Arthur Neto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Arthur Neto
Informações pessoais
Nome completo Arthur Alves da Silva Neto
Data de nasc. 17 de janeiro de 1955 (63 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro,  Brasil
Informações profissionais
Equipa atual Sem clube
Posição Treinador
Times/Equipas que treinou
1988
1990
1991
1992
1993
1994
1995
1996
1997
1998
1998
1998–1999
2000
2000
2000
2001
2001
2002
2002
2003
2004
2004–2006
2006
2006
2006–2007
2007
2008
2009
2009
2009
2009
2010–2011
2011
2012
2012
2012–2013
2015
Brasil Mogi Mirim
Brasil Anapolina
Brasil XV de Jaú
Brasil Ituano
Brasil CRB
Brasil Criciúma
Brasil Sãocarlense
Brasil Sampaio Corrêa
Brasil Ituano
Brasil ABC
Brasil Ceará
Brasil Náutico
Brasil Joinville
Brasil Atlético Paranaense
Brasil Botafogo-SP
Brasil Figueirense
Brasil Joinville
Brasil Ceará
Brasil Juventude
China Shanxi Guoli
Brasil Figueirense
Brasil Paysandu
Brasil América de Natal
Brasil Joinville
Brasil Remo
Brasil Atlético Goianiense
Brasil Vila Nova
Brasil ABC
Brasil Itumbiara
Brasil ABC
Brasil Atlético Goianiense
Brasil Goiás
Brasil Vila Nova
Brasil Rio Verde
Brasil Atlético Goianiense
Brasil Joinville
Brasil Goiás

Arthur Alves da Silva Neto, mais conhecido como Arthur Neto (Rio de Janeiro, 17 de janeiro de 1955), é um treinador de futebol brasileiro. Atualmente está sem clube.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Arthur já treinou várias equipes, como:Criciúma, Náutico, Atlético-PR, Figueirense, Ceará, Paysandu, Vila Nova, Itumbiara, entre outros. Esteve anteriormente no comando do América de Natal, onde ficou apenas dois jogos.[1]

Comandou o Atlético Goianiense em 2009.[2] levando o clube a Série A do Campeonato Brasileiro após 24 anos. No entanto não permaneceu para a temporada seguinte, sendo substituído por Geninho. em novembro de 2010, acertou com o Goiás,[3] com a missão de tirar-lo do descenso para a Série B.

Seu maior feito na carreira foi classificar o Goiás, pela primeira vez, à decisão da Copa Sul-Americana, em novembro de 2010. Foi a única vez que o clube goiano se classificou a uma final continental.[4] sendo demitido no dia 25 de junho ,[5] após sequência de maus resultados na Série B.

Em agosto de 2011, Arthur Neto acertou com o Vila Nova.[6] sendo demitido no mês seguinte, após sequencia de maus resultados

Em Janeiro de 2012,Arthur Neto acertou com o Rio Verde[7] .[8] Em setembro do mesmo ano, retorna pela terceira vez ao comando do Atlético Goianiense, mas é demitido antes do fim do Campeonato com o time já rebaixado e dias depois acerta o retorno ao Joinville.

Em 17 de setembro de 2015 é anunciado como novo técnico do Goiás com a missão de lutar contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro.[9] Em 18 de outubro de 2015 pediu demissão após quatro derrotas seguidas nos quatro jogos que comandou a equipe.[10]

Títulos[editar | editar código-fonte]

CRB
ABC
Ceará
Joinville
Atlético Goianiense

Estatística[editar | editar código-fonte]

Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas
Goiás 46 19 15 12
Vila Nova 8 1 1 6
Atlético Goianiense 12 3 0 9
Joinville 17 7 5 5

Referências

Precedido por
Vadão
Técnico do Atlético Paranaense
2000
Sucedido por
Antônio Lopes
Precedido por
Jorginho
Julinho Camargo
Técnico do Goiás
20102011
2015
Sucedido por
Márcio Goiano
Danny Sérgio
Precedido por
Jairo Araújo Interino
Técnico do Atlético Goianiense
2012
Sucedido por
Jairo Araújo Interino
Ícone de esboço Este artigo sobre um treinador de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.