Roberto Santiago

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Roberto Santiago
Deputado Federal pela  São Paulo
Período 1 de janeiro de 2006
até atualidade
Vida
Nascimento 1 de julho de 1958 (58 anos)
São Paulo, (SP)
Dados pessoais
Partido PSD[1]
Profissão comerciário

José Roberto Santiago Gomes (São Paulo, SP, 1 de julho de 1958) é um político brasileiro, comerciário e sindicalista, filiado ao PSD de São Paulo. Exerce o segundo mandato de Deputado Federal.

Roberto Santiago é deputado federal, pelo Partido Social Democrático (PSD), reeleito por São Paulo, e vice-presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT). Sua trajetória de vida é marcada pela luta a favor dos trabalhadores e pelo incansável esforço para organização da sociedade civil.

Foi relator do projeto que estabelece a política de valorização do salário mínimo e de diversos projetos que tratam do plano de carreira de servidores públicos.

Foi o responsável por estender o projeto “Minha Casa, Minha Vida” a todos os municípios brasileiros, apresentando uma emenda modificativa ao projeto original do Governo Federal, que pretendia contemplar somente as cidades com mais de 200 mil habitantes.

Em 2011, presidiu a Comissão de Direito do Consumidor, destacando-se na batalha contra a ineficácia das operadoras de celular e dos planos de saúde.

Em 2012, ajudou a articular a aprovação, na Comissão do Trabalho, da profissão de diarista, contemplando mais de 6 milhões de pessoas vinculadas com tratamento igual aos demais trabalhadores brasileiros, com duas ou mais diárias por semana, direito à carteira de trabalho, aposentadoria, auxílio-doença, licença-maternidade e outros benefícios previstos na Constituição e na CLT. Participou ativamente na aprovação da regulamentação da profissão dos 12 milhões de comerciários que, apesar de contar com sindicatos e acordos coletivos, não eram oficialmente reconhecidos. Santiago também lutou pela garantia de 30% de periculosidade para os carteiros. Igualmente aos vigilantes, o parlamentar se empenhou para a conquista do adicional de 30% pelo “risco de vida” desses profissionais. É também autor do projeto de lei que reduziu a jornada de trabalho dos coletores e garis.

Em 2013, foi presidente da Comissão do Trabalho, Administração e Serviço Público (CTASP) da Câmara Federal – uma das mais importantes comissões do Congresso Nacional.

Importante aliado dos trabalhadores, aposentados e pensionistas, e servidores públicos. Também é relator da ‘Comissão Especial’ do Trabalho Terceirizado, cujo projeto está prestes a ser aprovado, e se tornará o marco legal da modalidade que emprega mais de 15 milhões de trabalhadores em todo país.

Idealizador do maior evento em defesa da causa animal do país: o ‘Acampamento Nacional em Defesa dos Animais’. A mobilização teve ampla cobertura da imprensa e repercussão internacional, sendo considerada, por observadores políticos, uma ação histórica a favor da causa.

Reconhecimento • Em 2011, contemplado com a medalha de “Grande Oficial do Tribunal Superior do Trabalho” • Premiado como o “Deputado do Ano” pelo site Congresso em Foco. • Eleito entre os “Parlamentares mais influentes do Congresso Nacional” pela Arko Advice, no relatório da “Elite Parlamentar 2011”;. • Em 2012, recebeu o “Prêmio Cebrasse do Setor de Serviços”, na categoria “Parlamentar, ações pelo empreendedorismo brasileiro”; • Em 2013, foi agraciado com a “Medalha Comemorativa, alusiva aos 70 anos da Consolidação das Leis do Trabalho”, pelo TST. • Consagrado pela Diap, pela 7ª vez consecutiva, como um dos 100 parlamentares mais influentes do país.

Referências

  1. «PSD: o partido onde os ricos se encontram». Correio do Brasil. 26 de outubro de 2011. Consultado em 2 de novembro de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Câmara dos Deputados [1]

Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.