TV Difusora (Porto Alegre)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
TV Difusora
Rádio e Televisão Difusora
Sede da Band RS, antiga TV Difusora
TV Difusora
R. Delfino Riet, 183
Cidade de concessão Porto Alegre, RS
Canais
10 analógico
Rede Rede Bandeirantes
Proprietário Ordem dos Frades dos Capuchinhos
Fundação 10 de outubro de 1969
Extinção 30 de junho de 1980
Sucessora Band RS
Prefixo ZYB-616
Redes anteriores Rede de Emissoras Independentes

A TV Difusora foi uma emissora de televisão brasileira com sede em Porto Alegre. Pertencia à Ordem dos Frades dos Capuchinhos e operava no canal 10 VHF, que hoje pertence à TV Bandeirantes Porto Alegre.

História[editar | editar código-fonte]

A Ordem dos Frades dos Capuchinhos conseguiu em 1961 uma concessão junto ao Ministério das Comunicações para fazer a transmissão de televisão no canal 10 VHF de Porto Alegre. O prédio da TV Difusora foi concluído em junho de 1969 e a emissora entrou no ar em 10 de outubro de 1969, transmitida pela sua antena no Morro Santo Antonio, em Porto Alegre. Contrataram Salimen Júnior e Walmor Bergesch para dirigirem a emissora.

Em 19 de fevereiro de 1972 a TV Difusora entrou para a história quando fez a primeira transmissão de TV em cores do Brasil. O evento transmitido foi a Festa da Uva realizada em Caxias do Sul, RS.

O mascote da emissora era um leão, enquanto o logo parecia um leque em círculo, com todas as cores primárias e o número 10 no centro. A programação geralmente começava com um conselho de 5 minutos de um padre capuchinho. Logo depois, entravam séries infantis, como A Feiticeira e Os Monkees.

Os anos 1970 foram marcados por uma forte programação local. Concorrendo com o Jornal do Almoço, da TV Gaúcha, a Difusora apresentava entre as 11h30 e 14h30, até 1981, o Portovisão. O programa foi tão importante para a história da emissora, que acabou virando seu nome oficial, por vários anos, depois da compra pela Bandeirantes - TV Portovisão.

Ele começava com o quadro de Fernando Veira, que apresentava as novidades do mundo jovem. Logo depois vinha Tatata Pimentel, o primeiro homossexual assumido na televisão do Rio Grande do Sul, que contava o que estava acontecendo no mundo das discotecas, dos trends e do "high society" portoalegrense. Seguia o quadro de José Antonio Daudt, que, em plena ditadura militar, teatralmente cobrava das autoridades que, por exemplo não usassem carros oficiais para fins particulares, inclusive dando no ar os números das placas "brancas" dos acusados. Ele batia com o punho na mesa e falava com voz de protesto. Depois de Daudt, era a vez do humorista Renato Pereira, que contava piadas no ar. O comentário esportivo de Lauro Quadros antecedia ao noticiário do mundo dos esportes, seguido pelo comentário de Larry Pinto de Faria, enquanto Sérgio Jockymann vinha antes das notícias, apresentadas por Sérgio Schueller, José Fontela, Magda Beatriz,o professor Clóvis Duarte entre outros, dependendo da fase do programa. O final da atração era preenchido por entrevistas voltadas ao público feminino, apresentado por Tânia Carvalho. O último programa, desfalcado depois da debandada dos apresentadores para a TV Guaíba, foi apresentado por Solange Bittencourt.

A TV Difusora teve alguns programas infantis, como o Recreio, apresentado pela Tia Bita e o menino Fabiano, mais tarde o Carrossel Bandeirantes, apresentado pelo mágico Tio Tony. Possui grande destaque educacional, a premiação por "Aluno Nota DEZ" onde eram distribuídos brindes como canetas com o logo "Eu sou nota DEZ" para alunos que apresentassem o boletim com notas DEZ.

As tardes eram preenchidas com filmes, séries e desenhos animados, mas também com programas locais. No final dos anos 70 surgiu o Discoteca 78 (no ano seguinte, Discoteca 79), apresentado por Fernando Vieira, nos finais das tardes. Em 1980, o então Diretor de Programação Claro Gilberto, lançou o Jornal da Mulher, apresentado por Maria Aparecida Vieira Souto e Tatata Pimentel, de 2ª à 6ª feira, das 16 às 17 horas.

As noites eram marcadas pelo noticiário Camera 10, que teve muitos apresentadores, inclusive Ana Amélia Lemos, a ex-miss Universo Ieda Maria Vargas, Sérgio Schueller, José Fontela, Magda Beatriz e outros. O produtor Claudinho Pereira estava por trás da maioria dos programas da emissora. Camisa 10 era o nome do programa esportivo da emissora, apresentado logo depois do noticiário. Teve vários apresentadores e comentaristas, entre eles Lasier Martins, João Carlos Belmonte, Lauro Quadros, Kenny Braga, Armindo Ranzolin e Larry Pinto de Faria.

Em 1979, a Rede Bandeirantes passou a ser responsável por 30% da programação da emissora, através de um acordo com os capuchinhos. E no dia 30 de junho de 1980, a TV Difusora foi comprada pelo Grupo Bandeirantes, passando a se chamar TV Portovisão - Bandeirantes Porto Alegre, uma das então 14 emissoras da Rede Bandeirantes.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Canal 10 VHF de Porto Alegre
1969 - 1980
Sucedido por
Band RS