Lydya (locomotiva)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lydya
BSicon exTRAIN3.svg
Descrição
Propulsão Diesel
Fabricante Deutz AG
Locomotivas fabricadas 1
Características
Bitola Bitola métrica
Operação
Ano da entrada em serviço 1939
Situação Fora de serviço

A Lydya foi o nome de uma locomotiva diesel experimental da Companhia Nacional de Caminhos de Ferro, em Portugal.

História[editar | editar código-fonte]

Esta locomotiva foi fabricada pela casa alemã Deutz AG, tendo sido transportada para Portugal em 1938, em peças separadas, e montada nas oficinas da Companhia Nacional em Mirandela.[1] No ano seguinte, já se encontrava ao serviço na Linha do Tua.[1] Em 1947, foi transportada para as oficinas de Porto-Boavista, onde foi posteriormente abatida.[1]

Foi a primeira locomotiva a diesel em Portugal, embora tenha sido pouco mais do que um protótipo; a primeira família de locomotivas deste tipo em serviço regular foi a Série 1500, de bitola larga, que entrou ao serviço em 1948.[2]

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i MARTINS et al, p. 98
  2. MARTINS et al, p. 92

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • MARTINS, João; BRION, Madalena; SOUSA, Miguel de; et al. (1996). O Caminho de Ferro Revisitado. O Caminho de Ferro em Portugal de 1856 a 1996. Lisboa: Caminhos de Ferro Portugueses. 446 páginas 



Ícone de esboço Este artigo sobre Locomotiva é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.