Otto Alencar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Otto Alencar
Vice-governador da Bahia
Período de governo 1 de janeiro de 2011 — atualidade
Vida
Nascimento 28 de agosto de 1947 (67 anos)
Nacionalidade  brasileiro
Dados pessoais
Partido PSD
Profissão Médico e Professor
linkWP:PPO#Brasil

Otto Roberto Mendonça de Alencar (Ruy Barbosa, 28 de agosto de 1947) é um político, médico e ex-professor brasileiro, casado com Márcia Eumar Félix Santos de Alencar, e tem três filhos. Foi o 48º Governador do Estado da Bahia, da qual é o atual vice-governador.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Otto Alencar nasceu no município baiano de Ruy Barbosa, na Chapada Diamantina. Filho de Vilobaldo Rocha de Alencar e Josenita Mendonça de Alencar, foi educado em conformidade com os costumes do interior. Em Ruy Barbosa, estudou em colégio público até o ginásio. Aos 11 anos, decidiu se tornar médico após ver o seu avô ser atropelado e morto em sua frente. Para seguir a sua vocação, Otto teve que se mudar para Salvador, onde cursou o segundo grau, no Colégio Dois de Julho.

Medicina e Capoeira[editar | editar código-fonte]

Otto Alencar prestou vestibular para Medicina e entrou na Universidade Federal da Bahia. Durante os estudos, ele teve contato com a capoeira, treinando na academia de Mestre Bimba, que na época ficava próximo a sua faculdade. Tornou-se amigo de Bimba e aprendeu muito com ele.

Formou-se no ano de 1972, fez residência médica no Hospital Getúlio Vargas, na Bahia, especialização em prótese do quadril no Hospital das Clínicas de São Paulo e fez curso de medicina do Trabalho e Saúde Ocupacional na UCSAL. Sua carreira como médico começou em 1973, quando tornou-se médico da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Durante sua carreira também foi chefe do serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Getúlio Vargas, médico do trabalho do Centro Industrial de Aratu e Professor Assistente da Faculdade de Medicina da UFBA, além de ter trabalhado no Hospital Santo Antônio

Vida Pública[editar | editar código-fonte]

A vida pública de Otto Alencar teve início em 1985 ao se candidatar a vice-prefeito de Salvador, na chapa de Edvaldo Brito. Em 1986, foi eleito pela primeira vez para a Assembleia Legislativa como deputado estadual constituinte. Foi eleito deputado estadual em 1990 e 1994, sendo o mais votado nas duas eleições. Entre 1990 e 1994, assumiu a Secretaria Estadual da Saúde, quando foi inaugurado, por exemplo, a Maternidade Albert Sabin, no bairro de Cajazeiras, em Salvador.

Governador e secretário[editar | editar código-fonte]

Em 2002, Otto foi governador da Bahia de abril a dezembro daquele ano, chegando a ser eleito um dos cinco melhores governadores do país.[carece de fontes?] Em 2003, foi secretário da Indústria, Comércio e Mineração até 8 de outubro de 2004, quando assumiu o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios até 30 de março de 2010. Foi eleito vice-governador da Bahia em outubro de 2010, e em janeiro do ano seguinte assumiu a Secretaria Estadual de Infraestrutura, até 28 de março de 2014. Neste cargo, foi eleito pelos deputados da Assembleia Legislativa o melhor secretário do governo por duas vezes, em 2011 e 2012.

PSD e Eleições 2014[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2011, Otto Alencar fundou o Partido Social Democrático (PSD), junto com o então prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab. Atualmente Otto é presidente do PSD na Bahia, e é candidato pela legenda ao cargo de Senador, nas eleições de 2014, na chapa do candidato a governador Rui Costa (PT) e seu vice João Leão (PP).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]