Jardim Itu-Sabará

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jardim Itu-Sabará
  Bairro do Brasil  
Jardim itu sabará.JPG
Localização
Município Porto Alegre
Características geográficas
Área total 457 hectares
População total 31,127 hab (2 000)
14,656 homens
16,471 mulheres hab.
Densidade 68 hab/ha hab./km²
Outras informações
Taxa de crescimento (-) 1,1% (de 1991 a 2000)
Domicílios 9.745
Rendimento médio mensal 9,17 salários mínimos
Fonte: Não disponível
Disambig grey.svg Nota: Se procura por o bairro em Londrina, no Paraná, veja Jardim Sabará.

Jardim Itu-Sabará é um bairro da cidade brasileira de Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul. Foi criado pela Lei n.° 3.193 de 29 de outubro de 1968.

Histórico[1][editar | editar código-fonte]

Até as primeiras décadas do século XX, a região que atualmente corresponde ao bairro Jardim Itu-Sabará não passava de uma grande fazenda. O início da urbanização da área data da década de 1950 e, em 1954, esta se transformou em um loteamento. Nas décadas seguintes, com o início do processo de planejamento metropolitano, a prefeitura municipal procurou diminuir a dependência de regiões mais afastadas da área do Centro Histórico em relação a esta, controlando a expansão urbana e preservando o meio-ambiente.

Na década de 1980, inaugurou-se na parte alta do bairro o Loteamento do Parque do Arvoredo. Estritamente residencial, ele ganhou atenção do setor imobiliário, assim como o Jardim Planalto, outra área igualmente valorizada que cresceu consideravelmente a partir de 1990. Ambos os loteamentos são caracterizados por seu planejamento e pela arborização.

Características atuais[editar | editar código-fonte]

O Jardim Itu-Sabará possui características residenciais, mas dispõe de pequeno comércio e serviços, como farmácias, mercados de gêneros alimentícios e rede escolar. As opções de lazer são variadas; no bairro há a sede campestre do Serviço Social do Comércio (SESC), que possui um amplo centro de esportes; as praças também são opções de diversão e entretenimento; e o Parque da Brigada Militar[2] possui um campo de futebol.

Pontos de referência[editar | editar código-fonte]

Áreas verdes
  • Parque da Brigada Militar
  • Parque Vinte de Maio (parte leste)
  • Praça Antônio Valentim Stoll
  • Praça Boris Russowsky
  • Praça Carmen Miranda[3]
  • Praça da Caixa d'Água
  • Praça David Ben-Gurion
  • Praça Dr. Ernesto Corrêa
  • Praça Dr. Hermann Blumenau
  • Praça Finlândia
  • Praça Francisco Aurélio Pacheco
  • Praça Guilherme Flores da Cunha
  • Praça Heron Domingues
  • Praça Irmã Dulce
  • Praça Isaak Radin
  • Praça Itu
  • Praça Joaquim Sandri dos Santos
  • Praça Lino Augusto Schiefferdecker
  • Praça Luiz Carvalho
  • Praça Manuel de Macedo
  • Praça Mauri Meurer
  • Praça Miguel Aníbal Genta
  • Praça Monsenhor Rocato
  • Praça Otacílio Gonçalves dos Santos
  • Praça São Marum
Educação
  • Escola Estadual de Ensino Fundamental Dr. Gustavo Armbrust
  • Escola Estadual de Ensino Fundamental Toyama
  • Escola Estadual de Ensino Médio Itália
  • Escola Estadual de Ensino Médio Japão[4]
  • Colégio Estadual Elmano Lauffer Leal
Outros

Limites atuais[editar | editar código-fonte]

Parte da Avenida Baltazar de Oliveira Garcia, esquina com Beco do Butiá; seguindo por este até encontrar a Rua Tenente Ary Tarragô (antigo Beco do Ganzen); e, por esta, até encontrar a Avenida Protásio Alves; por esta, até a Rua Ernesto Pellanda; por esta, até a Rua Dom Luiz Guanella; por esta, até encontrar o prolongamento da Rua Bartolomeu Dias; por esta, por uma linha reta, seca e imaginária, até encontrar a Rua Nigéria; e, por uma linha reta e imaginária, até encontrar a Avenida Baltazar de Oliveira Garcia; seguindo por esta até encontrar novamente o Beco do Butiá e a Rua Doutor José Eboli.

Seus bairros vizinhos são: Cristo Redentor, Sarandi, Passo das Pedras, Vila Ipiranga, Vila Jardim, Jardim Carvalho e Morro Santana.

Lei de Limites de Bairros- proposta 2013-2014[editar | editar código-fonte]

O bairro Jardim Itú-Sabará foi dividido em dois bairros distintos: Jardim Itú e Jardim Sabará. Os limites do Bairro Jardim Itú são os seguintes: Ponto inicial e final: encontro da Rua Gomes de Freitas com a Avenida Baltazar de Oliveira Garcia. Desse ponto segue pela Avenida Baltazar de Oliveira Garcia até Avenida Tenente Ary Tarrago, por essa até a Rua Doutor Galdino Nunes Vieira, por essa até a Rua Francelício Porto, por essa até a Rua Coronel João Pacheco de Freitas, por essa até a Rua Dezenove de Abril, por essa até a Rua Leopoldo Bettiol, por essa até a Rua Guadalajara, por essa até a Rua Dom Luiz Guanella, por essa até a Avenida Benno Mentz, por essa até a Rua Gaspar de Lemos, por essa até a Rua Bartolomeu Dias, por essa até a Rua Ilhéus, por essa até a Rua Arnaldo Ballve, por essa até a Rua Professor José Maria Rodrigues, por essa até a Rua do Contessado, por essa até a Rua Porto Belo, por essa até a Rua Nicolau Faillace, por essa até a Rua Duarte Andrade Soares, por essa até a Rua Abílio Miller, por essa até a Rua Gomes de Freitas, por essa até a Avenida Baltazar de Oliveira Garcia, ponto inicial.

Os limites do bairro Jardim Sabará são os seguintes:Ponto inicial e final: encontro da Avenida Protásio Alves com a Avenida Tenente Ary Tarrago. Desse ponto segue pela Avenida Tenente Ary Tarrago até a Rua Doutor Galdino Nunes Vieira, por essa até a Rua Francelício Porto, por essa até a Rua Coronel João Pacheco de Freitas, por essa até a Rua Dezenove de Abril, por essa até a Rua Leopoldo Bettiol, por essa até a Rua Guadalajara, por essa até a Rua Dom Luiz Guanella, por essa até a Rua Ernesto Pellanda, por essa até a Rua Aldrovando Leão. Desse ponto segue pelo limite oeste da propriedade da Sede Campestre do SESC até a Avenida Protásio Alves, por essa até a Rua Tenente Ary Tarrago, ponto inicial. [5] [6]

Lei dos limites de bairros- proposta 2015-2016[editar | editar código-fonte]

No fim do ano de 2015, as propostas com as emendas foram aprovadas pela câmara de vereadores de Porto Alegre. O bairro foi dividido em dois bairros distintos, mas manteve seus limites quando eram juntos. [7]

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]