Banco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Setor bancário)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde setembro de 2012). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Finanças

Mercado Financeiro
Ações
ETFs
Títulos e Obrigações
Corretoras de Valores
Forex
Derivativos
Commodity
Debênture
Direitos de subscrição
Certificado de depósito bancário
Comissão de Valores Mobiliários
Classificação de crédito

Imóveis

Sistema Bancário
Banco Central do Brasil
Lista de bancos do Brasil
Depósito
Empréstimo

Disambig grey.svg Nota: se procura a outros significados com o mesmo nome, veja Banco (desambiguação).
Edifício-sede do Banco Mundial, Washington, D.C., Estados Unidos.

Bancos (do germânico banki, através do latim vulgar) são instituições financeiras intermediárias entre agentes superavitários e agentes deficitários.[1] Exercem, além de outras funções, a de captar os recursos dos superavitários e emprestá-los a juros aos deficitários, gerando a margem de ganho denominada de spread bancário. Todo banco, público ou privado, apresenta estas características. Os bancos têm, também, por funções, depositar capital em formas de poupança, financiar automóveis e casas, trocar moedas internacionais, realizar pagamentos, entre outros.

História[editar | editar código-fonte]

O surgimento das operações bancárias foi simultâneo ao surgimento da moeda, na medida em que o surgimento desta logo criou a necessidade de instituições que a guardassem e emprestassem. O nome "banco", porém, foi criado pelos banqueiros judeus de Florença na época do Renascimento, designando a mesa onde eram trocadas as moedas. Em 1406, foi criado aquele que é considerado o primeiro banco moderno: o Banco di San Giorgio, em Gênova. Em 1983, o Banco da Escócia se tornou o primeiro banco a oferecer serviços eletrônicos, tendência esta que vem se ampliando continuamente desde então no mundo inteiro. [2]

Tipos de bancos[editar | editar código-fonte]

Porta de uma caixa-forte.

Funções no Balcão de um Banco[editar | editar código-fonte]

1970
  • Tesoureiro/Caixa: contato direto com o cliente ao nível transacional (levantamentos, depósitos, transferências, gestão de tesouraria etc.) e comercial.
  • Administrativo/Comercial: contato comercial com o cliente ao nível da venda de produtos e serviços e atendimento geral.
  • Gestor de conta: responsável por uma carteira de clientes, dinamizando a venda de produtos e serviços direcionados.
  • 2º Responsável ou Sub-gerente: responsável pelo desenvolvimento comercial e institucional, na ausência do Gerente, bem como desempenho ao nível comercial de venda de produtos e serviços financeiros.
  • Gerente: responsável pelo desenvolvimento comercial e institucional e elo entre chefias intermédias.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Lista de bancos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 227.
  2. A História dos Bancos. Disponível em http://seuhistory.com/infograficos/historia-dos-bancos. Acesso em 1 de janeiro de 2016.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Banco