

4
TUR
SPR

6
ITA
FEA

3
ITA
SPR

Ret
BEL
FEA

1
BEL
SPR

14
BHR
FEA

Ret
BHR
SPR

15
46
2006 Piquet Sports VAL
FEA

1
VAL
SPR

4
SMR
FEA

5
SMR
SPR

2
EUR
FEA

Ret
EUR
SPR

19
ESP
FEA

4
ESP
SPR

2
MON
FEA

Ret
GBR
FEA

4
GBR
SPR

5
FRA
FEA

4
FRA
SPR

2
GER
FEA

13
GER
SPR

DNS
HUN
FEA

1
HUN
SPR

1
TUR
FEA

1
TUR
SPR

5
ITA
FEA

2
ITA
SPR

6
102

Resultados na Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

Legenda: (Corridas em negrito indicam pole position); (Corridas em itálico indicam volta mais rápida)

Temporada Equipe Chassis Motor 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 Classificação Pontos
2008 ING Renault F1 Team Renault R28 Renault RS27 2.4 V8 AUS
Ret
MAS
11
BHR
Ret
ESP
Ret
TUR
15
MON
Ret
CAN
Ret
FRA
7
GBR
Ret
ALE
2
HUN
6
EUR
11
BEL
Ret
ITA
10
CIN
Ret
JAP
4
CHN
8
BRA
Ret
12º 19
2009 ING Renault F1 Team Renault R29 Renault RS27 2.4 V8 AUS
Ret
MAS
13
CHN
16
BHR
10
ESP
12
MON
Ret
TUR
16
GBR
12
ALE
13
HUN
12
EUR BEL ITA CIN JAP BRA ABU 21º 0

NASCAR[editar | editar código-fonte]

Nationwide Series results[editar | editar código-fonte]

Temporada Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 Classificação Pontos
2010 Baker Curb Racing DAY CAL LVG BRI NSH PHO TEX TAL RCH DAR DOV CLT NSH KEN EKL LOU DY2 CHI GTY IRP IOW GLN
7
MCH BR2 CGV ATL RI2 DV2 KAN CAL CLT2 GTY TX2 PH2 HOM 102º 146
2011 Turner Motorsports DAY PHO LVG BRI CAL TEX TAL NSH RCH DAR DOV IOW CLT CHI MIL EKL DY2 KEN LOU NSH IRP IOW GLN CGV BR2 ATL RI2 CHI DV2 KAN CLT2 TX2 PH2 HOM
24
124º¹
2012 Turner Motorsports DAY PHO LVS BRI CAL TEX RCH TAL DAR IOW CLT DOV MCH ROA
1
KEN DY2 LOU CHI IND IO2 CGV MON BR2 ATL RI2 CHI2 KT2 DV2 CLT2 KAN TX2 PH2 HOM 69º 01
2013 Turner Motorsports DAY
11
PHO
15
LVS
13
BRI
34
CAL
16
TEX
18
RCH
14
TAL
29
DAR
16
CHA
16
DOV
20
IOW
25
MCH
9
ROA
21
KEN
8
DAY
21
NHA
12
CHI
17
IND IOW GLN LEX BRI ATL RCH CHI KEN DOV KAN CHA TEX PHO HOM 12º* 477*
  • Campeonato em andamento.

1 Não pontua no campeonato.

Camping World Truck Series[editar | editar código-fonte]

Temporada Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 Classificação Pontos
2011 Kevin Harvick Inc DAY 27 PHX 13 DAR 32 MAR 30 NSH 2 DOV 16 CLT 21 KAN 8 TEX 13 KEN 22 IOW 8 NSH 4 IND 14 POC 14 MCH 16 BRS 8 ATL 20 CHI 3 LOU 24 KEN 4 LVG 6 TAL 26 MAR 13 TEX 4 HOM 4 10º 752
2012 Turner Motorsport DAY
22
MAR
6
ROC
7
KAN
4
CHA
29
DOV
4
TEX
5
KEN
29
IOW
9
CHI
26
POC
3
MCH
1
BRS
18
ATL
8
IOW
6
KEN
12
LVG
1
TAL
22
MAR
2
TEX
3
PHO HOM 234

Ver também[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons

Notas e referências

  1. Nelson Piquet Jr.
  2. Nelson Piquet Jr. Página visitada em 11 de setembro de 2009
  3. a b Nelsinho Piquet vence etapa da Nationwide em Elkhart Lake Lancenet.com.br. Visitado em 23 de junho de 2012..
  4. IMDb
  5. Piquet sports
  6. ISTO É Gente, Sangue Piquet de volta às pistas
  7. RPC Ronaldo namora ex de Nelsinho Piquet
  8. VEJA São Paulo, TERRAÇO PAULISTANO Página visitada em 8 de abril de 2010
  9. Diario de Pernambuco - Política, Brasil, Economia, Mundo, Vida Urbana, Esporte Total, Viver
  10. [1]
  11. [2]
  12. Nelsinho Piquet confirma que não é mais piloto da Renault. Visitado em 3 de agosto de 2009.
  13. Nelsinho provoca substituto na Renault após acidente
  14. G1, 21 de setembro de 2009. Nelsinho Piquet e Alonso vão à sede da FIA para julgamento do caso Cingapura.
  15. Em depoimento à FIA publicado por site inglês, Nelsinho Piquet admite 'armação'. Visitado em 10 de setembro de 2009.
  16. Piquet revela que tinha avisado a FIA sobre escândalo ainda no ano passado
  17. Acidente marca estreia de Nelsinho Piquet na Nascar O Globo
  18. Nelsinho bate em Danica Patrick e termina em 27º em estreia na Nascar
  19. [3]
  20. [4]
  21. [5]
  22. [6]
  23. [7]
  24. [8]
  25. FELIX, Leonardo (23 de junho de 2012). Piquet marca a 1ª pole de um brasileiro na Nationwide Tazio Autosport UOL.
  26. LEAL, Ubiratan (23 de junho de 2012). Nelsinho: "Falta vencer na Truck, mas isso acontecerá" Tazio Autosport UOL.
  27. Lancenet.com.br, Nelsinho faz boa corrida e vai ao pódio na Copa Montana
  28. Capacete de Ouro, Edição de 1999
  29. Capacete de Ouro, vencedores de 2004
  30. JB Online, Melhores pilotos da temporada recebem o prêmio "Capacete de Ouro"
  31. Capacete de Ouro, vencedores de 2006
  32. Revista Racing
  33. OFuxico (30/06/2008). VJ da MTV concorre como gato do ano, em premiação. Visitado em 11 de Junho de 2010.
  34. O ex-bbb Rafinha é atração de prêmio infantil no Rio de Janeiro (em português) (5 de setembro de 2008). Visitado em 11 de Junho de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]