Linha E (Metro do Porto)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Metro do Porto linha E.svg Linha E
Inauguração 27 de Maio de 2006
Estações 21
Estado em serviço
Unknown route-map component "uKBFa"
BSicon FLUG.svg Aeroporto
Urban stop on track
Botica
Unknown route-map component "uTHSTo"
Verdes (interface com a Linha B)
Urban stop on track
Crestins
Urban stop on track
Esposade
Urban stop on track
Custóias
Unknown route-map component "uTHSTo"
Fonte do Cuco (interface com a Linha C)
Unknown route-map component "uTHSTo"
Senhora da Hora (interface com a Linha A)
Urban stop on track
Sete Bicas
Urban stop on track
Viso
Urban stop on track
Ramalde
Urban stop on track
Francos
Urban stop on track
Casa da Música
Urban stop on track
Carolina Michaëlis
Urban stop on track
Lapa
Unknown route-map component "uTHSTo"
Trindade (interface com a Linha D)
Urban stop on track
Bolhão
Urban stop on track
Campo 24 de Agosto
Urban stop on track
Heroísmo
Urban stop on track
Logo CP 2.svg BSicon MBAHN.svg Campanhã
Urban End station
Estádio do Dragão (interface com a Linha F)

PortoMetro.png Metro do Porto linha E.svg- Aeroporto - Estádio do Dragão

Nome popular: Linha do Aeroporto
Tempo de viagem: 34 minutos e 40 segundos
Melhor frequência: 30 minutos
Comprimento: 16,7 Km

A Linha E ou Linha Violeta é uma das seis linhas do Metro do Porto que liga a cidade do Porto, desde a estação do Estádio do Dragão, ao seu Aeroporto no concelho da Maia. Conta com 21 estações.

História[editar | editar código-fonte]

Em 27 de Maio, em cerimónia presidida pelo Primeiro-Ministro, José Sócrates, considerou-se concluída a primeira fase da rede, com a entrada em funcionamento da linha Violeta (linha E), que passa a ligar a baixa do Porto ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro, sendo a primeira rede de metropolitano em Portugal a fazer tal tipo de ligação, e a segunda na Peninsula Ibérica.[1] Este nova linha usa o canal da linha B, acrescentando apenas 1 480 metros e 2 novas estações, Botica e Aeroporto.

Referências