Robert Englund

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Robert Englund
Englund em Chicago, novembro de 2017
Nome completo Robert Barton Englund
Nascimento 6 de junho de 1947 (73 anos)
Glendale, Califórnia
Nacionalidade norte-americano
Educação Universidade do Estado da Califórnia em Northridge
Real Academia de Arte Dramática
Residência Laguna Beach, Califórnia
Ocupação Ator, apresentador de televisão, diretor, gerente de teatro, dublador
Atividade 1973 - presente
Cônjuge Elizabeth Gardner (c. 1968; div. 1972)
Nancy Ellen Booth (c. 1988)
Assinatura Robert Englund's signature.png
Indicações
Prêmio Saturno de melhor ator coadjuvante
1987 - A Nightmare on Elm Street 3: Dream Warriors
1998 - A Nightmare on Elm Street 4: The Dream Master
Página oficial

Robert Barton Englund (Glendale, 6 de junho de 1947)[1][2] é um ator, apresentador de televisão, diretor de cinema, gerente de teatro[3] e dublador[4] norte-americano, mais conhecido por interpretar, na cinessérie A Nightmare on Elm Street, o assassino sobrenatural Freddy Krueger, o qual está incluído na lista dos maiores vilões do cinema, compilada pelo Instituto Americano de Cinema,[5] bem como em várias outras publicações.[6] Englund interessou-se pela atuação ainda na adolescência e aperfeiçoou sua formação em uma escola de teatro ligada à Real Academia de Arte Dramática. Trabalhou por cinco anos no teatro local de Michigan até conseguir seu primeiro papel cinematográfico em 1973.[2]

Seu primeiro papel a fazer um relativo sucesso foi o alienígena Willie, personagem da minissérie de ficção científica V, exibida originalmente em 1983. Entretanto, o grande marco de sua carreira se deu em 1984, quando ele fez o teste para A Nightmare on Elm Street, um projeto do então independente cineasta Wes Craven, e conseguiu o papel de Freddy; o filme tornou-se um sucesso internacional e o nome do ator ficou associado ao personagem. Ele participou, posteriormente, de outros filmes do gênero, entre os quais The Mangler, Wishmaster, Urban Legend e 2001 Maniacs.[1][2]

Englund também atuou em várias telesséries e episódios especiais geralmente relacionados ao horror e, na década de 1990, estrelou Freddy's Nightmares, série dedicada a seu famoso personagem. Além disso, apresentou programas de televisão, dublou personagens de jogos eletrônicos[1][7] e participou de uma websérie, Fear Clinic.[8] Ele recebeu duas indicações ao Prêmio Saturno na categoria de melhor ator coadjuvante por A Nightmare on Elm Street 3: Dream Warriors em 1987 e A Nightmare on Elm Street 4: The Dream Master em 1988,[9] e venceu um prêmio do Fantafestival por The Mangler em 1995.[10]

Primeiros anos e educação[editar | editar código-fonte]

Robert Barton Englund nasceu em Glendale, Califórnia. De ascendência sueca, dinamarquesa, escocesa e inglesa, é filho de Janis (sobrenome de solteira: MacDonald) e John Kent Englund, um engenheiro aeronáutico que ajudou a desenvolver o avião Lockheed U-2.[11][12][13] Robert começou a estudar teatro aos doze anos, acompanhando um amigo em um programa de teatro infantil na Universidade do Estado da Califórnia em Northridge.[14][15] Enquanto cursava o ensino secundário, frequentou a Escola de Teatro Cranbrook em Bloomfield Hills. Então, começou a frequentar a Universidade da Califórnia em Los Angeles, mas desistiu do curso depois de três anos e se transferiu para a Universidade de Oakland, em Michigan, onde aprimorou suas habilidades de atuação no Teatro Meadow Brook, na época uma filial da Real Academia de Arte Dramática.[1][16][17] Durante cinco anos, Englund fez sucesso no teatro regional de Michigan, encenando peças clássicas escritas por Shakespeare e George Bernard Shaw.[16][17]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Primeiros trabalhos em cinema e televisão[editar | editar código-fonte]

Após retornar à Costa Oeste em busca de trabalhos cinematográficos, Englund conseguiu um papel secundário no filme Buster and Billie (1973), dirigido por Daniel Petrie.[7][obs. 1] Teve seus primeiros papéis de destaque em Stay Hungry (1976) e Big Wednesday (1978)[1] e relatou que foi rejeitado para o papel do soldado Lance B. Johnson em Apocalypse Now, pois a equipe de produção o achou "velho demais" para o personagem. Assim, fez um teste para interpretar Han Solo em Star Wars (1977), mas foi novamente rejeitado, dessa vez por ser considerado "jovem demais".[16][20][21] Segundo Englund, ao contar sobre esta última experiência para seu amigo Mark Hamill, comentou que este seria ideal para interpretar Luke Skywalker; Hamill, que já tinha ouvido falar de Star Wars, interessou-se pela ideia e foi escalado para o papel.[21][22][obs. 2]

Ao longo da década de 1970, Englund trabalhou constantemente no cinema, contracenando com atores e atrizes como Henry Fonda, Susan Sarandon, Jeff Bridges, Sally Field e Arnold Schwarzenegger; e trabalhando com diretores como Robert Aldrich, Robert Mulligan, J. Lee Thompson, Bob Rafelson e John Milius. Nos seus primeiros papéis cinematográficos, geralmente pequenos, ele costumava interpretar bandidos, "melhores amigos" e rednecks. Também atuou em vários telefilmes e outras atrações de televisão, contracenando com alguns artistas proeminentes da época, entre os quais Barbra Streisand, Richard Gere, Burt Reynolds e Charles Bronson.[1][7]

Entre as primeiras incursões do ator no gênero terror estão os longa-metragens Eaten Alive (1976), dirigido por Tobe Hooper,[16][24] e Galaxy of Terror, produzido por Roger Corman e lançado em 1981.[25] Após dez anos de trabalho no cinema e na televisão, Englund finalmente recebeu grande atenção da mídia ao desempenhar o papel de Willie, um extraterrestre simpático e heroico, na minissérie V (1983), bem como nas sequências V - The Final Battle e V: The Series, exibidas entre 1984 e 1985, nas quais integrou o elenco regular. Willie foi o seu primeiro personagem a ter apelo com um público maior, tornando o ator uma celebridade cult na época.[1][7][21]

A Nightmare on Elm Street e consolidação no horror[editar | editar código-fonte]

Englund caracterizado como Freddy Krueger, seu personagem mais famoso

O grande sucesso da telessérie V fez Englund imaginar que ele seria lembrado pela posteridade como "um alienígena amável e doce". Então, para contrabalançar essa imagem pública, ele procurou um trabalho que lhe permitisse demonstrar outro lado de seus talentos. Durante um hiato entre as gravações da série, fez o teste para A Nightmare on Elm Street (1984), um filme de terror de baixo orçamento dirigido por Wes Craven e produzido pela New Line Cinema, na época um estúdio independente. Como resultado de sua entrevista com o cineasta, o ator conseguiu o papel de Freddy Krueger, um ser demoníaco com cicatrizes de queimaduras e que ataca suas vítimas nos sonhos delas.[7]

O filme tornou-se um sucesso internacional, o que fez da New Line uma das companhias mais importantes de Hollywood e catapultou Englund para a fama. O longa-metragem originou uma extensa franquia que conta com sete sequências, uma telessérie,[7] um crossover com a cinessérie Friday the 13th[26] e uma refilmagem, lançada quase três décadas depois.[27] O personagem Freddy Krueger apareceu em talk shows, histórias em quadrinhos, vídeos de rap e nas séries de animação The Simpsons, South Park e Family Guy. Entre os inúmeros produtos licenciados e merchandising de Freddy, estão figuras de ação, bonecos e uma máquina de pinball baseada nos filmes lançada pela Gottlieb.[7]

Englund levava várias horas para colocar o rosto de Freddy, com seus muitos efeitos que simulavam queimaduras. Ele disse que teve que fazer jus à maquiagem, ao cenário exagerado e aos efeitos especiais que estavam ao seu redor, mas como Freddy existia na imaginação de suas potenciais vítimas, ele poderia retratá-lo de maneira mais estilizada. O ator comentou: "Quando finalmente me maquiei, encontrei a voz e os movimentos, percebi que não precisava me preocupar com a aparência de Robert Englund. Eu estava escondido sob a maquiagem e poderia usar todos os truques que vinham do teatro — mudar minha voz, mudar a maneira como eu me movia".[28] Segundo o portal Yahoo!, ele imprimiu ao papel um tom sombrio e mágico, graças à sua voz profunda e feições angulares "semelhantes às de uma águia" sob pesada maquiagem, o que tornou marcantes a nitidez da luva com garras e os ímpetos irônicos do personagem.[1]

O ator encarnou Freddy novamente em A Nightmare on Elm Street 2: Freddy's Revenge (1985), A Nightmare on Elm Street 3: Dream Warriors (1987), A Nightmare on Elm Street 4: The Dream Master (1988), A Nightmare on Elm Street 5: The Dream Child (1989), Freddy's Dead: The Final Nightmare (1991), Wes Craven's New Nightmare (1994) e Freddy vs. Jason (2003).[29] Até a refilmagem de A Nightmare on Elm Street (2010),[27] ele sempre interpretou Freddy na série, ao contrário do que ocorreu com vilões de outras franquias de horror contemporâneas. Jason Voorhees em Friday the 13th, Michael Myers em Halloween e Leatherface em The Texas Chainsaw Massacre, por exemplo, foram interpretados por atores e dublês diferentes e desconhecidos do grande público.[1][30] Englund é um dos três únicos atores a interpretar um personagem de terror oito vezes consecutivas, sendo os outros dois Doug Bradley, que deu vida ao antagonista Pinhead na série Hellraiser, e Tobin Bell, intérprete do assassino Jigsaw na franquia Saw.[31]

A associação de Englund com o gênero o levou a receber papéis de destaque em outros filmes. Ele interpretou O Fantasma em The Phantom of the Opera (1989), uma versão gore do romance de Gaston Leroux.[32] Apareceu como Bill Gartley, o dono de uma lavanderia tomada por forças malignas em The Mangler (1995), adaptação cinematográfica de um conto de Stephen King e dirigida por Tobe Hooper (em seu segundo trabalho com Englund depois de Eaten Alive).[33] Na comédia de horror 2001 Maniacs (2005), o ator interpretou Mayor Buckman, líder de um vilarejo cujos habitantes são todos maníacos canibais; esse longa-metragem é uma refilmagem de Two Thousand Maniacs! (1964), do diretor Herschell Gordon Lewis,[34] sendo também a primeira regravação de uma obra desse cineasta, considerado o criador do subgênero splatter do cinema de terror.[35][36]

1980–2009: Trabalhos paralelos à atuação no cinema[editar | editar código-fonte]

O ator sendo entrevistado no Festival Sundance de Cinema em janeiro de 2008.

De 1980 a 1986, o ator fez participações especiais em episódios de diversas séries de televisão, entre as quais Charlie's Angels (1980), CHiPs (1981), Hart to Hart (1981), Alice (1983), Manimal (1983), Hunter (1985), Knight Rider (1986) e MacGyver (1986).[37] Em 1987, em pleno auge do sucesso de Freddy Krueger (a franquia já contava com três filmes e o quarto estava a caminho), ele formou a banda fictícia Elm Street Group, que lançou um álbum intitulado Freddy's Greatest Hits. Englund participou com alguns vocais e fez a "risada maníaca" de Freddy ao longo de nove faixas repletas de drum machines, guitarras elétricas distorcidas e sintetizadores, entre músicas originais e covers de Wilson Pickett, The Everly Brothers e Sam the Sham and The Pharaohs. O disco, praticamente despercebido quando lançado originalmente pela RIC Records em vinil e fita cassete, recebeu em 2017 um relançamento limitado a 400 cópias.[38][39] O ator também apresentou seu próprio talk show de rádio.[17]

Ele fez sua estreia como diretor em 1988, no filme de terror 976-EVIL, co-escrito pelo futuro vencedor do Oscar Brian Helgeland e estrelado por Stephen Geoffreys; no enredo, um rapaz é possuído por forças demoníacas após ligar para um serviço de horóscopo por telefone.[40] Nesse mesmo ano, Englund trouxe Freddy Krueger para a televisão, interpretando-o ao longo de duas temporadas na série Freddy's Nightmares, exibida pelo sistema de sindicação até 1990.[1][41] Além de atuar, ele também serviu como consultor[17] e, em 1989, dirigiu dois episódios dessa atração ("Cabin Fever" e "Monkey Dreams").[42][43] De 1990 a 1992, apresentou o Horror Hall of Fame, uma premiação anual televisionada, ao estilo do Oscar, que homenageava os profissionais que se destacavam na indústria cinematográfica e televisiva dentro do gênero terror.[44]

Em 1992, o ator participou de um episódio do programa The Tonight Show Starring Johnny Carson[37] e também estrelou Nightmare Cafe, uma série de seis episódios nos quais interpretou Blackie, o misterioso proprietário de uma cafeteria.[45] Em 1996, Englund apareceu como artista convidado nas séries Walker, Texas Ranger, Babylon 5 e Sliders.[37] No fim da década de 1990, Englund participou de diversas atrações televisivas de comédia. Em 1997, ele interpretou o próprio Lucifer em um episódio de Married... with Children[37][46] e, em 25 de outubro de 1998, dublou Freddy e Jason Voorhees em versão de desenho animado quando estes fizeram participação especial num episódio de The Simpsons.[47] Nesse mesmo ano, o ator apareceu como ele mesmo no programa humorístico MadTV e no filme slasher Urban Legend, o qual arrecadou cerca de 72 milhões de dólares;[48] em 1999, participou de um episódio da sitcom The Jamie Foxx Show.[37]

Em 2001, ele interpretou Mr. Bell no episódio "The Howler" de The Nightmare Room[37], bem como Gammill, um demônio desfigurado que tem o poder de encolher pessoas e transformá-las em estatuetas, no episódio "Size Matters" da série dramático-fantástica Charmed.[49][50] A partir desse ano, o artista também começou a dublar personagens regulares (vilões) de séries de animação, a começar pelo mágico Felix Faust em Justice League; em 2004, emprestou novamente sua voz a esse mesmo personagem em Justice League Unlimited e também dublou Riddler em The Batman.[4] No ano seguinte, apareceu na série Masters of Horror, interpretando o mestre de cerimônias de um sinistro clube de heavy metal no episódio "Dance of the Dead", dirigido por Hooper em sua quarta e última colaboração com o ator.[2][51]

Em 2006, foi anunciado que Englund dirigiria seu segundo filme, The Killer Pad, que contaria com o rapper Master P na composição da trilha sonora;[52] o longa-metragem, uma comédia de terror, foi lançado diretamente em DVD em 2008.[53] Nesse mesmo ano, ele dublou Abutre em The Spectacular Spider-Man.[4] Em 13 de outubro de 2009, foi publicado pela Pocket Books o livro de memórias do ator, intitulado Hollywood Monster: A Walk Down Elm Street with the Man of Your Dreams e transcrito por Alan Goldsher; o Los Angeles Times descreveu-o como "uma coleção de histórias e fotografias espirituosas e tocantes que narram as experiências pessoais de Englund nos bastidores das filmagens, bem como as de Hollywood nos últimos 35 anos, de seu papel como Willie em V, de 1984, para os papéis de louco que ele faz hoje".[54][55] Nesse mesmo ano, ele dublou Dormammu em The Super Hero Squad Show[4] e interpretou Dr. Andover na websérie Fear Clinic, sua incursão no mundo das produções feitas para a internet.[8]

2010–presente: Televisão, jogos eletrônicos e outros trabalhos[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2014, na Fan Expo Canada.

Em janeiro de 2010, foi anunciado que Englund participaria de Strangeland II: Disciple, sequência de Strangeland, um obscuro filme cult de 1998 dirigido por Dee Snider.[56] Entretanto, não foi estabelecido nenhuma data específica para o lançamento do filme e o projeto continuou em desenvolvimento.[57] Nesse mesmo ano, o ator estrelou no episódio de temática slasher "The Death of the Queen Bee" da série Bones, interpretando um estranho zelador da antiga escola secundária da protagonista Dra. Temperance Brennan.[58][59] Ele também participou como convidado na série Supernatural, no papel de Dr. Robert, um médico sem licença que "ganha a vida costurando caras no submundo".[60]

Ainda em 2010, apareceu no episódio "Chuck Versus the Aisle of Terror" da série de espionagem Chuck, como um cientista que cria uma toxina nervosa indutora de medo.[61] No cinema, ele foi escalado para o papel do antagonista principal no thriller independente Inkubus;[62] contracenou com Danny Glover no drama espanhol De mayor quiero ser soldado[63] e participou de documentários como Hollywood Don’t Surf![64] e Never Sleep Again: The Elm Street Legacy.[65] Além disso, foi convidado especial em algumas convenções de terror como a Creation Entertainment Weekend of Horrors[66] e também foi entrevistado no talk show de Mick Garris (Post Mortem with Mick Garris).[67]

Em 2011, Englund incursionou nos jogos eletrônicos, fazendo uma participação especial em Call of Duty: Black Ops, no mapa de expansão "Call of the Dead", em que interpretou a si mesmo como um dos personagens jogáveis;[68][69] também dublou Freddy Krueger em Mortal Kombat 9 e Dormammu em Marvel Super Hero Squad Online.[4] No mesmo ano, participou de um episódio especial de Dia das Bruxas da telessérie Hawaii Five-0, no qual atuou como um misterioso sem-teto suspeito de uma investigação de assassinato.[70] Além do mais, apareceu em documentários como Scream: The Inside Story (sobre os bastidores do primeiro filme da franquia Scream),[71] e I am Nancy (a respeito de Heather Langenkamp, intérprete de Nancy Thompson na série A Nightmare on Elm Street).[72]

O ator envolveu-se em algumas produções de baixo orçamento ao longo de 2012, tais como o telefilme Lake Placid: The Final Chapter.[73] Também participou de um especial de Dia das Bruxas do game show Come Dine with Me, transmitido pelo Channel 4,[74] e de um episódio de Criminal Minds, no papel do detetive Gassner, que ajuda a equipe do FBI com um caso envolvendo uma série de assassinatos ritualísticos.[75] Ainda na televisão, ele dublou Myglom em Green Lantern: The Animated Series.[4] Em 2013, Englund declarou que o projeto de The Vij, o terceiro filme que ele dirigiria, havia sido abandonado devido a problemas de financiamento.[76] The Vij teve o desenvolvimento anunciado em 2007 e seria uma fantasia sombria gótica estrelada por Christopher Lee e baseada no romance Viy,[obs. 3] do escritor russo Nikolai Gogol, com o enredo girando em torno de um jovem padre cujas ações seriam condicionadas por um gênio maligno que o levaria a cometer assassinatos e à paixão por uma bruxa misteriosa.[77][78]

Em junho de 2014, Englund anunciou sua despedida do personagem Freddy Krueger; o ator compareceu ao evento Flashback Weekend, em Chicago, onde realizou sessão de autógrafos e interagiu com fãs, avisando que aquela seria sua última apresentação oficial como Freddy.[79] Nesse ano, protagonizou dois filmes estreados em festivais de cinema: The Last Showing e Fear Clinic, baseado na websérie homônima e no qual contracenou com Corey Taylor, que estreou como ator nesse longa-metragem.[80][81] Em fevereiro de 2016, Englund organizou, na emissora El Rey Network, de Robert Rodriguez, uma maratona "Nightmare on Elm Street" com os cinco primeiros filmes da franquia e oito episódios de Freddy's Nightmares.[82] Em 2017, ele deu voz a Espantalho (Scarecrow), um dos inimigos de Batman no Universo DC, no jogo Injustice 2.[83]

Englund (à esquerda) e o diretor Alexandre Aja apresentam a antologia de terror Campfire Creepers no Sitges 2017. Entusiasta do uso de tecnologias no cinema, Englund participou deste projeto de Aja, que utilizou o então incipiente recurso da realidade virtual.[84]

Em 2018, Adam F. Goldberg, criador da série The Goldbergs, convenceu Englund a interpretar Freddy no programa. O ator relatou: "Eu disse não a Adam. E então ele me enviou provavelmente a carta de fã mais bonita que eu já recebi, me dizendo o quanto A Nightmare on Elm Street significava para ele. Então comecei a pensar em meus fãs e como The Goldbergs se encaixa com a experiência dos anos 80, sendo um tipo de peça de memória retrô". Englund apareceu como Freddy em "Mister Knifey-Hands", episódio especial do Dia das Bruxas exibido em 24 de outubro.[85][86] Nesse mesmo ano, ele apareceu no curta-metragem The Skull of Sam, um dos capítulos da antologia de terror Campfire Creepers, criada pelo cineasta Alexandre Aja e exibida com a tecnologia de realidade virtual estereoscópica de 360 graus.[84]

Em 2019, Englund participou do documentário Scream, Queen! My Nightmare on Elm Street, que examina o subtexto LGBT em A Nightmare on Elm Street 2: Freddy's Revenge.[87] Também foi anunciada a sua participação no documentário Icon: The Robert Englund Story, da produtora independente britânica Cult Screenings, que começou a promover uma campanha de financiamento coletivo para o projeto, destinado a explorar "quem é realmente o homem por trás da máscara, desde seus primeiros dias na televisão e no cinema até chegar ao status estratosférico atual no universo do terror".[88][89] Em 2020, ele começou a apresentar o programa True Terror with Robert Englund, transmitido pelo Travel Channel, que mostra histórias assustadoras, mas ditas autênticas, envolvendo fenômenos sobrenaturais ou estranhos.[7][90]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Englund não tem filhos[17] e já foi casado três vezes.[91] Aos 20 anos,[15] contraiu matrimônio com a enfermeira Elizabeth Gardner, de quem se divorciou em 1972.[13][91] Casou-se, então, com a atriz Roxanne Rogers em 1986, mas divorciou-se dois anos depois.[37] Em 1987, durante a produção de 976-EVIL, conheceu a decoradora de cenários Nancy Ellen Booth, com quem se casou[15][37] e continua junto desde então.[92] O ator reside com a esposa em Laguna Beach, Califórnia.[92] Ele mora na mesma casa desde 1989[93] por ser bastante apegado à área litorânea, graças a uma paixão de longa data pelo surfe e às boas lembranças das férias em família na praia.[15][93] Robert e Nancy também têm uma segunda casa em Santa Fé, Novo México,[92] cidade onde se casaram em 1988.[94]

Apesar de sua notória afeição pelo cinema de horror, Englund é apaixonado pelo teatro. Ele adoraria dirigir suas próprias versões de Our Town ou Othello no palco e admitiu que um de seus maiores medos é ficar nervoso e esquecer suas falas durante uma apresentação teatral.[17] É também entusiasta do uso das tecnologias e das mídias sociais, conectando-se frequentemente com seus fãs no Instagram e Twitter, plataformas que servem ao que ele chama de "insights de showbiz sem indiretas sarcásticas de um ator veterano marcado por personagens incomuns".[93] Ele acredita que com os recursos tecnológicos atuais seria possível fazer filmes incríveis a partir de peças góticas clássicas de autores como Edgar Allan Poe.[17] Entre seus filmes de terror favoritos estão Sisters, The Innocents,[76] Rosemary's Baby e May.[17]

Em contraste com a carreira que construiu interpretando vários vilões, Englund costuma ser descrito como muito simpático e um artista atencioso com os fãs, frequentando regularmente convenções de terror.[95] Em 2015, o ator afirmou em entrevista à The Advocate que percebe uma ressonância da série A Nightmare on Elm Street na comunidade LGBT, principalmente o segundo filme,[96] cujo subtexto gay foi tema de um documentário de 2019 centrado na trajetória do ator homossexual Mark Patton na produção.[87][96] Englund declarou: "Sou um velho garoto do teatro, e o teatro sempre foi acolhedor para todos. [..] Tive muitos amigos gays que me acolhiam em suas casas quando comecei a atuar profissionalmente. Fui abraçado por essas pessoas e foram elas que me ensinaram sobre as pistas e sugestões dos filmes de Vincente Minnelli, bem como as insinuações nos filmes de George Cukor. Elas absolutamente me influenciaram como ator e como pessoa".[96]

Reconhecimento e legado[editar | editar código-fonte]

Em 1990, o Los Angeles Times descreveu Englund como "o homem que interpreta o ícone da cultura pop mais improvável da América".[15] O portal Yahoo! o comparou a outros atores cujos nomes ficaram marcados no gênero horror: "Assim como Bela Lugosi e Boris Karloff na década de 1930 [quando interpretaram, respectivamente, Drácula e o monstro de Frankenstein], o nome de Englund tornou-se intimamente ligado a um personagem monstruosamente popular; na história recente do cinema de terror, apenas Norman Bates, de Anthony Perkins, teve tanta ressonância com o público cinematográfico". Em 2003, o American Film Institute, em sua lista dos 100 maiores heróis e vilões de filmes, classificou Freddy Krueger como o quadragésimo maior vilão do cinema norte-americano.[97][5]

Ao longo de sua carreira, Englund foi nomeado a diversas premiações cinematográficas. Em 1988, recebeu sua primeira indicação ao Prêmio Saturno de melhor ator coadjuvante por sua interpretação de Freddy em A Nightmare on Elm Street: Dream Warriors[98] e, em 1990, voltou a ser indicado na mesma categoria por seu desempenho como o vilão em A Nightmare on Elm Street 4: The Dream Master.[9][99] O ator obteve duas nomeações ao Prêmio Fangoria Chainsaw, promovido pela revista Fangoria: em 2004, à categoria de melhor ator por Freddy vs. Jason[100] e, em 2009, à categoria de melhor ator secundário pela comédia de terror Jack Brooks: Monster Slayer.[101] Em 2010, foi nomeado ao Streamy Award de Melhor ator em uma websérie dramática por seu trabalho em Fear Clinic (2009).[102]

Embora The Mangler (1995) tenha recebido críticas predominantemente negativas,[103] o desempenho de Englund neste filme rendeu-lhe o prêmio de melhor ator no Fantafestival da Itália daquele ano.[10] O ator também conquistou quatro prêmios honorários por suas contribuições ao cinema de terror: o Prêmio The Life Career da Academia de Filmes de Ficção Científica, Fantasia e Horror dos Estados Unidos (2001);[104] o Prêmio Máquina do Tempo do Festival de Cinema de Sitges da Espanha (2007);[105] o Lifetime Achievement Award do Festival de Cinema de Terror da Cidade de Nova Iorque (2010);[106] e o prêmio honorário pela carreira do CinEuphoria Awards de Portugal (2020).[107]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas Ref.
1973 Buster and Billie Whitey [19]
1975 Sunburst Michael [108]
Hustle Assaltante 1 [109]
1976 Stay Hungry Franklin Primeiro papel relevante em um filme [92][110]
St. Ives Bandido [111]
Eaten Alive[obs. 4] Buck Primeiro filme de terror [112][113]
A Star Is Born Marty Não creditado [114]
1978 The Great Smokey Roadblock Beebo Crozier [115]
Big Wednesday Fly [116]
Bloodbrothers Mott [117]
1980 The Fifth Floor Benny [118]
1981 Galaxy of Terror Ranger [119]
Dead & Buried Harry [120]
1982 Don't Cry, It's Only Thunder Viajante [121]
1984 A Nightmare on Elm Street Freddy Krueger[obs. 5] Papel mais marcante da carreira [122]
1985 A Nightmare on Elm Street 2: Freddy's Revenge [123]
1986 Never Too Young to Die Riley Participação especial [124]
1987 A Nightmare on Elm Street 3: Dream Warriors Freddy Krueger Indicado ao Prêmio Saturno
de melhor ator coadjuvante
[125]
1988 A Nightmare on Elm Street 4: The Dream Master [126]
976-EVIL Diretor [127]
1989 A Nightmare on Elm Street 5: The Dream Child Freddy Krueger [128]
C.H.U.D. II: Bud the CHUD Homem de sobretudo Não creditado [129]
The Phantom of the Opera O Fantasma / Erik Destler [130]
1990 The Adventures of Ford Fairlane Smiley [131]
1991 Freddy's Dead: The Final Nightmare Freddy Krueger [132]
Dance Macabre Anthony Wager / 'Madame' [133]
1993 Tobe Hooper's Night Terrors Paul Chevalier / Marquês de Sade Título alternativo: Night Terrors [134][135]
1994 Wes Craven's New Nightmare Ele mesmo / Freddy Krueger [136]
1995 The Mangler Bill Gartley Prêmio Fantafestival de melhor ator [33][10]
1996 Starquest II Padre O’neill [137]
La lengua asesina Capitão Screw [138]
The Paper Brigade Tanoeiro louco [139]
1997 Perfect Target Coronel Shakwell [140]
Wishmaster Raymond Beaumont [141]
1998 Meet the Deedles Nemo [142]
Urban Legend Professor William Wexler [143]
Dee Snider's Strangeland Jackson Roth Título alternativo: Strangeland [144]
1999 Idle Hands Mão demoníaca Apenas voz [145]
The Prince and the Surfer Kratski [146]
2002 Wish You Were Dead Bernie Garces [147]
2003 Freddy vs. Jason Freddy Krueger [148]
Il ritorno di Cagliostro Erroll Douglas [149]
2005 2001 Maniacs Mayor Buckman [34]
2006 Hatchet Sampson [150]
Heartstopper Xerife Berger Diretamente em vídeo [151]
2007 Behind the Mask: The Rise of Leslie Vernon Doc Halloran [152]
Jack Brooks: Monster Slayer Professor Gordon Crowley [153]
2008 Red Sr. Doust [154]
Zombie Strippers Ian [155]
Killer Pad Diretor [53]
2010 De mayor quiero ser soldado Psicólogo [63]
Inkubus Inkubus [62]
Never Sleep Again: The Elm Street Legacy Ele mesmo Documentário [65]
Hollywood Don't Surf! Ele mesmo Documentário [64]
2011 Scream: The Inside Story Ele mesmo Documentário [71]
I Am Nancy Ele mesmo Documentário [72]
The Mole Man of Belmont Avenue Hezekiah Confab [156]
2012 Strippers vs Werewolves Tapper [157]
2013 Sanitarium Sam Segmento "Figuratively Speaking" [158][159]
2014 The Last Showing Stuart [80]
Fear Clinic Dr. Andover [81]
2015 Kantemir John [160]
The Funhouse Massacre Diretor da prisão [161]
2016 The Midnight Man Dr. Goodberry [162]
2017 Nightworld: Door of Hell Jacob [163]
Nightmares in the Makeup Chair Ele mesmo Documentário [164]
2018 Campfire Creepers Coletor de crânios Segmento "The Skull of Sam" [84]
2019 Scream, Queen! My Nightmare on Elm Street Ele mesmo Documentário [87]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Telefilmes[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Ref.
1977 Young Joe, the Forgotten Kennedy Willy [37]
1978 The Courage and the Passion Sargento Bell
1979 The Ordeal of Patty Hearst Informante
Mind Over Murder Ted Beasly
1982 Thou Shalt Not Kill Bobby Collins
Journey's End Mason
1983 The Fighter Charlie
Starflight: The Plane That Couldn't Land Scott
I Want to Live! Sam Cooper
Hobson's Choice Freddy Beenstock
1987 Infidelity Scott
1994 Mortal Fear Dr. Ralph Wannamaker
A Perry Mason Mystery: The Case of the Lethal Lifestyle Peter Cartwright
1995 The Unspoken Truth Ernest Trainor
2000 Python Dr. Anton Rudolph [165]
2001 Windfall Scratch [166]
2007 Black Swarm Eli Giles [167]
2012 Lake Placid: The Final Chapter Jim Bickerman [73]
2015 Lake Placid vs. Anaconda Jim Bickerman [168]

Séries e outras atrações[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas Ref.
1977 The Hardy Boys/Nancy Drew Mysteries Gar Episódio: "Mystery of the Fallen Angels" [37]
1978 Police Woman Jonas Episódio: "Sons"
1979 Soap Simon 2 episódios
California Fever Buddy Burns Episódio: "Centerfold" [169]
Paris J.J. Eastwick Episódio: "Dead Men Don't Kill" [170]
1980 Charlie's Angels Harold Belkin Episódio: "Harrigan's Angel" [37]
Flo Web Episódio: "The Hero of Flo's Yellow Rose" [171]
1981 CHiPs Zack Episódio: "Forty Tons of Trouble" [37]
Walking Tall Bobby Joe Wilson Episódio: "The Killing of McNeal County's Children" [172]
Hart to Hart Buddy Kilgore Episódio: "Rhinestone Harts" [173]
1982 Cassie & Co. Cliff Episódio: "Fade Out" [174]
The Mysterious Two Boone Episódio piloto [37]
1983 Simon & Simon 3-Card Monty Episódio: "Red Dog Blues"
Alice Sammy Episódio: "Vera, the Horse Thief"
V Willie 2 episódios [175]
Manimal Bandido Episódio: "Night of the Beast" [37]
1984 V: The Final Battle Willie 3 episódios [175]
1984-1985 V Willie 19 episódios
1985 Hunter Vaughn Episódio: "Million Dollar Misunderstanding" [37]
Night Court Arnold Preminger Episódio: "Dan's Boss"
Hollywood Beat Capitain Crusader Episódio piloto
1986 Knight Rider Edward Kent Episódio: "Fright Night"
MacGyver Tim Wexler Episódio: "Flame's End"
North and South Book II Desertor
1986-1987 Downtown Dennis Shothoffer Elenco principal [176]
1988 D.C. Follies Freddy Krueger Episódio: "Freddy Krueger's Nightmare: Dan Quayle Elected President" [177]
1988-1990 Freddy's Nightmares Freddy Krueger 44 episódios
Diretor: "Cabin Fever", "Monkey Dreams"
[178][179]
1990 Shadow Theater Apresentador [180]
1990-1992 The Horror Hall of Fame Apresentador [44]
1992 The Tonight Show Starring Johnny Carson Convidado [181]
1992 Nightmare Cafe Blackie 6 episódios [45]
1994 Masters of Illusion: The Wizards of Special Effects Especial [182]
1995 Legend Willy Miles / Mordechai Episódio: "The Gospel According to Legend" [37]
1996 Walker, Texas Ranger Lyle Eckert Episódio: "Deadline"
Babylon 5 Jeremiah Episódio: "Grey 17 Is Missing"
Sliders Dr. James Aldohn Episódio: "State of the A.R.T."
1997 Married... with Children Lucifer Episódio: "Damn Bundys" [46]
1998 The Simpsons Freddy Krueger / Jason Voorhees (vozes) Episódio: "Treehouse of Horror IX" [47]
Mad TV Convidado [37]
1999 The Jamie Foxx Show Clive Episódio: "Bro-Jack"
The Hughleys Evil Bloodthirsty Brian Episódio: "Storm o' the Century"
2001 The Nightmare Room Mr. Bell Episódio: "The Howler"
Charmed Gammill Episódio: "Size Matters"
2002 Justice League Felix Faust (voz) Episódio: "Paradise Lost: Parts 1 & 2"
2003 I'm with Her Leonard Heckman Episódio: "All About Evil" [183]
2004 Super Robot Monkey Team Hyperforce Go! Diretor do circo (voz) Episódio: "Circus of Ooze" [184]
2004-2008 The Batman Riddler (voz) Segunda temporada [185]
2005 Justice League Unlimited Felix Faust (voz) Episódio: "The Balance" [186]
Masters of Horror O MC Episódio: "Dance of the Dead" [51]
2008-2009 The Spectacular Spider-Man Abutre (voz) 4 episódios [187][188]
2009 The Super Hero Squad Show Dormammu (voz) Episódios: "Enter Dormammu!" [189]
2010 Bones Ray Buxley Episódio: "The Death of the Queen Bee" [58]
Chuck Dr. Stanley Wheelwright Episódio: "Chuck Versus the Aisle of Terror" [61]
Supernatural Dr. Robert Episódio: "Appointment in Samarra" [190]
2011 Hawaii Five-0 Samuel Lee Episódio: "Ka Iwi Kapu" [191]
2011-2017 Regular Show Stag-Man / Anti-Pops (vozes) Alguns episódios: "Camping Can Be Cool", "The Dream Warrior" [192][193]
2012 Green Lantern: The Animated Series Myglom (voz) Episódio: "Razer's Edge" [194]
Criminal Minds Detetive Gassner Episódio: "Heathridge Manor" [195]
2013 Workaholics Dr. TelAmeriCorp / Josh Episódio: "A TelAmerican Horror Story" [196]
2014 Teenage Mutant Ninja Turtles Dire / Dark Beaver (vozes) Episódio: "In Dreams" [197]
2015 Hulk and the Agents of S.M.A.S.H. Pluto (voz) Episódio: "The Tale of Hercules" [198]
Hell's Kitchen Convidado [199]
2017 Uncle Grandpa Boogie Man (voz) Episódio: "Broken Boogie" [200]
2018 The Goldbergs Freddy Krueger Episódio: "Mister Knifey-Hands" [86]
Spy Kids: Mission Critical O Invasor (voz) Episódio: "Home Sick" [201]
2020 True Terror with Robert Englund Apresentador [90]
JJ Villard's Fairy Tales Hive Head / Toilet / Porridge Dad (vozes) Episódio: "The Goldilox Massacre" [202]

Vídeos musicais[editar | editar código-fonte]

Ano Título Artista Papel Ref.
1987 "Dream Warriors" Dokken Freddy Krueger [203]
1988 "Are You Ready for Freddy" The Fat Boys [204]

Web[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas Ref.
2009 Fear Clinic Dr. Andover 5 episódios [8]

Jogos eletrônicos[editar | editar código-fonte]

Ano Título Dublagem Notas Ref.
2011 Marvel Super Hero Squad Online Dormammu [4]
Mortal Kombat Freddy Krueger Não creditado[obs. 6]
Call of Duty: Black Ops Ele mesmo Mapa "Call of the Dead" [69]
2016 Master of Orion: Conquer the Stars Terran Khan [206]
2017 Injustice 2 Dr. Jonathan Crane / Espantalho [83]

Observações

  1. Buster and Billie foi filmado em 1973, segundo informa o American Film Institute (AFI).[18] Em relação ao ano original de lançamento da obra, algumas fontes afirmam ter sido em 1974, entre elas o próprio AFI,[18] enquanto outras indicam que foi no ano anterior, havendo uma crítica do filme datada de 31 de dezembro de 1973, publicada na Variety.[19]
  2. Embora Englund tenha declarado, em 2014, ter sido o primeiro a falar de Star Wars para Mark Hamill, o que teria levado este a ser escalado como Luke Skywalker,[20] o próprio Hammill declarou em 2018 que Englund foi apenas uma das várias pessoas que o incentivaram a participar do filme na época.[23]
  3. No original em russo: Вий; transliterado para o português como Viy ou, em inglês, The Viy e The Vij.
  4. Também conhecido como Starlight Slaughter e Death Trap.[112]
  5. Segundo o AFI, no primeiro filme o nome do personagem é Fred, embora a grafia Freddy tenha se padronizado para toda a franquia.[122]
  6. A dublagem de Englund não foi creditada na época do lançamento do jogo, popularmente conhecido como Mortal Kombat 9. Em 2017, Ed Boon, criador da série Mortal Kombat, finalmente confirmou a participação do ator na produção do videogame.[205]

Referências

  1. a b c d e f g h i j «Robert Englund». Yahoo! TV (em inglês). Consultado em 30 de junho de 2020. Arquivado do original em 7 de novembro de 2010 
  2. a b c d Ercolani, Eugenio (22 de abril de 2020). «Before & Beyond Krueger – An Interview with Robert Englund». Daily Dead (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2020. Cópia arquivada em 1 de maio de 2020 
  3. WarnerMedia, Turner Classic Movies. «Overview for Robert Englund» (em inglês). TCM.com. Consultado em 20 de julho de 2020. Cópia arquivada em 19 de julho de 2020 
  4. a b c d e f g Inyxception Enterprises, Inc. «Robert Englund». Behind The Voice Actors (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2020. Cópia arquivada em 3 de julho de 2020 
  5. a b «AFI's 100 Years...100 Heroes & Villains» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 7 de julho de 2020. Cópia arquivada em 6 de julho de 2020 
  6. Dentre as fontes que consideram Freddy Krueger um dos vilões mais relevantes do cinema ou dos filmes de terror, estão:
  7. a b c d e f g h Discovery, Inc. «Robert Englund Biography» (em inglês). Travel Channel. Consultado em 1 de julho de 2020. Cópia arquivada em 1 de julho de 2020 
  8. a b c Goldman, Eric (1 de julho de 2009). «Robert Englund and Kane Hodder Welcome You to Fear Clinic». IGN (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2020. Cópia arquivada em 28 de agosto de 2013 
  9. a b American Broadcasting Company, Nexstar Broadcasting, Inc. (6 de agosto de 2016). «Iconic Horror Movie Villian Signs on for Salt Lake Comic Con 2016». ABC4.com (em inglês). Consultado em 8 de julho de 2020. Cópia arquivada em 8 de julho de 2020 
  10. a b c Castagna, Alberto M. «I colpi di Freddy» (PDF) (em italiano). Fantafestival. Consultado em 8 de julho de 2020. Cópia arquivada (PDF) em 8 de julho de 2020 
  11. Hurtado, J (14 de outubro de 2015). «Texas Frightmare Weekend Adds Robert Englund To Its 2016 Roster». Screen Anarchy (em inglês). Consultado em 1 de julho de 2020. Cópia arquivada em 1 de julho de 2020 
  12. Sarti, Doug (16 de abril de 2014). «Robert Englund talks Freddy Krueger, Fan Expo, and his love of Vancouver». The Georgia Straight (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 31 de agosto de 2014 
  13. a b Yarbrough, Jeff (23 de março de 1987). «Hold the Cutting Words, Please, for Robert Englund, the Friendly Cuss Who Plays Elm Street's Nightmare Stalker». People (em inglês). ISSN 0093-7673. Consultado em 30 de junho de 2020. Arquivado do original em 4 de junho de 2009 
  14. Associated Press (14 de setembro de 1988). «Actor Calls Freddy of 'Nightmare' Fame a Challenging Role». The Telegraph (em inglês). Nashua, New Hampshire. Consultado em 30 de junho de 2020. Cópia arquivada em 1 de julho de 2020 – via Google Notícias 
  15. a b c d e McLellan, Dennis (9 de março de 1990). «FREDDY : Dream Stalker of the Horror Flicks Turns Into a Laid-Back Lagunan Who Likes to Surf». Los Angeles Times (em inglês). ISSN 0458-3035. Consultado em 30 de junho de 2020. Cópia arquivada em 29 de março de 2019 
  16. a b c d «Before he was 'Freddy Krueger' actor Robert Englund was a surfer & super hunk». Dangerous Minds (em inglês). 30 de maio de 2017. Consultado em 30 de junho de 2020. Cópia arquivada em 6 de novembro de 2017 
  17. a b c d e f g h Allen, Tracy. «Robert Englund – the Man, the Myth, the Legend». PopHorror (em inglês). Consultado em 30 de junho de 2020. Cópia arquivada em 13 de julho de 2017 
  18. a b «Buster and Billie». American Film Institute (em inglês). Consultado em 1 de julho de 2020. Cópia arquivada em 19 de agosto de 2018 
  19. a b «Buster and Billie». Variety (em inglês). 31 de dezembro de 1973. ISSN 0042-2738. Consultado em 1 de julho de 2020. Cópia arquivada em 1 de julho de 2020 
  20. a b Polowy, Kevin (5 de novembro de 2014). «Why Mark Hamill Owes His 'Star Wars' Role to Robert Englund». Yahoo! Entertainment (em inglês). Consultado em 1 de julho de 2020. Cópia arquivada em 27 de maio de 2020 
  21. a b c «Freddy Krueger returns to familiar haunts for Comic Con». Detroit Free Press (em inglês). 13 de maio de 2015. Consultado em 1 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de março de 2016 
  22. McMillan, Graeme (5 de novembro de 2014). «Revealed: Luke Skywalker Is The Man He Is Today Because of Freddy Krueger». Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 1 de julho de 2020. Cópia arquivada em 29 de março de 2019 
  23. Schmidt, Joseph Kyle (22 de outubro de 2018). «Mark Hamill Sets Record Straight On Freddy Krueger 'Star Wars' Story». ComicBook.com (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2020. Cópia arquivada em 14 de julho de 2020 
  24. Francis, Anthony (16 de maio de 2020). «10 Best Robert Englund Roles That Aren't Freddy Krueger». Screen Rant (em inglês). Consultado em 1 de julho de 2020. Cópia arquivada em 27 de maio de 2020 
  25. Harding, Bradley (10 de abril de 2020). «Why Galaxy Of Terror Is The Best Alien Rip-Off Movie». Screen Rant (em inglês). Consultado em 1 de julho de 2020. Cópia arquivada em 18 de abril de 2020 
  26. Meslow, Scott (13 de dezembro de 2019). «The Friday the 13th Franchise Needed Freddy vs. Jason's Big, Dumb, Glorious Shot in the Arm». GQ (em inglês). Consultado em 2 de julho de 2020. Cópia arquivada em 14 de dezembro de 2019 
  27. a b Scott, A.O. (29 de abril de 2010). «Freddy Krueger Is Back, With Sharp Claws and a Long Memory». The New York Times (em inglês). Consultado em 2 de julho de 2020. Cópia arquivada em 13 de maio de 2018 
  28. Kroll, Katy. «How Robert Englund really got into character to play Freddy Krueger - Exclusive». Looper (em inglês). Consultado em 2 de julho de 2020. Cópia arquivada em 3 de abril de 2020 
  29. WarnerMedia, Turner Classic Movies. «Filmography for Robert Englund» (em inglês). TCM.com. Consultado em 2 de julho de 2020. Cópia arquivada em 2 de julho de 2020 
  30. D'andria, Nicole (12 de agosto de 2016). «Where Are They Now: The Cast Of A Nightmare On Elm Street». Screen Rant (em inglês). Consultado em 8 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2019 
  31. Briers, Michael (22 de agosto de 2019). «Robert Englund Says He Only Has One More Nightmare On Elm Street Movie Left In Him». We Got This Covered (em inglês). Consultado em 2 de julho de 2020. Cópia arquivada em 7 de dezembro de 2019 
  32. Thomas, Kevin (6 de novembro de 1989). «MOVIE REVIEW : Romance Is a Victim in New 'Phantom'». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 2 de julho de 2020. Cópia arquivada em 2 de julho de 2020 
  33. a b Cheshire, Godfrey (5 de março de 1995). «The Mangler». Variety (em inglês). Consultado em 2 de julho de 2020. Cópia arquivada em 5 de setembro de 2017 
  34. a b Julian, Justin (13 de janeiro de 2005). «2001 Maniacs (2005)». Dread Central (em inglês). Consultado em 2 de julho de 2020. Cópia arquivada em 16 de abril de 2016 
  35. «Interview with '2001 Maniacs' Director Tim Sullivan» (em inglês). Esplatter.com. 7 de abril de 2006. Consultado em 2 de julho de 2020. Arquivado do original em 21 de abril de 2006 
  36. Gleiberman, Owen (30 de abril de 2010). «How Freddy Krueger changed horror movies». Entertainment Weekly (em inglês). EW.com. Consultado em 2 de julho de 2020. Arquivado do original em 1 de julho de 2010 
  37. a b c d e f g h i j k l m n o p q Advameg, Inc. «Robert Englund Biography (1949?-)». Film Reference (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2020. Cópia arquivada em 29 de março de 2019 
  38. Squires, John (20 de novembro de 2017). «1987 Album "Freddy's Greatest Hits" Getting Vinyl Re-release!». Bloody Disgusting (em inglês). Consultado em 2 de julho de 2020. Cópia arquivada em 26 de junho de 2018 
  39. «Freddy's Greatest Hits» (em inglês). Light In The Attic Records. Consultado em 2 de julho de 2020. Cópia arquivada em 31 de março de 2018 
  40. Ferraz, Matheus (26 de julho de 2015). «Força Demoníaca (1988)». Boca do Inferno. Consultado em 2 de julho de 2020. Cópia arquivada em 2 de junho de 2018 
  41. Barkan, Jonathan. «NEWS"Freddy's Nightmares" Returns This Week to El Rey!». Bloody Disgusting (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2020. Cópia arquivada em 28 de abril de 2019 
  42. «Cabin Fever». TVmaze (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2020. Cópia arquivada em 26 de maio de 2017 
  43. «Monkey Dreams». TVmaze (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2020. Cópia arquivada em 26 de maio de 2017 
  44. a b Vasquez Jr, Felix (1 de março de 2019). «[TV Terrors] For Three Years, The Horror Hall of Fame Awards Gave Horror Its Own Oscars». Bloody Disgusting (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2020. Cópia arquivada em 2 de março de 2019 
  45. a b Vasquez Jr, Felix (10 de julho de 2019). «[TV Terrors] Wes Craven and Robert Englund's "Nightmare Cafe" Blended "Elm Street" and "Twilight Zone"». Bloody Disgusting (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2020. Cópia arquivada em 11 de julho de 2019 
  46. a b CBS Interactive, Inc. «Watch Married...With Children Season 11 Episode 20: Damn Bundys». TV Guide (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2020. Cópia arquivada em 12 de dezembro de 2018 
  47. a b Kennedy, Michael (4 de fevereiro de 2020). «Every Freddy Krueger Appearance on The Simpsons». Screen Rant (em inglês). Consultado em 4 de julho de 2020. Cópia arquivada em 5 de fevereiro de 2020 
  48. «Urban Legend». Box Office Mojo. Consultado em 12 de agosto de 2020 
  49. CBS Interactive, Inc. «Watch Charmed Season 4 Episode 5: Size Matters». TV Guide (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2020. Cópia arquivada em 9 de fevereiro de 2018 
  50. «Size Matters». TVmaze (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2020. Cópia arquivada em 9 de novembro de 2019 
  51. a b Bromley, Patrick (24 de abril de 2018). «MASTERS OF HORROR Rewatch: Tobe Hooper's "Dance of the Dead"». Daily Dead (em inglês). Consultado em 4 de julho de 2020. Cópia arquivada em 15 de março de 2020 
  52. Watchr Media (31 de março de 2006). «Robert Englund Directing Killer Pad». Movieweb (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2020. Cópia arquivada em 3 de julho de 2020 
  53. a b Barton, Steve (31 de janeiro de 2008). «Killer Pad (DVD)». Dread Central (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2020. Cópia arquivada em 3 de julho de 2020 
  54. Breeding, Ashley (16 de novembro de 2009). «'A Walk Down Elm Street'». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2020. Cópia arquivada em 3 de julho de 2020 
  55. «Hollywood Monster: A Walk Down Elm Street with the Man of Your Dreams». Goodreads (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2020. Cópia arquivada em 9 de julho de 2017 
  56. Miska, Brad (13 de janeiro de 2010). «First Casting, Synopsis for 'Strangeland II: Disciple'». Bloody Disgusting (em inglês). Consultado em 4 de julho de 2020. Cópia arquivada em 14 de abril de 2018 
  57. Squires, John (27 de fevereiro de 2017). «Dee Snider Updates On 'Strangeland 2'; "Now is the Time"». Bloody Disgusting (em inglês). Consultado em 4 de julho de 2020. Cópia arquivada em 21 de setembro de 2017 
  58. a b Miska, Brad (28 de janeiro de 2010). «TV: Robert Englund Stars in Slasher Episode of 'Bones'». Bloody Disgusting (em inglês). Consultado em 4 de julho de 2020. Cópia arquivada em 14 de abril de 2018 
  59. CBS Interactive, Inc. «Watch Bones Season 5 Episode 17: The Death of the Queen Bee». TV Guide (em inglês). Consultado em 4 de julho de 2020. Cópia arquivada em 16 de fevereiro de 2018 
  60. «Intérprete de Freddy Krueger participará de "Supernatural"». NaTelinha. 21 de outubro de 2010. Consultado em 4 de julho de 2020. Cópia arquivada em 4 de julho de 2020 
  61. a b Moore, Ben (10 de setembro de 2010). «Robert Englund Cast in 'Chuck' Season 4». Screen Rant (em inglês). Consultado em 4 de julho de 2020. Cópia arquivada em 16 de outubro de 2017 
  62. a b McNary, Dave (5 de maio de 2010). «Robert Englund to top 'Inkubus'». Variety (em inglês). Consultado em 4 de julho de 2020. Cópia arquivada em 4 de julho de 2020 
  63. a b Governo da Espanha, Instituto de la Cinematografía y de las Artes Audiovisuales. «De mayor quiero ser soldado». Catálogo de Cinespañol (em espanhol e inglês). Consultado em 4 de julho de 2020. Cópia arquivada em 4 de julho de 2020 
  64. a b Nelson, Rob (24 de maio de 2010). «Hollywood Don't Surf!». Variety (em inglês). Consultado em 4 de julho de 2020. Cópia arquivada em 4 de julho de 2010 
  65. a b Falcão, Filipe (23 de dezembro de 2015). «Never Sleep Again: The Elm Street Legacy (2010)». Boca do Inferno. Consultado em 4 de julho de 2020. Cópia arquivada em 4 de julho de 2020 
  66. Miska, Brad (11 de maio de 2010). «CA Weekend of Horrors Kick-Off Party FREE!». Bloody Disgusting (em inglês). Consultado em 4 de julho de 2020. Cópia arquivada em 14 de abril de 2018 
  67. Wieselman, Jarett (2 de abril de 2010). «Wes Craven reveals how a passerby changed horror films forever». Page Six (em inglês). Consultado em 4 de julho de 2020. Cópia arquivada em 4 de julho de 2020 
  68. Globo Comunicação e Participações S.A. (3 de maio de 2011). «Segunda expansão de 'Call of Duty: Black Ops' chega ao Xbox 360». G1. Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 7 de maio de 2011 
  69. a b IGN Entertainment, Inc. «Call of Duty: Black Ops -- Call of the Dead». IGN (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 30 de julho de 2017 
  70. Hibberd, James (15 de setembro de 2011). «Nightmare on Elm Street star joins Hawaii 5-0». Entertainment Weekly (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 5 de julho de 2020 
  71. a b Wilson, Staci Layne (15 de abril de 2011). «Scream: The Inside Story - TV Documentary Review». Horror.com (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 24 de dezembro de 2019 
  72. a b Stancki, Rodolfo (3 de fevereiro de 2016). «A heroína à sombra de Freddy Krueger». A Escotilha. Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 25 de junho de 2016 
  73. a b Pfeiffer, Jeff (29 de setembro de 2012). «Robert Englund dives into "Lake Placid The Final Chapter"». Channel Guide Magazine (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 5 de julho de 2020 
  74. Dowling, Tim (31 de outubro de 2012). «TV review: Come Dine With Me Halloween Special; Frankenstein: A Modern Myth». The Guardian (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 26 de outubro de 2015 
  75. Gonzalez, Sandra (21 de fevereiro de 2012). «'Criminal Minds': Robert Englund and a 'Buffy' alum to guest». Entertainment Weekly (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 8 de novembro de 2015 
  76. a b Stockinger, Josh (21 de outubro de 2013). «Actor Robert Englund reflects on 30 years as 'Nightmare' killer». Daily Herald (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 1 de julho de 2018 
  77. Waddell, Calum (31 de dezembro de 2007). «October 2: Robert Englund and Christopher Lee to team up?». Fangoria (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Arquivado do original em 1 de janeiro de 2008 
  78. Vivarelli, Nick (4 de fevereiro de 2008). «Robert Englund to direct 'Vij'». Variety (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 5 de julho de 2020 
  79. Heather, Wixson (17 de junho de 2014). «Robert Englund to Appear in Freddy Krueger Make-up for One Last Time at Flashback Weekend 2014». Daily Dead (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 27 de junho de 2014 
  80. a b Dalton, Stephen (22 de agosto de 2014). «'The Last Showing': FrightFest Review». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 12 de novembro de 2019 
  81. a b Miska, Brad (22 de outubro de 2014). «Wicked 'Fear Clinic' Poster Sets Up Tonight's Premiere!! (Exclusive)». Bloody Disgusting (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 19 de setembro de 2015 
  82. Cheryl, Eddy (20 de janeiro de 2016). «Freddy Krueger Will Host Valentine's Day Horror Marathon on the El Rey Network». io9/Gizmodo (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 29 de abril de 2020 
  83. a b Kozanitiz, James (31 de março de 2017). «Legendary Freddy Krueger Actor Robert Englund Is Voicing Scarecrow In Injustice 2». Game Revolution (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 30 de março de 2019 
  84. a b c Squires, John (16 de abril de 2018). «[Exclusive] Robert Englund in Virtual Reality for Alexandre Aja's "Campfire Creepers" Trailer». Bloody Disgusting (em inglês). Consultado em 7 de julho de 2020. Cópia arquivada em 11 de junho de 2020 
  85. Hegedus, Eric; Rorke, Robert (19 de outubro de 2018). «Robert Englund: 'Nightmare' films are Halloween's 'It's a Wonderful Life'». The New York Post (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 5 de novembro de 2018 
  86. a b Squires, John (22 de outubro de 2018). «Robert Englund On Why He Decided to Come Out of Freddy Krueger Retirement for "The Goldbergs"». Bloody Disgusting (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 20 de fevereiro de 2020 
  87. a b c Collis, Clark (20 de setembro de 2019). «Scream, Queen! trailer teases real-life drama behind A Nightmare on Elm Street 2». Entertainment Weekly (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 25 de outubro de 2019 
  88. Squires, John (5 de junho de 2019). «Help Fund the Documentary 'Icon: The Robert Englund Story' and Secure Your Copy Today!». Blooy Disgusting (em inglês). Consultado em 7 de julho de 2019. Cópia arquivada em 8 de junho de 2019 
  89. Murphy, Nick (27 de junho de 2019). «THE ROBERT ENGLUND STORY brings together legends of horror to celebrate the man behind some of cinema's most terrifying villains». MENAFN (em inglês). Consultado em 7 de julho de 2020. Cópia arquivada em 3 de julho de 2019 
  90. a b Futon Media (16 de janeiro de 2020). «Join Master of Macabre Robert Englund on a Nightmarish Journey Through History's Horrors in Travel Channel's "True Terror with Robert Englund"». The Futon Critic (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 5 de julho de 2020 
  91. a b CBS Interactive, Inc. «Robert Englund Biography, Celebrity facts and Awards». TV Guide (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 26 de agosto de 2017 
  92. a b c d Fadroski, Kelli Skye (26 de outubro de 2015). «Freddy Krueger's Laguna Beach: When horror icon Robert Englund lives next door». The Orange County Register (em inglês). Consultado em 6 de julho de 2020. Cópia arquivada em 13 de abril de 2020 
  93. a b c Szabo, Sarah (19 de julho de 2017). «Whatever happened to the guy who played Freddy Krueger». Looper (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020. Cópia arquivada em 28 de maio de 2020 
  94. Englund, Robert; Goldsher, Alan (2009). Hollywood Monster: A Walk Down Elm Street with the Man of Your Dreams (em inglês). Com prefácios de Wes Craven e Tobe Hooper. Nova Iorque: Pocket Books. p. 301. 304 páginas. ISBN 978-1-4391-5048-1. Consultado em 6 de julho de 2020. Cópia arquivada em 6 de julho de 2020 – via Google Livros 
  95. Independent News & Media, The Argus (29 de dezembro de 2012). «Robert Englund». Irish Independent (em inglês). Consultado em 6 de julho de 2020. Cópia arquivada em 7 de julho de 2020 
  96. a b c Peeples, Jase (29 de outubro de 2015). «Robert Englund and the Gay Side of Freddy Krueger». The Advocate (em inglês). Consultado em 6 de julho de 2020. Cópia arquivada em 7 de dezembro de 2019 
  97. Feiwell, Jill (3 de junho de 2003). «Finch AFI's top hero, Lecter most nefarious». Variety (em inglês). Consultado em 7 de julho de 2020. Cópia arquivada em 7 de julho de 2020 
  98. «'Robocop' Leads In Nominations For Saturn Awards» (em inglês). Associated Press. 7 de abril de 1988. Consultado em 8 de julho de 2020. Cópia arquivada em 8 de julho de 2020 
  99. «Robert Englund Awards and Nominations». AceShowbiz (em inglês). Consultado em 8 de julho de 2020. Cópia arquivada em 8 de julho de 2020 
  100. Timpone, Anthony, ed. (março de 2004). «The 13th Annual FANGORIA Chainsaw Awards!». Fangoria (em inglês) (230). Nova Iorque: Starlog Group. p. 14. 85 páginas. ISSN 0164-2111. Consultado em 8 de julho de 2020 – via Internet Archive 
  101. Gingold, Michael (13 de janeiro de 2009). «The 2009 FANGORIA Chainsaw Awards!». Fangoria (em inglês). Consultado em 8 de julho de 2020. Arquivado do original em 8 de julho de 2020 
  102. Axon, Samuel (11 de abril de 2010). «Streamy Awards 2010: Here Are the Winners». Mashable (em inglês). Consultado em 8 de julho de 2020. Cópia arquivada em 22 de junho de 2018 
  103. Lynch, John (26 de setembro de 2018). «The 75 worst movies of all time, according to critics». Business Insider (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  104. American Broadcasting Company (13 de junho de 2001). «X-Men Sweeps Saturn Awards». ABC News (em inglês). Consultado em 8 de julho de 2020. Cópia arquivada em 28 de junho de 2015 
  105. «Robert Englund in Sitges» (em inglês). Festival de Cinema de Sitges. 10 de outubro de 2007. Consultado em 8 de julho de 2020. Cópia arquivada em 19 de fevereiro de 2012 
  106. «2010 Film Festival» (em inglês). NYC Horror Film Festival. Consultado em 8 de julho de 2020. Cópia arquivada em 8 de julho de 2020 
  107. Peralta, Paulo (13 de janeiro de 2020). «CinEuphoria Prémios 2020: os vencedores». CinEuphoria. Consultado em 8 de julho de 2020. Cópia arquivada em 25 de janeiro de 2020 
  108. «Sunburst (1975)» (em inglês). British Film Institute. Consultado em 9 de julho de 2020. Cópia arquivada em 9 de julho de 2020 
  109. «Hustle» (em inglês). British Film Institute. Consultado em 9 de julho de 2020. Cópia arquivada em 7 de janeiro de 2019 
  110. «Stay Hungry (1976)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 9 de julho de 2020. Cópia arquivada em 22 de setembro de 2019 
  111. «St. Ives (1976)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 9 de julho de 2020. Cópia arquivada em 7 de junho de 2019 
  112. a b «Death Trap (1976)» (em inglês). British Film Institute. Consultado em 9 de julho de 2020. Cópia arquivada em 7 de outubro de 2019 
  113. Phipps, Keith (20 de agosto de 2003). «Robert Englund». The A.V. Club (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2020. Cópia arquivada em 23 de novembro de 2019. O: Was Tobe Hooper's Eaten Alive the first horror movie you did? RE: Yeah, it was. 
  114. Johnson, Kevin C. (21 de maio de 2020). «"A Star Is Born" (1976)». St. Louis Post-Dispatch (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2020. Cópia arquivada em 9 de julho de 2020 
  115. «The Great Smokey Roadblock (1978)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 9 de julho de 2020. Cópia arquivada em 9 de julho de 2020 
  116. «Big Wednesday (1978)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 9 de julho de 2020. Cópia arquivada em 2 de maio de 2019 
  117. «Bloodbrothers (1978)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 9 de julho de 2020. Cópia arquivada em 4 de setembro de 2019 
  118. «The Fifth Floor (1980)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 9 de julho de 2020. Cópia arquivada em 9 de julho de 2020 
  119. «Galaxy of Terror (1981)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 9 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  120. «Dead & Buried (1981)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 9 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  121. «Don't Cry, It's Only Thunder (1982)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 9 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  122. a b «A Nightmare on Elm Street (1984)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 9 de julho de 2020. Cópia arquivada em 28 de março de 2019 
  123. «A Nightmare on Elm Street, Part 2: Freddy's Revenge (1985)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 9 de julho de 2020. Cópia arquivada em 9 de novembro de 2019 
  124. «Never Too Young to Die» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 8 de junho de 2019 
  125. «A Nightmare on Elm Street 3: Dream Warriors (1987)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 8 de junho de 2019 
  126. «A Nightmare on Elm Street 4: The Dream Master (1988)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  127. «976-evil (1988)» (em inglês). British Film Institute. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 16 de maio de 2019 
  128. «A Nightmare on Elm Street: The Dream Child (1989)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  129. Born In Cleveland LLC. «C.H.U.D. II: Bud the Chud - Cast and Crew». Moviefone (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  130. «The Phantom of the Opera (1989)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 2 de maio de 2019 
  131. «The Adventures of Ford Fairlane (1990)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 9 de junho de 2019 
  132. Maslin, Janet (14 de setembro de 1991). «Review/Film; Ending With Class, if an End It Is». The New York Times (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2020. Cópia arquivada em 25 de maio de 2015 
  133. «Dance Macabre (1991)» (em inglês). British Film Institute. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  134. Taylor, J.R. (15 de setembro de 1995). «Video Review: 'Tobe Hooper's Night Terrors'». Entertainment Weekly (em inglês). Consultado em 11 de julho de 2020. Cópia arquivada em 7 de julho de 2018 
  135. Scheib, Richard. «Night Terrors (1993)». Moria - The Science Fiction Horror and Fantasy Film Review (em inglês). Consultado em 11 de julho de 2020. Cópia arquivada em 5 de novembro de 2019 
  136. Leydon, Joe (12 de setembro de 1994). «Wes Craven's New Nightmare». Variety (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 14 de setembro de 2015 
  137. «Starquest II (1996)» (em inglês). British Film Institute. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 15 de março de 2018 
  138. Halen, Adrian (27 de novembro de 2010). «Film Review: Killer Tongue (La lengua asesina) (1996)». HorrorNews.net (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 30 de novembro de 2010 
  139. Born In Cleveland LLC. «The Paper Brigade (1996)». Moviefone (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  140. WarnerMedia, Turner Classic Movies. «Perfect Target (1997)» (em inglês). TCM.com. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  141. «Wishmaster (1997)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  142. «Meet the Deedles (1998)» (em inglês). British Film Institute. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  143. «Urban Legend (1998)» (em inglês). British Film Institute. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 30 de agosto de 2019 
  144. «Dee Snider's Strangeland (1998)» (em inglês). British Film Institute. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 7 de julho de 2020 
  145. Bowman, Sabienna (19 de outubro de 2019). «17 Great Halloween Movies From the '90s, aka the Best Decade». PopSugar (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  146. Born In Cleveland LLC. «The Prince and the Surfer (1999)». Moviefone (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 29 de junho de 2016 
  147. «Espero Que Você Morra (2002)». Cineplayers. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  148. «Freddy Vs. Jason (2003)» (em inglês). British Film Institute. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  149. «Il Ritorno di Cagliostro (2003)» (em inglês). British Film Institute. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 11 de julho de 2020 
  150. Born In Cleveland LLC. «Hatchet - Cast and Crew». Moviefone (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  151. Lanzagorta, Marco (22 de outubro de 2006). «Heartstopper (2006)». PopMatters (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  152. «Behind the Mask: The Rise of Leslie Vernon (2007)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  153. Born In Cleveland LLC. «Jack Brooks: Monster Slayer (2007)». Moviefone (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 3 de outubro de 2013 
  154. «Red (2008)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2020 
  155. «Zombie Strippers (2008)» (em inglês). American Film Institute. Consultado em 11 de julho de 2020. Cópia arquivada em 11 de julho de 2020 
  156. Wilson, Staci Layne (29 de setembro de 2011). «The Mole Man of Belmont Avenue Movie Review». Horror.com (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 30 de julho de 2012 
  157. «Strippers vs. Werewolves (2012)» (em inglês). British Film Institute. Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 10 de julho de 2020 
  158. Simpson, J. (4 de março de 2014). «Movie Review: Sanitarium (2013)». Amazing Stories (em inglês). Consultado em 11 de julho de 2020. Cópia arquivada em 11 de julho de 2020 
  159. Bernstein, Abbie (4 de janeiro de 2014). «DVD Review: SANITARIUM». Assignment X (em inglês). Consultado em 11 de julho de 2020. Cópia arquivada em 8 de janeiro de 2014 
  160. Gammon, Dave (19 de abril de 2016). «Film Review: Kantemir (2015)». HorrorNews.net (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 1 de julho de 2016 
  161. Harvey, Dennis (16 de novembro de 2015). «Film Review: 'The Funhouse Massacre'». Variety (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 30 de abril de 2019 
  162. «The Midnight Man (2016)» (em inglês). Fandango. Consultado em 11 de julho de 2020. Cópia arquivada em 11 de julho de 2020 
  163. Murray, Noel (19 de outubro de 2017). «Atmospheric thriller 'Nightworld' delivers too little, too late». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 2 de maio de 2019 
  164. Cotter, Padraig (19 de junho de 2020). «Nightmares In The Makeup Chair: See Robert Englund Transform Into Freddy». Screen Rant (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2020. Cópia arquivada em 26 de junho de 2020 
  165. «Python (2000) reviews and overview». Movies and Mania (em inglês). 4 de dezembro de 2016. Consultado em 12 de julho de 2020. Cópia arquivada em 12 de julho de 2020 
  166. Fandango Media. «Windfall (2001)». Rotten Tomatoes (em inglês). Consultado em 12 de julho de 2020. Cópia arquivada em 30 de abril de 2019 
  167. Fandango Media. «Black Swarm (2007)». Rotten Tomatoes (em inglês). Consultado em 12 de julho de 2020. Cópia arquivada em 30 de abril de 2019 
  168. Wilhelmi, Jack (2 de fevereiro de 2020). «The Lake Placid & Anaconda Crossover Movie Is As Crazy As It Sounds». Screen Rant (em inglês). Consultado em 12 de julho de 2020. Cópia arquivada em 3 de fevereiro de 2020 
  169. CBS Interactive, Inc. «California Fever Episodes». TV Guide (em inglês). Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 13 de julho de 2020 
  170. «Paris: Dead Men Don't Kill». Video Detective (em inglês). Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 13 de julho de 2020 
  171. «Flo series regulars and episode guide» (em inglês). Ultimate70s.com. Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 13 de julho de 2020 
  172. «Walking Tall: The Killing of McNeal County's Children». Video Detective (em inglês). Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 13 de julho de 2020 
  173. «Hart to Hart: Rhinestone Harts». Video Detective (em inglês). Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 13 de julho de 2020 
  174. CBS Interactive, Inc. «Cassie & Co. Episodes». TV Guide (em inglês). Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 13 de julho de 2020 
  175. a b Sage, Tyler (22 de março de 2020). «Revisiting the Sci-Fi Tragedy of 'V: The Series'». Ultimate Classic Rock (em inglês). Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 4 de junho de 2020 
  176. Brooks & Marsh 2009, p. 386-387.
  177. «D.C. Follies: Freddy Krueger's Nightmare: Dan Quayle Elected President». Video Detective (em inglês). Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 13 de julho de 2020 
  178. Brooks & Marsh 2009, p. 502.
  179. Muir, John Kenneth (2013). «Freddy's Nightmares: A Nightmare on Elm Street: The Series (1988-1990)». Terror Television: American Series, 1970-1999 (em inglês). ed. ilustrada. Jefferson (Carolina do Norte): McFarland & Company. 685 páginas. ISBN 978-0-7864-3884-6. Consultado em 14 de julho de 2020. Cópia arquivada em 14 de julho de 2020 – via Google Livros 
  180. «Saturday Horrors on USA Network». Popretrorama.com (em inglês). 15 de março de 2010. Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 13 de julho de 2020 
  181. CBS Interactive, Inc. «The Tonight Show Starring Johnny Carson: 1992 February 25 Full Episode». TV Guide (em inglês). Consultado em 12 de julho de 2020. Cópia arquivada em 12 de julho de 2020 
  182. «This Week's Picks». The Washington Post (em inglês). 22 de maio de 1994. ISSN 0190-8286. Consultado em 12 de julho de 2020. Cópia arquivada em 12 de julho de 2020 
  183. CBS Interactive, Inc. «Watch I'm with Her Season 1 Episode 6: All About Evil». TV Guide (em inglês). Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 16 de outubro de 2015 
  184. «Super Robot Monkey Team Hyperforce Go!: Circus of Ooze». Video Detective (em inglês). Consultado em 18 de agosto de 2020. Cópia arquivada em 18 de agosto de 2020 
  185. Thurman, Trace (6 de junho de 2016). «7 Great Non-Freddy Krueger Roles of Robert Englund!». Bloody Disgusting (em inglês). Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 15 de março de 2018 
  186. «Justice League Unlimited: The Balance». Video Detective (em inglês). Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 13 de julho de 2020 
  187. Philbrick, Jami (8 de julho de 2009). «Robert Englund on "Spectacular Spider-Man"». CBR (em inglês). Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 13 de julho de 2020. I've only done like four [episodes] but so far I'm not as antagonistic or have as many one-liners with him. 
  188. Francis, Anthony (16 de maio de 2020). «10 Best Robert Englund Roles That Aren't Freddy Krueger». Screen Rant (em inglês). Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 27 de maio de 2020 
  189. «The Super Hero Squad Show: Enter Dormammu!». Video Detective (em inglês). Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 13 de julho de 2020 
  190. «Appointment in Samarra». TVmaze (em inglês). Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 8 de novembro de 2019 
  191. «Ka Iwi Kapu». TVmaze (em inglês). Consultado em 12 de julho de 2020. Cópia arquivada em 30 de novembro de 2019 
  192. Miska, Brad (18 de janeiro de 2017). «Robert Englund Voiced "Regular Show's" Big Bad». Bloody Disgusting (em inglês). Consultado em 12 de julho de 2020. Cópia arquivada em 1 de junho de 2017 
  193. «Regular Show: Camping Can Be Cool». Video Detective (em inglês). Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 13 de julho de 2020 
  194. «Green Lantern: The Animated Series: Razer's Edge». Video Detective (em inglês). Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 13 de julho de 2020 
  195. CBS Interactive. «Season 7 Episode 19 - Criminal Minds Photos» (em inglês). CBS.com. Consultado em 13 de julho de 2020. Cópia arquivada em 13 de julho de 2020 
  196. McFarland, Kevin (23 de janeiro de 2013). «Workaholics: "A TelAmerican Horror Story"». The A.V. Club (em inglês). Consultado em 12 de julho de 2020. Cópia arquivada em 3 de novembro de 2019 
  197. Lovett, Jamie (12 de novembro de 2014). «Robert Englund And John Kassir To Guest Star On Teenage Mutant Ninja Turtles» (em inglês). ComicBook.com. Consultado em 12 de julho de 2020. Cópia arquivada em 12 de julho de 2020 
  198. «Hulk and the Agents of S.M.A.S.H.: The Tale of Hercules». Video Detective (em inglês). Consultado em 12 de julho de 2020. Cópia arquivada em 12 de julho de 2020 
  199. Tribune Media Entertainment (12 de fevereiro de 2015). «'Hell's Kitchen' Season 14 Premieres Tuesday March 3». TV by the Numbers (em inglês). Consultado em 12 de julho de 2020. Cópia arquivada em 12 de julho de 2020 
  200. «Uncle Grandpa: Broken Boogie». Video Detective (em inglês). Consultado em 12 de julho de 2020. Cópia arquivada em 12 de julho de 2020 
  201. «Spy Kids: Mission Critical: Home Sick». Video Detective (em inglês). Consultado em 12 de julho de 2020. Cópia arquivada em 12 de julho de 2020 
  202. Vorel, Jim (14 de maio de 2020). «Robert Englund on Freddy Krueger and the Twisted Humor of JJ Villard's Fairy Tales». Paste (em inglês). Consultado em 12 de julho de 2020. Cópia arquivada em 21 de junho de 2020 
  203. Wuench, Kevin (24 de outubro de 2017). «Making this video was anything but a dream for Dokken». Tampa Bay Times (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2020. Cópia arquivada em 14 de julho de 2020 
  204. Barkan, Jonathan (5 de junho de 2015). «Twisted Music Video Of The Week Vol. 189: The Fat Boys "Are You Ready For Freddy"». Bloody Disgusting (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2020. Cópia arquivada em 16 de dezembro de 2017 
  205. Boon, Ed [noobde] (19 de abril de 2017). «Yes indeed! We've been fortunate enough to work with @RobertBEnglund on MK9 (Freddy Krueger) and Injustice2 (Scarecrow)» (Tweet) (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2020. Cópia arquivada em 14 de julho de 2020 – via Twitter 
  206. TheMittani.com, Inc. (2 de setembro de 2016). «Review: Master of Orion». Imperium News (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2020. Cópia arquivada em 14 de julho de 2020 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Robert Englund