Claire Danes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Claire Dames.
Claire Danes
Claire Danes em 2015
Nome completo Claire Catherine Danes
Nascimento 12 de abril de 1979 (38 anos)
Nova York
 Estados Unidos
Ocupação Atriz
Cônjuge Hugh Dancy
Emmys
Melhor Atriz Em Minissérie ou Filme para Televisão
2010 - Temple Grandin
Melhor Atriz em Série - Drama
2012 - Homeland
2013 - Homeland
Globos de Ouro
Melhor Atriz em Série de TV - Drama
1994 - My So-Called Life
2012 - Homeland
2013 - Homeland
Melhor Atriz em Minissérie ou Filme para Televisão
2010 - Temple Grandinv
Prémios Screen Actors Guild
Melhor Atriz em Minissérie ou Filme para Televisão
2010 - Temple Grandin
IMDb: (inglês)

Claire Catherine Danes (Nova Iorque, 12 de abril de 1979) é uma atriz norte-americana. Ficou conhecida por ter interpretado Angela Chase na série norte-americana My So-Called Life, Julieta em Romeo + Juliet, Yvaine em Stardust e Carrie Mathison em Homeland. Em 2010, Danes interpretou a autista humanitária Temple Grandin no filme do canal HBO de mesmo nome. Pelo papel, ela ganhou o Emmy Award e o Globo de Ouro de Melhor Atriz em Filme ou Missérie para TV.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Danes nasceu em Manhattan, Nova Iorque.[1] Sua mãe, Carla, era artista e ama, mas depois se tornou manager de sua filha. Seu pai, Christopher Danes, é fotógrafo.[2] Ela tem um irmão mais velho, Asa, que é advogado.[3]

Claire cresceu num meio artístico no bairro de SoHo e, desde cedo, frequentou escolas com uma forte vertente artística, entre elas a Dalton School, a New York City Lab School for Collaborative Studies e a Professional Performing Arts School. Em 1994, com 15 anos de idade, Claire mudou-se com a família para Santa Mónica, na Califórnia, para trabalhar na série My So-Called Life.[1] Em 1997, Claire terminou o ensino secundário no Liceu Francês de Los Angeles.[1] No ano seguinte foi para a Universidade de Yale (com uma carta de recomendação do diretor Oliver Stone).[4] Depois de estudar durante dois anos Psicologia, saiu da universidade para se concentrar na sua carreira de atriz.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Claire começou a ter aulas de dança aos seis anos. Aos dez anos tinha aulas de dança com Ellen Robbins no Dance Theater Workshop e aulas de representação no Lee Strasberg Theatre and Film Institute.[5] Durante a infância participou em peças de teatro e vídeos produzidos em Nova Iorque.[1] Apesar de ter continuado a dançar, Claire diz que começou a concentrar-se na representação a partir dos nove anos de idade.[6]

Aos 11 anos, Claire fez uma audição para  Miloš Forman que a levou a ter papéis em vários filmes de estudantes. Aos 12 anos, foi contratada pela agência Karen Friedman.[1]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Claire teve o seu primeiro trabalho de maior destaque aos 13 anos quando trabalhou no piloto de uma sitcom de Dudley Moore chamada Dudley. Nos anos seguintes, interpretou uma adolescente assassina num episódio de Law & Order e participou num episódio da série Lifestories: Families in Crisis da HBO.

Aos 15 anos, Claire conseguiu o papel de Angela Chase, a protagonista da série My So-Called Life do canal ABC. A série foi cancelada após apenas uma temporada curta de 19 episódios devido a más audiências. No entanto, o programa foi bastante elogiado pela crítica e Claire venceu um Globo de Ouro e foi nomeada para um Emmy, ambos na categoria de Melhor Atriz em Série de TV - Drama.

Apesar das fracas audiências, My So-Called Life tornou-se num sucesso de culto e lançou a carreira de Claire no cinema. A atriz só voltou a trabalhar num projeto televisivo em 2010 quando protagonizou o telefilme Temple Grandin da HBO. O telefilme baseia-se na história real de Temple Grandin, uma mulher com Síndrome de Asperger que revolucionou o tratamento racional de animais vivos em fazendas e matadouros. Este papel valeu-lhe o prémio Emmy, o Globo de Ouro e o Screen Actors Guild Award de Melhor Atriz numa Minissérie ou Telefilme.[7]

Desde 2011, Claire protagoniza a série Homeland no papel de Carrie Mathison, uma agente bipolar da CIA. A sua personagem acredita que um herói de guerra da marinha está a planear um atentado terrorista. A série conta ainda com Mandy Patinkin e Damian Lewis no elenco. Claire venceu o Globo de Ouro de Melhor Atriz em Série de TV - Drama em 2012 e em 2013 por este papel. Venceu ainda o Emmy nos mesmos anos e na mesma categoria.[8] Em 2012, Claire foi considerada uma das 100 pessoas mais influentes do mundo pela revista Time.[9]

Claire teve participações especiais nas séries Portlandia e Master of None.

Cinema[editar | editar código-fonte]

Claire interpretou o papel de Beth March na adaptação ao cinema de Little Women de 1994. Nos anos seguintes, graças à visibilidade que conseguiu com My So-Called Life, Claire conseguiu vários papéis de destaque em filmes como Home for the Holidays (1995), I Love You, I Love You Not (1996) e To Gillian on Her 37th Birthday (1996).

Em 1996, Claire conseguiu o seu primeiro papel de protagonista no filme Romeo + Juliet de Baz Luhrmann onde interpretou Julieta ao lado de Leonardo DiCaprio, que interpretou Romeu. Na altura, Luhrmann, impressionado com o talento da atriz de 16 anos, disse que Claire era "a Meryl Streep da sua geração". Claire chegou a ser considerada para o papel de Rose em Titanic, mas recusou o papel.

Em 1997, interpretou o papel de Kelly Riker, uma mulher abusada em The Rainmaker de Francis Ford Coppola. No mesmo ano interpretou Jenny no filme de Oliver Stone, U Turn.

Claire Danes a promover o filme Stardust em 2007.

Em 1998, interpretou Cosette na adaptação ao cinema de Les Misérables e uma adolescente grávida filha de imigrantes polacos na comédia Polish Wedding.

Em 1999, Claire fez a sua primeira dobragem na versão inglesa do filme Princesa Mononoke. No mesmo ano, interpretou o papel de Julie Barnes na adaptação ao cinema da série de televisão The Mod Squad. Protagonizou ainda o thriller Brokedown Palace, um papel que a levou a ser considerada persona non grata nas Filipinas devido a comentários considerados racistas que são feitos no filme. Este foi o último filme em que participou antes de fazer uma pausa de alguns anos para estudar na Universidade de Yale.

Em 2002, Claire regressou ao trabalho com o papel de Sookie em Igby Goes Down. Ainda nesse ano, fez parte do elenco de The Hours, onde interpretou o papel de filha de Clarissa Vaughan (interpretada por Meryl Streep). No ano seguinte, fez parte do elenco de Terminator 3: Rise of the Machines e protagonizou, com Joaquin Phoenix, o drama It's All About Love. Em 2004, protagonizou o drama Stage Beauty com Bill Crudup. Em 2005, foi bastante elogiada pela crítica pelo seu papel de Mirabelle no drama Shopgirl. Ainda nesse ano, fez parte do elenco da comédia The Family Stone.

Depois de uma pausa de dois anos, Claire regressou ao cinema em 2007 com vários filmes: Evening, um drama onde contracenou com Toni Collette, Vanessa Redgrave, Patrick Wilson e Hugh Dancy; The Flock, um filme de crime que protagonizou com Richard Gere; e Stardust, uma adaptação ao cinema do romance de fantasia de Neil Gaiman onde interpreta o papel de Yvaine. No ano seguinte protagonizou, com Zac Efron e Christian McKay, o drama Me and Orson Wells do realizador Richard Linklater.

Teatro[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2000, Claire participou na peça The Vagina Monologues de Eve Ensler. Em setembro de 2005, a atriz regressou aos palcos com o espetáculo de dança "Christina Olson: American Model" do coreógrafo Tamar Rogoff onde interpretou o tema do famoso quadro de Andrew Wyeth, Christina's World. As capacidades de dança e representação de Danes foram bastante elogiadas.

Em janeiro de 2007, Claire estreou-se na Broadway com a peça Pygmalion de George Bernard Shaw, no papel de Eliza Doolittle. Ela regressou à Broadway em março de 2016 com a peça Dry Powder de Sarah Burgess onde contracenou com John Krasinski e Hank Azaria.

Outros trabalhos[editar | editar código-fonte]

Em 1997, Claire escreveu uma introdução para o livro de Neil Gaiman, Death: The Time of Your Life.

Em 2012, fez a narração do livro The Handmaid's Tale de Margaret Atwood para o serviço Audible.com. Este trabalho valeu-lhe o prémio Audie Award na categoria de ficção.

Claire apresentou o Concerto do Prémio Nobel da Paz em Oslo em 2013.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Claire namorou com o cantor Ben Lee durante seis anos depois de o conhecer na sua festa de aniversário em 1997.[10] Em 2004, começou uma relação com o seu colega do filme Stage Beauty, Billy Crudup, que terminou em 2006.[11] Esta relação recebeu bastante atenção negativa, uma vez que Crudup deixou Mary-Louise Parker, na altura grávida do seu filho, para namorar com Claire.[12]

Claire conheceu o ator Hugh Dancy enquanto filmavam Evening em 2006. Eles começaram a namorar e anunciaram o seu noivado em fevereiro de 2009.[13] Casaram-se em França numa cerimónia privada em setembro de 2009.[14] O casal tem um filho chamado Cyrus, nascido em dezembro de 2012 e vive em West Village, em Nova Iorque.[15]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Obs. e Título em Português
1994 Little Women Beth March br: Adoráveis mulheres

pt: As Mulherzinhas

1995 How to Make an American Quilt Glady Jo Cleary br: Colcha de Retalhos

pt: Onde Reside o Amor

Home for the Holidays Kitt Larson br: Feriados em Família

pt: Fim-de-Semana em Família

1996 I Love You, I Love You Not Daisy / Young Nana br: Bem-me quer, Mal-me quer

pt: Viver Sem Medo

To Gillian on Her 37th Birthday Rachel Lewis br: Para Gillian no Seu Aniversário

pt: A Magia de Gillian

Romeo + Juliet Julieta br/ pt: Romeu + Julieta
1997 U Turn Jenny br: Reviravolta

pt: Sem Retorno

The Rainmaker Kelly Riker br: O Homem que Fazia Chover

pt: O Poder da Justiça

1998 Les Misérables Cosette br/pt: Os Miseráveis
Polish Wedding Hala br: Casamento Polonês

pt: Casamento em Família

1999 The Mod Squad Julie Barnes br: Mod Squad: O Filme

pt: Mod Squad - O Filme

Brokedown Palace Alice Marano br: A Viagem

pt: Armadilha em Bangcoque

Princess Mononoke San br: Princesa Mononoke

pt: A Princesa Mononoke

Voz (versão inglesa)

2002 Igby Goes Down Sookie Sapperstein br: A Estranha Família de Igby

pt: A Estranha Vida de Igby

The Hours Julia Vaughan br/pt: As Horas
2003 It's All About Love Elena br: Dogma do Amor

pt: O Amor é Tudo

The Rage in Placid Lake Girl at seminar br: A Grande Virada
Terminator 3: Rise of the Machines Kate Brewster br: O Exterminador do Futuro 3: A Rebelião das Máquinas

pt: Exterminador Implacável 3 - Ascensão das Máquinas

2004 Stage Beauty Maria br: A Bela do Palco

pt: Beleza em Palco

2005 Shopgirl Mirabelle Buttersfield br: Garota da Vitrine

pt: Uma Rapariga Cheia de Sonhos

The Family Stone Julie Morton br: Tudo em Família

pt: A Jóia da Família

2007 Evening Young Ann br: Ao Entardecer

pt: Ao Anoitecer

Stardust Yvaine br: Stardust - O Mistério da Estrela

pt: Stardust - O Mistério da Estrela Cadente

The Flock Allison br: Justiça a Qualquer Preço

pt: Obsessão Mortal

2008 Me and Orson Welles Sonja Jones br: Eu e Orson Wells
2013 As Cool as I Am Lainee Diamond br: Tão Descolada Quanto Eu

pt: Tão Fixe Como Eu

2017 Brigsby Bear Clare

Television[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
1992 Law & Order Tracy Brandt Episódio: "Skin Deep"
1994 Lifestories: Families in Crisis Katie Leiter Episódio: "More Than Friends: The Coming Out of Heidi Leiter"
1994–1995 My So-Called Life Angela Chase Protagonista (19 episódios)
1997 Saturday Night Live Host Episódio: "Claire Danes/Mariah Carey"
2010 Temple Grandin Temple Grandin Telefilme
2011–presente Homeland Carrie Mathison Protagonista
2015 Master of None Nina Stanton Episódio: "The Other Man"
2017 Portlandia Joan Episódio: "The Storytellers"

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Teatrp
2000 The Vagina Monologues Westside Theatre
2005 Christina Olson: American Model Christina Olson Performance Space 122
2007 Edith and Jenny Edith Performance Space 122
2007 Pygmalion Eliza Doolittle American Airlines Theatre
2016 Dry Powder Jenny The Public Theater

Videoclipes[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Claire Danes

Referências

  1. a b c d e f «Episode 520 - Claire Danes». WTF with Marc Maron Podcast (em inglês) 
  2. «Christopher Danes Photography». christopherdanes.com. Consultado em 20 de abril de 2017 
  3. «Asa R. Danes». Seeger Weiss LLP (em inglês) 
  4. Welsh, James Michael; Whaley, Donald M. (1 de janeiro de 2013). The Oliver Stone Encyclopedia (em inglês). [S.l.]: Rowman & Littlefield. ISBN 9780810883529 
  5. Milzoff, Rebecca (21 de janeiro de 2007). «Tamar Rogoff - Claire Danes - Dance». The New York Times. ISSN 0362-4331 
  6. Lyman, Rick (29 de janeiro de 2010). «In 'Temple Grandin,' Claire Danes Gets Serious». The New York Times. ISSN 0362-4331 
  7. «'Temple Grandin' Actress Claire Danes Wins Golden Globe For Performance». Beef Magazine. 18 de janeiro de 2011 
  8. «Claire Danes». IMDb. Consultado em 20 de abril de 2017 
  9. Wilson, Valerie Plame (18 de abril de 2012). «Claire Danes - The World's 100 Most Influential People: 2012 - TIME». Time. ISSN 0040-781X 
  10. «Tomorrow belongs to Ben - Music - Entertainment - theage.com.au». www.theage.com.au (em inglês). Consultado em 20 de abril de 2017 
  11. «CNN.com - Transcripts». transcripts.cnn.com (em inglês). Consultado em 20 de abril de 2017 
  12. «Mary-Louise Parker names son after Billy Crudup». EW.com (em inglês). 14 de janeiro de 2004 
  13. «Claire Danes & Hugh Dancy Are Engaged!». PEOPLE.com (em inglês). 6 de fevereiro de 2009 
  14. «Claire Danes and Hugh Dancy Wed». PEOPLE.com (em inglês). 28 de setembro de 2009 
  15. «Claire Danes and Hugh Dancy Welcome Son Cyrus Michael Christopher». PEOPLE.com. Consultado em 20 de abril de 2017