Esporte Interativo BR

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo programa de TV, veja Esporte Interativo (programa de televisão).
Esporte Interativo BR
TopSport Ventures S/A
Tipo Rede de televisão comercial
País  Brasil
Fundação 20 de janeiro de 2007
Extinção 25 de setembro de 2018
Pertence a TopSport Venture S.A.
Proprietário Turner Broadcasting System
Antigo proprietário
Presidente Leonardo Lenz
Cidade de origem Rio de Janeiro, RJ
Sede Rio de Janeiro, RJ
Estúdios Rio de Janeiro, RJ

São Paulo, SP

Slogan
  • "Nós Vivemos a Champions"
  • "Movidos por Sonhos"
Formato de vídeo
Canais irmãos
Cobertura Nacional
Nome(s) anterior(es)
  • TV Esporte Interativo (2007–2014)
  • Esporte Interativo (2014-2017)
Página oficial esporteinterativo.com.br

Esporte Interativo BR, também conhecido pela sigla EI BR, antigamente chamado de TV Esporte Interativo, foi um canal de televisão brasileiro, transmitido atráves de antenas parabólicas e algumas emissoras afiliadas, com 100% de sua programação dedicada a cobertura de diversas modalidades esportivas, sobretudo o Futebol.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Sede do canal Esporte Interativo BR em Botafogo, Rio de Janeiro

O Esporte Interativo iniciou em 2004, como um projeto nas TVs abertas, arrendando horários para transmissão de seu conteúdo, que inicialmente era os Campeonatos Europeus de Futebol, além de eventos de basquete, esportes olímpicos e radicais.[2]

Em 2007, projeto deixou de ser exibido em redes parceiras, e passou a ser um canal de televisão aberta. Inicialmente, só era transmitida no Rio de Janeiro. Os destaques de sua programação eram a exibição de jogos de diversos campeonatos europeus de futebol e a cobertura dos principais eventos e atletas olímpicos brasileiros. Sua primeira exibição aconteceu no dia 20 de janeiro de 2007, com a transmissão ao vivo do jogo entre Chelsea e Liverpool, pelo Campeonato Inglês, com narração de André Henning e comentários de Vitor Sérgio Rodrigues.

Em 10 de junho de 2010, a emissora firmou acordo com o Grupo Estado para transmitir em sinal aberto o Esporte Interativo e começou a transmitir em UHF em São Paulo através do canal 36 UHF que pertence à TV Eldorado.[3]

No ano de 2011, eventos FIFA, como, Copa do Mundo Sub-17, copa do Mundo Sub-20, Copa do Mundo de Futebol Feminino, Copa do Mundo de Futebol de Areia e Mundial de Clubes foram transmitidos pelo canal.

O Grupo detinha os direitos de transmissão da Liga dos Campeões da Europa, da NFL, da Liga Europa, entre outras competições.

Nos esportes olímpicos, o Esporte Interativo lidera o projeto "Brasil de Ouro", nascido da sua parceria com o Ministério do Esporte, o COB – Comitê Olímpico Brasileiro e o CPB – Comitê Paraolímpico Brasileiro. Como parte do projeto, o Esporte Interativo divulga e promove o esporte olímpico e paraolímpico brasileiro em sua programação.

Segundo dados da própria empresa[carece de fontes?], suas imagens chegam a mais de 20 milhões de domicílios no Brasil, transmitindo conteúdo esportivo durante toda sua programação. Além disso, o canal entra em rede com uma série de emissoras em todo o Brasil. A rede é também conhecida por manter uma série de ferramentas de marketing interativas como perfis em redes sociais da Internet e uma loja virtual.

Em 20 de agosto de 2012, foi lançado o serviço de vídeo sob demanda Esporte Interativo Plus, que permitia acompanhar a programação do canal ao vivo, pela internet, além de conteúdos já transmitidos.

Em 1º de setembro de 2012 estreou a web radio Arquibancada Oi, projeto da emissora com a operadora Oi. A ideia foi de fazer transmissões de futebol específicas para os torcedores dos grandes clubes de futebol do país, onde serão transmitidos os jogos ao vivo na internet. O projeto ainda conta com a interatividade simultânea dos ouvintes através de comunidades especificas dos determinados estados no Facebook.

Em 10 de outubro de 2012, a emissora lançou seu portal de notícias, através de uma parceria com a Yahoo! Brasil. Vídeos dos melhores momentos da programação da emissora foram usados para complementar as notícias do Yahoo!. Junto com a parceria, o Yahoo! Brasil começa a vender a anunciantes o projeto de cobertura da Copa do Mundo de 2014 em parceria com o Esporte Interativo.

Em 1º de abril de 2013 o Esporte Interativo estreia sua nova grade de programação, novo logo, novos programas e cenários. Entre eles estão o novo Caderno de Esportes, agora com bancada com a apresentação do narrador André Henning que terá Mariana Fontes ao seu lado, e a estreia do novo programa de Jorge Kajuru, denominado O Incrível Kajuru, novo Dois Toques, o programa Zico na Área passa ser semanal, WWE Main Event e outros.

Entrada da Turner como sócia[editar | editar código-fonte]

Em 8 de junho de 2013, Lauro Jardim da revista Veja anunciou que a Turner Broadcasting System seria sócia majoritária do canal e que o anúncio sairia em breve.[2] Dois dias depois, a empresa norte-americana anunciou a aquisição de 20% do canal, fazendo com que a Turner ocupasse duas de sete cadeiras do Conselho de Administração do canal. O grupo americano Turner adquiriu parte do canal Esporte Interativo. A negociação custou cerca de R$ 80 milhões. Para a realidade do mercado, o valor investido pela Turner é considerado alto, mas atende a uma necessidade direta da empresa por conteúdo esportivo brasileiro. Com este novo acordo o EI poderá iniciar a mudança do sinal para alta definição, [4] o que começou em novembro de 2013: toda produção, conteúdo dos programas, videografismos e GCS foi feito através do sistema VIZRT. No dia 18 de novembro de 2013 o EI estreou a sua nova central de controle em HD.[5]

Em agosto de 2015 foi anunciada a compra dos 100% da TopSports pela Turner.[6]

Novos canais[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Esporte Interativo

A emissora anunciou no dia 5 de agosto de 2013 no programa Conexão Nordeste, seu primeiro investimento depois que a Turner virou sua sócia, o canal Esporte Interativo Nordeste, que foi lançado janeiro de 2014, exclusivamente para a TV por assinatura, com o conteúdo totalmente dedicado ao futebol nordestino. E o canal já teria em sua programação a Copa do Nordeste. Também foram comprados os campeonatos Alagoas, Ceará, Rio Grande do Norte, Piauí, Paraíba, Maranhão e Sergipe. O canal também contou com programas de debate e cobertura do futebol local. No inicio, só três operadoras (sendo uma em âmbito nacional e outras duas situadas no Rio Grande do Norte) transmitiam o canal. [7]

No ano seguinte, foi anunciado o lançamento de um novo canal para a TV por Assinatura: o Esporte Interativo Max (ou simplesmente, EI Max).[8] O canal estreou no dia 25 de julho,[9] às 16 horas, com a transmissão da partida entre Manchester United e Barcelona, válida pela Champions Cup, em caráter experimental no EI Plus.

Em 31 de maio de 2017, foi anunciado que o canal passaria a se chamar Esporte Interativo BR a partir de 1 de julho, enquanto os canais pagos seriam os novos "Esporte Interativo".

Fim do canal[editar | editar código-fonte]

Em 9 de agosto de 2018, a Turner anunciou que o Esporte Interativo deixaria de existir como uma emissora de televisão, pegando de surpresa os telespectadores. O motivo foi a baixa na renda do canal, além de que a AT&T, proprietária da Turner, também controla a Sky, e segundo a legislação brasileira, uma operadora não pode atuar também como uma programadora. Com isso, foi optado encerrar o Esporte Interativo e seus canais. A partir das 11h, os 3 canais passam a exibir reprises de programas antigos. Os eventos que eram transmitidos nos canais pagos passaram a ser exibidos nos canais TNT e Space. O canal saiu do ar em 25 de setembro.[10][11]

Histórico de campeonatos[editar | editar código-fonte]

Da UEFA[editar | editar código-fonte]

Entre a temporada 2009-10 e a temporada 2017-18 a emissora deteve os direitos da Champions League para a TV aberta. Foram transmitidos todos os jogos de terça-feira, e jogos gravados de Manchester United, Barcelona, Milan, Chelsea e Real Madrid. A final não era exibida ao vivo e a partir de 2012-13 passa também a mostrar um programa com o resumo dos melhores momentos.

Em junho de 2012, o canal adquire os direitos da Europa League, transmitindo rodada dupla toda quinta-feira além de transmitir com exclusividade na televisão brasileira a decisão desta competição.[12]

Em 28 de outubro de 2014, foi anunciado que o canal ganhou a licitação para a transmissão do Champions no triênio 2015-2018, vencendo a ESPN Brasil (que até então era a detentora dos direitos e havia feito um acordo com a Globosat para adquirir-los). Porém, esses direitos eram válidos somente para televisão por assinatura, o que levou a criar um novo canal.[13][14][15]

A partir da temporada 2015/2016, passou a transmitir apenas um jogo por rodada da Europa League.

Da CBF[editar | editar código-fonte]

Torneios regionais[editar | editar código-fonte]

O canal adquiriu por 10 anos os direitos de transmissão da Copa do Nordeste e profissionais nos sete estados foram contratados especialmente para este evento e tendo transmissão de todos os jogos para clientes; Claro TV, Cabo Telecom e TCM, com a adição de 2 canais similares (Esporte Interativo Nordeste e Esporte Interativo Nordeste 2). Já nas parabólicas serão transmitidos 2 jogos por rodada.Também adquiriu, com exclusividade, a Copa Verde, competição que envolve as equipes da Região Norte, Centro-Oeste e Espírito Santo, tendo a final da competição, inclusive, dividindo com o Space.[16] Em 7 de maio de 2018, o Esporte Interativo anunciou que não irá transmitir a Copa Verde em 2019.

Campeonato Brasileiro Série C e D[editar | editar código-fonte]

O Campeonato Brasileiro da Série C foi transmitido pelo canal. O anúncio foi feito durante a final da Copa do Nordeste de 2014. Com isso, a emissora se juntou à TV Brasil e ao SporTV como detentoras dos direitos de transmissão da competição em 2014. Com isso, vai transmitir dois jogos por rodada do campeonato.

No dia 2 de julho de 2015, o canal firmou parceria com a CBF e a partir do dia 12 de julho vai transmitir, de forma inédita na história da competição, o Campeonato Brasileiro da Série D.[17]

Campeonatos estaduais[editar | editar código-fonte]

Em 2014 o Esporte Interativo transmitiu via Esporte Interativo Nordeste a transmissão de 7 estaduais do Nordeste, são eles:

Outros eventos[editar | editar código-fonte]

Luta-Livre[editar | editar código-fonte]

No dia 23 de fevereiro de 2011, a WWE e o Esporte Interativo fecharam um contrato de um ano para transmissão do Monday Night Raw, com as transmissões iniciando no dia 2 de março do mesmo ano. O RAW era apresentado por Luis Felipe Freitas, os locutores são Marco Alfaro e Roberto Figueroa. Os programas eram exibidos com pouco mais de uma semana de atraso em relação aos Estados Unidos. O Friday Night SmackDown não está mais sendo exibido pelo canal.

No dia 5 de março de 2013 em uma transmissão do Monday Night Raw, o Esporte Interativo anunciou que passaria a transmitir todas as segundas-feiras o WWE Main Event, a primeira edição foi transmitida no dia 11 de março de 2013.[18]

Em 2015, o EI perde os direitos da WWE para o Fox Sports, porém em 3 de março de 2015, o Esporte Interativo anuncia que irá transmitir os programas da TNA Wrestling: Impact Wrestling, Xplosion e os programas especiais One Night Only.[19]

MMA[editar | editar código-fonte]

A partir do mês de março de 2012 começa a transmitir eventos de MMA são os seguintes: BAMMA, M-1 Global, It's Showtime, Cage Rage e Bellator Fighting Championships;[20] Em 2014, o trabalho cresceu e a empresa adquiriu os direitos de 4 dos 5 maiores eventos do planeta, que são eles: Bellator, WSOF, ONE FC e Legacy.

A emissora tem transmitido, desde então, lutas ao vivo toda as sextas-feiras e sábados, totalizando mais de 60 eventos por ano, e um programa especializado sobre MMA na sexta-feira e no sábado, o Planeta Nocaute.

No Brasil, a emissora é parceira dos maiores eventos do país, como WOCS e Bitetti Combat, com uma lista de oito eventos brasileiros de MMA.

Em setembro de 2015, o EI passou a transmitir o XFC, evento internacional que já foi transmitido pela RedeTV!. As transmissões começaram no dia 19.

A emissora transmitiu o LFA, o CES MMA, WOCS, Aspera FC, Smash Fight, Imortal FC e, adquiriu em abril de 2017, o Thunder Fight. Porém, perdeu o ONE Fighting Championship para o BandSports.

Campeonato Brasileiro de Marcas[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2016 o canal divulgou ter adquirido os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro de Marcas, anunciando transmissão das 16 provas da temporada.[21]

NFL e Super Bowl[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2012, a emissora adquiriu os direitos exclusivos do Superbowl , a grande final do futebol americano, maior evento esportivo realizado nos Estados Unidos. O acordo garantiu a transmissão das finais de 2012 e 2013 com exclusividade na TV aberta. Além do Super Bowl, a emissora garantiu o direito de transmitir o Pro Bowl e o programa NFL Game Day.[22]

Em 1 de agosto de 2017, o Esporte Interativo anunciou que não irá mais transmitir a NFL, a partir da próxima temporada.

Perda de campeonatos[editar | editar código-fonte]

No final da temporada 2009-10, faltando apenas 3 rodadas para o fim do Campeonato Italiano a emissora perdeu os direitos de exibir a competição, tempo depois acabou perdendo os direitos do Campeonato Inglês.

Em 2011 foi a vez da NBA sair do canal. Logo depois perdeu também os direitos da Copa Africana de Nações.

Na temporada 2012-13 o canal perdeu os direitos dos campeonatos Argentino, Português e Alemão, além da Superliga Indiana.

Eventos transmitidos[editar | editar código-fonte]

Cobertura[editar | editar código-fonte]

No dia 16 de abril de 2015 a Claro TV anuncia que o canal será descontinuado para seus assinantes, que a partir do dia 1º de maio[27] será substituído pelo ESPN+.[28]

No dia 18 de dezembro de 2015 a Turner Broadcasting System anuncia a estreia dos canais EI Maxx e EI Maxx 2 na operadora NET e o retorno dos canais a Claro TV nas versões SD e HD no dia 14 de janeiro de 2016 para ambas as operadoras.[29]

No dia 29 de agosto de 2016, é anunciada a entrada dos canais EI na Sky Brasil, a partir do dia 13 de setembro, nas versões SD e HD

Referências

  1. «Esporte Interativo». Folha de S. Paulo. Consultado em 9 de agosto de 2018 
  2. a b Vaquer, Gabriel (8 de junho de 2013). «Warner vira sócia da TV Esporte Interativo; entenda». NaTelinha. Universo Online/Ne10. Consultado em 11 de junho de 2013 
  3. Otto Rezende. «Esporte Interativo comprará canal UHF do jornal Estado de São Paulo». portalmidiaesporte.com 
  4. Barbosa, Ana Carolina (10 de junho de 2013). «Turner torna-se sócia do Esporte Interativo». Tela Viva. Converge Comunicações. Consultado em 11 de junho de 2013 
  5. «Esporte Interativo estreia nova produção em HD». Mídia Esporte. 19 de novembro de 2013 
  6. Gabriel Vaquer (23 de janeiro de 2015). «Turner compra totalidade do canal Esporte Interativo; veja detalhes». NaTelinha. Consultado em 23 de janeiro de 2015 
  7. «Esporte Interativo anuncia transmissões da primeira rodada da Copa do Nordeste». Yahoo Esportes. 10 de janeiro de 2013 
  8. «Executivo confirma lançamento do canal EI Max - Portal Mídia Esporte | Notícias e Programação Esportiva da TV». www.portalmidiaesporte.com. Consultado em 26 de julho de 2015 
  9. «EI Max é lançado neste sábado; veja o vídeo de abertura - Portal Mídia Esporte | Notícias e Programação Esportiva da TV». www.portalmidiaesporte.com. Consultado em 26 de julho de 2015 
  10. Perline, Gabriel (29 de novembro de 2018). «Turner assume que encerrou Esporte Interativo por dinheiro: 'Conta não fechava'». Notícias da TV - UOL. Consultado em 4 de maio de 2021 
  11. Souza, Felipe dos Santos (9 de agosto de 2018). «Um jogo rápido para entender o "fim" do Esporte Interativo». Trivela. Consultado em 4 de maio de 2021 
  12. Esporte Interativo e Terra transmitirão a UEFA Europa League entre 2012 e 2015 - Mídia Esporte (11 de novembro de 2011)
  13. Flávio Ricco. «Esporte Interativo conquista os direitos da Liga dos Campeões na TV paga». Universo Online. Consultado em 29 de outubro de 2014 
  14. «Revista: Esporte Interativo tira Champions League da ESPN». Terra Networks. Consultado em 29 de outubro de 2014 
  15. Erich Beting. «Esporte Interativo leva Liga dos Campeões na TV fechada». Maquina do Esporte. Consultado em 29 de outubro de 2014 
  16. Na Telinha (24 de março de 2014). «Space fecha parceria com Esporte Interativo para finais de campeonatos». Consultado em 27 de abril de 2014 
  17. «Série D terá transmissão inédita pela TV». CBF. Consultado em 2 de julho de 2015 
  18. «WWE launches in Brazil» (em Inglês). WWE. 23 de fevereiro de 2011. Consultado em 23 de fevereiro de 2011. Arquivado do original em 19 de março de 2011 
  19. «TNA estreia no Esporte Interativo; WWE deixa grade da emissora» - Portal Mídia Esporte (03 de março de 2015)
  20. Esporte Interativo adquire direitos do Bellator Fighting Championships - Mídia Esporte (17 de março de 2012)
  21. http://torcedores.com/noticias/2016/04/esporte-interativo-transmitira-brasileiro-de-marcas
  22. «TV Esporte Interativo adquire direitos do "Superbowl"». uol.com.br 
  23. «Esporte Interativo adquire direitos exclusivos de transmissão da Superliga Indiana de Futebol- Portal Mídia Esportiva.Net | Notícias e Programação Esportiva da TV». www.midiaesportiva.net. Consultado em 3 de outubro de 2015 
  24. «Esporte Interativo compra direitos do Brasileirão Série D - Portal Mídia Esporte | Notícias e Programação Esportiva da TV». www.portalmidiaesporte.com. Consultado em 26 de julho de 2015 
  25. «Esporte Interativo adquire direitos das Eliminatórias da Concacaf para a Copa de 2018 - Portal Mídia Esporte | Notícias e Programação Esportiva da TV». www.portalmidiaesporte.com. Consultado em 26 de julho de 2015 
  26. «ELeague será transmitido pelo Esporte Interativo e terá campeonatos de Street Fighter V». IGN Brasil. 23 de março de 2017 
  27. «Esporte Interativo perde espaço para ESPN+ na grade da Claro TV». comunique-se.com.br 
  28. «Claro TV substitui Esporte Interativo de seu line-up e gera "surpresa" ao canal esportivo». Portal IMPRENSA 
  29. «Turner confirma entrada dos canais EI MAXX na Net e Claro TV». Esporte e Mídia 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]