Estilo sem substância

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Estilo sem substância ou forma sem conteúdo é uma falácia que consiste em dar validade a um argumento com base no estilo do argumentador, na forma em vez de no conteúdo[1]. Ou seja, valorizam-se elementos estéticos, como o tom da voz, a imponência e beleza do argumentador, as palavras que escolhe etc.

Exemplos[editar | editar código-fonte]

  • Trudeau sabe dirigir as massas. Ele deve ter razão.
  • Eis um excelente pregador. Seus sermões são lindos.
  • Vamos adquirir o equipamento "AB" porque o Laboratório Nacional usa, deve ser importante.
  • Com a arma em punho, o assaltante diz ao pedestre: "Caro senhor, desculpe o incômodo, mas tenho que lhe cobrar parte de teus lucros em detrimento à minha sobrevivência. Queira me passar sua carteira, por gentileza, que ainda lhe pouparei o relógio."

Referências

Portal A Wikipédia possui o:
Portal de Filosofia
Ícone de esboço Este artigo sobre lógica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.