Terceiro gênero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Anna P., que viveu por muitos anos como homem na Alemanha, foi fotografada para o livro de Magnus Hirschfeld, Sexual Intermediates, em 1922. Hoje, Ana provavelmente seria considerada uma transgênero.

Os termos terceiro gênero e terceiro sexo descrevem indivíduos que não são considerados nem homens nem mulheres, em uma categoria social presente naquelas sociedades que reconhecem três ou mais gêneros.

O estado de ser nem macho nem fêmea pode ser entendido em relação ao sexo biológico do indivíduo, ao seu papel social de gênero, à identidade de gênero, ou à orientação sexual. Para indivíduos ou culturas diferentes, um terceiro sexo ou gênero pode representar um estado intermediário entre homens e mulheres, um estado onde são ambos (como "o espírito de um homem no corpo de uma mulher"), o estado de ser neutro, a capacidade de cruzamento ou de trocar sexos, ou outra categoria totalmente independente do masculino e feminino. Esta última definição é favorecida por aqueles que postulam por uma interpretação estrita do conceito de "terceiro sexo".

O termo tem sido utilizado para descrever Hijras da Índia e Paquistão[1] , Fa'afafine da Polinésia, e virgens juramentadas dos Balcãs[2] [3] , entre outros, e também é usado por muitos desses grupos e indivíduos para descrever a si próprios.

O termo "terceiro" é geralmente entendido no sentido de "outro"; alguns antropólogos e sociólogos têm descrito um quarto[4] , quinto[5] e muitos[6] gêneros.

Referências

  1. Agrawal, Anuja (1997). Gendered Bodies: The Case of the ‘Third Gender’ in India, Contributions to Indian Sociology, n.s., 31 (1997): 273–97
  2. Young, Antonia (2000). Women Who Become Men: Albanian Sworn Virgins. ISBN 1-85973-335-2
  3. O Tempo - Virgens patriarcas da Albânia
  4. Roscoe, Will (2000). Changing Ones: Third and Fourth Genders in Native North America. Palgrave Macmillan (June 17 2000) ISBN 0-312-22479-6
    Ver também: Trumbach, Randolph (1994). London’s Sapphists: From Three Sexes to Four Genders in the Making of Modern Culture. In Third Sex, Third Gender: Beyond Sexual Dimorphism in Culture and History, editado por Gilbert Herdt, 111-36. New York: Zone (MIT).
  5. Graham, Sharyn (2001), Sulawesi's fifth gender, Inside Indonesia, April-June 2001.
  6. Martin, M. Kay and Voorhies, Barbara (1975). Supernumerary Sexes, chapter 4 of Female of the Species (New York: Columbia University Press, 1975), 23.
Ícone de esboço Este artigo sobre LGBT é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.