Argumentum ad ignorantiam

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A expressão latina argumentum ad ignorantiam ("argumento da ignorância"), conhecido também como apelo à ignorância, é uma falácia lógica que tenta provar que algo é falso ou verdadeiro a partir de uma ignorância anterior sobre o assunto[1] . É um tipo de falso dilema, já que assume que, ou todas as premissas são verdadeiras ou todas elas serão falsas[2] [3]

Estrutura lógica[editar | editar código-fonte]

  • Ninguém provou que "A é falso";
  • Então A é verdadeiro.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Philosophy 103: Introduction to Logic - Argumentum ad Ignorantiam" (em inglês). philosophy lander. 24 de setembro de 2009. Consult. 18 de julho de 2011. 
  2. "Apelo à ignorância" (em português). Guia de Falácias Lógicas de Stephen Downes. Consult. 26 de agosto de 2013. 
  3. Leônidas Hegenberg; Flávio E. Novaes Hegenberg (2009). Argumentar. Editora E-papers. p. 376. ISBN 978-85-7650-224-1.
Portal A Wikipédia possui o:
Portal de Filosofia