Sinal de Alerta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Sinal de Alerta (telenovela))
Ir para: navegação, pesquisa
Sinal de Alerta
Informação geral
Formato Telenovela
Criador(es) Dias Gomes
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) Walter Avancini
Jardel Mello
Paulo Ubiratan
Elenco Paulo Gracindo
Jardel Filho
Vera Fischer
Yoná Magalhães
Carlos Eduardo Dolabella
Renata Sorrah
Eduardo Conde
Bete Mendes
Isabel Ribeiro
Milton Gonçalves
ver mais
Tema de abertura Nenhuma, só sonoplastia
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Globo
Transmissão original 31 de julho de 1978 - 26 de janeiro de 1979
N.º de episódios 116
Cronologia
O Pulo do Gato
Eu Prometo

Sinal de Alerta é uma telenovela brasileira, produzida e exibida pela Rede Globo de 31 de julho de 1978 a 26 de janeiro de 1979, às 22 horas, substituindo O Pulo do Gato.[1] Foi a 26ª "novela das dez" exibida pela emissora.

Escrita por Dias Gomes, auxiliado por Walter George Durst nos 30 capítulos finais, foi dirigida por Walter Avancini, Jardel Mello e Paulo Ubiratan e teve 116 capítulos. Não teve outra substituta na faixa, pois o horário seria reaberto em 1983, com a telenovela Eu Prometo.

Contou com Paulo Gracindo, Yoná Magalhães, Vera Fischer, Jardel Filho, Isabel Ribeiro e Carlos Eduardo Dolabella nos papéis principais.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Tião Borges enriquece de forma rápida e torna-se conhecido. Separado há cinco anos de Talita, ele quer se divorciar, mas ela não aceita. Quer se casar com a jovem Sulamita Montenegro, criada sob rígidos padrões morais e que, por isso, mantém com ele um noivado seguido de perto.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde dezembro de 2009).
  • Walter Avancini acumulou a supervisão da novela.
  • O autor queria que as cenas sufocantes da vila enfumaçada fossem editadas em preto-e-branco.
  • Vera Fischer atuou grávida na telenovela e, em consequência, Dias Gomes engravidou a sua personagem.
  • Não possuía tema de abertura, apenas sonoplastia.
  • Dias Gomes já havia falado de poluição, meio ambiente e ecologia na telenovela O espigão.
  • Personalidades como Oscar Niemeyer e Ruth Christie, presidente da Campanha Popular em Defesa da Natureza, deram depoimentos durante a telenovela sobre a questão ecológica.
  • Foi substituída pela reprise de Gabriela, compactada em 70 capítulos. Depois, o horário foi dedicado a séries nacionais como Malu Mulher e Carga Pesada. Em 1983, a Rede Globo tentou ressuscitar o horário com a telenovela Eu Prometo, que culminou com a morte da autora Janete Clair, em 1990, a Rede Globo estreou a telenovela Araponga, também escrita por Dias Gomes, no horário alternativo, às 21h30.
  • A capa da trilha nacional constava apenas com o logotipo da novela sobre um fundo preto. Na capa do disco internacional, aparecia uma máscara de oxigênio sobre uma pedra, tendo o céu azul como fundo - uma das capas mais impactantes de trilhas sonoras.
  • Foi a primeira telenovela dos atores Eduardo Conde, Fernando Eiras e Angelina Muniz.
  • Foi uma telenovela relativamente curta, talvez mesmo em virtude do pouco sucesso.
  • Foi feita uma alusão da novela em Dancin` Days no capítulo 150, quando Yolanda Pratini (Joana Fomm) comenta com Bibi (Mira Palheta), que iria dormir mais cedo e nem ia assistir a "novela das 22hrs" que achava muito interessante.

Trilha Sonora[editar | editar código-fonte]

Nacional[editar | editar código-fonte]

  1. "Medo de Amar Nº 2" - Simone
  2. "Panorama Ecológico" - Erasmo Carlos
  3. "Rita Baiana" - Zezé Motta
  4. "Anoiteceu" - Francis Hime
  5. "Lero Lero" - Edu Lobo
  6. "Salve o Verde" - Quarteto Em Cy
  7. "Tiro Cruzado" - Sérgio Mendes
  8. "O Silêncio é de Ouro" - Sá & Guarabyra
  9. "Dos Cruzes" - Ney Matogrosso
  10. "Os Outros Que Se Danem Football Club" - Nelson Gonçalves
  11. "Nós, Os Grandes Artistas" - Marilia Medalia
  12. "Cais" - Nana Caymmi

Internacional[editar | editar código-fonte]

  1. "A Distant Time" - Freya Crane
  2. "Boogie Oogie Oogie" - Black Symphony
  3. "Love Me Again" - Rita Coolidge
  4. "Love's In You, Love's In Me" - Giorgio & Chris
  5. "Lay Down Sally" - Eric Clapton
  6. "Times Are Changing" - Daniel Gerard
  7. "Ti Sento" - Nicola Di Bari
  8. "Fool (If You Think It's Over)" - Chris Rea
  9. "Still The Same" - Bob Seger
  10. "Shadow Dancing" - Andy Gibb
  11. "Goodbye Girl" - David Gates
  12. "Midnight Sun" - Shaun Cassidy
  13. "The Loneliest Man On The Moon" - David Castle
  14. "Lei Era" - Willy Morales

Referências

  1. «Sinal de alerta». Teledramaturgia. Consultado em 19 de dezembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]