Linha do Porto de Ponta Delgada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
L.ª Porto Pt.ª Delgada
aspeto no final dos anos 60
aspeto no final dos anos 60
Comprimento:10 km
Bitola:Bitola larga
Unknown route-map component "exKDSTa"
00 Porto(encerr.)
Unknown route-map component "exBHF"
Ponta Delgada(pj. abd.)
Unknown route-map component "exDST"
10 Pranchinha(encerr.)
Unknown route-map component "exCONTf"
C.F.P.D.F.R.G.(pj. abd.)

A Linha do Porto de Ponta Delgada foi uma ferrovia de bitola extra-larga (2140 mm) que ligava o Porto de Ponta Delgada à Pranchinha, um lugar sito na zona leste da cidade de Ponta Delgada (ilha de São Miguel, Açores), numa extensão de aproximadamente 10 km.

História[editar | editar código-fonte]

A linha foi construída ao mesmo tempo que o molhe do porto, em 1861. Nesse mesmo ano, para auxilio à construção do quebra-mar do porto, foi importado diverso equipamento de Holyhead, País de Gales, outrora utilizado na construção do quebra-mar do porto local[1]. Não servia de transporte público, sendo apenas usada para a construção e manutenção do molhe. Para tal, havia três locomotivas a vapor e 39 vagões para trazer pedra de uma pedreira próxima até ao porto. A locomotiva a vapor N.º 1, construída em 1861 pela casa Neilson & Co. (N.º 697), foi a última das três que tinha vindo em segunda mão para os Açores e tinha sido antes usada para o mesmo fim em Holyhead, no País de Gales. A N.º 2 foi construída pela Black & Hawthorn (N.º 766) entre 1880 e 1885, e a N.º 3 pela Falcon (N.º 165) em 1888.[2]

A linha só funcionava se necessário, para a manutenção do molhe. A última vez de que há registos de actividade foi em 1973.[2]

Actualidade[editar | editar código-fonte]

Pelo menos duas das locomotivas, que estiveram durante muitos anos expostas nos jardins do Museu Carlos Machado em Ponta Delgada, estão armazenadas atualmente nas oficinas da Junta Autónoma dos Portos de Ponta Delgada.[3]

Um estudo recente apontava uma valor de cerca de 200 000,00 € para recuperação daquele material de elevado valor histórico, mas nenhuma decisão foi ainda tomada pelo governo açoriano.[3]

Nas imediações do Porto de Ponta Delgada encontra-se colocado um vagão Plinthed (um vagão para mistura de cimento) recuperado e em muito bom estado de conservação.[2]

Referências

  1. Colin Churcher's Railway Pages. - Broad Gauge Railway Relics in the Açores. Visitada em 27 de Fevereiro de 2012.
  2. a b c Kers, Ernest. Açores - Broad gauge harbor line. Visitada em 27 de Agosto de 2009.
  3. a b Brady, Chris. The Broad Gauge Railway of the Azores. Visitada em 27 de Agosto de 2009.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre transporte ferroviário é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.