Consistórios de João Paulo II

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sua Santidade o Papa S. João Paulo II

Segue-se uma lista completa dos consistórios ordinários públicos para a criação de novos cardeais, presididos pelo Papa João Paulo II, com a indicação de todos os cardeais criados.

João Paulo II criou 231 cardeais em 9 consistórios. Nenhum outro pontífice na história da Igreja católica criou um número tão elevado de purpurados.

30 de junho de 1979[editar | editar código-fonte]

Em 30 de junho de 1979, durante o seu primeiro consistório, Papa João Paulo II criou quatorze cardeais eleitores mais um nomeado in pectore. Com a criação dos novos cardeais eleitores o número dos cardeais eleitores passa a cento e vinte, limite máximo fixado por Papa Paulo VI em 1973. Os quinze novos purpurados foram:

Além dos quatorze cardeais eleitores publicados foi criado um outro in pectore, sem revelação de seu nome. Ele foi:

2 de fevereiro de 1983[editar | editar código-fonte]

Em 2 de fevereiro de 1983, o Papa João Paulo II criou dezoito novos cardeais, dos quais, dezesseis eleitores:

Criou ainda dois cardeais com mais de oitenta anos:

25 de maio de 1985[editar | editar código-fonte]

Em 25 de maio de 1985 o Papa João Paulo II criou vinte e oito novos cardeais, dos quais vinte e sete eleitores:

Criou ainda um cardeal não eleitor:

28 de junho de 1988[editar | editar código-fonte]

Em 28 de junho de 1988 o Papa João Paulo II criou vinte e quatro novos cardeais, todos eleitores:

João Paulo II havia anunciado ainda a criação do cardeal suíço Hans Urs von Balthasar, célebre teólogo já acima dos oitenta anos, presbítero da diocese de Coira, o qual morreu em 26 de junho, dois dias antes do consistório.

28 de junho de 1991[editar | editar código-fonte]

Em 28 de junho de 1991, Papa João Paulo II publicou o cardeal in pectore Ignatius Kung Pin-mei, criado no consistório de 1983. Também criou vinte e dois novos cardeais, dos quais vinte eleitores:

Criou ainda dois cardeais acima de oitenta anos:

26 de novembro de 1994[editar | editar código-fonte]

Em 26 de novembro de 1994 o Papa João Paulo II criou trinta novos cardeais, dos quais vinte e quatro eleitores:

Criou ainda seis cardeais não-eleitores:

21 de fevereiro de 1998[editar | editar código-fonte]

Em 21 de fevereiro de 1998 o Papa João Paulo II criou vinte e dois novos cardeais e publicou o nome de dezenove cardeais eleitores:

Criou e publicou ainda um cardeal acima dos oitenta anos:

Nesse consistório foram criados ainda dois cardeais in pectore, que seriam publicados no consistório de 2001:

João Paulo II havia anunciado antes a criação do cardeal croata Josip Uhač, secretário da Congregação para a Evangelização dos Povos, mas ele morreu em 18 de fevereiro, três dias antes do consistório.

21 de fevereiro de 2001[editar | editar código-fonte]

O consistório de 21 de fevereiro de 2001 foi aquele que que João Paulo II criou o maior número de cardeais, quarenta e dois, dos quais trinta e oito eleitores. Ainda publicou os dois cardeais criados in pectore no consistório de 1998: Marian Jaworski e Jānis Pujāts. De notar que o anúncio dos nomes dos cardeais foi dado em dois momentos: em 21 de janeiro anunciou trinta e sete novos cardeais e expressou a vontade de revelar os nomes dos cardeais in pectore; em 28 de janeiro revelou os nomes dos dois cardeais criados em 1998, agregando cinco novos cardinali (Huzar, Degenhardt, Terrazas Sandoval, Fox Napier e Lehmann) [1]. Os trinta e oito cardeais eleitores criados nesse consistório eram:

Criou e publicou ainda quatro cardeais acima dos oitenta anos:

21 de outubro de 2003[editar | editar código-fonte]

Em 21 de outubro de 2003 o Papa João Paulo II criou trinta e um novos cardeais (um in pectore), dos quais vinte e seis eleitores. Seria o último consistório de João Paulo II:

Criou ainda quatro cardeais acima de oitenta anos:

O nome do cardeal in pectore não foi publicado e após a morte de João Paulo II, não teve mais efeito.

Referências

  1. (em inglês) O consistório de 2001 por Cardinals de Salvador Miranda

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]