Live at Roseland: Elements of 4

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Live at Roseland: Elements of 4
Álbum de vídeo de Beyoncé
Lançamento 29 de novembro de 2011
(veja o histórico de lançamento)
Gravação 19 de agosto de 2011
no Roseland Ballroom, Nova Iorque
Gênero(s) R&B
Duração 150 minutos
Idioma(s) Inglês
Formato(s) DVD, download digital, app
Gravadora(s) Columbia, Sony Music
Diretor(es) Beyoncé Knowles, Ed Burke
Produção Beyoncé Knowles
Arranjos Beyoncé Knowles, Kim Burse
Certificação Ver abaixo
Cronologia de Cronologia de álbuns de vídeo por Beyoncé
I Am... World Tour
(2010)

Live at Roseland: Elements of 4 é um DVD ao vivo da cantora norte-americana Beyoncé lançado pela Columbia Records e dirigido por Beyoncé Knowles e Ed Burke.[1] O concerto foi filmado no dia 19 de agosto de 2011 no Roseland Ballroom na cidade de Nova Iorque, durante o 4 Intimate Nights with Beyoncé.[2] O DVD teve duas versões, uma simples com apenas um disco que foi lançada no dia 21 de novembro de 2011 exclusivamente nas lojas Wal-Mart,[3] e uma outra que foi lançada mundialmente no dia 29 de novembro do mesmo ano contendo dois discos, com um mini-documentário, sete videoclipes referentes a faixas do álbum4 e um making-of dos concertos.[1] A versão deluxe do álbum também foi lançada no formato app, para os aparelhos iPhone e iPad com o sistema iOS, no dia 5 de janeiro de 2012.[4]

O lançamento do álbum foi anunciado no dia 27 de outubro de 2011, junto com o lançamento do videoclipe "Party" da cantora. A pré-venda do álbum começou a ser feita no mesmo dia.[2] O concerto foi liberado por 24 horas no site VEVO no dia 20 de novembro, um dia antes do lançamento mundial.[5] No mesmo dia Beyoncé realizou a festa de lançamento do DVD no "The Paris Theater" na cidade de Nova Iorque, onde ela foi entrevistada por vários repórteres.[6] Ainda neste dia, Beyoncé venceu o American Music Awards na categoria Best Soul/R&B Female; como não poderia estar presente no evento para receber o prêmio, ela gravou uma mensagem que seria transmitida no telão da premiação, justificando que não estaria lá devido à divulgação do seu DVD "Live at Roseland".[7] O concerto também foi exibido na televisão, sendo transmitido na íntegra nos dias 25 de dezembro de 2011 no canal britânico 4Music[8] e no dia 30 de dezembro no Channel 4.[8] As interpretações das canções "I Was Here",[9] "End of Time",[10] "Best Thing I Never Had", "I Care"[11] e "Love on Top"[12] foram disponibilizadas na conta VEVO da cantora na internet.

O álbum recebeu avaliações positivas dos críticos de música, sendo considerado um dos "Melhores DVDs para presentear nesta temporada" pelos escritores do jornal Boston Globe[13] e da revista Billboard.[14] Kat George da VH1 descreveu o álbum como "cenas comoventes, inspiradoras e contagiantes ao mesmo tempo", chamando-lhe de "imaculadamente produzido".[15] Ela terminou sua avaliação falando que Beyoncé apresenta "graça absoluta e humildade suprema".[15] Simon Gage do Daily Express comentou que o álbum representa o "pacote completo, com a voz, a aparência e a capacidade de compor de Beyoncé."[16] O videoclipe "Run the World (Girls)" lançado na edição deluxe do álbum obteve destaque, recebendo três indicações ao MTV Video Music Awards de 2011, sendo vencedor na categoria de melhor coreografia.[17] Em 2012, o mesmo videoclipe recebeu uma indicação ao People's Choice Awards na categoria Favorite Music Video.[18] No mesmo ano, o video de "I Was Here" presente neste DVD foi indicado ao NAACP Image Award na categoria Outstanding Music Video.[19]

O álbum teve bom desempenho nas paradas, estreando nos Estados Unidos no Top Music Videos em terceiro lugar, vendendo 17 mil cópias,[20] e alcançando na semana seguinte o pico no número dois.[20] O álbum também entrou em outras paradas do mundo como nos Países Baixos onde chegou à liderança,[21] e na Bélgica na sexta posição.[22] Na semana de lançamento, o álbum foi certificado como disco de ouro pela Związek Producentów Audio Video (ZPAV) na Polônia.[23] O álbum entrou em mais cinco paradas, no Veckolista DVD Album na Suécia na oitava posição[24], no Top 10 Music DVDs na décima posição na Irlanda,[25] no Top DVD Musicaux na oitava posição na França,[26] no UK Music DVD Chart na oitava posição no Reino Unido,[27] e no Australian Music DVD Chart no número três na Austrália,[28] onde foi certificado como platina pela Australian Recording Industry Association (ARIA).[29] O álbum figurou também a parada da Suíça no Music DVD Top 10 na oitava posição.[30] Apesar de decorridas poucas semanas do seu lançamento, consagrou-se como o segundo DVD mais vendido no mundo [31] e nos Estados Unidos[32] em 2011, onde a edição simples foi certificada como ouro e a edição de luxo como platina pela Recording Industry Association of America (RIAA).[33]

Antecedentes e lançamento[editar | editar código-fonte]

Ne-Yo compositor de "Irreplaceable" esteve em um dos concertos do 4 Intimate Nights with Beyoncé, que deram origem ao DVD.

Live at Roseland: Elements of 4 foi filmado no dia 19 de agosto de 2011 na casa de eventos Roseland Ballroom na cidade de Nova Iorque em Nova Iorque durante o concerto intitulado de 4 Intimate Nights with Beyoncé.[2] Além do dia da gravação do DVD, o concerto foi apresentado em três datas anteriores, nos dias 14, 16 e 18 de agosto de 2011.[34] Várias celebridades assistiram aos concertos, como o seu marido Jay-Z, Lady Gaga, Mary Mary, Ne-Yo e Paul McCartney entre outras.[35][36] A venda de ingressos para o evento quebrou um recorde, por seu primeiro concerto ter se esgotado em apenas 22 segundos.[37] O trailer oficial do DVD foi lançado no canal E! e logo depois no site oficial da cantora, no dia 9 de novembro de 2011.[38]

Em setembro de 2011, Beyoncé postou várias prévias das imagens por trás das cenas do concerto on-line no Facebook do banco Citibank.[39] Estes vídeos estão presente no DVD, como bônus do menu. No dia 7 de novembro de 2011, sua gravadora Sony Music realizou duas sessões de apresentação do DVD em seus escritórios na cidade de Nova York, na presença de representantes das revistas Rolling Stone, Essence, Reuters, Billboard.biz, dos jornalista britânicos Piers Morgan e Angel Laws, do Concrete Loop, e Kierna Mayo da revista Ebony.[40]

A edição simples, intitulada somente de Live at Roseland, foi lançada exclusivamente pela Walmart nos Estados Unidos em 21 de novembro de 2011.[41] A edição de luxo com dois discos, intitulada Live at Roseland: Elements Of 4, foi lançada mundialmente em 25 de novembro de 2011,[2][42] com o concerto completo, filmagens nos bastidores de bônus, um livreto de 20 páginas e sete videoclipes do álbum 4.[2][43] Incluindo os vídeos de "1+1", "Best Thing I Never Had", "Party", "Love on Top", "Countdown", "Run the World (Girls)" e "Dance for You".[44]

No dia 29 de novembro de 2011, o site oficial da Beyoncé juntamente com o VEVO, lançaram um trailer para anunciar o lançamento do DVD, que aconteceu neste mesmo dia.[45] Semanas antes do lançamento do álbum, a revista Billboard anunciou o lançamento de um videoclipe que estaria presente no DVD, mas não especificou de qual música seria. No dia 25 de novembro de 2011, finalmente esta revista divulgou que seria o videoclipe da música "Dance for You".[46]

No dia 5 de janeiro de 2012, versão deluxe do álbum foi lançado no formato app, para os aparelhos iPhone e iPad.[4] Este app para sistema iOS tem 676.6 megabyte e foi desenvolvido e lançado pela Sony Music Entertainment.[47] O diretor executivo e fundador desta empresa Brent Brookler disse: "Oferecendo todos estes materiais em um aplicativo representa um marco na indústria e demonstra mais uma vez que Beyoncé é uma visionária indústria do entretenimento".[4]

Divulgação[editar | editar código-fonte]

"Eu definitivamente estava pensando "Todo mundo sabe, todo mundo pode ver". Eu gostei bastante porque vi todos em pé do lado de fora com as sombrinhas debaixo da chuva por horas e eu só queria dar tudo que eu podia de melhor. Quando você esta grávida é um pouco mais difícil de respirar, então foi bem difícil fazer as coreografias e cantar ao mesmo tempo, mas eu buscava forças no amor dos fãs".

— Beyoncé falando sobre a dificuldade de executar suas performances grávida.[6][48]

No dia 16 de novembro o programa 106 & Park liberou um vídeo da canção "End of Time", que contém cenas do DVD, além de outras performances,[10] o vídeo foi liberado no canal Vevo em seguida.[49] Na mesma data Beyoncé liberou a performance de "I Was Here",[9] contendo cenas misturadas com seus vídeos caseiros na infância, adolescência e juventude, além de cenas com as Destiny's Child, projetos sociais, entrevistas com Oprah Winfrey e para a CNN, recebimentos de Grammys, encontro com Michael Jackson, Etta James, Barack Obama, Tina Turner, Nelson Mandela, cenas dos DVDs The Beyoncé Experience Live e I Am... World Tour, performances mundialmente notórias dentre outras cenas.[50][51] No dia 17 de novembro, o canal BET divulgou prévias do DVD, uma da canção "Independent Women" onde Beyoncé conta parte da história das Destiny's Child,[52] e outra de "I Miss You", que contém cenas de momentos intimos com seu marido Jay-Z.[53] No dia 18 de novembro, as performances de "End of Time" e "I Was Here" foram disponibilizados para compra digital no iTunes Store.[54][55] No dia 20 de novembro, Beyoncé liberou o concerto para visualizações no VEVO, durante 24 horas.[5]

No dia 20 de novembro de 2011, Beyoncé realizou a festa de lançamento do DVD no teatro "The Paris Theater" na cidade de Nova Iorque.[6] No evento, a cantora apresentou o concerto e foi entrevistada por Alicia Quarles do The Associated Press. Neste dia Beyoncé venceu o American Music Awards na categoria Best Soul/R&B Female, como ela não poderia estar presente no evento para receber o prêmio ela gravou uma mensagem na qual foi transmitida no telão da premiação, justificando que não estaria lá devido a divulgação do seu DVD "Live at Roseland".[7] No dia 29 de novembro de 2011, a performance de "Best Thing I Never Had" e no dia 21 de dezembro de 2011 a performance de "I Care" foram lançadas como vídeos promocionais do DVD pela VEVO.[11] Como parte da divulgação do álbum, o concerto também foi exibido em redes de televisão, sendo transmitido nos dias 25 de dezembro de 2011 no canal britânico 4Music[8] e no dia 30 de dezembro no Channel 4.[8] No dia 11 de janeiro de 2012, Beyoncé disponibilizou a performance de "Love on Top" neste concerto em sua conta no VEVO[12] e no iTunes Store.[56]

Conteúdo[editar | editar código-fonte]

Beyoncé executando "Run the World (Girls)" no 4 Intimate Nights with Beyoncé que posteriormente teve cenas no DVD.

O DVD começa com Beyoncé deitada em uma cama falando sobre sua carreira, até a cena revelar Jay-Z abrindo a cortina e assim começar os concerto.[57] A abertura do concerto segue-se com Beyoncé dizendo o que pretende para a noite, que é compartilhar sua história, e além de dizer "Hoje vai ser um pouco diferente, hoje vai ser mais intimo".[58] Ela começa revelando histórias sobre as Destiny's Child e como seu pai foi sempre envolvido com a carreira das meninas.[59] Também é citado o envolvimento do grupo com a Elektra Records.[59] A música de abertura é "I Wanna Be Where You Are" cover dos The Jackson 5, a performance contem vídeos de Beyoncé no grupo Girl's Tyme.[60][61] Depois da canção ela começa a cantar os maiores hits do Destiny's Child, parando de faixa em faixa para falar mais da sua história no grupo.[59] Durante a performance de "Independent Women" ela diz que seu pai pegou a demo da canção para ser parte da trilha sonora de Charlie's Angels sem sua permissão, antes da performance aparecem cenas de Beyoncé, Michelle Williams e Kelly Rowland ouvindo a canção na versão de estúdio e comemorando, era a primeira vez que elas escutavam o álbum. Durante "Bootylicious" ela diz que teve inspiração na canção por pensar nas curvas femininas quando ouvia "Edge of Seventeen" de Stevie Nicks, além disso um vídeo dos bastidores do Grammy Awards em 2001, mostram Beyoncé, Kelly e Michelle tendo um bom tempo, mudando a letra da canção. Para encerrar o medley ela diz "Com tanto sucesso vem a negatividade, eles tentaram ser malvados mas na verdade me inspiraram", logo antes de começar a cantar "Survivor", durante a canção aparecem cenas dos bastidores da gravação do clipe de "Bootylicious" onde as Destiny's Child recebem a notícia de que o álbum Survivor debutou em primeiro lugar da Billboard 200.[60][61]

Beyoncé executando "End of Time" no 4 Intimate Nights with Beyoncé que posteriormente teve cenas no DVD, além da performance do Glastonbury Festival e na turnê promocional do 4.

Beyoncé canta rapidamente "03 Bonnie & Clyde" para começar a falar sobre sua carreira solo. Ela diz que quando ela apresentou Dangerously in Love, seu álbum de estreia, para sua gravadora eles lhe disseram que ela não tinha nenhuma música de sucesso no álbum.[59] Beyoncé faz uma versão calma de jazz com a música "Crazy in Love".[59] Na performance de "Irreplaceable" as cenas do concerto são cruzadas com um fã de Beyoncé com deficiência visual, que a conhece no camarim e canta algumas partes da canção.[60] Depois Beyoncé começa a dizer o que o número 4 representa na sua vida, e cita datas de aniversários do seu marido Jay-Z, sua mãe Tina Knowles, seu próprio aniversário, além do número na vida de Barack Obama, Beyoncé termina a brincadeira dizendo " E em 4 de abril de 2008 alguém colocou um anel no meu dedo". Logo assim começando a cantar "Single Ladies (Put a Ring on It)".[60][61][62]

Live at Roseland: Elements of 4 Eu me dediquei de coração e alma a Dangerously in Love. Depois de tocá-lo para a gravadora, disseram que não tinha nenhum sucesso. "Dangerously in Love", "Me, Myself and I", "Baby Boy", "Naughty Girl", "Crazy in Love". E falaram: "Desculpe, Beyoncé, mas não ouvi um único sucesso." Eles estavam certos. Eram cinco. Live at Roseland: Elements of 4

— Beyoncé falando sobre seu primeiro álbum antes de cantar a música "Crazy in Love".[60]

Beyoncé começa a cantar suas canções do álbum 4, começando com "I Care" e "I Miss You", Beyoncé sentada em um banco cantando as músicas e indo até a platéia para cantar alguns versos.[61] Logo depois um corte para "Run the World (Girls)" com recurso de muita luz e coreografias elaboradas para um palco menor.[59] Na performance de "1+1" é entrelaçadas cenas do concerto, com cenas de Beyoncé ensaiando a canção no seu camarim antes de se apresentar no American Idol, onde a música foi executada pela primeira vez.[60][63] Agora Beyoncé tem as The Mamas ao seu lado para executar "Party", com cenas de uma festa para comemorar um aniversário de Beyoncé.[59][60] "Love on Top" tem uma coreografia pesada que foi dada um revisão ótima.[59] Seguindo com "Best Thing I Never Had" com novos arranjos.[63] "Countdown" é seguido com edição semelhante ao seu videoclipe, com ênfase no refrão da canção.[60] "End of Time" contém cenas da turnê promocional que Beyoncé fez para promover seu álbum 4 e o concerto dela no Glastonbury Festival.[10] O DVD termina com a música "I Was Here" mostrando uma retrospectiva da vida de Beyoncé contendo os momentos mais importantes da vida da cantora.[9]

Faixas[editar | editar código-fonte]

O DVD conta com os maiores sucessos do grupo Destiny's Child, além de sucessos solo de Beyoncé e grande parte da tracklist do álbum 4.[64] Na versão Live at Roseland: Elements of 4, além do concerto completo, o DVD contém sete videoclipes de faixas do álbum 4.[65] A tracklist original foi divulgada dia 9 de novembro no site oficial da cantora.[38] O concerto é dividido em três partes uma intitulada "The Journey B 4...", outra intitulada "4" onde contém a parte que Beyoncé canta a maioria das músicas de seu álbum com mesmo nome, a última parte é composta pelo making-of do concerto.[38] Na versão de luxo o segundo DVD contém sete videoclipes de faixas do álbum 4, sendo intitulado de "Video Anthology", a última faixa consiste nos bastidores da gravação do videoclipes.[38]

The Journey B 4...[38][66]
N.º Título Informações adicionais Duração
1. "Intro"     1:54
2. "I Wanna Be Where You Are"     2:37
3. "No, No, No Part 1"   contém elementos de "Welcome to Hollywood" 1:30
4. "No, No, No Part 2"     1:19
5. "Bug a Boo"     0:32
6. "Bills, Bills, Bills"     0:45
7. "Say My Name"     0:46
8. "Jumpin' Jumpin'"     0:30
9. "Independent Women Part 1"     2:27
10. "Bootylicious"   contém elementos de "Edge of Seventeen" 1:50
11. "Survivor"     2:16
12. "'03 Bonnie & Clyde"   contém elementos de "If I Was Your Girlfriend" 1:01
13. "Crazy in Love"   contém elementos de "Are You My Woman?" 6:01
14. "Dreamgirls"     1:02
15. "Irreplaceable"     2:02
16. "Single Ladies (Put a Ring on It)"     3:34
4[38][66]
N.º Título Informações adicionais Duração
17. "I Care"     4:05
18. "I Miss You"     3:23
19. "Run the World (Girls)"   contém elementos de "Pon De Floor" 2:55
20. "1+1"     5:37
21. "Party"   contém elementos de "La Di Da Di" 3:09
22. "Love on Top"     4:22
23. "Best Thing I Never Had"     5:12
24. "Countdown"   contém elementos de "Uhh Ahh" 3:10
25. "Rather Die Young"     3:44
26. "End of Time"     3:45
27. "I Was Here"     8:46
Roseland[38][66]
N.º Título Duração
28. "Behind the Stage"   6:29

Recepção[editar | editar código-fonte]

Avaliação da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
The New York Times[68] Positivo
VH1[15] Positivo
Yahoo![69] Positivo
Daily Express[16] 4 de 5 estrelas.
People[70] 3.5 de 4 estrelas.
Jam![71] 4 de 5 estrelas.

O álbum foi muito bem recebido pelos críticos de música. Nate Chinen do The New York Times comparou o Live at Roseland: Elements of 4 com o álbum Live at the Royal Albert Hall da cantora britânica Adele, que foi lançado no mesmo mês. Ele observou que os álbuns "compartilham algumas afinidades intrigante" comentando: "Naturalmente, há a valorização do canto, poderosos e ágeis, existem expressões explícitas de gratidão, em meio a um ar implícito de conquista. Propositadamente, também, há a sugestão de desempenho como testemunho. O set list como narrativa pessoal, em ambos os casos o tema da auto-empoderamento feminino é evidente, às vezes um pouco sem jeito, contra o fato de um parceiro sem nome específico, mas do sexo masculino."[68] No entanto, Chien comentou que o Live at Roseland: Elements of 4 faz um espetáculo hermético fora de um simples movimento."[68]

Kat George da VH1 fez uma crítica positiva para o álbum, descrevendo como "cenas comoventes, inspiradoras e contagiantes ao mesmo tempo", chamando-lhe de "imaculadamente produzido".[15] Ela ainda escreveu que "apertado e sucinta, não há falta no DVD Live At Roseland: é alta energia do começo ao fim, não lhe dando a chance de largar ou perder o interesse. "[15] George continuou descrevendo o álbum como "íntimo", que segundo ela dá "a magia de Beyoncé, mesmo quando ela está falando para uma platéia cheia, ela está realmente falando com você, e você sozinho."[15] Ela terminou sua crítica dizendo que o álbum dá uma noite pessoal com Beyoncé, juntamente com uma "graça absoluta e humildade suprema".[15]

O site Yahoo! deu uma avaliação positiva ao álbum descrevendo-o como uma ótima oportunidade de conhecer a vida de Beyoncé, escrevendo: "Os fãs da Bey devem se preparar para ver a diva em uma luz totalmente nova como ela descobre sua alma, mostrando clips íntimos de sua vida pessoal - incluindo momentos com seu marido Jay-Z e sua barriga com o bebê em crescimento."[69] Ele continuou sua avaliação dizendo: "A parte mais impressionante do show, vem quando a Bey realiza seu último álbum o 4 em sua totalidade e lembra a platéia que ela derramou seu coração e alma para o álbum." Para terminar, o site fala: "Como famosamente o Jay diz, a Bey é a "mais quente b**ch no jogo [da música]. E este DVD comprova isso."[69] Simon Gage do Daily Express comentou que o álbum é um "Pacote completo com a voz, a aparência e a capacidade de compor de Beyoncé."[16] A revista People elogiou o álbum ao vivo, dando-lhe três estrelas e meia, num total de quatro.[70] Darryl Sterdan do site Jam! deu ao álbum quatro estrelas de cinco e disse: "Com sua mistura habitual de majestade diversidade, com intimidade e energia sem limites, B[eyoncé]... rebobina sua carreira e realiza seu último CD no NYC Ballroom".[71]

Elogios[editar | editar código-fonte]

Um escritor do jornal Boston Globe colocou o álbum na lista dos "Melhores DVDs para presentear nesta temporada" em 2011, dizendo: "Os vídeos de Beyoncé para seu álbum mais recente, 4, zumbiam neste ano, e o disco duplo da edição de luxo reúne todos em um DVD."[13] No dia 25 de novembro de 2011 a revista Billboard listou o álbum como um dos melhores DVDs para presentear no natal de 2011.[14] Sasha Frere-Jones do The New Yorker colocou o álbum em sua lista chamada "A melhor música de 2011: Os cantores americanos" comentando sobre o álbum: "Foi emocionante assistir-lo, porque o show era extraordinariamente inteligente, Beyoncé simplesmente nasceu para estar no palco, vestir roupas brilhantes, e trabalhar um palco, mas porque Beyoncé significa que, quer, tem a voz, e sabe quem contratar para concretizar suas idéias."[72]

Performance comercial[editar | editar código-fonte]

No dia 28 de novembro de 2011, o álbum estrou na para espanhola Top 20 DVD Musical na quarta posição.[73] No dia 30 de novembro de 2011, o álbum debutou na terceira posição nos Estados Unidos no Top Music Videos com 17 mil cópias vendidas,[20] alcançando na semana seguinte o pico no número dois[20]. No dia 2 de dezembro de 2011, o álbum entrou nas paradas Top Music DVD Chart em Flandres na Belgica na sexta posição[22] e DVD Music Top 30 nos Países Baixos na quarta posição onde atingiu o pico no número 1 no dia 11 de fevereiro de 2012.[21] Em sua semana de lançamento, o álbum foi certificado em disco de ouro pela Związek Producentów Audio Video (ZPAV) na Polônia por vendas superiores a 5 mil unidades.[23] No dia 9 de dezembro de 2011, o álbum estreou na Top Music DVD Chart em Valônia na Bélgica na nona posição, sendo a melhor estréia da semana.[74] No mesmo dia o álbum estreou em mais três paradas, no Veckolista DVD Album na oitava posição na Suécia[24], no Top DVD Musicaux[26] na oitava posição na França e na Irlanda no Top 10 Music DVDs na décima posição[25], onde atingiu seu pico no número 8 no dia 30 de dezembro de 2011.[25] No dia 11 de dezembro de 2011 o álbum estreou na parada do britânica Top 40 Music Video na oitava posição.[27] No mesmo dia o DVD estreou na Austrália, na posição de número quatro no Top 40 Music DVD Chart, sendo a melhor estréia da semana,[28] alcançando o pico no número três no dia 1 de janeiro de 2012.[28]

No dia 12 de dezembro, o álbum estreou na parada alemã Musikvideo-Charts na décima posição.[75] No dia 14 de dezembro de 2011, o álbum estreou na Suíça no Music DVD Top 10 na oitava posição.[30] No dia 15 de dezembro de 2011, o álbum estreou em mais duas paradas, no Top-75 Albums Sales Chart[76] da Grécia na quinquagésima-quarta posição e no Top DVD Musicali da Itália na segunda posição, sendo a melhor estréia da semana.[77] No dia 18 de dezembro de 2011, duas semanas após seu lançamento o álbum foi certificado em disco de platina pela Australian Recording Industry Association (ARIA) na Austrália por vendas superiores a 15 mil unidades.[29] No dia 21 de dezembro de 2011, o álbum estreou no Top 30 DVD's Musicais de Portugal na nona posição, sendo a melhor estreia da semana.[78] Com apenas quatro semanas após seu lançamento, o álbum figurou na lista anual dos DVDs mais vendidos de 2011 nos Países Baixos, ficando na vigésima-terceira posição no DVD Chart,[79] e na vigésima-nona posição no Top 50 Music DVDs na lista anual da Austrália.[80] No dia 1 de janeiro de 2012, o álbum estreou no DVD音楽週間ランキング do Japão na sexagésima-segunda posição.[81] Mesmo com poucas semanas após seus lançamento, ele se consagrou sendo o segundo DVD mais vendido de 2011 no mundo[31] e nos Estados Unidos[32] onde a edição simples foi certificado em ouro e a edição de luxo em platina pela Recording Industry Association of America (RIAA).[33] No Brasil, este DVD ficou na décima-quinta posição nos DVDs mais vendidos de 2011.[82] Em 2012, a edição de luxo do álbum foi certificado em ouro na França pela Syndicat National de l'Édition Phonographique.[83] O álbum figurou novamente listas anuais em 2012, nos Países Baixos, na lista DVD Chart onde ficou na décima-primeira posição[84] e nos Estados Unidos onde apareceu na terceira posição.[85]

Atribuições de prêmios[editar | editar código-fonte]

Em 2011, o videoclipe de "Run the World (Girls)" recebeu as indicações Best Cinematography, Best Choreography e Best Female Video no MTV Video Music Awards de 2011 sendo vencedor na categoria Best Choreography.[17] No mesmo ano foi indicado na categoria Best Video no MTV Europe Music Awards[86] e no Virgin Media Music Awards.[87] Já em 2012, recebeu indicações ao People's Choice Awards na categoria Favorite Music Video[18] e ao MTV Video Music Awards Japan nas categoria Best Pop Video e Best Coreography.[88] No mesmo ano, a performance ao vivo de "I Was Here" neste DVD foi indicado ao NAACP Image Awards na categoria Outstanding Music Video.[19] No BET Awards de 2012, Beyoncé recebeu 4 indicações pelos videoclipes retirados deste álbum de vídeo, "Party" na categoria Best Collaboration, duas indicações ao Video of the Year por "Countdown" e "Love on Top" que também foi indicado na categoria Coca-Cola's Viewers Choice.[89]

Desempenho[editar | editar código-fonte]

Precessão e sucessão[editar | editar código-fonte]

Precedido por
"Toppers In Concert 2011" por Jeroen - Gerard - Gordon - René
Primeira posição no DVD Music Top 30 dos Países Baixos
11 de fevereiro de 2012 — 18 de fevereiro de 2012
Sucedido por
"Toppers In Concert 2011" por Jeroen - Gerard - Gordon - René

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmiação Ano Nomeação Categoria Resultado
BET Awards 2012[89] "Party" Best Collaboration Indicado
"Countdown" Video of The Year Indicado
"Love on Top" Indicado
Coca-Cola's Viewers Choice Indicado
MTV Europe Music Awards 2011[86] "Run the World (Girls)" Best Video Indicado
MTV Video Music Awards 2011[17] Best Cinematography Indicado
Best Choreography Venceu
Best Female Video Indicado
2012[91] "Love on Top" Best Female Video Indicado
"Countdown" Best Choreography Indicado
Best Editing Venceu
Most Share-Worthy Video Indicado
MTV Video Music Awards Japan 2012[88] "Run The World (Girls)" Best Pop Video Indicado
Best Choreography Indicado
MPVA Awards 2012[92] "Dance For You" Best Art Direction Indicado
Best Choreography Indicado
"Party" Best Styling Indicado
NAACP Image Awards 2012[19] "I Was Here" Outstanding Music Video Indicado
People's Choice Awards 2012[18] "Run The World (Girls)" Favorite Music Video Pendente
Virgin Media Music Awards 2012[87] Best Video Pendente
World Music Awards 2012[93] World's Best Video Pendente

Precessão e sucessão[editar | editar código-fonte]

Gráficos de sucessão
Precedido por
"Bad Romance" por Lady Gaga
MTV Video Music Awards para Best Choreography in a Music Video
("Run the World (Girls)")

20112012
Sucedido por
"Turn Up the Music" por Chris Brown
Precedido por
"Rolling in the Deep" por Adele
MTV Video Music Awards para Best Editing
("Countdown")

2012 — 2013
Sucedido por
Indefinido

Créditos[editar | editar código-fonte]

Ao som da música "Schoolin' Life" os créditos foram dados no final do primeiro disco:[60][66]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Distribuidora Edição Formato
 Estados Unidos[41] 21 de novembro de 2011 Columbia Records Edição simples DVD
 Países Baixos[42] 25 de novembro de 2011 Sony Music Edição de luxo 2-DVD
 França[94][95][96] 28 de novembro de 2011 Edição simples, edição de luxo DVD, 2-DVD, download digital
 Brasil[97] 29 de novembro de 2011 Edição de luxo 2-DVD
 Canadá[98][99] 2-DVD, download digital
 Estados Unidos[100][101] Columbia Records
 Irlanda[102] Sony Music Download digital
 Austrália[103] 2 de dezembro de 2011 2-DVD
 Alemanha[104][105][106] Edição simples, edição de luxo DVD, 2-DVD, download digital
 Polónia[107][108] 5 de dezembro de 2011 DVD, 2-DVD
 Reino Unido[109][110] Edição de luxo 2-DVD, download digital
 Japão[111] 21 de dezembro de 2011 2-DVD
 Austrália[112] 5 de Janeiro de 2012 App
 Bielorrússia[113]
 Bélgica[114]
 Bulgária[115]
 Brasil[116]
 Canadá[117]
 Croácia[118]
 Dinamarca[119]
Flag of Spain.svg Espanha[120]
 Estados Unidos[121]
 México[122]
 Portugal[123]
 Países Baixos[124]
 Reino Unido[125]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Beyonce Live at Roseland: Elements of 4 (2 DVDs)». Amazon. Consultado em 28 de agosto de 2011 
  2. a b c d e «BEYONCÉ TO RELEASE "LIVE AT ROSELAND" DVD NEXT MONTH». BeyonceOnline. Consultado em 28 de agosto de 2011  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "release" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  3. «4 Live At Roseland (Walmart Exclusive) (Music DVD)». Wal-Mart. Consultado em 28 de agosto de 2011 
  4. a b c «BEYONCÉ RELEASES "LIVE AT ROSELAND" APP TODAY». BeyonceOnline. Consultado em 6 de janeiro de 2012 
  5. a b «PREMIERE: 'LIVE AT ROSELAND' CONCERT FILM ON VEVO». BeyonceOnline. 20 de novembro de 2011. Consultado em 21 de novembro de 2011 
  6. a b c «BEYONCÉ ADDRESSES HER FANS AT THE NYC PREMIERE OF HER CONCERT FILM, 'LIVE AT ROSELAND'». BeyonceOnline. Consultado em 21 de novembro de 2011 
  7. a b «2011 American Music Award Nominees & Winners». Chiff. Consultado em 21 de novembro de 2011 
  8. a b c d «Beyonce: Live at Roseland - Series & Episodes». Channel 4. Consultado em 30 de dezembro de 2011 
  9. a b c «VIDEO PREMIERE: "I WAS HERE (LIVE AT ROSELAND)"». BeyonceOnline.Com. 16 de novembro de 2011. Consultado em 27 de dezembro de 2011 
  10. a b c «"END OF TIME (LIVE AT ROSELAND)" PREMIERES TONIGHT ON 106 & PARK!». BeyonceOnline.Com. 16 de novembro de 2011. Consultado em 27 de dezembro de 2011 
  11. a b «VIDEO PREMIERE: "I CARE (LIVE AT ROSELAND)"». beyonceonline. Consultado em 22 de dezembro de 2011 
  12. a b «"LOVE ON TOP" AS SEEN IN "LIVE AT ROSELAND"». beyonceonline. Consultado em 16 de janeiro de 2012 
  13. a b Globe Staff (25 de novembro de 2011). «Best DVDs for gifting this season». The Boston Globe. The New York Times Company. Consultado em 25 de novembro de 2011 
  14. a b Globe Staff (25 de novembro de 2011). «35 Pop Gifts: A Rockin' Holiday Gift Guide - Documentary & Live DVDs». Rovi Corporation. Billboard. Consultado em 25 de novembro de 2011 
  15. a b c d e f g George, Kat (21 de novembro de 2011). «Beyonce Premieres Her Live At Roseland: Elements Of 4 DVD In New York». VH1. Viacom. Consultado em 30 de novembro de 2011 
  16. a b c «CD REVIEW - BEYONCé: LIVE AT ROSELAND: ELEMENTS OF 4 (DVD) (RCA)». Daily Express. Express.co.uk. 2 de dezembro de 2011. Consultado em 12 de novembro de 2011 
  17. a b c «2011 MTV Video Music Awards Winners!». Hollywood Life. Consultado em 17 de fevereiro de 2012 
  18. a b c «Conheça os indicados ao People's Choice Awards 2012». Supernovo.com. Consultado em 11 de outubro de 2011 
  19. a b c «The 43fd NAACP Image Awards - Recording Nominees». NAACP Image Awards. Consultado em 19 de Janeiro de 2012 
  20. a b c d e Posição na parada de DVDs musicais nos Estados Unidos:
  21. a b c «Dutch DVD Music Top 30 – 24 de dezembro de 2011». MegaCharts. Consultado em 23 de dezembro de 2011 
  22. a b c «Ultratop 10 Muziek-DVD Chart – 3 de dezembro de 2011». Ultratop. Consultado em 3 de dezembro de 2011 
  23. a b c «Złote DVD». ZPAV. Consultado em 08 de julho de 2011  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  24. a b c «Veckolista DVD Album - Vecka 49, 9 december 2011». Sverigetopplistan. Consultado em 9 de dezembro de 2011 
  25. a b c d Posição na parada de DVDs musicais na Irlanda:
  26. a b c «Classement officiel des ventes de DVD Musicaux - du 28 novembre au 04 décembre 2011». Pure Charts. Consultado em 9 de dezembro de 2011 
  27. a b c «2011 Top 40 Music Video Archive - 17th December 2011». The Official Charts Company. Consultado em 11 de dezembro de 2011 
  28. a b c d Posição na parada de DVDs musicais na Austrália:
  29. a b c «ARIA Charts - Accreditations - 2011 DVDs». Australian Recording Industry Association (ARIA). Consultado em 18 de dezembro de 2011 
  30. a b c «Music DVD Top 10» (em German). Swiss Music Charts. Hung Medien. Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  31. a b c «Les 10 DVD musicaux les plus vendus dans le monde en 2011» (em francês). Consultado em 24 de janeiro de 2012 
  32. a b «Week Ending Jan. 1, 2012. Albums: She's Back». Yahoo!. Consultado em 4 de Janeiro de 2012 
  33. a b c d «RIAA - Accreditations». Recording Industry Association of America (RIAA). Consultado em 18 de dezembro de 2011 
  34. «BEYONCÉ TO PERFORM '4 INTIMATE NIGHTS WITH BEYONCÉ' AT NEW YORK'S ROSELAND BALLROOM» (em inglês). BeyonceOnline. Consultado em 5 de agosto de 2011 
  35. Gavin DeGraw: Posted. «Review: Beyonce 4 Intimate Nights With Beyonce Roseland Ballroom | Vh1 Blog». Blog. vh1.com. Consultado em 17 de agosto de 2011 
  36. «Beyoncé Dazzles in New York | The Official Beyoncé Site». BeyonceOnline. Consultado em 18 de agosto de 2011 
  37. «'4 INTIMATE NIGHTS WITH BEYONCÉ' CONCERTS SELL OUT INSTANTLY» (em inglês). BeyonceOnline.Com. Consultado em 10 de agosto de 2011 
  38. a b c d e f g h «'LIVE AT ROSELAND: ELEMENTS OF 4' SNEAK PEEK!». BeyonceOnline. 10 de novembro de 2011. Consultado em 27 de dezembro de 2011 
  39. Corner, Lewis (13 de setembro 2011). «Beyoncé previews new live concert DVD - video». Digital Spy. Hachette Filipacchi Médias. Consultado em 25 de outubro de 2011 
  40. Ramirez, Erika (8 de novembro de 2011). «Backbeat: Beyonce To Debut One More '4' Video Before DVD Release; Just Ask Piers Morgan...». Billboard.biz. Consultado em 14 de novembro de 2011 
  41. a b «4 Live At Roseland (Walmart Exclusive) (Music DVD)». Walmart.com. Consultado em 31 de outubro de 2011 
  42. a b «Live at Roseland: Elements of 4». Bol.com. Consultado em 5 de novembro de 2011 
  43. «Beyoncé To Release "Live At Roseland" DVD Next Month». BeyonceOnline.com. 26 de outubro de 2011. Consultado em 31 de outubro de 2011 
  44. «Trailer: Beyoncé – 'Live at Roseland: Elements of 4'». Rap-Up. Devin Lazerine. 9 de novembro de 2011. Consultado em 12 de novembro de 2011 
  45. «'LIVE AT ROSELAND: ELEMENTS OF 4' DISPONÍVEL AGORA!». Beyonceonline. Beyonceonlince.com. 30 de novembro de 2011. Consultado em 15 de dezembro de 2011 
  46. «Beyonce Pops It in 'Dance For You' Video: Watch». Rovi Corporation. Billboard. 25 de novembro de 2011. Consultado em 15 de dezembro de 2011 
  47. «Sony releases Beyonce Live at Roseland app». Music Week. Consultado em 16 de Janeiro de 2012 
  48. Beyoncé Knowles (20 de novembro de 2011). Beyonce talks performing while pregnant, new DVD (Entrevista) (em inglês). Nova Iorque, NI: Yahoo!. Consultado em 21 de novembro de 2011 
  49. «VIDEO PREMIERE: "END OF TIME (LIVE AT ROSELAND)"». BeyonceOnline.Com. 16 de novembro de 2011. Consultado em 27 de dezembro de 2011 
  50. «VIDEO: BEYONCÉ – 'END OF TIME' + 'I WAS HERE' (LIVE AT ROSELAND)». RapUp. 16 de novembro de 2011. Consultado em 27 de dezembro de 2011 
  51. Beyoncé Knowles (Diretor) (16 de novembro de 2011). Beyoncé - I Was Here (Live at Roseland) (Videoclipe) (em inglês). Nova Iorque, NI: Sony BMG Music Entertainment 
  52. Beyoncé (Direção) (17 de novembro). Beyoncé—Independent Woman (Live performance) (em inglês). Nova Iorque, NI: BET  Verifique data em: |data= (ajuda)
  53. Beyoncé (Direção) (17 de novembro). Beyoncé & Jay-Z Intimate Moments (Live performance) (em inglês). Nova Iorque, NI: BET  Verifique data em: |data= (ajuda)
  54. «"End of Time (Live At Roseland)"». iTunes. Consultado em 20 de março de 2012 
  55. «"I Was Here (Live At Roseland)"». iTunes. Consultado em 20 de março de 2012 
  56. «"Love On Top (Live At Roseland)"». iTunes. Consultado em 16 de janeiro de 2012 
  57. Kat George (21 de novembro de 2011). «Beyonce Premieres Her Live At Roseland: Elements Of 4 DVD In New York». VH1. Consultado em 23 de novembro de 2011 
  58. Jody Rosen (16 de agosto de 2011). «Beyonce Gets Intimate in First of '4' Roseland Ballroom Shows». Rolling Stone. Consultado em 23 de novembro de 2011 
  59. a b c d e f g h «Concert Review: Beyoncé Reigns at Roseland Ballroom». Rap Up. 15 de agosto de 2011. Consultado em 23 de novembro de 2011 
  60. a b c d e f g h i Beyoncé Knowles (20 de novembro de 2011). Live at Roseland (Show) (em inglês). BeyoncéVEVO  Verifique data em: |acessodata= (ajuda);
  61. a b c d Erika Ramirez (15 de agosto de 2011). «Beyonce Owns NYC in '4' Concert Debut». Billboard. Consultado em 23 de novembro de 2011 
  62. DX STAFF (19 de agosto de 2011). «Beyonce Reigns With Third "4 Intimate Nights With Beyonce" Gig In New York City». Hip Hope DX. Consultado em 23 de novembro de 2011 
  63. a b «Beyonce's Intimate Night At Roseland Ballroom: Idolator Review». Idolator. 15 de agosto de 2011. Consultado em 23 de novembro de 2011 
  64. «Beyonce's Intimate Night At Roseland Ballroom: Idolator Review | Music News, Reviews, and Gossip on». Idolator.com. Consultado em 15 de agosto de 2011 
  65. «Beyoncé divulga prévia do seu novo DVD, 'Live At Roseland: Elements Of 4', na internet». Caras. Consultado em 17 de fevereiro de 2012 
  66. a b c d e «DVD Credits». Beyoncé Online. Consultado em 28 de novembro de 2011 
  67. «Amazonn Pre-Oder: Beyonce Live at Roseland: Elements of 4 (2 DVDs) (2011)». Amazon. Consultado em 27 de dezembro de 2011 
  68. a b c Chinen, Nate (25 de novembro de 2011). «New Concert DVDs from Beyoncé and Adele - A Pair of Pop Queens Flaunt Winning Hands». The New York Times. The New York Times Company. p. 1. Consultado em 25 de novembro de 2011 
  69. a b c «REVIEW: Beyonce - 'Live At Roseland: Elements Of 4'». Yahoo!. Yahoo!. 17 de novembro de 2011. Consultado em 12 de novembro de 2011 [ligação inativa] 
  70. a b «PEOPLE MAGAZINE MUST HAVE: BEYONCE LIVE AT ROSELAND DVD». Beyonceonline. Consultado em 6 de Janeiro de 2012 
  71. a b Sterdan, Darryl (6 de Dezembro de 2011). «12 music DVDs of Xmas 2012». Jam!. Sun Media. Consultado em 5 de Fevereiro de 2012 
  72. Frere-Jones, Sasha (9 de Dezembro de 2011). «Culture Desk: The Best Music of 2011: The American Singers». The New Yorker. Condé Nast Publications. Consultado em 5 de fasvereiro de 2011  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  73. a b «Top 20 DVD Musical» (PDF). PROMUSICAE. 8 de dezembro de 2011. Consultado em 8 de dezembro de 2011. Cópia arquivada em 9 de dezembro de 2011 
  74. a b «10 MUSIC DVD 10/12/2011». Ultratop. Consultado em 9 de dezembro de 2011 
  75. a b «Frauenpower bei den Musikvideos». Media Control Charts. Consultado em 15 de dezembro de 2011 
  76. a b «Top-75 Albums Sales Chart – Week 49 – 2011». IFPI Grécia. Consultado em 15 de dezembro de 2011. Cópia arquivada em 15 de dezembro de 2011 
  77. a b «Fimi - DVD Musicali - Classifica settimanale WK 49 (dal 05/12/2011 al 11/12/2011)». FIMI. Consultado em 15 de dezembro de 2011. Cópia arquivada em 15 de dezembroi de 2011  Verifique data em: |arquivodata= (ajuda)
  78. a b «TOP 30 DVD'S MUSICAIS - SEMANA 51 DE 2011». Associação Fonográfica Portuguesa. Consultado em 21 de dezembro de 2011 
  79. a b «Dutch Charts 2011» (em Dutch). Dutchcharts.nl. Hung Medien. Consultado em 26 de dezembro de 2011 
  80. a b «Top 50 Music DVDs 2011». Australian Recording Industry Association (ARIA). Consultado em 4 de Janeiro de 2012 
  81. a b «Beyoncé - Live at Roseland: Elements of 4». Oricon. Consultado em 7 de janeiro de 2012 
  82. a b «Mercado Fonográfico Brasileiro Em 2011». ABPD. Consultado em 20 de março de 2012 
  83. a b «Disques d'or au 31/10/2012» (PDF). Syndicat National de l'Édition Phonographique (SNEP). Consultado em November 9, 2012  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  84. a b «Dutch Charts 2011» (em Dutch). Dutchcharts.nl. Hung Medien. Consultado em 26 de dezembro de 2011 
  85. a b «Music Video Sales 2012». Billboard. Consultado em 26 de dezembro de 2011 
  86. a b «MTV Europe Music Awards 2011: Nominations List In Full». Gigwise. Consultado em 19 de setembro de 2011 
  87. a b «Virgin Media Music Awards: Best Video». Virgin Media. Cópia arquivada em 21 de Março de 2012 
  88. a b «K-pop groups nominated in MTV Video Music Awards Japan 2012». MB.com. Consultado em 21 de Março de 2012 
  89. a b «Kanye West, Beyoncé, Jay-Z Lead BET Awards 2012 Nominees». BET. Consultado em 14 de Agosto de 2011 
  90. «Hungarian DVD Chart: Week 48, 2011». Mahasz. Consultado em 07 de dezembro de 2011  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  91. «BEYONCÉ RECEIVES 3 MTV VMA NOMINATIONS!». Beyonceonline.com. Consultado em 31 de Julho de 2012 
  92. «2012 MVPA Award Techinical Category Nominees». videostatic.com. May 14, 2004. Consultado em February 10, 2011  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  93. «2012 World Music Awards». World Music Awards. Consultado em 27 de Outubro de 2012 
  94. «Live At Roseland». Amazon.fr. Consultado em 16 de novembro de 2011 
  95. «Live At Roseland: Elements Of 4 (Deluxe)». Amazon.fr. Consultado em 16 de novembro de 2011 
  96. «Live at Roseland: Elements of 4». Itunes. França. Consultado em 12 de dezembro de 2011 
  97. «@SonyMusic via Twitter». Sony Music via Twitter. Consultado em 24 de novembro de 2011 
  98. «Live at Roseland: Elements of 4». Amazon.ca. Consultado em 3 de novembro de 2011 
  99. «Live at Roseland: Elements of 4». Itunes. Canadá. Consultado em 12 de dezembro de 2011 
  100. «Beyonce Live at Roseland: Elements of 4». Amazon.com. Consultado em 31 de outubro de 2011 
  101. «Live at Roseland: Elements of 4». Itunes. Estados Unidos. Consultado em 12 de dezembro de 2011 
  102. «Live at Roseland: Elements of 4». Itunes. Irlanda. Consultado em 12 de dezembro de 2011 
  103. «Live At Roseland: Elements Of 4 – Beyonce». Sanity.com.au. Consultado em 31 de outubro de 2011 
  104. «Beyonce – Live at Roseland». Amazon.de. Consultado em 16 de novembro de 2011 
  105. «Beyonce – Live At Roseland: Elements Of 4 (2 DVDs)». Amazon.de. Consultado em 16 de novembro de 2011 
  106. «Live at Roseland: Elements of 4». Itunes. Alemanha. Consultado em 1 de janeiro de 2012 
  107. «Live at Roseland Elements of 4». Empik. Consultado em 31 de outubro de 2011 
  108. «Live at Roseland». Empik. Consultado em 31 de outubro de 2011 
  109. «Live at Roseland Elements of 4». Amazon.co.uk. Consultado em 8 de novembro de 2011 
  110. «Live at Roseland: Elements of 4». Itunes. Reino Unido. Consultado em 12 de dezembro de 2011 
  111. «Premium Live on DVD». Hmv.co.jp. Consultado em 1 de novembro de 2011 
  112. «Beyoncé Live at Roseland». iTunes. Consultado em 6 de janeiro de 2012 
  113. «Beyoncé Live at Roseland». iTunes. Consultado em 6 de janeiro de 2012 
  114. «Beyoncé Live at Roseland». iTunes. Consultado em 6 de janeiro de 2012 
  115. «Beyoncé Live at Roseland». iTunes. Consultado em 6 de janeiro de 2012 
  116. «Beyoncé Live at Roseland». iTunes. Consultado em 6 de janeiro de 2012 
  117. «Beyoncé Live at Roseland». iTunes. Consultado em 6 de janeiro de 2012 
  118. «Beyoncé Live at Roseland». iTunes. Consultado em 6 de janeiro de 2012 
  119. «Beyoncé Live at Roseland». iTunes. Consultado em 6 de janeiro de 2012 
  120. «Beyoncé Live at Roseland». iTunes. Consultado em 6 de janeiro de 2012 
  121. «Beyoncé Live at Roseland». iTunes. Consultado em 6 de janeiro de 2012 
  122. «Beyoncé Live at Roseland». iTunes. Consultado em 6 de janeiro de 2012 
  123. «Beyoncé Live at Roseland». iTunes. Consultado em 6 de janeiro de 2012 
  124. «Beyoncé Live at Roseland». iTunes. Consultado em 6 de janeiro de 2012 
  125. «Beyoncé Live at Roseland». iTunes. Consultado em 6 de janeiro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]