Catarina de Cambridge

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde junho de 2014) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Catarina
Duquesa de Cambridge
Cônjuge Guilherme, Duque de Cambridge (2011-presente)
Descendência
George de Cambridge
Nome completo
Catherine Elizabeth Middleton
Casa Windsor (por casamento)
Pai Michael Middleton
Mãe Carole Goldsmith
Nascimento 9 de Janeiro de 1982 (32 anos)
Reading, Berkshire, Inglaterra
Religião Anglicanismo
Família real britânica
Casa de Windsor
Badge of the House of Windsor.svg

A Rainha
Filipe, Duque de Edimburgo


Catherine ou Catarina, Duquesa de Cambridge (nascida Catherine Elizabeth Middleton, Reading, 9 de janeiro de 1982) é a esposa do Príncipe Guilherme, Duque de Cambridge. Catarina nasceu em Reading, no condado de Berkshire no Royal Berkshire Hospital [1] . Filha do empresário Michael Francis Middleton, que trabalhou como assistente de bordo antes de ser despachante de voo da companhia aérea British Airways, e de Carole Elizabeth Middleton (nascida Goldsmith), uma ex-assistente de bordo[1] . O casal conheceu-se enquanto ambos trabalhavam na British Airways. Catarina tem dois irmãos, Philippa e James. Ela cresceu numa pequena aldeia em Bucklebury, a cerca de 45 quilometros de Londres[1] . Os seus pais enriqueceram com uma empresa de artigos para festas infantis que criaram, a Party Pieces, o que permitiu a Catherine entrar em meios sociais da alta sociedade e estudar em bons colégios.[2]

Conheceu o príncipe Guilherme na Universidade de St. Andrews, na Escócia, em 2001, quando estudava História de Arte. Começaram a namorar em 2003 e viveram juntos nos tempos da universidade. Devido ao adiar constante do anúncio de casamento com o príncipe Guilherme, a imprensa chegou a usar a alcunha “Waity Katie” (“Katie à espera”). Depois de concluído o curso universitário Catarina trabalhou na cadeia de lojas de roupa Jigsaw,[2] a trabalhar quatro dias por semana no departamento de compras de acessórios.[3] Ela interessa-se por moda e é uma fã da desenhadora brasileira Daniella Helayel da marca Issa. Mais tarde, ela trabalhou no negócio da família.[2] Em 2012, a revista norte-americana Time classificou Catherine e sua irmã, Pippa Middleton como uma das 100 pessoas mais influentes no mundo.[4]

Família[editar | editar código-fonte]

Catherine Elizabeth Middleton nasceu no Royal Berkshire Hospital, 9 de janeiro de 1982, em Reading, Berkshire, primogénita do empresário[5] Michael Francis Middleton, um ex-despachante de vôo, e de Carole Elizabeth Middleton (nascida Goldsmith), uma ex-hospedeira de bordo,[5] ambos ex-funcionários da British Airways. Ainda criança de mama, foi baptizada na Igreja Anglicana em 20 de junho de 1982, na igreja da paróquia de St Andrew’s Bradfield, em Berkshire.[6] [5] “Plebeia”, vem de uma família de classe média, além de não pertencer à nobreza, é descendente de carpinteiros e operários.[7] Possui dois irmãos mais novos, Philippa Charlotte e James William.[7] [5]

Em maio de 1984, aos dois anos de idade, mudou-se com sua família para Amã, na Jordânia[6] — onde seu pai trabalhou por dois anos e meio no aeroporto internacional da cidade —, esteve a frequentar uma escola infantil a partir de seus três anos.[5] Os Middleton regressaram ao Reino Unido em setembro de 1986,[5] e fundaram a empresa Party Pieces no ano seguinte. Uma companhia que vende material para festas infantis via vendas por catálogo. A empresa tornou-os milionários[6] [8] e permitiu que comprassem uma casa de cinco dormitórios em Bucklebury, uma vila do condado de Berkshire, onde Catherine foi criada.

Ela também é parente distante do marido, Guilherme[9] . Eles são primos de décimo quinto grau[9] , ligados através da Família Fairfax, no século 16, que eram descendentes de Eduardo III.[5] Ela também é prima em décimo quinto grau da apresentadora estadounidense Ellen DeGeneres.[10] Quase um ano após o Casamento de Catarina com Guilherme, uma jovam denominada Katrina Darling apresentou-se como prima em segundo grau da duquesa. Segundo a imprensa britânica, a ligação familiar tem origem na avó da jovem, Jane Darling, que é irmã do bisavô de Kate Middleton, Thomas Harrison. Katrina trabalha numa sucursal do banco Barclays em Londres, mas de noite é uma dançarina burlesca de topo. Na última noite protagonizou um número que tinha por título “God Save the Queen” (“Deus salve a Rainha”, nome do tema do hino britânico), terminando a atuação em trajes menores.[11] [12] [13] Em 22 de Julho de 2013, a Duquesa de Cambridge deu à luz ao seu primeiro filho, com o Príncipe William. George Alexander Louis nasceu pesando 3,790kg às 16:24 (horário local), no Hospital de St. Mary na capital inglesa. O bebê é o terceiro na linha de sucessão ao trono britânico[9] .

Educação[editar | editar código-fonte]

Primeira Educação[editar | editar código-fonte]

Frequentou a St. Andrew's School, Pangbourne,[5] até aos seus treze anos. Ao chegar ao colegial, foi matriculada em Marlborough College,[6] uma escola particular cuja anuidade é de quinze mil libras esterlinas.[5] Lá, Catherine tornou-se uma garota popular e desportiva, a atuar como capitã da equipe de hóquei em campo[5] e organizadora dos jogos de ténis da escola. Foi aprovada com onze exames do Certificado Geral de Educação Secundária (GCSEs, da sigla em inglês) e em três exames de Nível Avançado (A-level).

Após terminar seus estudos em Marlborough em julho de 2000, Catarina optou por um ano sabático antes da Universidade, esteve a estudar no Instituto Britânico em Florença, a participar de um programa de voluntariado no Chile e de um programa do Round the World Challenge no estreito de Solent.[5]

Ensino Superior[editar | editar código-fonte]

Algumas fontes afirmam que Catarina inscreveu-se na Universidade de St. Andrews em Fife na Escócia, por ser a mesma que o Príncipe Guilherme escolhera e que ela teria sido persuadida por sua mãe a abandonar a sua primeira escolha de universidade [carece de fontes?]. Entretanto, tal história é tida como pura ficção por aqueles que conhecem a família Middleton, até porque, no início da Universidade, Catherine namorava Rupert Finch, na época, estudante do último ano de Direito[9] e Guilherme tinha um affair com Carly Massy-Birch, também estudante. Nesta universidade Catherine licenciou-se em História da Arte[9] .

Carreira profissional[editar | editar código-fonte]

Catarina Middleton foi bastante criticada pela mídia devido à sua vida social intensa.

No início de 2006, circularam rumores de que a jovem Catherine estaria a movimentar-se para abrir uma companhia semelhante à dos pais, mas que estaria voltada para o segmento de roupas infantis. Após a desistência de alguns candidatos a investidores, aceitou um emprego em novembro do mesmo ano como assistente do departamento de vendas da cadeia de roupas londrina Jigsaw,[6] cujos donos são amigos de seus pais.

Em setembro de 2007, Middleton resolveu largar seu emprego na Jigsaw para dedicar-se à fotografia de coisas abstratas.[6] Através do Príncipe William, conheceu Mario Testino, famoso fotógrafo de celebridades, com quem teve algumas aulas de fotografia, passando em janeiro de 2010 duas semanas em Nova Iorque, onde teve aulas com Nikolai von Bismarck.[6]

Em janeiro de 2009, Catarina foi criticada pelos tabloides por não ter um trabalho em período integral, além de possuir uma vida social muito agitada em Londres. A própria Rainha Isabel II manifestou o desejo de ver Middleton a trabalhar, tendo sido divulgado após esse episódio que a jovem trabalhava com seus pais na Party Piece, como fotógrafa e webdesigner da empresa.

Em junho de 2010, Middleton largou seu emprego na Party Pieces para acompanhar o Príncipe Guilherme em sua vida militar.[6] O casal comprou uma casa em North Wales, onde se divide em uma vida conjugal, entre comprar no supermercado e tardes no parque. Os dois continuaram a viver na residência após o casamento em 2011.[6]

Namoro e Casamento com o Príncipe William de Inglaterra[editar | editar código-fonte]

Namoro[editar | editar código-fonte]

Kate Middleton numa visita oficial ao Canadá

Na Universidade de St. Andrews, Catarina e William faziam o mesmo curso, História da Arte; moravam na mesma ala do alojamento St. Salvator's Hall (Sally's) e compartilhavam o mesmo grupo de amigos, entre eles: Bryony Daniels, Virginia Fraser, Olivia Bleasdale e Fergus Boyd[9] . O gosto pelo campo e pelos esportes também os aproximavam. Kate era boa em hóquei e netball[9] . Já Guilherme tinha talento para rúgbi, futebol e polo. Ambos, gostavam de esquiar e jogar tênis. Em 2002, Kate participou como modelo do desfile anual, DON'T WALK, em St.Andrews. Assistida por Guilherme[9] .

No primeiro período universitário, confuso e desestimulado, Guilherme queria desistir [carece de fontes?], à Catarina é atribuído a sua permanência, quando trocou História da Arte pelo Curso de Geografia. Em 23 de setembro de 2002, Kate, Guilherme, Olivia e Fergus se mudaram para um apartamento no centro da antiga cidade de St.Andrews, começando assim, as especulações sobre um possível namoro de Guilherme com Kate ou Olivia[9] .

Em 21 de junho de 2003, Kate foi convidada para o aniversário de 21 anos do príncipe - o valete do príncipe de Gales no Castelo de Windsor[9] . No pós-festa, diante rumores de envolvimento amoroso com Jecca Craig, filha de um aristocrata, Guilherme parecia aflito em negá-los, pois provavelmente já namorava, às escondidas, Catarina. Guilherme e Kate sempre se comportavam com muita discrição, não demonstrando gestos de afeto em público, deixando a casa separados e nunca andando de mãos dadas, sempre acobertados pelos fiéis amigos[9] . Em 23 de setembro de 2003, em busca de mais privacidade, os quatro amigos se mudaram para a Balgove House, na propriedade de Strathtyrum, situada nos campos de St. Andrews[9] .

Aparição Pública[editar | editar código-fonte]

Em 31 de março de 2004, finalmente, Kate e William foram flagrados aos beijos nas montanhas Klosters, quando o príncipe confirmou o namoro. O relacionamento teria florescido entre finais de semana na propriedade de Rainha Isabel II em Balmoral, em casas de campo e no apartamento de Catarina no bairro de Chelsea, em Londres. Os dois também viajariam juntos para a Quênia no verão de 2005.

Em 23 de junho de 2005, Kate e Guilherme se formaram em St. Andrews, respectivamente, em História da Arte e Geografia, em cerimônia com a presença da Rainha Isabel II, Princípe Carlos e sua esposa Camilla Parker-Bowlles, Duquesa de Cornualha. A partir de então, Catarina passaria a viver em Londres.

Noivado[editar | editar código-fonte]

O Príncipe Guilherme de Windsor e a Duquesa de Cambridge na varanda do Palácio de Buckingham.

Em 16 de novembro de 2010, a Clarence House anunciou oficialmente o noivado entre o Príncipe Guilherme e Catarina Middleton, noivado este acontecido um mês antes, em uma viagem à Quênia.[5] O casal deu uma entrevista oficial após o anúncio, onde Catherine afirmou que “não estava à espera. O pedido foi um verdadeiro choque e emocionou-se muito.” Quando questionada sobre a Princesa Diana Catherine respondeu “Obviamente, eu teria gostado muito dela se tivesse conhecido-a e claro que era uma mulher inspiradora, digna de admiração.[14]

Em 23 de novembro o Palácio de Buckingham anunciou que a data escolhida fora o dia 29 de abril, o dia de Santa Catarina,[15] e o local a Abadia de Westminster.[5] O casamento injetou milhares de libras no Reino Unido e o dia foi um feriado nacional.

Catarina recebeu de Guilherme um anel de noivado que pertencera à sua falecida mãe, a Princesa Diana.[5] Carlos, Príncipe de Gales mostrou-se "surpreso", enquanto a família Middleton e a Rainha Isabel II declararam-se "encantados". O noivado também foi comemorado pelo primeiro-ministro David Cameron.[16]

A expectativa pelo "casamento real" percorreu o mundo, em uma clara lembrança ao enlace dos pais de William trinta anos antes.

É habitual para homens da realeza britânica receber um ducado quando se casam. Na manhã de seu casamento, a Rainha concedeu a Guilherme o título de Duque de Cambridge, o qual, em sua forma feminina, também passou a ser utilizado por Catherine.

Casamento real[editar | editar código-fonte]

O casamento realizou-se a 29 de abril de 2011, na Abadia de Westminster, em Londres.[17] O evento foi assistido por 2,5 bilhões de pessoas ao redor do mundo, um recorde. Foi considerado feriado nacional no Reino Unido, e mobilizou 5000 agentes policiais por toda a cidade de Londres. Milhares de pessoas vindas do mundo inteiro armaram suas barracas uma semana antes para poder assistir de perto o grande casamento.

Residência Oficial[editar | editar código-fonte]

O Palácio de Kensington foi reaberto ao público depois de sete anos de reformas, que custaram um total de 12 milhões de libras, aproximadamente 35 milhões de reais.

O palácio foi o lar da princesa Diana e, agora, receberá o mais novo casal real, o príncipe Guilherme e a duquesa Kate, que se mudarão ano que vem.

Feito em tijolos vermelhos, o palácio foi construído dentro do parque Kensington Gardens, no centro de Londres, no qual há várias casas georgianas responsáveis por abrigar os membros reais – inclusive o príncipe Henrique mudou-se para um destes apartamentos logo após voltar de seu tour pela América Latina.

Descendência[editar | editar código-fonte]

A Duquesa de Cambridge no dia em que saiu da maternidade com o filho, o príncipe George Alexander Louis.

Foi anunciado[18] no dia 3 de dezembro de 2012 pelo o palácio St. James, um comunicado oficial em que a Duquesa está esperando um bebê. O anúncio da gravidez foi acompanhado do anúncio de que Kate estava internada por causa de complicações na gravidez. Ela sofreu de hiperêmese gravídica, que é um excesso de vômito e forte náuseas durante a gestação. Com isso, era necessário que ela recebesse hidratação e que tivesse uma alimentação reforçada.[19] O bebê é o terceiro na linha de sucessão ao trono britânico. Atualmente, Guilherme é o segundo atrás de seu pai, o Príncipe Carlos.

A gravidez foi descrita como o orgulho nacional Britânico[20] . Já antes do seu nascimento, jornais como o Washington Post diziam que o herdeiro do torno seria “a criança mais famosa do mundo”.[19]

Na manhã do dia 22 de julho de 2013, Catarina deu entrada no Hospital de St. Mary, em Londres, em trabalho de parto.[21] O bebê nasceu às 16h24 locais, pesando 3,79 kg[22] , segundo um comunicado oficial da casa real.

O parto foi acompanhado por Marcus Setchell, ex-ginecologista da rainha, e pelo seu sucessor Alan Farthing.[23]

Em 24 de julho, o Palácio de Kensington anunciou que o nome do herdeiro, George Alexander Louis, que remete ao Rei George VI, pai da Rainha Elizabeth II e trisavô do menino. O nome era um dos mais cotados nas casas de apostas britânicas, também um dos mais favoritos entre o povo.

Em 8 de setembro de 2014, a Casa de Windsor confirmou a segunda gravidez da Duquesa, que já vinha sendo especulada pela mídia.[24]

Vida como Duquesa[editar | editar código-fonte]

Catherine Middleton e o príncipe William.

A principal função da Duquesa de Cambridge é oferecer suporte e ajuda à Rainha Isabel II em seu papel de soberana do Reino Unido. Sua estreia oficial na vida pública como membro da Família Real Britânica deu-se em 24 de maio de 2011 quando, juntamente a seu esposo, recepcionou o Presidente dos Estados Unidos Barack Obama e sua esposa Michelle na visita oficial do casal ao Reino Unido.[25]

Entre 30 de junho e 10 de julho de 2011, os Duques de Cambridge realizaram sua primeira viagem oficial ao exterior, passando por Canadá e Estados Unidos.

A Duquesa atuou pela primeira vez como anfitriã durante um jantar de apoio à instituição de caridade In Kind Trust, em 27 de outubro de 2011. O Príncipe de Gales, anfitrião inicial do evento, foi pego por um imprevisto, colocando sua nora para substitui-lo.

Juntamente a seu esposo, o Duque de Cambridge, e a seu cunhado, o Príncipe Henrique de Gales, a Duquesa foi nomeada embaixatriz dos Jogos Olímpicos de Verão de 2012, bem como dos Jogos Paraolímpicos, que realizar-se-ão em Londres. A duquesa é embaixadora das seleções britânicas feminina e masculina de hóquei em campo que participarão nos Jogos Olímpicos.[26] Durante o ano de 2012, também realizar-se-á, na companhia de William, viagens oficiais a Malásia, Singapura, Ilhas Salomão e Tuvalu, em honra do Jubileu de Diamante da Rainha Isabel II, na qualidade de seus representantes.

A Duquesa de Cambridge é patrona de quatro instituições: East Anglia's Childrens Hospital (hospital infantil), National Portrait Gallery (galeria de arte), The Art Room (oferece, por meio da arte, auxílio a crianças com dificuldades emocionais e de comportamento) e Action on Addition (combate às drogas).

Títulos, estilos, honras e tratamentos[editar | editar código-fonte]

Catarina, Duquesa de Cambridge
Monograma Real da duquesa
Monograma Real da duquesa
Monograma Real do casal
Monograma Real do casal
Brasão de armas da Duquesa
Brasão de armas da Duquesa

Por não pertencer à realeza, Catarina não pode tornar-se uma Princesa do Reino Unido. Ela era usualmente chamada de “Kate” antes de seu casamento, o que agora é proibido por protocolo. Deve-se tratar a Duquesa de Cambridge por “Senhora”, “Madame” (Mo'om, em inglês), ou por seu próprio nome, Catherine.

  • 9 de janeiro de 1982 - 29 de abril de 2011: Senhorita Catarina Elisabeth Middleton
  • 29 de abril de 2011 - presente: Sua Alteza Real, a Duquesa de Cambridge

Seu título completo é Sua Alteza Real, Catherine Elizabeth, Duquesa de Cambridge, Condessa de Strathearn, Baronesa de Carrickfergus.

Na Escócia[editar | editar código-fonte]

  • 9 de janeiro de 1982 - 2005: Senhorita Catherine Elisabeth Middleton
  • 2005 - 29 de abril de 2011: Senhorita Catherine Elisabeth Middleton, Mestra das Artes
  • 29 de abril de 2011 - presente: Sua Alteza Real, Princesa Guilherme Arthur Felipe Luis, Duquesa de Cambridge, Condessa de Strathearn, Baronesa Carrickfergus, Mestra das Artes

O título escocês de Mestra das Artes deve-se à graduação de Catarina em História da Arte por uma universidade escocesa.

Sobrenome[editar | editar código-fonte]

Membros da família real não possuem apelido de família, entretanto quando ele for necessário, o nome a ser utilizado é Catherine Elisabeth Mountbatten-Windsor.

Honras[editar | editar código-fonte]

Canadá Canada

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Munro, Fiona. Catherine, The Duchess of Cambridge. Londres: Ladybird Books, 2011. ISBN 9780723276500.
  2. a b c Kate Middleton (em português) online24.pt. Visitado em 17 de março de 2012.
  3. Rosie Mortimer. Romance Real ao estilo do século XXI (em português) seleccoes.pt. Visitado em 17 de março de 2012.
  4. Time. The most influential people in the world (em inglês) Time. Visitado em 20 de abril de 2012.
  5. a b c d e f g h i j k l m n Royal wedding: profile of Kate Middleton (html) (em inglês) The Daily Telegraph (29 de abril de 2011). Visitado em 18 de março de 2012.
  6. a b c d e f g h i Kate, a história de uma princesa em ascensão (html) (em português) Sapo.pt. Visitado em 18 de março de 2012.
  7. a b Christopher Wilson (22 de dezembro de 2006). Kate, the coal miner's girl (html) (em inglês) Daily Mail. Visitado em 18 de março de 2012.
  8. Claudia Joseph (21 de novembro de 2010). The intriguing story of the woman who gave Kate her looks - and family wealth (html) (em inglês) Daily Mail. Visitado em 18 de março de 2012.
  9. a b c d e f g h i j k l Smith, Sean. Kate. Londres: Simon & Schuster, 2011. ISBN 9781849830638.
  10. Márcia Gurgel (15 de fevereiro de 2011). Ellen DeGeneres é prima de Kate Middleton (asp) (em português) DN.pt. Visitado em 18 de março de 2012.
  11. Solange Sousa Mendes (24 de fevereiro de 2012). Kate Middleton tem prima que dança burlesco (em português). Visitado em 18 de março de 2012.
  12. Prima stripper de Kate Middleton nos EUA (php) (em português) Sapo.pt. Visitado em 18 de março de 2012.
  13. Prima da duquesa Kate Middleton faz número de striptease em discoteca (asp) (em português) Diário Digital (14 de março de 2011). Visitado em 18 de março de 2011.
  14. Leia a entrevista de William e Kate Middleton após o anúncio do noivado
  15. Casamento de príncipe William e Kate Middleton marcado para Abril (asp) (em português) (23 de novembro de 2011). Visitado em 18 de março de 2012.
  16. As reações ao noivado de William e Kate (em português) Caras (17 de novembro de 2010). Visitado em 18 de março de 2012.
  17. Kate and William are man and wife BBC. Visitado em 29/04/2011.
  18. G1. Kate Middleton está grávida (em portugês) g1.globo.com. Visitado em {{subst:#timel: d-m-Y}}.
  19. a b Nasce filho de Kate Middleton e do príncipe William (html) (em português) EGO (22 de julho de 2013). Visitado em 22 de julho de 2013.
  20. http://www.thetelegraphandargus.co.uk/news/10558071.Campaign_launched_to_show_national_pride/
  21. Nasce primeiro filho de Kate Middleton e príncipe William (em português) Contigo! (22 de julho de 2013). Visitado em 22 de julho de 2013.
  22. Nasce o filho de Kate Middleton e do príncipe WIlliam, um menino! (html) (em português) Estrelando (22 de julho de 2013). Visitado em 22 de julho de 2013.
  23. Royal baby: Kate gives birth to boy (em inglês) BBC (22 de julho de 2013). Visitado em 22 de julho de 2013.
  24. G1 (8 setembro 2014). Kate e William anunciam nova gravidez. Visitado em 8 setembro 2014.
  25. Kate Middleton Estreia-se como duquesa (em português) Nova Gente. Visitado em 18 de março de 2012.
  26. Kate Middleton no Olympic Park (asp) (em português) Record (16 de março de 2012). Visitado em 18 de março de 2012.
  27. Wingrove, Josh. "Royal couple to visit fire-ravaged Slave Lake", 6 July 2011. Página visitada em 6 July 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Categoria no Commons