Região Metropolitana de Florianópolis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Grande Florianópolis)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Região Metropolitana de Florianópolis
Localização
Localização da Região Metropolitana de Florianópolis
Unidade federativa  Santa Catarina
Lei Criada pela LCE 162/1998
Extinta pela LCE 381/2007
Recriada pela LCE 495/2010
Data da criação 6 de Janeiro de 1998
Número de municípios 22
Cidade-sede Florianópolis
Características geográficas
Área 7 470,7 km²[1]
População 1 189 947 hab. Estimativa IBGE/2018[2]
Densidade 159,28 hab/km²
PIB R$ 17.020.155,277 mil IBGE/2008[3]
PIB per capita R$ 17.667,14 IBGE/2008[4]

A Região Metropolitana de Florianópolis é uma região metropolitana brasileira. Criada pela lei complementar estadual n° 162 de 1998, foi extinta pela lei complementar estadual n° 381 de 2007 e reinstituída pela lei complementar estadual n° 495 de 2010. É constituída por alguns municípios conurbados e por outros do entorno. Foi a região metropolitana de uma capital sulina que mais cresceu na última década, e junto com Aracaju e João Pessoa (ambas no Nordeste do país) formou o rol das três capitais-metrópoles litorâneas com maiores índices de crescimento e expansão geopolítica.

Núcleo metropolitano e área de expansão[editar | editar código-fonte]

Tendo como sede a cidade de Florianópolis, capital do Estado de Santa Catarina, a Região Metropolitana tem seu núcleo composto pela conurbação de Florianópolis com municípios vizinhos, formando uma única área urbana contínua onde vivem cerca de 1.029.357 pessoas. O núcleo metropolitano é composto por:

Ao redor deste núcleo, 13 municípios constituem a área de expansão, totalizando 22 municípios na Região Metropolitana e uma população de 1.189.947 habitantes.

Demografia e indicadores[editar | editar código-fonte]

Município População[5] (hab. 2018) Área (km²) Densidade dem. (hab/km²) Produto Interno Bruto (PIB)[6](2008) PIB per capita
Núcleo metropolitano
Florianópolis 492.977 675,409 729,89 R$8,1 bilhões R$25,1 mil
São José 242.927 150,453 1.614,63 R$4 bilhões R$20,5 mil
Palhoça 168.259 395,133 425,82 R$1,4 bilhão R$11,4 mil
Biguaçu 67.458 367,891 183,36 R$1 bilhão R$19,6 mil
Santo Amaro da Imperatriz 22.905 344,049 66,57 R$174 milhões R$9,5 mil
Governador Celso Ramos 14.333 117,185 122,31 R$104,8 milhões R$8,3 mil
Antônio Carlos 8.411 233,574 36,01 R$212,1 milhões R$ 28,8 mil
Águas Mornas 6.378 327,358 19,48 R$52,5 milhões R$11,6 mil
São Pedro de Alcântara 5.709 140,016 40,77 R$34,9 milhões R$6,9 mil
Total do Núcleo Metropolitano 1.029.357 2.751,068 374,16 R$15,3 bilhões R$18,4 mil
Área de expansão
Alfredo Wagner 9.984 732,768 13,62 R$106 milhões R$10,4 mil
Angelina 4.860 500,037 9,71 R$54,3 milhões R$10 mil
Anitápolis 3.236 542,12 5,96 R$40,1 milhões R$12,2 mil
Canelinha 12.080 152,56 79,18 R$85,7 milhões R$8,5 mil
Garopaba 22.568 115,405 195,55 R$166,9 milhões R$10 mil
Leoberto Leal 3.083 291,214 10,58 R$51,5 milhões R$13,9 mil
Major Gercino 3.430 306,178 11,20 R$30 milhões R$10,3 mil
Nova Trento 14.312 402,891 35,52 R$153 milhões R$12,9 mil
Paulo Lopes 7.418 449,679 16,49 R$71 milhões R$9,8 mil
Rancho Queimado 2.868 286,288 10,01 R$38,7 milhões R$13,4 mil
São Bonifácio 2.862 460,364 6,21 R$30,3 milhões R$9,2 mil
São João Batista 36.244 200,582 180,69 R$329,1 milhões R$13,9 mil
Tijucas 37.645 279,578 134,64 R$506,9 milhões R$17,4 mil
Total da Área de Expansão 160.590 4.719,664 34,02 R$1,6 bilhão R$12,5 mil
Total Geral Região Metropolitana 1.189.947 7.470,732 159,28 R$17 bilhões R$17,6 mil

Qualidade de vida[editar | editar código-fonte]

Notoriamente uma das regiões com melhor nível de qualidade de vida no país, a Região Metropolitana de Florianópolis possui o maior IDH (0,859) entre todas a regiões metropolitanas do Brasil.

Economia[editar | editar código-fonte]

A região é um dos principais pólos da indústria tecnológica do Brasil, especialmente Florianópolis, onde destacam-se também o turismo, a construção civil, o comércio e o setor de serviços. Nos municípios vizinhos à capital, especialmente São José, Palhoça e Biguaçu, encontram-se um diversificado e crescente pólo industrial, além de importantes áreas de serviços e comerciais. Além disso, a maior parte dos municípios da área de expansão apresentam-se como importantes áreas para a agricultura.

Transporte coletivo[editar | editar código-fonte]

O transporte coletivo na Grande Florianópolis é composto basicamente por ônibus, sendo utilizado largamente para deslocamento da população residente nos municípios de Florianópolis, São José, Palhoça, Biguaçu, Santo Amaro da Imperatriz e São Pedro de Alcântara, que abrangem a região metropolitana.

Ele pode ser dividido em:

  • Linhas municipais urbanas de Florianópolis (Sistema Integrado de Mobilidade - SIM) é operado pelo Consórcio Fênix [que é formado pelas concessionárias: Insular Transportes Coletivos Ltda. (antiga Empresa Ribeironense Transporte Coletivo Ltda., que absorveu a Transporte Coletivo Limoense Ltda.), Empresa Florianópolis de Transportes Coletivos Ltda. – Emflotur, Transporte Coletivo Estrela Ltda., Transol Transporte Coletivo (antiga Viação Trindadense Ltda., que absorveu a Viação Taner), Canasvieiras Transportes Ltda.]
  • Linhas municipais urbanas de São José é operado pelas empresas Jotur (Auto Ônibus e Turismo Josefense Ltda), Biguaçu Transportes Coletivos Administração e Participação Ltda., Transporte Coletivo Estrela Ltda. , Rodoviária Santa Terezinha Ltda.
  • Linhas municipais urbanas de Palhoça é operado pelas empresas Auto Ônibus e Turismo Josefense Ltda. – Jotur, Paulotur Transporte e Turismo Ltda.
  • Linhas municipais urbanas de Biguaçu é operado pela empresa Biguaçu Transportes Coletivos Administração e Participação Ltda.
  • Linhas intermunicipais urbanas é operado pelas empresas Auto Ônibus e Turismo Josefense Ltda. – Jotur, Biguaçu Transportes Coletivos Administração e Participação Ltda., Transporte Coletivo Estrela Ltda., Paulotur Transporte e Turismo Ltda., Auto Viação Imperatriz Ltda., Rodoviária Santa Terezinha Ltda. – RST.
  • Linhas intermunicipais rodoviárias é operado pelas empresas Auto Viação Catarinense Ltda., Empresa Boqueron S.R.L., Expresso do Sul S.A., Auto Viação 1001 Ltda., Empresa Santo Anjo da Guarda Ltda., Reunidas S.A. Transportes Coletivos, Real Transporte e Turismo S.A., Empresa União de Transportes Ltda., Viação Nossa Senhora dos Navegantes Ltda., Nevatur Transportes e Turismo Ltda., Transportes Capivari Ltda. – TCL, Pluma Conforto e Turismo S.A., Empresa União Cascavel de Transporte e Turismo Ltda. – Eucatur, Viação Itapemirim S.A., Brasil Sul Linhas Rodoviárias Ltda., Unesul de Transportes Ltda., Transporte Turismo Ltda. – TTL, Paulotur Transporte e Turismo Ltda., Rodoviária Santa Terezinha Ltda. – RST

Empresas operantes (até maio/2015): Consórcio Fênix; Biguaçu Transportes Coletivos Administração e Participação Ltda.; Transporte Coletivo Estrela Ltda.; Auto Ônibus e Turismo Josefense Ltda. – Jotur; Paulotur Transporte e Turismo Ltda.; Auto Viação Imperatriz Ltda.; Rodoviária Santa Terezinha Ltda. – RST .

Referências

  1. IBGE. «Área territorial oficial». IBGE Cidades (2017). Consultado em 13 de novembro de 2018 
  2. IBGE (29 de agosto de 2018). «Estimativa Populacional» (PDF). Consultado em 20 de setembro de 2018 
  3. «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 12 de dezembro de 2010 
  4. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome IBGE_PIB_2008
  5. Segundo estimativa populacional do IBGE 2018 ftp://ftp.ibge.gov.br/Estimativas_de_Populacao/Estimativas_2018/estimativa_TCU_2018_20181108.pdf.
  6. Segundo PIB do IBGE para 2008 [1].

Ver também[editar | editar código-fonte]