James K. Polk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de James Knox Polk)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
James K. Polk
11º Presidente dos Estados Unidos
Período 4 de março de 1845
a 4 de março de 1849
Vice-presidente George M. Dallas
Antecessor(a) John Tyler
Sucessor(a) Zachary Taylor
9º Governador do Tennessee
Período 14 de outubro de 1839
a 15 de outubro de 1841
Antecessor(a) Newton Cannon
Sucessor(a) James C. Jones
13º Presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos
Período 7 de dezembro de 1835
a 4 de março de 1839
Antecessor(a) John Bell
Sucessor(a) Robert M. T. Hunter
Membro da Câmara dos Representantes
pelo 9º distrito do Tennessee
Período 4 de março de 1833
a 4 de março de 1839
Antecessor(a) William Fitzgerald
Sucessor(a) Harvey Magee Watterson
Membro da Câmara dos Representantes
pelo 6º distrito do Tennessee
Período 4 de março de 1825
a 4 de março de 1833
Antecessor(a) John Alexander Cocke
Sucessor(a) Balie Peyton
Dados pessoais
Nome completo James Knox Polk
Nascimento 2 de novembro de 1795
Pineville, Carolina do Norte,
 Estados Unidos
Morte 15 de junho de 1849 (53 anos)
Nashville, Tennessee,
 Estados Unidos
Progenitores Mãe: Jane Knox
Pai: Samuel Polk
Alma mater Universidade da Carolina do
Norte em Chapel Hill
Esposa Sarah Childress (1824–1849)
Partido Democrata
Religião Presbiterianismo
Profissão Advogado
Fazendeiro
Assinatura Assinatura de James K. Polk
Serviço militar
Serviço/ramo Milícia Estadual do Tennessee
Graduação Coronel
Unidade 5º Regimento Brigada
de Cavalaria

James Knox Polk (Pineville, 2 de novembro de 1795Nashville, 15 de junho de 1849) foi um advogado, fazendeiro e político norte-americano que serviu como o 11º Presidente dos Estados Unidos de 1845 a 1849. Anteriormente tinha atuado como membro da Câmara dos Representantes entre 1825 e 1839 e também 9º Governador do Tennessee de 1839 até 1841. Polk era membro do Partido Democrata, um protegido de Andrew Jackson e um defensor da Democracia Jacksoniana. Os Estados Unidos expandiram seu território significantemente durante sua presidência através da anexação da República do Texas, do estabelecimento do Território do Oregon e por meio da Cessão Mexicana após a vitória norte-americana na Guerra Mexicano-Americana.

Polk construiu uma carreira bem sucedida no direito no Tennessee e foi eleito deputado estadual em 1823 e depois deputado federal em 1825, tornando-se um grande apoiador de Jackson. Ele serviu como presidente do Comitê de Formas e Meios em 1833 e depois Presidente da Câmara em 1835. Polk deixou o Congresso a fim de concorrer a governador, vencendo em 1839 mas perdendo em 1841 e 1843. Ele foi considerado um candidato azarão para a indicação democrata para presidente na eleição de 1844; Polk entrou na convenção de seu partido como um candidato potencial a vice-presidente, porém surgiu como um meio-termo quando nenhum candidato conseguiu alcançar a maioria de dois terços. Na eleição, ele derrotou Henry Clay do Partido Whig.

Polk alcançou em seu mandato todos os seus objetivos de governo, tanto internos quanto externos. Ele foi capaz de fazer um acordo com o Reino Unido sobre o Oregon, com o território sendo dividido em sua maior parte ao longo do Paralelo 49. Polk conseguiu uma grande vitória na Guerra Mexicano-Americana, o que resultou do México cedendo quase todo seu território da Alta Califórnia. Internamente, ele também conseguiu uma redução de impostos em 1846. No mesmo ano, alcançou outro objetivo, o restabelecimento do sistema de um Tesouro Independente. Polk deixou a presidência em 1849, cumprindo uma promessa de campanha, e retornou para o Tennessee. Ele morreu em Nashville três meses depois de deixar o cargo.

Historiadores lhe avaliaram positivamente por sua habilidade de defender e alcançar todos os principais itens de seus objetivos de governo, sendo considerado como o presidente mais eficiente no período pré-Guerra de Secessão. Entretanto, foi criticado por liderar o país em uma guerra contra o México e por exacerbar divisões secionais entre norte e sul. Polk foi dono de escravos durante a maior parte de sua vida adulta e tinha uma fazenda no Mississippi, chegando até a comprar escravos enquanto era presidente. A maior realização de sua presidência foi a expansão territorial dos Estados Unidos até o Oceano Pacífico.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Wikisource Textos originais no Wikisource
Commons Categoria no Commons

Oficiais

Discursos

Outros

Ícone de esboço Este artigo sobre um Presidente dos Estados Unidos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.