Jardim França

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jardim França
Bairro de São Paulo Bandeira da cidade de São Paulo.svg
Fundação 1953
Habitantes 2.500
Distrito Tucuruvi
Subprefeitura Santana/Tucuruvi
Região Administrativa Nordeste

Jardim França é um bairro da zona norte de São Paulo. Localiza-se no distrito do Tucuruvi.[1] Limita-se a leste com o bairro do Tucuruvi, ao norte com o Jardim Barro Branco, ao sul com a Água Fria e a oeste com a Vila Aurora.

Dentre as principais vias do bairro estão a Avenida Nova Cantareira (que vai até a Serra da Cantareira) e a Rua Vaz Muniz. A menos de 1 km do bairro encontra-se a Estação Tucuruvi do metrô.

História[editar | editar código-fonte]

De grande brejo lamacento a bairro nobre

A região onde hoje localizam-se os bairros de Água Fria e Jardim França era de propriedade do francês Jacques Funke. O empresário era dono da Companhia Territorial Franco-Paulista de Água Fria, construtora que loteou primeiramente o bairro de Água Fria na década de 1910.

O Jardim França passou a ser loteado na década de 1950, porém com perfil mais aristocrático. O nome do bairro faz alusão ao país europeu devido ao francês dono das terras citado anteriormente. Na época o mesmo doou um dos lotes para a construção da Igreja de Santa Joana d'Arc.

Anos mais tarde foi criada a Sociedade Amigos do Jardim França, instituição que trouxe melhorias ao bairro, como água canalizada e postes de luz. A venda de lotes foi intensificada depois da inauguração do Acre Clube em 1959.[2] Outros bairros nobres paulistanos se desenvolveram a partir de espaços destinados à pratica esportiva, como Morumbi e Pacaembu.[3]

Atualidade[editar | editar código-fonte]

O bairro possui vias de traçado tortuoso seguindo os padrões garden-city, sendo considerado um bairro-jardim pela intensa arborização e presença de parques/praças. Apesar do nome que faz alusão ao país europeu suas vias possuem nomes indígenas ligados à natureza (Jaboticatubas, Careaçú e Japira). Possui uma população bairrista, representada pela Sociedade dos Moradores e Amigos do Jardim França (SOMA), a entidade que visa a qualidade de vida do bairro.[4]

De perfil estritamente residencial figura como uma das áreas mais caras da Zona Norte paulistana, sendo classificado como "Zona de Valor A" pelo CRECI, tal como outros bairros nobres da cidade como: Higienópolis, Jardim América e Moema.[5] Predominam no bairro condomínios horizontais e mansões, abriga aproximadamente 660 residências e 2500 moradores, além da 20ª Delegacia de Polícia e a 3ª Cia do 43º BPM/M.

Referências

  1. «Pesquise seu distrito». Prefeitura de São Paulo. 26 de setembro de 2005. Consultado em 2 de agosto de 2009. Arquivado do original em 12 de dezembro de 2009 
  2. «Bairro Jardim França: o cinquentão charmoso da Zona Norte». Jornal SP Norte. 27 de Março de 2009. Consultado em 5 de agosto de 2009 [ligação inativa]
  3. «Nossa História». Acre Clube Home. 27 de Março de 2009. Consultado em 5 de agosto de 2009 
  4. «SEGURANÇA É PALAVRA DE ORDEM NO JARDIM FRANÇA». ZN na Linha. 11 de julho de 2009. Consultado em 2 de agosto de 2009. Arquivado do original em 18 de outubro de 2011 
  5. «Pesquisa CRECI» (PDF). 11 de julho de 2009. Consultado em 2 de agosto de 2009. Arquivado do original (PDF) em 6 de julho de 2011 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre bairros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.