Edevaldo de Freitas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Edevaldo
Edevaldo Cavalo.jpg
Informações pessoais
Nome completo Edevaldo de Freitas
Data de nasc. 28 de janeiro de 1958 (60 anos)
Local de nasc. Campos dos Goytacazes (RJ), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,70m
Destro
Apelido Edevaldo Cavalo
Informações profissionais
Posição Assistente-técnico
(ex-Lateral direito)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1977–1981
1982–1983
1983–1985
1985–1986
1986
1987
1988
1989
1990
1991
1991
1992
1992
1993
1994
1995
1995–1996
1996–1997
1998
Fluminense
Internacional
Vasco da Gama
Porto
Botafogo-SP
Náutico
Vila Nova
America
Pouso Alegre
America
Castelo
Portuguesa-RJ
Izabelense
Portuguesa-RJ
Muniz Freire
Barra
Portuguesa-RJ
Mesquita
Jacarepaguá
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
Seleção nacional
1980–1982 Brasil 00018 0000(1)
Times/Equipas que treinou
2013– Fluminense Sub-20 (assistente técnico) 00017
Última atualização: 30 de junho de 2012

Edevaldo de Freitas (Campos dos Goytacazes, 28 de janeiro de 1958), é um ex-futebolista brasileiro que atuava como lateral-direito. Dada a sua grande resistência física, foi apelidado de Edevaldo Cavalo. Atualmente, trabalha como assistente-técnico nas categorias de base do Fluminense, ao lado do técnico Marcelo Veiga.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Edevaldo disputou dezoito jogos pela Seleção Brasileira, com 13 vitórias, 4 empates e 1 derrota, tendo feito um gol em sua terceira partida, no empate contra a Argentina por 1 a 1, no dia 2 de janeiro de 1981, e disputado a Copa do Mundo de 1982 e o Mundialito de Seleções disputado no Uruguai em 1981, considerando apenas as competições oficiais.

Começou nas categorias de base do Fluminense, clube que o projetou para o futebol e pelo qual foi campeão carioca em 1980, tendo jogado entre novembro de 1977 e o final do ano de 1981, disputando 197 jogos, com 100 vitórias, 56 empates e 41 derrotas, marcando 4 gols[1].

Como atleta do Internacional, venceu o Troféu Joan Gamper de 1982 e participou da Copa do Mundo do mesmo ano pela Seleção Brasileira como reserva de Leandro.

Pelo Vasco, foi vice-campeão brasileiro de 1984, perdendo a final para o Fluminense.

Depois de encerrar sua carreira, abriu uma escolinha de futebol em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. Jogou, entre outros clubes, no modesto Barra de Teresópolis, Jacarepaguá e Portuguesa-RJ. Com o Fluminense em 2013, conquistou o título de campeão carioca sobre o rival Flamengo vencendo a primeira partida por 3 a 0 e a segunda apenas perdendo por um gol.[2]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Fluminense
Internacional
FC Porto
Mesquita

Como técnico[editar | editar código-fonte]

Fluminense

Referências

  1. DE FREITAS LIMA, Ricardo. «Jogadores - Letra E - Edevaldo-1981». Fluzão.info. Consultado em 15 de novembro de 2016. 
  2. «Atacante sub-20 do Flu minimiza canela rasgada: 'Gosto de apanhar'». Consultado em 18 de maio de 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]