Mesorregião Metropolitana de Belém

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Mesorregião Metropolitana de Belém
Divisão regional do Brasil
Localização da Mesorregião Metropolitana de Belém
Características geográficas
Unidade federativa Pará Pará
Regiões limítrofes Mesorregião do Marajó; Mesorregião do Nordeste Paraense
Área 6 890,336 km²
População 2,610,387 hab, IBGE/2016[1]
Densidade 378,84 hab./km²
Indicadores
PIB R$ 44 948 687 bilhões IBGE/2014[2]
PIB per capita R$ 17 544,94 IBGE/2014
IDH 0,785 PNUD/2000

A mesorregião Metropolitana de Belém (MMB) é uma das seis mesorregiões do estado brasileiro do Pará, instituída por lei em 1973 e alterada em 2010.[3][4] Localizada no nordeste do estado, formada pela união de onze municípios,[5] agrupados em duas microrregiões. Em 2016 sua população era de 2 554.874 habitantes,[5] por abrigar a capital do estado Belém, em uma área de 6 890,336 km².[5]

Municípios[editar | editar código-fonte]

A Mesorregião é formada pela união de onze municípios da região do nordeste paraense:[5] Ananindeua, Barcarena, Belém, Benevides, Bujaru, Castanhal, Marituba, Santo Antônio do Tauá, Santa Bárbara do Pará, Santa Izabel do Pará, Inhangapi

Microrregiões[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Estimativa populacional 2016» (PDF). Estimativa populacional 2016. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2016. Consultado em 10 de janeiro de 2017. 
  2. «PIB Municipal 2010-2014». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 2 jan. 2017. 
  3. Vitor Oliveira França, Julia Celia Mercedes Strauch, Cesar Ajara (2014). «Método dasimétrico inteligente: uma aplicação na mesorregião metropolitana de Belém». Revista Brasileira de Cartografia. Laboratório de Sistemas de Informações Espaciais (LSIE) da Universidade de Brasília (UNB). ISSN 1808-0936. Consultado em 13 de março de 2018. 
  4. «Mesorregião Metropolitana de Belém». Atlas do desenvolvimento humano nas regiões metropolitanas brasileiras. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA). Consultado em 13 de março de 2018. 
  5. a b c d Marcos Ronielly da Silva SANTOS; Maria Isabel VITORINO; Márcia Aparecida da Silva PIMENTEL (2017). «Contribuição da precipitação na produção agropecuária no Nordeste Paraense: Um estudo na Amazônia Brasileira». Revista Espacios. Vol. 38 (23). ISSN 0798-1015. Consultado em 13 de março de 2018.