Essas Mulheres

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde setembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde setembro de 2011).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Essas Mulheres
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 42 minutos
Criador(es) Obra original de Marcílio Moraes e Rosane Lima, roteiro de Bosco Brasil e Cristianne Fridman, adaptado dos livros Senhora, Diva e Lucíola, todas autoria de José de Alencar.
País de origem Brasil
Idioma original Português
Produção
Elenco Christine Fernandes
Carla Regina
Miriam Freeland
ver mais
Tema de abertura "Pop Zen" - Família Caymmi
Transmissão original 2 de maio de 200522 de outubro de 2005
Nº de episódios 149

Essas Mulheres é uma telenovela produzida pela Rede Record e exibida de 2 de maio a 22 de outubro de 2005, e apresentada no horário da 19h30. De autoria de Marcílio Moraes e Rosane Lima, escrita com Bosco Brasil e Cristianne Fridman, dirigida por Fábio Junqueira, João Camargo e Flávio Colatrello Jr., direção geral de Flávio Colatrello Jr., com direção de núcleo de Hiran Silveira.

Tinha Christine Fernandes, Miriam Freeland, Carla Regina, Gabriel Braga Nunes, Marcos Winter, Paulo Gorgulho, Adriana Garambone e Ana Beatriz Nogueira nos papéis principais.

A telenovela da Record foi reapresentada em três ocasiões no canal pago Fox Life a partir de 2006. Pela própria Record, foi reprisada entre 9 e 31 de outubro de 2007, em 17 capítulos, às 17h, substituindo Zorro: A Espada e a Rosa, mas, devido aos baixos índices de audiência, foi retirada da programação [1] .

Foi reapresentada pela Rede Família em 148 capítulos..[2]

Exibição[editar | editar código-fonte]

O romance Senhora, um dos três no qual foi baseada a telenovela, já foi adaptado outras duas vezes pela TV: na telenovela homônima exibida em 1975 pela Rede Globo e na novela O Preço de um Homem, exibida pela TV Tupi em 1971.

Enredo[editar | editar código-fonte]

A novela se passa na cidade do Rio de Janeiro do século XIX.
Movimentando a trama estão três mulheres: Aurélia, Lúcia (que no início se chama Maria da Glória, adotando outro nome quando se torna cortesã), e Mila. Amigas, frequentam aulas de uma professora progressista que ensina francês e música à meninas da sociedade. Mila é rica, mas Aurélia e Maria da Glória têm as aulas pagas por caridade do banqueiro Artur Tavares do Amaral. Mas não demora muito para o destino separá-las. A vida das três toma rumos diferentes, mas elas continuam ligadas.

As Mulheres[editar | editar código-fonte]

Essas Mulheres é baseada na obra do escritor brasileiro José de Alencar, reunindo personagens de três obras suas: Senhora, Diva e Lucíola. Para reunir as três tramas, alterações foram feitas - como tornar Leocádia, tia da personagem da Mila em Diva, sua mãe, Firmina Mascarenhas de Senhora de dama de companhia de Aurélia Camargo em cafetina do bordel onde Lúcia de Lucíola trabalhava e cumplice de Manoel Lemos e Adelaide Tavares do Amaral de Senhora de amiga de Aurélia Camargo na principal rival da protagonista e grande vilã da novela.

Senhora[editar | editar código-fonte]

É uma jovem muito pobre, que vive com a mãe e o irmão numa casa humilde, em Santa Teresa. Conhece Fernando Seixas em um baile, onde se apresenta junto às outras meninas alunas de D. Ordália. Logo os dois se apaixonam, porém, as dificuldades financeiras de Fernando falam mais alto e ele acaba deixando Aurélia para se tornar noivo de Adelaide Tavares do Amaral, jovem rica e também apaixonada por ele. Após a morte de seu avô, Aurélia recebe uma grande fortuna e a usa para se casar com Fernando, não somente por amor, como ele achava, mas também como vingança. No decorrer da novela, o amor que existe entre os dois acaba superando o orgulho e a falsa felicidade que sustentavam como casal, perante a sociedade, se torna verdadeira.

Lucíola[editar | editar código-fonte]

  • Carla Regina - Lúcia Bicallo / Maria da Glória Assunção

É uma jovem que, por seu pai estar doente, é obrigada a renunciar a sua pureza, tornando-se, através de Cunha, uma prostituta de luxo. Com a misteriosa morte de outra cortesã, Lúcia Bicallo, ela acaba assumindo sua identidade, como forma de evitar que sua irmã, Ana, seja prejudicada pelo rumo que sua vida tomou. Assim, Lúcia se torna a cortesã mais famosa do Rio de Janeiro. Certo dia, enquanto passeia pela praia, conhece Paulo Silva, um futuro diplomata que se apaixona imediatamente por ela, assim como ela por ele. Porém esse amor é ameaçado pelo preconceito.

Diva[editar | editar código-fonte]

É filha de Duarte. Vive em conflito com a mãe, Leocádia, numa relação que esconde segredos familiares. Acaba apresentando transtornos mentais e é internada num hospício, onde conhece Augusto, por quem se apaixona e que a ajuda a libertar seus sentimentos através da pintura. Augusto por sua vez é vítima de uma trama e acaba por ir trabalhar na pedreira de Cunha.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Christine Fernandes viveu a protagonista Aurélia Lemos.
Gabriel Braga Nunes viveu o protagonista Fernando Seixas.
Paulo Gorgulho interpretou o vilão Manoel Lemos.
Marcos Winter era o protagonista Eduardo Abreu.
Petrônio Gontijo interpretou o Dr. Torquato.
Ator Personagem
Christine Fernandes Aurélia Lemos Camargo
Carla Regina Maria da Glória Assunção / Lúcia Bicallo
Miriam Freeland Emília Duarte (Milla)
Gabriel Braga Nunes Fernando Rodrigues de Seixas
Paulo Gorgulho Manoel Lemos
Adriana Garambone Adelaide Tavares do Amaral
Marcos Winter Eduardo Abreu
Roberto Bomtempo Mário Cunha
Ana Beatriz Nogueira Leocádia Duarte
Marcos Breda Alfredo Moreira
Daniel Boaventura Ferreira Pinto
Petrônio Gontijo Torquato Ribeiro
Ewerton de Castro Ministro Heródoto Duarte
Luciene Adami Profa. Ordália
Ingra Liberato Marli Lemos
Tânia Alves Firmina Mascarenhas
Luiz Carlos de Moraes Artur Tavares do Amaral
Talita Castro Isabela Lemos (Bela)
João Vitti Paulo Silva
Alexandre Moreno Dr. Augusto da Silva
Carlo Briani Rodrigo Assunção
Ana Rosa Camila Rodrigues de Seixas
Maria Stella Tolbar Mariquinha Rodrigues de Seixas
Nathália Rodrigues Nicota
Cássio Reis Tadeu
Leonardo Miggiorin Pedro Lemos Camargo (Pedrinho)
Camila dos Anjos Ana Assunção
Theodoro Cochrane Geraldo Duarte
Raquel Nunes Júlia Duarte
Luciano Quirino Simão
Valquíria Ribeiro Jesuína
Gésio Amadeu Sebastião da Silva
Fernando Oliveira Martim
Lena Roque Raimunda
Paixão de Jesus Damiana
Milhem Cortaz Lobato
Rômulo Estrela Romualdo
Maristane Dresch Laura
Mariana Clara Nina
Rejane Arruda Lúcia Bicallo
Rodolfo Valente Mateus
Lívia Graciano Germana
Pablo Rodrigues Nicolino
Luciano Faria Teodoro
Tércio Gennari Hermes
Bruno Giordano Delegado Téo
Participações especiais
Ator Personagem
Celso Frateschi Pedro Camargo
Sílvia Salgado Emília Lemos Camargo
Sérgio Mamberti Vigário Lourenço Camargo
Antônio Petrin Inácio Silva
Tácito Rocha Alcobaça
Josmar Martins Cirurgião Feijó
Ariel Moshe Dr. Bráz
Selma Egrei Irmã Carolina
Pascoal da Conceição Dr. Peçanha (advogado de Lemos)
Clemente Viscaíno Juiz

Audiência[editar | editar código-fonte]

A estreia de Essas Mulheres obteve índices de 10 pontos com picos de 13. Um fato curioso é que o capítulo de estreia durou 70 minutos.[3] No dia 23 de maio a novela obteve seu maior pico desde a estreia. Foram indiciados 17 pontos de pico e média de 9 pontos no Ibope.[4] No último capítulo da novela, que foi transmitido no dia 21 de outubro de 2005, obteve média de 12 pontos com picos de 14 e 21% share, desapontando as expectativas da Rede Record.[5]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Capa com: (Christine Fernandes, Miriam Freeland & Carla Regina)

  1. "Pop Zen" - Família Caymmi
  2. "Essas Mulheres" - Joana
  3. "Uma Chance em Mil" - J.Neto
  4. "Corações Animais" - Zé Ramalho
  5. "Duas de Mim" - Sandra de Sá
  6. "Motivos Banais" - Carlinhos Vergueiro
  7. "Contigo um Pouquinho - Alex Cohen
  8. "É pra Sempre Te Amar" - Guilherme & Santiago
  9. "Vida" - Cláudio Nucci
  10. "Lugar de Cobra é no Chão" - Chico Buarque
  11. "Suave é a Noite" - Silvinha Araújo
  12. "A Janela da Cidade" - Alexandre Leão
  13. Agora Sei que Te Amo - M.Pop
  14. "Valsa Brasileira" - Luiz Melodia
  15. "Eu Amo" - Alvinho e da Matta
  16. "O Meu Jeito de Agir" - Yasmin Lucas
  17. "Com Você, sem Você" - Banda Interativa
  18. "Valsinha" - Cantrix
  19. "Oratio" - Corciolli

Notas e Referências

  1. Esclarecimento ao telespectador de "Essas Mulheres". Sala de Imprensa Record (2 de Novembro de 2007). Página visitada em 3 de Novembro de 2007.
  2. EXCLUSIVO: Rede Família “toma” lugar da Record News na parabólica a partir de agosto. Rd1.ig.com.br (24 de junho de 2013). Página visitada em 25 de junho de 2013.
  3. Essas Mulheres estréia com pico de 13 pontos no Ibope. Areavip.com.br (03/05/2005). Página visitada em 17/06/2013.
  4. Essas Mulheres registra pico de 17 pontos e bate recorde de audiência. Areavip.com.br (24/05/2005). Página visitada em 25/05/2013.
  5. Capítulo final de Essas Mulheres registra pico de 14 pontos para a Record. Areavip.com.br (22/10/2005). Página visitada em 25/05/2013.