Serpa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Serpa
Brasão de Serpa Bandeira de Serpa
Brasão Bandeira
Castle walls Serpa.JPG
Serpa e parte da muralha
Localização de Serpa
Gentílico Serpense
Área 1 103,74 km²
População 15 623 hab. (2011[1] )
Densidade populacional 14,15 hab./km²
N.º de freguesias 7
Presidente da
Câmara Municipal
Tomé Pires (CDU)
Fundação do município
(ou foral)
1295
Região (NUTS II) Alentejo
Sub-região (NUTS III) Baixo Alentejo
Distrito Beja
Antiga província Baixo Alentejo
Orago Nossa Senhora de Guadalupe
Feriado municipal Terça-Feira de após o Domingo de Páscoa
Código postal 7830 Serpa
Sítio oficial CM Serpa
Municípios de Portugal Flag of Portugal.svg
Aqueduto de Serpa

Serpa é uma cidade portuguesa pertencente ao Distrito de Beja, região do Alentejo e sub-região do Baixo Alentejo, com cerca de 6 233 habitantes.[2]

É sede de um dos maiores municípios de Portugal, com 1 103,74 km² de área e 15 623 habitantes (2011)[1] , subdividido em 7 freguesias. O município é limitado a norte pelo município da Vidigueira, a nordeste por Moura, a leste pela Espanha, a sul por Mértola e a oeste por Beja.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Na heráldica portuguesa encontram-se serpes, entre outros a de Serpa (em cuja descrição heráldica aparece a designação de "serpe") representada no brasão da cidade. A Serpe, também conhecida pela muito usada designação inglesa wyvern (ou wivern, derivado da palavra francesa wivre, víbora), semelhante a um dragão, mas de dimensões distintas é muito encontrado na heráldica medieval.

História[editar | editar código-fonte]

Serpa já era povoada antes do domínio dos Romanos, contudo foram estes que fomentaram o desenvolvimento do concelho, em especial a nível agrícola. Em 1166 foi conquistada aos Mouros por D. Afonso Henriques, tendo sido perdida por várias vezes nas constantes lutas da Reconquista.

Foi definitivamente constituída como concelho por D. Dinis, que também mandou reconstruir o seu castelo e cercar Serpa por uma cintura de muralhas, em 1295.

Em 1512 D. Manuel Ifez de serpa uma boa cidade

A sua localização, próxima da fronteira espanhola, acarretou graves problemas para o desenvolvimento deste concelho. Com as guerras da Restauração, Serpa ficou quase completamente destruída, nomeadamente a sua fortaleza.

Economia[editar | editar código-fonte]

Apesar de Serpa ser um centro administrativo, neste concelho predominam as actividades ligadas ao sector primário, seguidas das do secundário, com a indústria ligada à olaria e à cerâmica, e só depois as do sector terciário, com algum pequeno comércio e alguns serviços ligados ao turismo.

A elevada percentagem de área agrícola (cerca de 59%) do concelho destina-se aos cultivos de cereais para grão, de prados temporários e de culturas forrageiras, de culturas industriais, de pousio, do olival, de prados e de pastagens permanentes.

A pecuária regista também alguma importância, nomeadamente na criação de ovinos, aves e suínos.

A 27 de Abril de 2006 a GE Energy Financial Services, a PowerLight Corporation e a Catavento Lda anunciaram que vão construir o maior projecto de energia solar fotovoltaica do Mundo. A nova unidade de produção de energia solar de 11-megawatts inclui 52 000 módulos fotovoltaicos foi construída num único local em Serpa, numa das áreas de maior exposição solar da Europa.

Produzirá 40% mais que a segunda maior instalação do mundo, na Alemanha, devendo produzir energia suficiente para oito mil casas e também prevenir a emissão de trinta mil toneladas de gases de efeito estufa por ano. [2]

População[editar | editar código-fonte]

População do concelho de Serpa (1801 – 2011)
1801 1849 1900 1930 1960 1981 1991 2001 2011
7 512 9 662 17 357 29 445 32 476 20 784 17 915 16 723 15 623

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Em 1995, Serpa acolheu durante vários meses uma vasta equipa técnica e artística da NBP e da RTP, tendo sido lá gravada a telenovela Roseira Brava. Teve autoria de Tozé Martinho e direcção de Nicolau Breyner, sendo o elenco composto por grandes actores como Mariana Rey Monteiro, Marques D'Arede, Virgílio Castelo, Simone de Oliveira, Canto e Castro, Manuela Maria, Márcia Breia, Manuel Cavaco, Rogério Samora, Sofia Sá da Bandeira, Luís Esparteiro, Nuno Homem de Sá, Fátima Belo e a estreante Patrícia Tavares, entre outros.

Património[editar | editar código-fonte]

Freguesias[editar | editar código-fonte]

As freguesias de Serpa são as seguintes:

Galeria[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Serpa

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b [1] Censos 2011
  2. Censos 2011. INE. Página visitada em 7 de fevereiro de 2012.


Concelhos do Distrito de Beja Mapa do distrito de Beja
Aljustrel
Almodôvar
Alvito
Barrancos
Beja
Castro Verde
Cuba
Ferreira do Alentejo
Mértola
Moura
Odemira
Ourique
Serpa
]Vidigueira
Aljustrel
Almodôvar
Alvito
Barrancos
Beja
Castro Verde
Cuba
Ferreira do Alentejo
Mértola
Moura
Odemira
Ourique
Serpa
Vidigueira