Pânico na Band

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Pânico na Band
Informação geral
Formato Programa de auditório
Gênero Humorístico
Duração 180-210 minutos
Criador(es) Emilio Surita
Marcos Chiesa
Tutinha
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Allan Rapp
Marcelo Picon
Apresentador(es) Emílio Surita
Narrador(es) Emilio Surita
Elenco Wellington Muniz
Márvio Lúcio
Rodrigo Scarpa
Evandro Santo
Daniel Zukerman
Eduardo Sterblitch
Daniel Peixoto
Marcos Chiesa
Nicole Bahls
Marcelo Bolinha
Guilherme Santana
Diego Becker
Eros Prado
Fernanda Lacerda
Tema de abertura “Você Precisa de Amor” de Rick Bonadio (Temporadas 1 e 2)
“Agora e Não Depois” de Rick Bonadio (Temporada 3 - presente)
Exibição
Emissora de
televisão original
Rede Bandeirantes
TBS Brasil
Formato de exibição 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Transmissão original 1 de abril de 2012 – presente
N.º de temporadas 3
N.º de episódios 100 (23 de fevereiro de 2014)
Cronologia
Último
Último
Pânico na TV
Próximo
Próximo

Pânico na Band é um programa de televisão brasileiro produzido e exibido pela Rede Bandeirantes. É a segunda versão televisiva do programa radiofônico brasileiro Pânico, exibida por uma emissora, sucedendo o Pânico na TV exibido pela RedeTV!. Estreou sua primeira temporada em 1º de abril de 2012,[1] a sua segunda temporada em 17 de fevereiro de 2013 e a sua terceira temporada no dia 16 de fevereiro de 2014.[2] [3]

Formato[editar | editar código-fonte]

O Pânico na Band tem o mesmo formato do antigo Pânico na TV, criado em 2003 após os membros do programa de rádio nacional homônimo almejarem uma maior divulgação da atração.[4] Oficialmente, foi idealizado por Tutinha, presidente da rádio Jovem Pan. Ancorado e narrado por Emílio Surita, o programa conta também com a apresentação de Nicole Bahls, Marcos Chiesa, Wellington Muniz, Rodrigo Scarpa, Márvio Lúcio, Gui Santana, Eduardo Sterblitch, Evandro Santo entre outros integrantes do elenco.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Apresentadores[editar | editar código-fonte]

     Atuais
     Antigos
Apresentador 2012 2013 2014
Emilio Surita
Marcos Chiesa
("Bola")
Márvio Lúcio
("Carioca")
Eduardo Sterblitch
Wellington Muniz
("Ceará")
Rodrigo Scarpa
("Vesgo")
Daniel Zukerman
("Impostor")
Evandro Santo
("Christian Pior")
Guilherme Santana
Nicole Bahls
Sabrina Sato

Repórteres[editar | editar código-fonte]

     Atuais
     Antigos
Repórter 2012 2013 2014
Amanda Ramalho
Marcelo Picon
("Bolinha")
Daniel Peixoto
("Alfinete")
Eros Prado
("Inconveniente")
Marcelo Zangrandi
("Ié-ié")
Diego Becker
Charles Henriquepédia

Panicats[editar | editar código-fonte]

     Atuais
     Antigos
Repórter 2012 2013 2014
Renata Molinaro
Carol Dias
Babi Muniz
Fernanda Lacerda
("Mendigata")
Mari Gonzalez
("Baianinha")
Carol Narizinho
Carol Belli
Thaís Bianca
Ana Paula Minerato

História[editar | editar código-fonte]

2012: Mudança da RedeTV! para a Rede Bandeirantes[editar | editar código-fonte]

As especulações da vinda da equipe do Pânico à Band começaram no fim de 2011, quando a insatisfação na RedeTV! ficou clara, devido aos frequentes atrasos nos salários; porém, esta especulação pareceu não avançar naquele momento, e deu a entender que eles continuariam na emissora. Mas em 16 de fevereiro de 2012, a equipe do Pânico assinou contrato com a rede do Morumbi. Segundo o dono da Jovem Pan e dos direitos do programa, Antônio Augusto Amaral de Carvalho, o Tutinha, o fechamento do contrato durou apenas 24 horas – sem haver negociações prévias. Alguns integrantes do elenco, como Sabrina Sato, Eduardo Sterblitch e Wellington Muniz que tinha contrato com a RedeTV!, tiveram seus contratos rescindidos automaticamente podendo ir para a Band sem multa contratual.[5]

A estreia do humorístico na nova emissora – agora chamado de Pânico na Band – se deu em 1 de abril, como parte da programação 2012 da Band. No dia 24 de fevereiro de 2012, o apresentador do programa, Emílio Surita, e o diretor do programa, Allan Rapp, confirmaram a contratação do humorista Guilherme Santana, que estava no elenco do programa Comédia MTV, na MTV Brasil.[6]

No dia 12 de março de 2012 a turma do Pânico faz uma participação especial no programa CQC para promover a atração que estrearia no dia 1 de abril, os dois programas simularam um debate para decidir qual programa é o melhor.

1ª Temporada (2012)[editar | editar código-fonte]

O primeiro quadro do programa foi "Prainha Gente Fina" onde o elenco do programa vai às praias do Brasil fazer entrevistas com humor. Durante o quadro, são exibidas algumas brincadeiras com os banhistas e as pessoas que passam andando pela praia. Quando é exibida os quadros "Ibiza" e "Spring Break" o "Prainha Gente Fina" não é exibida. Outro quadro é "O Maior Arregão do Mundo", onde o elenco do programa tem que topar fazer desafios perigosos e radicais; aquele que não participar da brincadeira recebe um ponto negativo e aquele que participar, um ponto positivo.

O humorístico também fez sátiras do Jornal da Noite (aqui chamado "Jornal do Boris"). No quadro, Márvio Lúcio, o Carioca, interpreta o personagem principal do quadro, imitando o jornalista Boris Casoy. O quadro é semelhante ao extinto Jô Suado: na bancada, Boris recebe convidados fazendo piadas, e passando supostas notícias com humor. Após o sucesso do "Melhor Melhor do Mundo" (com Eduardo Sterblitch), o Pânico criou um novo quadro: o "Joguim da Verdade", onde o Melhor Melhor do Mundo entrevista duas pessoas, do elenco do pânico. E faz perguntas sobre a vida pessoal dela, se ela rir se dá como verdade, se não rir, se dá como mentira. O Pânico também lançou o "Troféu Joel Santana", onde Carioca interpreta o técnico Joel Santana dando aulas de inglês para os artistas. O quadro é "inspirado" no episódio em que Joel Santana, durante a Copa das Confederações de 2009 na África do Sul, tentou dar uma entrevista em inglês, mas acabou fracassando ao misturar palavras em português às respostas. Daniel Peixoto, o Alfinete, se disfarça de repórter de um canal de celebridades estrangeiro e vai entrevistar diversos artistas Brasileiros – em inglês, é claro: os erros de inglês são contados e formam um ranking, aquelas que erram menos recebem o troféu do quadro.

O quadro "Amaury Dumbo" continua na atração, indo a festas e eventos com Os Prateados. Dessa vez, ele conta com a participação de Guilherme Santana nas matérias, interpretando Otário Mesquita (sátira de Otávio Mesquita). O Pânico também, leva alguns de seus integrantes para cobrir o Spring Break, no México. E na época de julho eles vão a Ibiza, na Espanha. Mas no decorrer do programa, eles acabam indo a todo tipo de festas em várias países. O programa criou uma conta no Twitter dado como o nome de Bem Fudidex. Quando a conta chega-se a 1 milhão de seguidores, o programa iria sortear para um dos seguidores.[7] O sorteio foi feito por Inri Cristo no palco.[8]

A atração lançou o quadro "Academia das Panicats", onde todas devem cumprir provas dadas por Bolinha (Marcelo Picon), diretor de externas do programa. Alguma vezes fazem paródias de novelas e filmes com humor. Desde então, o programa vêm tendo vários quadros diferentes, sempre com um toque de humor. O programa gerou um quadro de muito sucesso, que foi Avenida Barril sátira de Avenida Brasil telenovela exibida pela Rede Globo em 2012. O quadro trazia todo o elenco do programa satirizando os personagens da novela da Globo, porém bem diferente com muito humor. O mesmo aconteceu com um outro quadro, dessa vez, chamado Save George inspirada em Salve Jorge, semelhante á Avenida Barril. O Pânico continuou com o Pânico Futebol Clube vindo da RedeTV!. O elenco do quadro vareia, quando é jogo do Santos, Ceará imita Pelé, e vai com Nicole Bahls ao jogos do peixe. Quando é jogos do Palmeiras quem cobre é Marcos Chiesa, o Bola. Mais na maioria das vezes quem grava a matéria é Alfinete, e Daniel Zukerman, nos jogos de Corinthians e São Paulo. Também lançaram o quadro Musas da Band onde os usários das redes sociais opinam e votam, sobre quem é a mulher mais bonita que trabalha no Grupo Bandeirantes. Quem venceu foi Nadja Haddad.

2ª Temporada (2013)[editar | editar código-fonte]

Em 2013, o programa sofreu algumas mudanças, no cenário, além de adotar um novo logotipo mais moderno. Com vários novos quadros, e sem o "Jornal do Boris" que repercutiu de uma forma boa em 2012. Além disso, outros quadros também foram retirados, tais como "Prainha Gente Fina". Em 17 de fevereiro de 2013, estreia a segunda temporada do Pânico na Band, que rendeu mais uma multa à Band pelo uso não permitido da imagem de Silvio Santos.

A ex panicat Nicole Bahls retornou ao programa no começo de abril para fazer parte do quadro de apresentadores da atração. No início de 2013, Nicole assinou contrato com a Rede Bandeirantes e passou a dividir espaço com a até então única apresentadora mulher da trupe Sabrina Sato.

Um dos primeiros quadros exibidos em sua nova temporada foi A Turma do Marcelo Sem Dente Carioca faz Marcelo Rezende. Dentro deste quadro tinha outros, como Joguinho da Palavra semelhante ao jogo da forca porém sem nenhum nexo, Poderoso Castiga, O Bem Dormido resolvia problemas de uma mulher que tinha aparelhos, ou parentes demoníacos, e o hipnotizador Fabio Cruentes que sempre fazia brincadeiras com Guilherme Santana, tais como raspar o cabelo, e a sobrancelha. Ixxxkenta, sátira de Esquenta! programa dominical da Rede Globo, Ceará imita Regina Casé que sempre recebe convidados satirizando artistas em um cenário improvisado, geralmente eles fazem paródia de músicas famosas de cantores. Quem Ri se Ferra entrou no lugar de O Maior Arregão do mundo, seis participantes dividido em grupos de dois, assistem uma atração engraçada feita no palco onde os participantes não podem dar risada, no final é feita uma votação para ver quem irá pagar um castigo. Verdade Ou Mito? foi outra atração na temporada, semelhante ao "Dicas com Marcos Chiesa" que era exibido no antigo Pânico na TV porém reduzido. Bolinha testa em Bola se algumas pesquisas de cientistas são verdadeiras ou falsas. Semana em Pânico foi um quadro que não durou muito tempo na atração, Christian Pior dá as noticias da semana fazendo um comentário de humor no final, sempre recebendo um convidado especial. O Impostor continua no Pânico, porém não mais como um quadro fixo. Pânico Testes que também não é quadro fixo, testa as pessoas na rua, por exemplo, o que elas fariam se encontrasse uma nota de cem na rua, ou algo do tipo.

No segundo semestre estreou o Funk Zica da Comunidade onde Sabrina Sato vai aos morros do Rio de Janeiro entrevistar os Mc's, para concorrem um prêmio. Luan Sacana e Gustavo Lindo foi um quadro que terminou no segundo semestre do programa onde Marcelo Ié Ié e Guilherme Santana vão em baladas noturnas para entrevistarem e "pegar" mulheres. Vovó Vida Loka, também foi um quadro do programa não fixo, em que Daniel Zukerman ia na casa da Vovó trollar ela, e seus netos. Os Rolês Mais Tops do Mundo Vesgo, e Daniel vão para o verão no México, na praia de Ibiza, também já foram para o festival Tomorrowland na Bélgica. Bola e Bolinha também é um quadro permanente do programa onde eles trollam as assistentes do programa.

Ao fim do quadro A Turma do Marcelo Sem Dente no meio do segundo semestre gerou uma pequena rivalidade entre Guilherme Santana e Edu, tudo porque Guilherme surpreendeu a todos e fez a brincadeira que ele sofria de Eduardo no quadro, sem clima, Edu pediu para sair do quadro, e Carioca também. Depois disso os dois disputam o Cinturão do Humor, os dois criam quadros diferentes, e o que for mais votado continua na atração. Dentre eles foram, Pânico Santana, A Praça é Grossa, Jô Suado, e É Nóis Cumpadi. Poderoso, acabou vencendo por quatro semana seguidas e continuou no programa, interpretado pro Eduardo Sterblitch. O Pânico também lançou o "Pagode da Ofensa" onde um grupo de pagodeiros cantam musicas ofendendo o pessoal que passa pelas praças em São Paulo. Um dos quadro que foi promovido é "A Vingança dos Beagles" muito semelhante ao primeiro quadro do programa na RedeTV!, "A Hora da Morte".

Saída de Sabrina Sato, e ida para a Rede Record[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2013, Sabrina Sato assina contrato com a Rede Record, depois de 10 anos no Pânico. A notícia de que a ida dela para a Record já era certa saiu na noite de 6 de dezembro e explodiu no dia seguinte depois que vários colunistas passaram a confirmar a informação, o que a TV Record negou[9] [10] [11] e, posteriormente, no dia 9 de dezembro, confirmou que havia uma "negociação avançada".[12] Em meio ao bombardeio de especulações na imprensa, Sabrina trabalhou normalmente na edição de 8 de dezembro do Pânico, que fez brincadeira com a situação. Anunciou, durante todo o programa, que teria uma "bomba". No encerramento, exibiram a imagem de uma bomba explodindo.[13] Aquela foi a última edição de Sabrina na atração, já que no domingo seguinte só apareceu no último episódio de um quadro que ela conduzia e em ações de merchandising previamente gravadas, ações publicitárias essas que ela seria responsável por 45% de todo o Pânico na Band.[14] [15] Depois do término do programa de 15 de dezembro, Sabrina confirmou oficialmente seu desligamento da atração.[16] Durante toda a semana anterior, diretores da Rede Bandeirantes e o dono do formato do Pânico tentaram convencer Sabrina Sato a não sair do programa, já que ela era uma das mais rentáveis da atração, talvez a mais rentável. Sem sucesso, os executivos acusaram a Rede Record de negociar com Sabrina às escondidas, tanto é que teriam ficado sabendo da tal mudança somente pela imprensa.[17] [18] Criador e dono do formato do Pânico, Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho disse que não imaginávamos que a Sabrina estivesse insatisfeita, com vontade de sair do Pânico, e que nunca imaginaríamos que a Sabrina fosse sair pela 'porta dos fundos'.[19]

3ª Temporada (2014)[editar | editar código-fonte]

Em 2014, o programa retornou com mais mudanças inovadoras e tecnológicas em relação as outras temporadas e, novamente adotou um novo logotipo mais colorido e moderno. Os quadros também foram alterados, como a "Turma do Marcelo Sem Dente", "Pânico Santana", "É Nóis Cumpadi" e "Poderoso".

Estrearam novos quadros, como já acontece com o Pânico a cada ano, exemplo de "Pânico na Onda", "Copa Libertadores do Humor", "Fazendinha Maldita" e The Vodka Brasil"

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

2012[editar | editar código-fonte]

  • Por meio de uma decisão judicial tomada pelo desembargador Vito Guglielmi, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, nenhum dos integrantes do Pânico poderá se aproximar do apresentador Silvio Santos. A distância máxima de aproximação é de 100m.[20] Além disso, também ficou vedada a imitação do "dono do Baú", que já foi um dos carros-chefes do programa com a interpretação de Wellington Muniz, o Ceará.[20] A principal motivação que teria feito Silvio Santos a iniciar uma demanda contra o Pânico na Band teria sido um aborrecimento com uma dublagem feita. O programa colocou na boca de Sílvio um palavrão que ele não teria dito.[21] No entanto, a Band tentou reconciliar o Pânico com Silvio Santos junto ao SBT, mas o apresentador recusou tirar a ação.[22] No dia 21 de fevereiro de 2013, a Justiça de São Paulo, determinou de vez que os integrantes do Pânico não poderá fazer mais uso da imagem de Silvio Santos, bem como se aproximar dele, sob pena de multa de R$ 100 mil.[23] [24] Antes disso, o programa já havia usado a imagem do apresentador na estreia da sua segunda temporada.[3] [25] Enfim eles fazem na parte externa da emissora uma simulação de um enterro do personagem citado aqui, mostrando que eles não vão mais imitá-lo.
  • Em 24 de junho de 2012, o programa "enterrou" o personagem vivido por Ceará.[26] Em resposta a brincadeira feita pelos integrantes, Sônia Abrão respondeu com indignação a sua citação na morte do personagem segundo ela, a mesma perdeu seu pai na mesma semana e disse: "Meu nome em piada de velório é cruel!".[27] Um dia após a exibição, o SBT anunciou que estaria estudando uma nova ação contra a Band, já que segundo os advogados do SBT, o programa desrespeitou a ação judicial do desembargador Vito Guglielmi.[28] Com isso, a Band seria multada em cerca de 100 mil reais pelo descumprimento da multa e ainda por indenização por danos morais.[29] Os advogados do SBT decidiram não processar o programa, pois segundo eles, seria mais uma prolongação do assunto.[30]
  • Após Silvio Santos, foi a vez do autor de novelas Walcyr Carrasco – atualmente da Rede Globo – a entrar com uma ação judicial contra o programa humorístico. A decisão foi tomada pelo autor após o programa fazer uma brincadeira, e criar o personagem "Walcyr Churrasco" (interpretado por Evandro Santo). O autor [...] obteve liminar da desembargadora Elisabete Filizzola, da 2ª Câmara Cívil, do Rio de Janeiro, que proíbe que o programa Pânico na Band faça a imitação. Além disso, os humoristas não podem se aproximar do autor sob pena de multa de R$ 50 mil.[31]
  • Outra polêmica foi o da ex Panicat Babi Rossi raspar o cabelo ao vivo no programa. Depois do ocorrido, houve muita repercussão na mídia e em redes sociais. Usuários do Twitter manifestaram revolta argumentando: "Tanta gente perdendo cabelo por causa de doença, e outros tirando por audiência, passou do limites, sem mais".[32] Tudo começou quando o programa abriu uma enquete nas redes sociais perguntando se a Panicat deveria cortar o cabelo como o do humorista Marcelo Tas ou ao estilo moicano do jogador Neymar. Chegada a hora, o apresentador do humorístico deixou à sua escolha, Babi escolheu a primeiro opção, de cortar ao estilo de Marcelo Tas, logo depois um cabeleireiro apareceu no palco e prontamente cortou seu cabelo deixando-a careca.[32] [33]

2013[editar | editar código-fonte]

  • Em 17 de fevereiro de 2013 na estreia da sua segunda temporada na emissora nova, a trupe usou a imagem de Silvio Santos, e fizeram uma paródia do apresentador levantando de um caixão e caminhando até o palco do programa, onde todos do elenco estava fantasiado de Silvio Santos. A Band teve que pagar uma multa para o SBT por ter usado a imagem sem qualquer tipo de permissão. Pouco tempo depois o Ministério Público autorizou o programa a imitar e usar novamente a imagem de Silvio Santos porém o elenco não se mostrou interessado. O real motivo do processo do dono do SBT seria uma dublagem feita colocando um palavrão na boca do apresentador, a perda de audiência de seu programa para o Pânico na Band, ou ele estaria chateado com o elenco do programa por ter ido para a Band e não ao SBT como ele queria.
  • No dia 31 de julho de 2013, a telespectadora Graziele Consentini entrou ao vivo no programa Fala que Eu Te Escuto através do Skype para comentar sobre a obesidade infantil, enquanto dava seu depoimento seu primo apareceu no vídeo mostrando as nádegas. No dia 4 de agosto o pastor Clodomir Santos disse que os jovens de hoje em dia são influenciados pelo Pânico na Band. Em nenhum momento ele cita o nome do programa, mais fica claro de notar no depoimento.

"Esses bobões, quem embora tenham idades, que são influenciados por alguns programas de TV, que vão usar o que aconteceu aqui para provocar risadas, ou para da audiência. Esses programas, que 'se é' que podem ser chamados de "Programas". No final do comentário, ele cita o nome do programa da Band: "Essa nova geração são os filhos do ‘Pânico’, fazem tudo para denegrir a imagem dos outros".

  • O líder religioso Valdemiro Santiago 'amaldiçoou' o programa e fez duras críticas a atração. “Eu não preciso de vocês, eu uso minha fé. Vocês têm de me usar, usar meu nome, usar minha voz para ter audiência”.

2014[editar | editar código-fonte]

  • Em 1 de agosto a atriz da Rede Globo, Luana Piovani, foi abordada pelo repórter Vesgo com um buquê de flores na praia do Leblon. A atriz usou seu Facebook em 2 de agosto para ameaçar processar o humorístico, ela disse "Dependendo do que for exibido naquele lixo de programa, amanhã mandaremos notificação e entraremos com ação judicial contra a Band", a atriz ainda chamou os integrantes do Pânico de "infames lazarentos" e avisou que nenhum deles irá "tirar onda" com ela.[34] Essa não foi a primeira vez que a atriz e o humorístico da Band se desentenderam. Em 2008, Piovani e seu ex Dado Dolabella processaram o programa, no caso de Luana, pelas tentativas do humorístico de entrevistá-la no quadro Sandálias da Humildade.[35]
  • Após o Mineiraço e o encerramento da Copa do Mundo FIFA de 2014, a equipe do Pânico na Band começou a perseguir o técnico Luiz Felipe Scolari, começando com a equipe em frente à casa do treinador, tentando contato com ele. Irritado na ocasião, Felipão chegou a discutir com um dos integrantes do Pânico. Uma das outras tentativas foi durante um voo para Porto Alegre, o treinador teve de aguentar brincadeiras e provocações de integrantes iniciadas no aeroporto em São Paulo e foram prolongadas dentro do avião, pelo personagem Impostor. Após a decolagem, Felipão ouviu Impostor e parte da equipe do Pânico tentarem puxar músicas provocativas ao técnico, incluindo, o hino nacional, mas os passageiros não entraram na provocação e a equipe do programa ouviu uma bronca do comandante da aeronave para encerrar a brincadeira, “As aeromoças avisaram o comandante, que pediram que respeitassem a privacidade dos passageiros", relatou o assessor do técnico Acaz Felleger ao jornal O Estado de São Paulo. Após o pouso em Porto Alegre, Daniel Zukerman, o Impostor, pediu desculpas a Felipão pelas brincadeiras e pediu para que ele desse uma entrevista ao programa. Sem ouvir nenhuma resposta do treinador, ele insiste pedindo ao menos um recado para a torcida brasileira e chega a chamar um dos passageiros para fazer uma pergunta ao treinador. Descontente com a situação, Felipão não responde e levante de seu assento para evitar o humorista.[36] Este quadro foi alvo de críticas, o jornalista Cosme Rímoli do portal R7 criticou as atitudes do Pânico, "Luiz Felipe Scolari não é um bandido. É um treinador de futebol que fracassou na Copa de 2014. Como venceu em 2002. Não merece ser humilhado pela equipe do Pânico. Aliás, ninguém merece…"[37]

Equipe[editar | editar código-fonte]

Equipe musical[editar | editar código-fonte]

Nome Cargo
Banda Viva Noite Banda do programa

Equipe de produção[editar | editar código-fonte]

Nome Cargo
Allan Rapp Produtor
Diretor-geral
Amanda Stys Produtora executiva
Diego Guebel Diretor de conteúdo e programação
Marcelo "Bolinha" Picon Produtor

Diretor de externas

Recepção[editar | editar código-fonte]

Audiência e repercussão[editar | editar código-fonte]

Em sua estreia na Band, a atração marcou 11 pontos de média, com pico de 14 e share (número de televisores ligados) de 17%. Uma audiência seis vezes maior do que a emissora vinha conquistando até então, fato este, que gerou muita repercussão, principalmente nas redes sociais como o Twitter, onde foi um dos assuntos mais comentados.[38] No primeiro programa, foram reveladas parte das novas Panicats, onde cada uma estava com uma máscara no rosto, até que todas fossem apresentadas ao público. Somente no seu segundo programa, foi revelado todas as integrantes. Jaque Khury, Juju Salimeni, Lizzi Benites, Dani Souza, Aryane Steinkopf, Dani Bolina e Nicole Bahls, as antigas Panicats, foram demitidas.[39] Das antigas, somente Babi Rossi permaneceu. Um tempo depois, Nicole Bahls retornou ao programa.

Em 22 de abril de 2012, o humorístico registrou seu primeiro recorde de audiência. Alcançou por alguns minutos 16 pontos no IBOPE, chegando a liderar por 32 minutos, porém na média geral, ficou com 10 pontos ocupando o terceiro lugar depois da Record e Globo.[40] O motivo dessa alta, foi da Panicat Babi Rossi raspar o cabelo ao vivo no programa, o que gerou muita repercussão na mídia e chegou a ser um dos assuntos mais comentados nas redes sociais.[41]

Depois foi perdendo audiência, e a recuperou no início da temporada de 2013. O Pânico na Band é um programa cheio de bordões e personagens famosos que viram "memes" na internet, como o bordão "Corta pra 18" do personagem "Marcelo sem dente" ,"Mais ou menos..." do "Poderoso Castiga" e o do personagem sátira do Boris Casoy "Boa Noite" (na temporada 2012). Mas no segundo semestre de 2013 o programa despencou na audiência, em seus primeiros programa na Band, o humorístico disputava o primeiro lugar do IBOPE, na casa dos 10 pontos; devido ao fim do quadro "A Turma do Marcelo Sem Dente", o programa perdeu a metade do público, ficando na casa dos 5 pontos. Quando era da Rede TV!, o programa sempre disputava a primeira colocação com a média de 8 a 10 pontos na audiência, hoje disputa a quarta colocação, ficando apenas a frente do Teste de Fidelidade da mesma Rede TV!, que marca apenas 1 ponto.[carece de fontes?]

Atualmente o "Pânico" vem enfrentando sua pior fase de audiência. O humorístico vem marcando uma média de 5,7 pontos, brigando pelo quarto lugar na Grande São Paulo.[42]

Quadros[editar | editar código-fonte]

Temporada 2012[editar | editar código-fonte]

Temporada 2013[editar | editar código-fonte]

Temporada 2014[editar | editar código-fonte]

  • Pânico na Ilha
  • Fazendinha Maldita
  • The Vodka Brasil
  • Poderoso Responde
  • Mendigata
  • Pânico na Onda
  • Pagode da Ofensa
  • Mari Baianinha
  • Debate do Pânico
  • Copa Libertadores do Humor
  • Eu sou Mais Engraçado que o Ié Ié
  • Emprego em pânico
  • Jornal Dos Dois Echás
  • Severino e Cavalcante
  • Pânico Testes
  • Histórias Confusas
  • Vídeo Sou
  • Humor e Sexo

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Resultado
2012 Meus Prêmios Nick Humorista Favorito (Eduardo Sterblitch) Venceu[43]
Prêmio Extra de Televisão Melhor Programa Humorístico Indicado[44]
2013 Troféu Imprensa Melhor Programa Humorístico Indicado[45]
Troféu Internet Melhor Programa Humorístico Venceu[46]
Prêmio Extra de Televisão Melhor Maquiagem Indicado
2014 Prêmio Extra de Televisão Melhor Maquiagem Pendente

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Band. O programa mais irreverente agora na Band, acesso em 2012.
  2. Ibope sem graça: 'Pânico na Band' retorna com baixa audiência! .jb.com.br (19 de fevereiro de 2013). Visitado em 22 de fevereiro de 2013.
  3. a b Mauricio Stycer (18 de fevereiro de 2013). “Pânico” esconde panicats, ressuscita Silvio, apresenta novas paródias, mas não levanta a audiência Blog do Mauricio Stycer UOL.
  4. Gazeta do Sul gazetadosul.com.br. Visitado em 16 de abril de 2010.
  5. Band anuncia chegada do Pânico Band.com.br (17 de fevereiro de 2012). Visitado em 23 de fevereiro de 2012.
  6. Diretor do Pânico e Emílio Surita confirmam Gui Santana, ex-MTV, como novo integrante do programa Virgula.uol.com.br (24 de fevereiro de 2012). Visitado em 26 de fevereiro de 2012.
  7. Twitter de sorteio do Pânico atinge 1 milhão de seguidores OFuxico.terra.com.br (17 de julho de 2012). Visitado em 22 de fevereiro de 2013.
  8. O ganhador do @BemFudidex paniconaband.band.uol.com.br (30 de julho de 2012). Visitado em 22 de fevereiro de 2013.
  9. Daniel Castro (06/12/2013). Contratação de Sabrina Sato já é dada como certa na Record Notícias da TV.
  10. Lauro Jardim (07/12/2013). Casa nova Veja.com.
  11. Flávio Ricco (07/12/2013). Sabrina Sato assina com a Record e vai apresentar reality no ano que vem UOL.
  12. Alberto Pereira Jr. (09/12/2013). Record confirma oficialmente negociação com Sabrina Sato F5.
  13. "Pânico" não fala sobre possível saída de Sabrina e brinca com público NaTelinha (09/12/2013).
  14. Daniel Castro (16/12/2013). Sabrina Sato grava merchandising, mas não participa ao vivo do Pânico Notícias da TV.
  15. Em meio a boatos de mudança para a Record, "Pânico" entra no ar sem Sabrina UOL (15/12/2013).
  16. Ego (16/12/2013). Após dez anos, Sabrina Sato deixa o ‘Pânico’: ‘Obrigada sempre’ Globo.com.
  17. Flávio Ricco (12/12/2013). Sabrina sai da Band pela porta dos fundos UOL.
  18. Flávio Ricco (16/12/2013). Revolta na Band - Diretores chamam Record de traíra UOL.
  19. Vivi Mascaro (15/12/2013). 'Nunca imaginaríamos que a Sabrina sairia pela porta dos fundos', diz criador do Pânico iG.
  20. a b Justiça proíbe Pânico de imitar ou se aproximar de Silvio Santos O Fuxico (2 de junho de 2012). Visitado em 22 de fevereiro de 2013.
  21. Daniel Castro (22 de junho de 2012). Justiça diz que Pânico é ‘imprensa meramente jocosa’ e nega recurso R7 Blog Daniel Castro. Visitado em 25 de junho de 2012.
  22. Band tenta reconciliação entre "Pânico" e Silvio Santos, que se nega UOL NaTelinha (7 de junho de 2012). Visitado em 22 de fevereiro de 2013.
  23. Justiça determina que humoristas do ‘Pânico na Band’ não podem mais imitar ou se aproximar de Silvio Santos O Globo (21 de fevereiro de 2013). Visitado em 22 de fevereiro de 2013.
  24. Justiça proíbe ‘Pânico na Band’ de usar imagem de Silvio Santos O Globo (21 de fevereiro de 2013). Visitado em 22 de fevereiro de 2012.
  25. Fernando Oliveira (17 de fevereiro de 2012). Depois de ser proibido pela Justiça, ‘Pânico na Band’ volta a imitar Silvio Santos na estreia de nova temporada iG Na TV. Visitado em 22 de fevereiro de 2013.
  26. Após ter recurso negado, "Pânico" sepulta personagem Silvio Santos UOL NaTelinha (24 de junho de 2012). Visitado em 25 de junho de 2012.
  27. Sônia Abrão lamenta brincadeira do "Pânico na Band" UOL NaTelinha (24 de junho de 2012). Visitado em 25 de junho de 2012.
  28. Daniel Castro (25 de junho de 2012). SBT estuda nova ação contra Band; Pânico poderá ser multado R7 Blog Daniel Castro. Visitado em 25 de junho de 2012.
  29. SBT estuda nova ação contra o "Pânico na Band" após "enterro" UOL NaTelinha (25 de junho de 2012). Visitado em 25 de junho de 2012.
  30. Fernando Oliveira (28 de junho de 2012). Depois de ‘enterrar’ Silvio Santos, ‘Pânico na Band’ se livra de processo do SBT iG Blog Na TV. Visitado em 29 de junho de 2012.
  31. Walcyr Carrasco ganha liminar contra humoristas do ‘Pânico’ EGO (14 de julho de 2012). Visitado em 15 de julho de 2012.
  32. a b "Um cabelo não é tudo na vida", diz Babi Rossi após ficar careca NaTelinha (23 de abril de 2012). Visitado em 22 de fevereiro de 2013.
  33. Panicat Babi Rossi muda o visual e raspa a cabeça ao vivo no "Pânico na Band" UOL (22 de abril de 2012). Visitado em 22 de fevereiro de 2013.
  34. Luana Piovani ameaça processar a Band caso apareça no "Pânico" UOL (2 de agosto de 2014). Visitado em 2 de agosto de 2014.
  35. Fabíola Reipert (5 de junho de 2008). Justiça quer cassar concessão de Rede TV! Agora São Paulo Folha de São Paulo. Visitado em 12 de julho de 2014.
  36. Equipe do Pânico constrange Felipão em voo viagem para Porto Alegre O Estado de São Paulo UOL (1 de agosto de 2014). Visitado em 2 de agosto de 2014.
  37. Cosme Rímoli (2 de agosto de 2014). Luiz Felipe Scolari não é um bandido. É um treinador de futebol que fracassou na Copa de 2014. Como venceu em 2002. Não merece ser humilhado pela equipe do Pânico. Aliás, ninguém merece… R7. Visitado em 2 de agosto de 2014.
  38. "Pânico na Band" estreia com boa audiência e alta repercussão NaTelinha (1 de abril de 2012). Visitado em 22 de fevereiro de 2013.
  39. Demitidas: por onde andam as ex-panicats? R7 (29 de março de 2012). Visitado em 22 de fevereiro de 2013.
  40. Janaina Nunes (23 de abril de 2012). Panicat Babi Rossi raspa cabelo e “Pânico” atinge picos de 16 pontos Yahoo!. Visitado em 22 de fevereiro de 2013.
  41. "Pânico na Band": Panicat raspa cabeça ao vivo e internautas dividem opiniao NaTelinha (23 de abril de 2012). Visitado em 22 de fevereiro de 2013.
  42. "Pânico" enfrenta sua pior fase de audiência na Band
  43. Confira a lista completa dos vencedores Meus Prêmios Nick (05 de outubro de 2012).
  44. Conheça os indicados ao Prêmio Extra de TV 2012 (27 de novembro de 2012).
  45. Conheça vencedores do Troféu Imprensa 2013 (29 de abril de 2013).
  46. Conheça vencedores do Troféu Imprensa 2013 (29 de abril de 2013).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Pânico na Band