Aguaí

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Aguaí
"O Lírio dos Campos"
Bandeira de Aguaí
Brasão de Aguaí
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 6 de agosto
Fundação 1 de janeiro de 1889 (129 anos)
Gentílico aguaiano
Prefeito(a) José Alexandre Pereira de Araújo[1] (PSDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Aguaí
Localização de Aguaí em São Paulo
Aguaí está localizado em: Brasil
Aguaí
Localização de Aguaí no Brasil
22° 03' 32" S 46° 58' 44" O22° 03' 32" S 46° 58' 44" O
Unidade federativa São Paulo
Região
intermediária

Campinas IBGE/2017 [2]

Região
imediata

São João da Boa Vista IBGE/2017

Municípios limítrofes Santa Cruz das Palmeiras, Casa Branca, Vargem Grande do Sul, São João da Boa Vista (N), Moji-Guaçu (S), São João da Boa Vista, Espírito Santo do Pinhal (L), Leme, Pirassununga (O).
Distância até a capital 200 km
Características geográficas
Área 474,741 km² [3]
População 35 508 hab. População estimada IBGE/2017[1]
Densidade O numerador (dividendo) tem que ser um número! hab./km²
Altitude 660 m
Clima subtropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,786 elevado PNUD/2000[4]
PIB R$ 761 539,928 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 21,641 42 IBGE/2014[5]

Aguaí é um município da Região Centro-Leste do estado de São Paulo, no Brasil. Localiza-se à latitude 22° 03’ 34” sul e à longitude 46° 58’ 43” oeste, estando a 660 metros acima do nível do mar. Segundo o IBGE a população estimada em 2017 era de 35 508 habitantes.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Aguay, na língua tupi, significa chocalho, guiso, cascavel. A cobra cascavel assim é chamada porque tem cascavéis, e na língua tupi é denominada mboy-aguahy, porque tem guiso, cascavel, chocalho (aguaís).

História[editar | editar código-fonte]

O início da ocupação de origem europeia da região data do ano de 1700, quando as famílias Alves e Tangerino, através de escritura lavrada no Cartório de Mogi-Mirim, assumiram as terras do Capão do Cascavel, onde, mais tarde, Joaquim Gonçalves Valim, proprietário da Fazenda Embiruçu, doou 30 alqueires para constituição do patrimônio de Bom Jesus do Cascavel.[6]

A povoação de Cascavel iniciou a partir da instalação de uma estação da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro em 1 de janeiro de 1887, entre os rios Moji-Guaçu e seu afluente Jaguari-Mirim, no município de São João da Boa Vista.[6]

Em 4 de agosto de 1898, através da Lei Estadual nº 584, foi criado o distrito de Cascavel, no município de São João da Boa Vista.[6]

Em 30 de novembro de 1944, através do Decreto-lei Estadual nº 14 334, o distrito foi elevado à categoria de município com a denominação de "Aguaí", desmembrado de São João da Boa Vista e Mogi-Guaçu. Sua instalação ocorreu no dia 1 de janeiro de 1945.[6]

Geografia[editar | editar código-fonte]

O Município de Aguaí possui uma área de 474,741 km² localizada no leste paulista e na bacia hidrográfica do Rio Mogi-Guaçu. Essa área faz limite com os seguintes municípios: ao norte, Santa Cruz das Palmeiras,Casa Branca e Vargem Grande do Sul; a leste, São João da Boa Vista; ao sul, Mogi Guaçu, Espírito Santo do Pinhal e Leme; a oeste, Pirassununga. Sua população total é de 35 508 habitantes (de acordo com o censo de 2017)

Topografia[editar | editar código-fonte]

  • Plana

Demografia[editar | editar código-fonte]

(Contagem população 2017: 35.508 - IBGE)

Dados do Censo - 2017

População total estimada: 35.508 hab [1]

  • Urbana: 29.001
  • Rural: 3.147
    • Homens: 19.577
    • Mulheres: 15.931
    • A Definir: 35.508

Densidade demográfica: 67,72 hab./km²

Mortalidade infantil até um ano: 15,24 por mil

Expectativa de vida: 71,55 anos

Taxa de fecundidade: 2,59 filhos por mulher

Taxa de alfabetização: 95,8% [1]

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,786

  • IDH-M Renda: 0,729
  • IDH-M Longevidade: 0,776
  • IDH-M Educação: 0,853

(Fonte: IPEADATA)

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Estradas municipais[editar | editar código-fonte]

Economia[editar | editar código-fonte]

Área rural, irrigação com pivo central de em cultivo de sorgo.

A economia do município está baseada principalmente na agricultura e no setor industrial de papelão, a cidade possui quatro empresas no setor que emprega cerca de 40% dos trabalhadores da cidade. No setor agrícola, predominam as culturas de cítricos, soja, algodão, milho, feijão e arroz, na pecuária: leite e corte. Já o setor industrial dispõe de produções nas áreas de alimentos,embalagens, máquinas, materiais de construção etc. O setor bancário do município é bem estruturado. Aguaí possui 5 agências bancárias.

Educação[editar | editar código-fonte]

O município conta com quinze escolas municipais e quatro estaduais.

Igreja Católica[editar | editar código-fonte]

O município pertence à Diocese de São João da Boa Vista. Possui três paróquias: Senhor Bom Jesus (padroeiro da cidade); São Benedito e Santa Cruz (antiga São Sebastião da Colina), que tem, como pároco, o padre Anderson Ricardo Pereira.

Referências

  1. a b c d «Panorama Aguaí». IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 2017. Consultado em 22 de janeiro de 2018. 
  2. «O recorte das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias de 2017» (PDF). Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 2017. p. 20–34. Consultado em 10 de agosto de 2017. 
  3. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  6. a b c d «Aguaí». IBGE. Consultado em 8 de janeiro de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Aguaí