Shang-Chi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Shang-Chi
Criado(a) por Steve Englehart
Jim Starlin
Interpretado(a) por Simu Liu
Descrição ficcional
Codinomes conhecidos Mestre do Kung Fu
Brother Hand
Outro(s) nome(s) Shang-Chi
Espécie Humano
Afiliações MI6
Marvel Knights
Vingadores
Vingadores Secretos
Agentes de Atlas
Novos Agentes de Atlas
Família Zheng Zu (Pai)
Zheng Yi (tio)
Zheng Bao Yu (meia-irmã)
Sombra-Móvel (meio-irmão morto)
Kwai Far (meia-irmã)
M'Nai (irmão adotivo)
Zheng Shi-Hua (irmã)
Takeshi (meio-irmão)
Esme (meia-irmã)
Brother Staff (meio-irmão)
Zheng Zhilan (meio-irmã)
Amigo(s) Clive Reston
Homem Aranha
Homem de Ferro
Leiko Wu
Lin Sun
Punho de Ferro
Black Jack Tarr
Inimigo(s) Zheng Zu
Mandarim
Samurai de Prata
Aparições
Filme(s) Shang-Chi and the Legend of the Ten Rings (2021)
Primeira aparição Special Marvel Edition #15 (Dez. de 1973)
Editora(s) Marvel Comics
Perfis externos
Site oficial Página oficial

Shang-Chi (chinês simplificado:尚气, chinês tradicional: 尚氣, pinyin: Shàng Qì, Wade-Giles: Shang Ch'i, jyutping: Soeng6 Hei3, literalmente A ascensão do espírito), /ˌʃɑːŋ ˈ/ SHAHNG-CHEE),[1] muitas vezes chamado de Mestre do Kung Fu (em inglês Master of Kung Fu) ou Irmão Mão, é um super-herói das histórias em quadrinhos publicadas pela Marvel Comics. O personagem foi criado por Steve Englehart e Jim Starlin, aparecendo pela primeira vez em Special Marvel Edition #15 (dezembro de 1973) na Era de Bronze das histórias em quadrinhos[2] e estrelou seu próprio título solo até 1983. Shang-Chi é proficiente em vários estilos de wushu desarmado e baseado em armas, incluindo o uso de bastão gùn, nunchaku e jian.

Shang-Chi foi criado a partir de uma publicação licenciada baseada nos livros do romancista Sax Rohmer como o filho desconhecido do vilão fictício Fu Manchu.[3] Em edições posteriores, sua conexão com Fu Manchu foi subestimada depois que a Marvel perdeu os direitos dos quadrinhos do personagem deste último; para contornar esse problema, o editor acabou ligando para o pai de Shang-Chi, Zheng Zu.[2]


Shang-Chi fez sua estréia em um filme live-action, Shang-Chi and the Legend of the Ten Rings, ambientada no Universo Cinematográfico Marvel. Ele foi interpretado pelo ator sino-canadense Simu Liu.[4]

Histórico da Publicação[editar | editar código-fonte]

O personagem foi concebido no final de 1972, para aproveitar o sucesso da série televisiva Kung Fu, estrelada por David Carradine.[2][5][6]

Como não conseguiu autorização da Time Warner (que desde 1969 é dona da DC Comics),[2][7][8] por intermédio de Roy Thomas, a editora adquiriu a licença de uso de Fu Manchu, um vilão da literatura pulp criado por Sax Rohmer.[9][6] Embora ele próprio fosse um personagem original, muitos dos personagens coadjuvantes de Shang-Chi (mais notavelmente Fu Manchu, Sir Denis Nayland Smith, Dr. James Petrie e Fah Lo Suee) foram criações de Rohmer.[2]

Shang-Chi apareceu pela primeira vez em Special Marvel Edition #15 (Dezembro de 1973) por Steve Englehart e Jim Starlin.[2] As 14 primeiras edições da revista traziam reedições de histórias de super-heróis da Marvel. Shang-Chi apareceu novamente na edição 16, e na edição 17 (abril de 1974) o título foi mudado para The Hands of Shang-Chi: Master of Kung Fu. Em meio ao sucesso das artes marciais nos Estados Unidos na década de 1970, a revista tornou-se muito popular, sendo publicada até a edição 125 (Junho de 1983), incluindo quatro edições "giant-size" e um anual. Ele co-estrelou com o Homem-Aranha em Giant-Size Spider-Man # 2[10] e Marvel Team-Up #84-85. Shang-Chi encontrou o Coisa em Marvel Two-in-One # 29. Special Collector's Edition #1 (1975) republicou histórias de Deadly Hands of Kung-Fu #1-2; Deadly Hands of Kung-Fu Special #1; and Special Marvel Edition #15. Ele participou em crossovers com outros artistas marciais da Marvel, incluindo Tigre Branco, Punho de Ferro e Filhas do Dragão (Colleen Wing + e Misty Knight) e foi publicado regularmente em Deadly Hands of Kung Fu.[3] Steve Englehart afirma que a inspiração do nome do personagem veio de seu interesse pelo I Ching,[11] o nome é uma junção de 升 (shēng) que significa "ascendente" e chi significa energia vital.[12]

Por iniciativa do desenhista Paul Gulacy, o herói passou a ter as feições do ator chinês Bruce Lee.[13] Paul Gulacy era um fã de cinema, e muitos personagens foram inspirados em estrelas de cinema: Juliette em Marlene Dietrich, James Larner em Marlon Brando, Clive Reston (muitas vezes amplamente insinuado como sendo o filho de James Bond, bem como o sobrinho-neto de Sherlock Holmes), ocasionalmente, se parecia com Basil Rathbone e Sean Connery,[2] e um personagem menor Ward Sarsfield (inspirado no nome real de Sax Rohmer, Arthur Henry Sarsfield Ward) que se parecia com David Niven. Em Master of Kung Fu #19, Shang-Chi (já com as feições de Bruce Lee) conhece um lutador chamado Lu Sun, o lutador possuía o rosto parecido com o de Carradine e ostentava um bigode.[13]

Shang-Chi teve mais duas séries curtas: Master of Kung Fu: Bleeding Black (1990) e a minissérie do selo Marvel MAX,[2] Master of Kung Fu: Hellfire Apocalypse (2002), novamente com a arte de Paul Gulacy. O personagem teve duas histórias na série antológica Marvel Comics Presents,[2] incluindo uma roteirizada por Moench, publicada nos primeiros oito números da série em 1988, e co-estrelou uma história com o Cavaleiro da Lua em Moon Knight Special (1992). Em 1997, um arco de história estrelado por Shang-Chi foi lançado em Journey into Mystery # 514-516, e teve a intenção de publicar uma minissérie do personagem em 1998.[14]


Em 1995, Shang-Chi seria um dos títulos produzidos pela Milestone Media, de acordo com o roteirista Dwayne McDuffie, o título mostraria Shang-Chi usando armas de fogo, no estilo gun fu do cineasta de Hong Kong John Woo, contudo, segundo McDuffie, a proposta foi cancelada após a saída do editor chefe  Tom DeFalco e a morte de Mark Gruenwald no ano seguinte.[15]

Embora tenha sido criado em uma série com personagens licenciados, Shang-Chi é um personagem de propriedade da Marvel e foi firmemente estabelecido como parte do Universo Marvel, com participações em vários outros títulos, como Marvel Team-Up, Marvel Knights e X-Men. A maioria dos personagens originais licenciados no elenco de apoio foram eliminados nas séries e histórias mais recentes. Em 2015, a editora anunciou que obteve a licença apenas para republicar as histórias dos anos 70.[16]

Em algumas de suas aparições modernas, seu pai é mencionado como um vilão em termos enigmáticos ou usando uma variedade de novos nomes,[13] porque a Marvel não tem mais os direitos de Fu Manchu. Em Secret Avengers #6-10, o escritor Ed Brubaker oficialmente contornou toda a questão através de um enredo onde um grupo desonesto de agentes de S.H.I.E.L.D. ressuscitaram uma versão zumbificada de Fu Manchu apenas para descobrir que "Fu Manchu" era apenas um pseudônimo; que o pai de Shang-Chi era realmente Zheng Zu, um antigo feiticeiro chinês que descobriu o segredo da imortalidade.[2][17][18] Da mesma forma, a meia-irmã de Shang-Chi, Fah Lo Suee, foi rebatizada como Zheng Bao Yu/Cursed Lotus em Fearless Defenders #8 de 2013,[19][20] enquanto Smith e Petrie não apareceram em nenhuma propriedade da Marvel desde o final da série de Kung Fu em 1983.

Shang-Chi retornou como personagem principal na revista em quadrinhos Heroes for Hire de 2007. Shang-Chi estrelou uma minissérie de cinco edições auto-intitulada a partir de junho de 2020. A minissérie foi escrita pelo autor de O Chinês Americano, Gene Luen Yang com arte de Dike Ruan e Philip Tan. Segundo Yang, a história explora os relacionamentos de Shang-Chi com seu pai Zheng Zu e seus meio-irmãos.[21] Em 2021, Shang-Chi estrelou uma nova série contínua por Yang e Ruan.[22]

Em março de 2021, foi publicado o one-shot The The Legend of Shang-Chi, por Alyssa Wong (roteiro) and Andie Tong (desenhos).[23]

Nas primeiras edições de Master of Kung Fu, a mãe de Shang-Chi era uma mulher caucasiana americana não identificada que Fu Manchu selecionou geneticamente para ser a mãe de sua progênie.[24] A ideia de tornar Shang-Chi meio branco foi determinada pelo então editor-chefe Roy Thomas, contra a vontade de Englehart e Starlin; no entanto, todos os três deram respostas variadas para o motivo por trás da decisão.[25] Após a partida precoce de Englehart e Starlin, as referências à mãe de Shang-Chi e seu passado mestiço foram minimizadas ou totalmente ignoradas; Yang mais tarde retconizou a questão apresentando a personagem Jiang Li como a mãe de Shang-Chi, que coincidentemente compartilha o mesmo nome da mãe de Shang-Chi do Universo Cinematográfico Marvel.[26]

Publicações no Brasil[editar | editar código-fonte]

O personagem estreou no Brasil na revista Kung Fu da EBAL.[9] Outros personagens da Marvel publicados nessa revista foram os denominados Filhos do Tigre.[3][27]

A revista tinha o formato inspirado na revista da Marvel Comics, Deadly Hands of Kung Fu e assim como ela adotou o formato magazine (usado em revistas como a Veja) e impressa em preto e branco. Revistas em quadrinhos desse tipo eram usadas para publicar material para adultos[28] e não sofriam censuras do Comics Code Authority.[29]

A revista da EBAL também publicou material das editoras estrangeiras Charlton (Yang, claramente inspirado na série de TV estrelada por Carradine),[9][30] DC (Richard Dragon, Kung Fu Fighter),[3] Marvel Comics e Selecciones Ilustradas (da Espanha).[31]

A Edição 21 trouxe a biografia em quadrinhos de Bruce Lee publicada originalmente na revista Deadly Hands of Kung Fu #28 (revista que publicava histórias protagonizadas por Shang-Chi),[28] escrita por Martin Sands e desenhada por Joe Staton.[5][13]

Shang-Chi teve histórias publicadas até a quinta edição (quando passou a ter uma revista própria na Editora Bloch). Na sexta edição surgiu uma criação própria, uma personagem com as feições inspiradas em David Carradine e roupas similares a de Shang-Chi, chamado apenas de Kung Fu.[13][27][28]

A editora já havia feito algo parecido com O Judoka, criado para suprir a falta de histórias do Judomaster da Charlton.[13] Após a edição 27, Kung Fu não teve mais histórias publicadas pela EBAL.[13] Assim como a EBAL, a Bloch também publicou histórias de autores brasileiros como o nipo-brasileiro Júlio Shimamoto.[13]

Tanto na revista da EBAL, quanto na da Bloch, eram comuns as publicações de matérias e pôsteres sobre Bruce Lee, David Carradine e outros atores de produções de artes marciais e sobre as artes marciais em geral.[5][27]

Encerrado o período da Bloch, Shang Chi passou para a Editora Abril, sendo um personagem de destaque dos mixes das revistas Capitão América, Heróis da TV e Superaventuras Marvel, além de estrelar com exclusividade algumas revistas especiais.[13] Em 2002, a Panini Comics assume a publicação da Marvel no país,[32] publicando também a série do selo Marvel MAX.[33] Em 2016, a Salvat publica um encernado dedicado ao herói,[34] em abril de 2018, a Panini relança suas histórias originas na Coleção Histórica Marvel - Mestre do Kung Fu.[35]

Histórico ficcional[editar | editar código-fonte]

Mestre do Kung Fu[editar | editar código-fonte]

Shang-Chi nasceu na província de Honã,[nota 1] na República Popular da China, e é filho de Fu Manchu, o criminoso chinês que repetidamente tentou conquistar o mundo e tinha sede de sangue. Shang-Chi foi criado e treinado nas artes marciais por seu pai e seus instrutores. Ele foi enviado em uma missão para assassinar o Dr. Petrie, mas ele conheceu o arqui-inimigo de Fu Manchu, sir Denis Nayland Smith, e descobriu que Fu Manchu era mau. Então, se rebelou contra seu pai. Shang-Chi lutou contra Sol da Meia-Noite, e então conheceu seu próximo aliado, Black Jack Tarr. Shangi-Chi tornou-se um aliado dele, de Sir Denis Nayland Smith e do MI-6, e se opôs a Fu Manchu. Lutou contra os assassinos Si-Fan.[13]

Apesar de, muitas vezes, entrarem, em conflito, seu espírito pacifista e seu desejo de fazer justiça, Shang-Chi entende que, às vezes, é necessário usar a força para salvar vidas. Ao longo de suas aventuras, conheceu Homem-Coisa, e conheceu o super-herói Homem-Aranha.[10] Shang-Chi, então, conheceu seu amigo Clive Reston. Shang-Chi lutou contra o Espreitador das Sombras e Fu Manchu e resgatou o Dr. Petrie de Fu Manchu. Ele, então, se opôs à sua meia-irmã, Fah Lo Suee. Ele se opôs a Carlton Velcro, e primeiro lutou contra Punho de Lâmina e Pavane. Shang-Chi, então, conheceu seu amor, Leiko Wu. Ele se opôs a Mordillo e Brynocki. Ele teve seu primeiro encontro com o Gato. Em seguida, encontrou, pela primeira vez, o Punho de Ferro. Depois, lutou contra Punho Elétrico. Após outra batalha contra Fu Manchu, Shang-Chi deixou o MI-6.

Como um aventureiro, ele se juntou ao Punho de Ferro, Tigre Branco e Valete de Copas contra a Corporação. Ele então conheceu o Coisa e lutou contra a Hidra. Ele se envolveu em um jogo entre Doutor Destino e Prime Mover. Ele primeiro lutou contra Massacrador de Crânios, e depois lutou contra Zaran. Shang-Chi então se juntou ao Homem-Aranha, a Viúva Negra e Nick Fury contra Víbora, Bumerangue e Samurai de Prata. Shang-Chi se opôs a Fu Manchu e Fah Lo Suee mais uma vez. Com Smith, Tarr, Reston e Wu, ele formou a Freelance Restorations, Ltd, baseada no Castelo de Stormhaven, na Escócia. Shang-Chi finalmente testemunhou a morte de Fu Manchu. Ele então se uniu com Rom contra os Espectros. Não muito tempo depois da morte de seu pai, Shang-Chi deixou a Freelance Restorations, Ltd, abandonou sua vida como aventureiro e se retirou para a remota Yang-Tin, na China, para viver como pescador.

Retorno[editar | editar código-fonte]

Algum tempo depois, Shang-Chi retornou da China e se juntou a Tarr, Reston e Wu. Eles lutaram contra o grupo terrorista de Argus, formado para fazer com que os Estados Unidos agissem mais agressivamente contra todos os terroristas. A fim de obter informações, Argus mandou torturar Wu, cortando sua mão esquerda como uma mensagem. Ela foi resgatada por Shang Chi e pelos outros, mas não antes de ele sofrer uma dose de veneno de ação lenta. Antes que o veneno pudesse matá-lo, ele foi curado dos seus efeitos pelo elixir vitae de Fu Manchu.

Heróis de Aluguel[editar | editar código-fonte]

Shang-Chi se uniu a uma versão restaurada do grupo Heróis de Aluguel. Ele começou um relacionamento com Maria Vasquez (Tarântula). Foi ele quem matou seu companheiro de equipe Zumbido, controlado por uma raça insectoide que escapou da nave de Hulk quando este retornou à Terra. Este ato de sangue-frio o traumatizou e ele deixou a equipe.

Era Heroica[editar | editar código-fonte]

No arco Shadowland, Shang-Chi é um dos heróis que lutam contra os ninjas do Tentáculo. Mais tarde, ele trabalha junto com o Homem-Aranha contra o Senhor Negativo, e temporariamente toma os poderes do Senhor Negativo até ser trazido de volta ao normal pelo Homem-Aranha.

Em Secret Avengers, Steve Rogers rastreia Shang-Chi para ajudar a reverter o Conselho das Sombras, que ressuscitou o pai de Shang-Chi, é revelado que o nome deu seu pai é Zheng Zu e que ele empregou o Hai-Dai, um esquadrão de assassinos, para caçar Shang-Chi.

Pelas instruções da nova Madame Teia, Shang-Chi começou a treinar o Homem-Aranha em kung fu para ajudá-lo a compensar a perda recente de seu sentido de aranha.

Nova Marvel[editar | editar código-fonte]

Durante o relançamento Nova Marvel, Shang-Chi se junta aos Vingadores depois de ser recrutado por Capitão América e Homem de Ferro.


Protetores[editar | editar código-fonte]

Shang-Chi se juntou a vários outros super-heróis asiáticos-americanos (Amadeus Cho, Silk, Ms. Marvel, Jimmy Woo e o agente de S.H.I.E.L.D. Jake Oh) para uma campanha beneficente em Flushing, Queens.[36] Mais tarde, enquanto o grupo está passando a noite em Koreatown, Manhattan, eles são emboscados pelo príncipe alienígena Regent Phalkan e seu pequeno exército de Seknarf Seven. Shang-Chi e seus aliados brevemente lutam contra os invasores antes deles e um grande grupo de transeuntes é teletransportado perto de Seknarf Seven, onde Phalkan exige que o grupo ofereça algumas pessoas para a comida dentro de um limite de tempo. Nomeando seu grupo "Os Protetores", Woo reúne o grupo e os espectadores a trabalhar juntos para escapar, enquanto Shang-Chi lidera um ataque com Silk e Ms. Marvel. Os Protetores eventualmente se libertaram e derrotaram Phalkan e suas forças com a ajuda dos espectadores. O Programa Espacial Tropa Alpha chega para resgatar os Protetores e transeuntes e prender Phalkan, que Sasquatch revela ter sido exilado de Seknarf Seven por traição.[37]

Império Secreto[editar | editar código-fonte]

Durante o enredo do Império Secreto, Shang-Chi foi considerado um prisioneiro da Hidra em Madripoor após a aquisição da Hidra dos Estados Unidos. Após a derrota de C.O.L.M.É.I.A. e Gorgon, a inteligência artifical Tony Stark encontra-o e ele afirma que não tem mais o fragmento do Cubo Cósmico. Um flashback revelou que Emma Frost levou o fragmento do Cubo Cósmico dele quando ele estava inconsciente.[38] Shang-Chi foi visto mais tarde com o metrô quando eles e outros super-heróis estão lutando contra as forças da Hidra em Washington, D.C.[39]

Dominó[editar | editar código-fonte]

Buscando uma maneira de lutar contra sua habilidade de roubar o adversário Topázio, Dominó se aproxima de Shang-Chi (que foi encaminhado a ela por seu companheiro de equipe Protetores, Amadeus Cho) em seu retiro na Ilha de Lantau para treinamento.[40] Após uma longa sessão de treinamento, os dois passam uma noite romântica em Hong Kong, apenas para serem emboscados em uma boate por um grande grupo de inimigos de Shang-Chi, liderados por Meia-Noite e incluindo Punho de Lâmina, Shen Kuei, Punho Elétrico, Devastador, Espreitador das Sombras, Garra de Tigre e outros.[41] Dominó e Shang-Chi os derrotam com relativa facilidade.[42] Os dois são confrontados por Topázio, que Dominó derrota usando os ensinamentos de Shang-Chi. Apesar dos pedidos de misericórdia de Shang-Chi, Dominó mata Topázio. Decepcionado, Shang-Chi termina com Dominó e a dispensa como sua aluna.[43]

A Guerra dos Reinos[editar | editar código-fonte]

Depois de participar de uma demonstração para a Escola Pan-Asiática de Jimmy Woo para os Excepcionalmente Superdotados em Bombaim, Shang-Chi e os Protetores são oferecidos como membros dos Agentes do Atlas de Woo. Shang-Chi e os outros são repentinamente alertados pela notícia da invasão da Terra por Malekith; a maioria dos Novos Agentes do Atlas segue para Seul, enquanto a Ms. Marvel se junta a Jake Oh e os Campeões em Nova York. Shang-Chi e os outros defendem Seul da aliada Rainha Sindr de Malekith e suas forças Goblin do Fogo de Muspelheim com a ajuda dos heróis coreanos Raposa Branca, Crescente, Io e Luna Snow.[44] Após Sindr ameaçar convocar um vulcão no meio da cidade e matar milhões de inocentes, Brawn teletransporta Atlas e seus novos aliados para longe da batalha, permitindo que Sindr anexasse pacificamente a Coreia do Sul. Brawn finalmente convoca os heróis chineses Sword Master e Aero, a heroína filipina Wave e a Deusa do Fogo havaiana e os vulcões Pelé de Xangai para ajudar na luta contra o Sindr. Os heróis recém-convocados não estão nada satisfeitos por terem sido retirados de sua batalha anterior, mas Pelé rapidamente interrompe a luta interna, avisando o grupo que o Sindr planeja derreter as calotas polares se eles não trabalharem juntos.[45] Depois de formular um plano, Brawn confronta Sindr e suas forças diretamente enquanto Aero, Wave e Luna usam o Bifrost Negro de Sindr para viajar ao Ártico para diminuir sua temperatura; Shang-Chi e os outros são teletransportados para o aliado de Atlas, o Rei-Macaco, no norte da China, onde Shang-Chi começa a treinar os membros restantes para a luta final.[46] Conforme planejado por Brawn, a Rainha das Cinzas chega ao norte da China com um Brawn capturado, apenas para ser pega de surpresa por Shang-Chi e os outros, que derrotam Sindr com o treinamento de Shang-Chi, embora Pelé (que revelou ter sido M-41 Zu, um Atlas Android misticamente aprimorado e Monkey King se sacrificam no processo. Apesar de ter tido a chance de se render, Sindr foge usando o Black Bifrost, apenas para Shang-Chi e os outros seguirem com o teletransportador de Brawn, onde ajudam o Capitão Marvel a derrotar ela e suas forças restantes na Grande Muralha da China perto de Pequim. Shang-Chi é mais tarde mostrado lutando contra os Goblins do Fogo restantes ao lado de Wolverine, Hawkeye, Misty Knight e os Warriors Three em Shanghai.[47] Após a derrota de Malekith, Shang-Chi é visto com os outros Agentes em Xangai observando enquanto os Goblins do Fogo capturados são escoltados de volta para Muspelheim.[48]

Novos Agentes de Atlas[editar | editar código-fonte]

Pouco depois do evento Guerra dos Reinos, Shang-Chi encontra o Sword Master na cidade de Nova York, que está procurando por seu pai desaparecido. Percebendo a inexperiência e imprudência do herói iniciante, Shang coloca Lin Lie sob sua proteção para melhorar suas habilidades.[49] Enquanto Shang-Chi e Sword Master continuam seu treinamento em Flushing, eles são interrompidos quando luzes brancas começam a engolfar a cidade. Os dois, que estão reunidos com os outros agentes do Atlas e o Homem-Gigante, descobrem que as cidades em que estavam (junto com outras cidades asiáticas, pacíficas e predominantemente asiáticas fora da Ásia) foram fundidas e conectadas com portais. Mike Nguyen da Big Nguyen Company revela estar por trás da cidade recém-fundida, "Pan", que ele afirma que por 24 horas permitiria a cada cidadão explorar facilmente as respectivas cidades sem quaisquer restrições políticas e econômicas. Pouco depois do anúncio, Pã é repentinamente cercado por wyverns, que os agentes confrontam com Isaac Ikeda, o autoproclamado "Protetor de Pã".[50]

Algum tempo depois, Shang-Chi e o Sword Master são confrontados por Ares, que tenta pegar a espada Fuxi de Lin Lie. Shang-Chi faz um compromisso com Ares: em troca de Shang-Chi e do Mestre da Espada ajudá-lo, Ares ajudaria a encontrar o pai desaparecido de Lin Lie. Ares aceita, explicando que seu filho drakon Ismênio foi sequestrado e que ele desejava usar a espada para matar o sequestrador de Ismênio, que Ares acredita ser outro deus. Usando Pan Portals, os três são capazes de rastrear Ismenios até um templo em Madripoor. No entanto, a destruição da prisão de Ismênios pelo Mestre da Espada convoca Davi Naka, a Deusa Mãe de Madripoor.[51] Naka revela que Ismenios tentou saquear o tesouro de Atlântida durante a ausência de seu guardião da serpente marinha, mas foi capturado por Namor. Devido ao seu dever de proteger todos os dragões, Naka resgatou Ismenios da ira de Namor e aprisionou o jovem drakon em seu templo para sua proteção e aplacar o reino subaquático. Naka ainda avisa ao grupo que, apesar de seus esforços, Atlântida ainda está indignada com o desaparecimento de sua serpente marinha e implora que a encontrem.[52]

Amadeus mais tarde aborda Shang-Chi e o incumbe de localizar Jimmy Woo, que não contatou a equipe desde a fusão. Junto com Crescent, Shang-Chi se infiltra no escritório de Woo na Escola Pan-Asiática para os Excepcionalmente Superdotados no setor de Mumbai em Pan, onde ele descobre uma fotografia de Woo e Nguyen juntos.[53] Shang-Chi e Crescent descobrem um túnel secreto no escritório de Woo que os leva para a sede da Atlas Foundation no setor Pan de San Francisco, onde eles ficam cara a cara com Woo e o conselheiro dragão da Atlas Foundation, Sr. Lao, que se apresenta a os agentes Atlas. Ao mesmo tempo, Amadeus, Silk, Sword Master e White Fox invadem a torre de Nguyen e descobrem uma serpente marinha presa em um laboratório. Nguyen nega que ele e Woo estejam em aliança um com o outro, exceto por assinar um tratado de não agressão entre Atlas e Pan, que os agentes acabaram de violar. Nguyen explica que, uma vez que as escamas do dragão contêm propriedades mágicas associadas a portais e teletransporte, o dragão aprisionado estava tendo suas escamas colhidas para fornecer o portal de Pan e a tecnologia de teletransporte. Suspeitando da identidade da serpente, Lao e Woo ordenam aos agentes que a libertem para não despertar a ira de todos os dragões do planeta, enquanto Nguyen e Ikeda argumentam que libertar o dragão causará o colapso dos portais, deslocando todos os cidadãos e refugiados que se estabeleceram no cidade-portal. Antes que uma decisão possa ser tomada, uma grande tempestade começa a engolfar a cidade. Enquanto Ikeda revela que o dragão aprisionado não é outro senão o guardião desaparecido de Atlântida que ele capturou há um ano por aterrorizar o Mediterrâneo, Namor emerge das águas da costa de Pan e começa a invadir a cidade.[54]

Ataques Atlantes[editar | editar código-fonte]

No arco de histórias Ataques Atlantes, Shang-Chi e os outros Novos Agentes de Atlas são convocados por Brawn durante seu confronto com Namor. Namor avisa o grupo para devolver o dragão de Atlântida em um dia ou então enfrentar a ira de Atlântida antes de recuar. Após a batalha, Shang-Chi e os outros Novos Agentes são apresentados aos Agentes de Atlas originais por Woo.[55] Quando Woo envia Namora, Venus, Aero e Wave para Atlântida para uma missão diplomática, Brawn discretamente ordena Shang-Chi e Sword Master para espionar Namora, devido a seus laços familiares com Namor. O dragão é finalmente libertado do cativeiro, mas ao chegar em casa ela fica furiosa e ataca o reino subaquático. Testemunhando a destruição causada pelo dragão, Shang-Chi relata a Amadeus que os cientistas de Atlântida descobriram um implante embutido nas escamas do dragão como a fonte de seu comportamento e que Namor acredita que Amadeus está por trás da sabotagem, levando o rei a retomar seu ataque no Pan.[56]

Irmãos e Irmãs[editar | editar código-fonte]

Ansiando por uma vida normal, Shang-Chi se muda para a Chinatown de São Francisco, mas cruza o caminho de Leiko Wu, que voltou ao MI-6. Quando Leiko informa que a organização de seu pai pode estar ativa novamente, eles são atacados por assaltantes desconhecidos, mas são resgatados pelo Irmão Sabre e pela Irmã Adaga, que se revelam meio-irmãos de Shang-Chi. Os dois revelam a Shang-Chi que ele foi escolhido pelo espírito de Zheng Zu como o próximo Comandante Supremo da Sociedade das Cinco Armas, uma organização secreta criada por seu pai há séculos; também é revelado a Shang-Chi que o retiro de Hunan em que foi criado era a Casa da Mão Mortal, uma das cinco casas da Sociedade, e que ele era seu campeão designado, o Irmão Mão. Sabre e Adaga pedem a seu meio-irmão que retorne para sua família e recupere seu lugar de direito como líder da Sociedade de sua líder ilegítima Irmã Martelo, que usurpou o controle do Comandante anterior, Irmão Bastão, e enviou Guerreiros do Irmão Bastão para matar Shang-Chi para manter seu governo. Percebendo que Martelo é sua irmã há muito perdida, Shang-Chi jura salvá-la do culto de seu pai.[57][58] Shang-Chi chega à Casa do Bastão Mortal em Londres, onde ele e Shi-Hua surpreendentemente têm uma reunião chorosa. Shi-Hua explica a Shang-Chi a história da Sociedade das Cinco Armas e suas cinco casas, que passaram por muitos nomes, incluindo Si-Fan, Ordem do Amanhecer Dourado e Ordem de Hai Dai;[59] Shi-Hua revela que ela foi enviada para a Casa do Martelo Mortal na Rússia. Shang-Chi revela a verdade sobre a natureza de seu pai e tenta convencer Shi-Hua a deixar a Sociedade, mas é repreendido. Acreditando erroneamente que Shang-Chi assassinou Zu, Shi-Hua está indignado que o espírito de seu pai escolheria Shang-Chi para sucedê-lo e revela que ela só pode ser legitimada como Comandante Supremo da Sociedade matando Shang-Chi. Shang-Chi percebe que sua irmã o envenenou e começa a sucumbir aos seus efeitos. Em vez de morrer, Shang-Chi acorda em um dos laboratórios da Sociedade e é atacado por um enxame de jiangshis.[58] Depois de receber um ferimento enquanto lutava contra o jiangshi, Shang-Chi descobre que seu sangue se tornou preto e brilhante. Antes de perder a consciência, Shang-Chi é mais uma vez resgatado por Sabre e Adaga. Enquanto viajava de barco para a Casa da Adaga Mortal, Shang-Chi recebe um novo uniforme cerimonial e treina com Sabre e Adaga (que revelam seus nomes de nascimento Takeshi e Esme, respectivamente, a ele) para se preparar contra o jiangshi de Shi-Hua, que são alimentados pela energia espiritual e uma "queixa não vingada". Shang-Chi percebe que seu ferimento começou a transformar sua carne para parecer a de um jiangshi, fazendo-o perceber que está lentamente se transformando em um. Um espírito dilapidado acena Shang-Chi para a sala do santuário da Casa. Acreditando que ele seja seu pai, Shang-Chi descobre um santuário dedicado ao irmão mais novo de Zheng Zu, Zheng Yi, e um mapa misterioso. O espírito se revela Yi e desaparece antes de explicar qualquer outra coisa.[60] Guiados pelo mapa, Shang-Chi e seus irmãos são direcionados à tumba de Yi em Hunan, onde o espírito de Yi aparece para ele em carne e osso. Shang-Chi pede a orientação de Yi para parar Shi-Hua e seu jiangshi e para curar sua ferida purulenta infligida pelo jiangshi. Em vez disso, o espírito de Yi diz a Shang-Chi para parar de fugir de sua família, caso contrário ele se perderia como seu pai e seus ferimentos o levariam a algo maior. Yi também revela que Zu não roubou a essência de sua vida para a imortalidade, mas a deu voluntariamente quando Zu tentou salvá-lo da morte.[61] Quando Shi-Hua e seu exército de jiangshis atacam Londres, Shang-Chi e seus irmãos chegam como apoio para Leiko e MI-6, fornecendo-lhes amuletos de papel para purificar os jiangshi. Shang-Chi começa a sucumbir ao ferimento e se transforma parcialmente em um jiangshi, permitindo que Shi-Hua controle seu corpo para atacar Takeshi e Esme. Quando Shang-Chi começa a resistir, Shi-Hua planta um microchip contendo sua reclamação não vingada nele para colocá-lo sob seu controle completo. Em vez de resistir, Shang-Chi se acalma, o que transporta os dois para um plano astral, onde eles testemunham as memórias da dura educação de Shi-Hua por seu pai na Casa da Mão Mortal na Rússia. Percebendo que sua raiva está em Zheng Zu, e não em Shang-Chi, Shi-Hua interrompe seu ataque, fazendo com que o jiangshi desmaiasse e as feridas de Shang-Chi sarassem. No entanto, Shi-Hua culpa Shang-Chi por roubar seu propósito de vida e foge antes que Leiko possa prendê-la. No dia do Ano Novo Lunar, Shang-Chi é nomeado o novo Comandante Supremo da Sociedade das Cinco Armas e com Takeshi e Esme ao seu lado, Shang-Chi promete manter a Sociedade livre da influência de Zheng Zu e usá-la para proteger toda a humanidade. Após a cerimônia, Shang-Chi é visitado pelo espírito de Zheng Zu, que o parabeniza e comenta que ele está destinado a se tornar como ele, perturbando Shang-Chi.[62]

Enter the Phoenix[editar | editar código-fonte]

Durante o crossover Enter the Phoenix, Shang-Chi é escolhida pela Força Fênix para participar de seu torneio ao lado de muitos outros heróis e vilões para decidir seu próximo hospedeiro. Junto com os outros campeões, Shang-Chi é fortalecido por uma centelha do fogo cósmico da Fênix e vence sua primeira partida contra Hipérion, que é incapaz de controlar o poder da Fênix e imediatamente se rende sem lutar.[63] Para sua próxima partida, Shang-Chi vai enfrentar o Capitão América, que planeja jogar a partida e ajudar a treinar Shang-Chi para controlar a Fênix, já que ele acredita que Shang é a escolha ideal para o próximo avatar da entidade. Antes que Shang-Chi possa acertar o golpe final, ele jura não usar seus poderes para tirar outra vida, fazendo com que a Fênix intervenha e o elimine do torneio, dando ao Capitão América a vitória.[64]

Shang-Chi vs. Universo Marvel[editar | editar código-fonte]

Como o novo Comandante Supremo da Sociedade das Cinco Armas, Shang-Chi se encontra lutando para equilibrar sua lealdade entre a comunidade de super-heróis e suas obrigações familiares. Depois que uma equipe com a irmã Dagger e o Homem-Aranha para encerrar uma quadrilha de drogas na cidade de Nova York liderada por um membro desonesto da Sociedade chamado Rei Wild Man, o Homem-Aranha fica gravemente ferido e o Rei Wild Man foge da captura, um homem dominado pela culpa Shang-Chi revela a verdadeira história de sua família e seu novo título para um Homem-Aranha chocado.[65] Representando a Sociedade, Shang-Chi e o Irmão Sabre participam de um leilão organizado pelo líder da tríade e ex-amante de Sabre, Lady Iron Fan, em Macau, onde um Cubo Cósmico está à venda. Quando os planos de ultrapassar o lance de outras organizações criminosas pelo Cubo fracassam, Shang-Chi chama o Capitão América para interromper o leilão e juntos prendem os criminosos e protegem o Cubo. Chateado pelo Shang-Chi não ter lhe informado de seus planos com o Capitão América, Takeshi usa o Cubo para ajudar Lady Iron Fan a escapar.[66] Quando as imagens de sua meia-irmã exilada Zheng Zhilan aparecem nas redes sociais, Shang-Chi e seus irmãos viajam para a Irlanda para trazê-la de volta à Sociedade. A reunião se transforma em violência, que é ainda mais intensificada pela chegada de Wolverine, que revela que Zhilan é uma mutante com a capacidade de transformar música em energia solidificada e acredita erroneamente que Shang-Chi abraçou os caminhos malignos de seu pai e está tentando matar Zhilan . Shang salva Wolverine de cair em uma ravina, apesar de saber de seu fator de cura, o que convence Wolverine de que suas intenções são boas. Percebendo que Shang-Chi estava implementando as mesmas reformas que ela uma vez buscou para a Sociedade, Zhilan se juntou a sua família como a nova Irmã Bastão.[67]

Acreditando que Shi-Hua está presa na Zona Negativa e está enviando mensagens psiônicas a ele, Shang-Chi e seus irmãos invadem o Edifício Baxter para resgatá-la após Senhor Fantástico negar o acesso a seu laboratório. Em vez de encontrar Shi-Hua na Zona Negativa, Shang-Chi se reencontra com sua mãe, Jiang Li, que havia sido banida para lá por Zheng Zu muitos anos atrás. Shang-Chi e sua família escapam com sucesso de volta para a Terra, mas na chegada entram em uma altercação com o Quarteto Fantástico.[26]


Outras versões[editar | editar código-fonte]

Secret Wars (2015)[editar | editar código-fonte]

Em Secret Wars, uma versão de Shang-Chi reside na região K'un-Lun, inspirada em wuxia, do Battleworld. Nesta continuidade, ele é o filho exilado do Imperador Zheng Zu, Mestre dos Dez Anéis, uma implacável escola de artes marciais que usa poderes e técnicas místicos baseados nos poderes dos dez anéis do Mandarim da continuidade principal.[68][69],[70]

House of M[editar | editar código-fonte]

Em House of M, Shang-Chi não percebe as maldades de seu pai antes de sua morte nas mãos de Magneto.[71] Isso faz com que ele seja consumido com um desejo de vingança. Nesta realidade, Shang-Chi é o chefe da organização criminosa dos Dragões, ao lado de Colleen Wing, Swordsman, Mantis, Zaran e Machete. Os Dragões, mais tarde, resolvem sua rivalidade contra a gangue de Luke Cage,[72] mas são eventualmente capturados em uma armadilha criada por ambos os assassinos do Rei do Crime e agentes de Thunderbird.[73] Os Dragons e o Wolfpack são libertados por Luke Cage, e a gangue de Shang-Chi se junta aos Vingadores em sua batalha contra a Irmandade de Mutantes.[74]

Marvel Apes[editar | editar código-fonte]

Nesta versão símia do Universo Marvel, Shang-Chi e seu pai trabalham como uma organização subversiva, tentando fazer com que os sencientes locais trabalhem em paz e não em dominação animalesca. Os Vingadores (Ape-vengers) o matam por esse sentimento de 'mente fraca'.[75]

Marvel Zombies[editar | editar código-fonte]

Em Marvel Zombies, Shang-Chi é transformado em um zumbi durante um esforço multi-heroico para resgatar civis sobreviventes.[76] Em uma batalha no meio de Manhattan, detalhada em Ultimate Fantastic Four #23, ele e dezenas de outros heróis zumbis tentam consumir o último lote de humanos. Esses humanos são defendidos pelo Magneto desse universo e pelo Quarteto Fantástico Ultimate. Durante uma tentativa de resgate bem-sucedida, Thing envia Shang-Chi voando pelo ar com um soco. Shang-Chi então ataca Magneto mais uma vez, mas ele é cortado pela metade pelo Mestre do Magnetismo.[77] Um diferente Shang-Chi aparece em Marvel Zombies Return em um universo alternativo onde ele não é afetado pelo surto de zumbis. O zumbi Wolverine o encontra em um clube de luta clandestina, interagindo com outros artistas marciais infames. O mutante faminto por carne o corta até a morte.[78]

Ultimate Marvel[editar | editar código-fonte]

No universo Ultimate Marvel, Shang-Chi apareceu pela primeira vez em Ultimate Marvel Team-Up #15. Ele é o filho de um senhor do crime internacional. Treinado desde o nascimento para se tornar uma arma viva, ele se tornou o maior artista marcial do mundo. Um espírito nobre, ele acabou por renunciar ao império de seu pai.[79] Buscando fugir do alcance de seu pai, ele emigrou para Nova York, onde passa a trabalhar como varredor de chão no Mercado de Peixe de Wu, na Chinatown de Nova York. Sentindo que os habitantes de Chinatown precisavam de alguém para protegê-los, ele e seu amigo Danny Rand foram arrastados para a guerra de gangues entre o Rei do Crime e o Cabeça de Martelo depois que o último o alvejou para conquistar as gangues de Chinatown.[80] O conflito chegou ao clímax quando Shang-Chi, Danny Rand, Homem-Aranha, Gata Negra, Cavaleiro da Lua e Elektra emboscaram a cobertura do Cabeça de Martelo, onde uma batalha se seguiu.[81] Terminou com inconscientes Elektra, Cabeça de Martelo e Cavaleiro da Lua. Os membros da gangue foram então presos pela polícia.[82]

O artista marcial se disfarçou como um criminoso fantasiado para derrubar o Rei do Crime.[83] O Rei do Crime descobriu seu plano e ameaçou matar o herói, mas ele foi resgatado pelo Demolidor, que então o recrutou como parte de sua equipe para derrubar o Rei do Crime.[84] Depois que a identidade do Rei do Crime é vazada para o New York City Police Department|Departamento de Polícia de Nova York, Shang-Chi e a equipe se separam e seguem caminhos separados.[85]

Terra-13584[editar | editar código-fonte]

Na dimensão de bolso de I.M.A da Terra-13584, Shang-Chi aparece como um membro da gangue do Homem-Aranha.[86]

Poderes e habilidades[editar | editar código-fonte]

Embora nunca tenha sido determinada exatamente a extensão das habilidades de luta de Shang-Chi , ele já provou ter batido em diversos adversários considerados sobre-humanos. Shang-Chi é classificado como um atleta, mas ele é um dos melhores artistas marciais não-super-humanos do Universo Marvel e tem dedicado grande e extensiva parte de sua vida ao aprendizado e aperfeiçoamento das artes marciais, sendo referido por alguns como o maior lutador de mãos vazias e praticante de kung-fu vivo. O deus da guerra grego Ares, reconhece Shang-Chi como um dos poucos mortais que podem se defender contra um deus, mesmo sem o uso de magia.[87] Além disso, Shang-Chi lutou contra inimigos superpoderosos como Ben Grimm, o Coisa do Quarteto Fantástico em combate corpo a corpo e provou ser um oponente formidável.[88] Grande parte de suas habilidades físicas parecem originar-se de seu domínio absoluto do chi, que muitas vezes lhe permite superar em muito as limitações físicas de atletas normais podendo ter super-força,hiper velocidade,super agilidade entre outros poderes sobre-humanos. Ele também, já demonstrou inúmeras vezes a capacidade de desviar de balas de metralhadoras e rifles de precisão, e é capaz de desviar de tiros com os seus braceletes. Shang-Chi também ,é extremamente treinado nas artes de concentração e meditação, e é um especialista em diversas armas manuais, incluindo espadas, bastões, nunchaku, e shuriken.


Devido às suas proezas nas artes marciais, Shang-Chi é um professor muito procurado e orientou muitos personagens em kung fu e combate corpo a corpo. Alguns dos alunos mais importantes de Shang-Chi e parceiros de treino incluem Capitão América,[89] Homem-Aranha,[90] Wolverine,[91] e Dominó.[92] Outro testemunho de sua habilidade como instrutor foi durante a Guerra dos Reinos, onde ele foi capaz de treinar um grupo de novatos em um curto espaço de tempo, a ponto de seus protegidos serem capazes de afastar facilmente um exército de poderosos Demônios de Fogo usando as técnicas que ele ensinou.[93][94][95]

Ele também está muito sintonizado com o chi emitido por todos os seres vivos, a ponto de conseguir detectar uma Jean Grey psionicamente mascarada, sentindo a energia dela.[96]

Durante seu tempo com os Vingadores, Shang-Chi recebeu equipamentos especiais de Tony Stark, incluindo um par de pulseiras que lhe permitiam focar seu chi de maneiras que aumentavam sua força[97][98] e um par de nunchaku alimentados por repulsores.[99]

Originalmente sem superpoderes, Shang-Chi ganhou superpoderes temporariamente em várias ocasiões. Durante os eventos da Ilha-Aranha, ele ganhou brevemente os mesmos poderes e habilidades que o Homem-Aranha depois de ser infectado pelo vírus-aranha. Depois de se transformar em aranha gigante, ele foi curado de sua infecção pelo chi do Punho de Ferro, embora à custa dele perder seus poderes de aranha.[100] Em Avengers World, Shang-Chi usou brevemente as Partículas Pym para crescer em tamanho imenso.[101] Após a exposição à radiação cósmica das Incursões, Shang-Chi foi capaz de criar um número ilimitado de duplicatas de si mesmo.[2]

Na história da continuidade do Battleworld das Guerras Secretas, Shang-Chi é capaz de usar nove das dez técnicas da escola Dez Anéis, que são baseadas nos poderes dos dez anéis do Mandarim da continuidade principal.[102] Shang-Chi mais tarde aprende e domina a técnica de intangibilidade de seu aluno Kitten e desenvolve uma nova técnica que transforma seus oponentes em pedra.[103]

Outras mídias[editar | editar código-fonte]

Literatura[editar | editar código-fonte]

  • World Of Reading -This is Shang-Chi. Disney Book Publishing Inc., 2021. ISBN 1-36806-997-5
  • Chow. Marie. Shang-Chi and the Legend of the Ten Rings: Who Guards My Sleep. Disney Book Publishing Inc., 2021. ISBN 1-36806-996-7

Little Golden Books[editar | editar código-fonte]

Jogos de tabuleiro[editar | editar código-fonte]

Shang-Chi aparece no jogo de tabuleiro Marvel United, publicado pela CMON Limited.

Televisão[editar | editar código-fonte]

  • Um personagem chamado "Master of Kung Fu" teve participação sem falas no episódio "Wrath of the Sub-Mariner" da série animada Spider-Man de 1981.

Filmes[editar | editar código-fonte]

Vídeo games[editar | editar código-fonte]

  • Shang-Chi é um personagem jogável no jogo para celular Marvel: Future Fight.[115]
  • Shang-Chi é um personagem jogável no jogo para celular Marvel Duel.[116]
  • Shang-Chi é um personagem jogável no jogo para celular Marvel Contest of Champions.[117][118]
  • Shang-Chi é um personagem jogável no jogo para celular Marvel Strike Force.[119]
  • Shang-Chi é um personagem jogável no jogo para celular Marvel Super War,[120] com voz de Kaiji Tang.
  • Shang-Chi é um personagem jogável no jogo para celular Marvel Puzzle Quest.[121]
  • Uma skin de Shang-Chi foi adicionada ao jogo battle-royale Fortnite.[122]

Notas

  1. Enquanto a série Mestre do Kung Fu consistentemente colocou a infância de Shang Chi em Honan, também conhecido como Honã, Shang-Chi # 1 afirma que foi Hunão.

Referências

  1. «How to Pronounce Shang-Chi (and the Legend of the Ten Rings)». CBR (em inglês). 30 de julho de 2021. Consultado em 31 de julho de 2021 
  2. a b c d e f g h i j k Relembrando as HQs do Mestre de Kung Fu
  3. a b c d Cláudio Roberto Basílio (11 de outubro de 2006). «As Artes Marcias nas HQs - Parte 2». HQManiacs 
  4. Whitbrook, James (20 de julho de 2019). "Simu Liu Will Play Marvel's Martial Arts Superhero, Shang-Chi, in Shang-Chi and the Legend of the Ten Rings"
  5. a b c Eloyr Pacheco. Bruce Lee, Shang Chi & Kill Bill
  6. a b Everybody Was Kung Fu Fighting at Marvel in the 1970s
  7. Sérgio Codespoti (22 de setembro de 2010). «DC Entertainment transfere funcionários da DC Comics para a Califórnia». Universo HQ 
  8. Equipe do UHQ.Entrevista Jim Starlin - Um sucesso escrito nas estrelas. Universo HQ
  9. a b c Cláudio Roberto Basílio (14 de setembro de 2006). «As Artes Marcias nas HQs - Parte 1». HQManiacs 
  10. a b Manning, Matthew K.; Gilbert, Laura, ed. (2012). "1970s". Spider-Man Chronicle Celebrating 50 Years of Web-Slinging. Dorling Kindersley. p. 76. ISBN 978-0756692360.
  11. «Master of Kung Fu 15-19 - Deadly Hands of Kung Fu 1-2». www.steveenglehart.com. Consultado em 7 de setembro de 2021 
  12. Francisco, Eric. «Shang-Chi: Why Marvel's most influential comic disappeared.». Inverse (em inglês). Consultado em 31 de agosto de 2021 
  13. a b c d e f g h i j Cláudio Roberto Basílio (30 de novembro de 2006). «As Artes Marcias nas HQs - Parte 4». HQManiacs 
  14. Middaugh, Dallas (Agosto de 1997). "Journey into Mystery to Launch New Titles". Wizard (72). p. 23.
  15. «Shang-Chi Almost Starred in a Marvel Series from Milestone Media». CBR (em inglês). 12 de setembro de 2021. Consultado em 15 de setembro de 2021 
  16. Terry & Rachel Dodson Cover "Master of Kung Fu" Omnibus
  17. David Richards (4 de abril de 2014). «Benson Unleashes Shang-Chi's "Deadly Hands of Kung». Comic Book Resources 
  18. Capitão América e os Vingadores Secretos #10
  19. Comic Book Review: ‘The Fearless Defenders’ #8
  20. «Every Character Rumored For Marvel's Shang-Chi Movie (So Far)». ScreenRant (em inglês). 25 de agosto de 2020. Consultado em 11 de abril de 2021 
  21. Gustines, George Gene (12 de março de 2020). «A Shang-Chi Comic for Summer, Ahead of the Hero's Marvel Film». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  22. «Shang-Chi Vs. The Marvel Universe». Marvel Entertainment (em inglês). Consultado em 16 de abril de 2021 
  23. «The Legend of Shang-Chi Is a Solid One-Shot Story». CBR (em inglês). 5 de fevereiro de 2021. Consultado em 9 de setembro de 2021 
  24. Special Marvel Edition #15. Marvel Comics
  25. Francisco, Eric. «Shang-Chi: Why Marvel's most influential comic disappeared.». Inverse (em inglês). Consultado em 8 de setembro de 2021 
  26. a b Shang-Chi Vol 2 # 4
  27. a b c Gilberto M. M. Santos (2005). «Kung Fu #1 (Ebal)». Universo HQ 
  28. a b c Toni Rodrigues (2007). «Kung Fu #2 (Ebal)». Universo HQ 
  29. Sérgio Codespoti (8 de maio de 2008). «Quando a nomenclatura faz a diferença». Universo HQ. Consultado em 16 de maio de 2010 
  30. Roberto Guedes (16 de agosto de 2004). «O Incrível Império da Charlton». HQManiacs 
  31. Marko Ajdaric (22 de fevereiro de 2005). «Está no ar o Tebeosfera número 18». Universo HQ 
  32. equipes do Universo HQ e do Omelete (1 de dezembro de 2001). «Marco Lupoi, o homem-forte da Panini, abre o jogo» 
  33. Marvel Max #55
  34. Os Heróis Mais Poderosos Da Marvel Vol. 42: Shang-Chi
  35. Coleções Históricas do Incrível Hulk e Mestre do Kung Fu chegam neste mês
  36. The Totally Awesome Hulk #15. Marvel Comics.
  37. The Totally Awesome Hulk #16-18. Marvel Comics.
  38. Spencer, Nick (roteiro), Sorrentino, Andrea; Reis, Rod (desenhos), Cassara, Joshua; Roseberg, Rachelle (arte-fina). Secret Empire 5 (agosto de 2017)
  39. Spencer, Nick (roteiro), Yu, Leinil Francis; Bennett, Joe; Reis, Rod (desenhos), Alanguilan, Gerry; Yu, Leinil Francis; Pimentel, Joe; Reis, Rod (arte-fimal). Secret Empire 9 (outubro de 2017)
  40. Simone, Gail (roteiro), Baldeón, David; Piper, Anthony (desenhos), Baldeón, David; Piper, Anthony (arte-final). "Killer Instinct Part Three No Luck at All" Domino v3, 3 (agosto de 2018)
  41. Simone, Gail (roteiro), Baldeón, David (desenhos), Baldeón, David (arte-final). "Killer Instinct Part Four Like a Sword Made of Flesh" Domino v3, 4 (setembro de 2018)
  42. Simone, Gail (roteiro), Shelfer, Michael; Baldeón, David (desenhos), Shelfer, Michael (arte-final). "Killer Instinct Part Five Onimod" Domino v3, 5 (outubro de 2018)
  43. Simone, Gail (roteiro), Baldeón, David (desenhos), Baldeón, David (arte-final). "Killer Instinct Conclusion Sudden Death" Domino v3, 6 (novembro de 2018)
  44. Pak, Greg (roteiro), Lim, Gang Hyuk (desenhos), Lee, Gang Hyuk (arte-final). "Fire and Ice Chapter One" War of the Realms: The New Agents of Atlas 1 (julho 2019)
  45. Pak, Greg (roteiro), Lim, Gang Hyuk (desenhos), Lee, Gang Hyuk (arte-final). War of the Realms: The New Agents of Atlas 2 (julho de 2019)
  46. Pak, Greg (roteiro), Lim, Gang Hyuk (desenhos), Lee, Gang Hyuk (arte-final). "Fire and Ice Chapter Three" War of the Realms: The New Agents of Atlas 3 (agosto de 2019)
  47. Aaron, Jason (roteiro), Dauterman, Russell (desenhos), Dauterman, Russell (arte-final). "Chapter Five: The World Tree is Burning" War of the Realms 5 (agosto de 2019)
  48. Pak, Greg (roteiro), Lim, Gang Hyuk (desenhos), Lee, Gang Hyuk (arte-final). "Fire and Ice Chapter Four" War of the Realms: The New Agents of Atlas 4 (agosto de 2019)
  49. Pak, Greg (roteiro), Anindito, Ario (desenhos), Anindito, Ario (arte-final). "Sword Master & Shang-Chi: Master Class Part One" Sword Master 1 (setembro de 2019)
  50. Pak, Greg (roteiro), Leon, Nico (desenhos), Paz, Jason (arte-final). "The Portal of Pan Part 1" Agents of Atlas v3, 1 (outubro de 2019)
  51. Pak, Greg (roteiro), Anindito, Ario (desenhos), Anindito, Ario (arte-final). "Sword Master & Shang-Chi: Master Class Part Five" Sword Master 5 (janeiro de 2020)
  52. Pak, Greg (roteiro), Anindito, Ario (desenhos), Anindito, Ario (arte-final). "Sword Master & Shang-Chi: Master Class Part Six" Sword Master 6 (janeiro de 2020)
  53. Pak, Greg (roteiro), Leon, Nico (desenhos). "The Portal City of Pan Part 4" Agents of Atlas v3, 4 (janeiro de 2020)
  54. Pak, Greg (roteiro), Leon, Nico (desenhos). "The Portal City of Pan Part 5" Agents of Atlas v3, 5 (fevereiro de 2020)
  55. Pak, Greg (roteiro), Anindito, Ario (a). "The Serpent in the Tower" Atlantis Attacks 1 (março de 2020)
  56. Pak, Greg (roteiro), Anindito, Ario (a). "Tactics and Trust" Atlantis Attacks 2 (abril de 2020)
  57. Shang-Chi Vol.1 #1
  58. a b «Shang-Chi's Secret History». Marvel Entertainment (em inglês). Consultado em 6 de maio de 2021 
  59. Luen Yang, Gene (2021). Shang-Chi - Irmãos e Irmãs. [S.l.]: Panini Comics 
  60. Shang-Chi Vol.1 #3
  61. Shang-Chi Vol.1 #4
  62. Shang-Chi Vol.1 #5
  63. Avengers Vol.8 #41
  64. Avengers Vol.8 #42
  65. Shang-Chi Vol 2 #1. Marvel Comics.
  66. Shang-Chi Vol 2 #2. Marvel Comics.
  67. Shang-Chi Vol 2 #3. Marvel Comics
  68. Shang-Chi Gets New Series & New World In 'Master Of Kung-Fu'
  69. Mestre do Kung Fu (Tie-In de Guerras Secretas – 2015)
  70. Blackman, Haden (roteiro), Talajic, Dalibor (desenhos), Sudzuka, Goran (arte-final). Master of Kung Fu v2, #1 (Maio de 2015)
  71. House of M: Avengers 2 (Fevereiro de 2008)
  72. House of M: Avengers 3 (Fevereiro de 2008)
  73. House of M: Avengers 4 (Março de 2008)
  74. House of M: Avengers 5 (Abril de 2008)
  75. Marvel Apes: The Evolution Starts Here. p. 160. ISBN 978-0785139911.
  76. "Dead Days" Marvel Zombies: Dead Days 1 (Julho de 2007)
  77. "Crossover Part 3 of 3" Ultimate Fantastic Four 23 (Novembro de 2005)
  78. "Ugh... from the moon back to earth I go." Marvel Zombies Return 2 (Novembro de 2009)
  79. Ultimate Marvel Team-Up 15-16 (Junho/Julho de 2002)
  80. "Warriors: Part 3" Ultimate Spider-Man 81 (Outubro de 2005)
  81. "Warriors: Part 4" Ultimate Spider-Man 82 (November 2005)
  82. Ultimate Spider-Man Vol. 14: Warriors. p. 168. ISBN 978-0785116806.
  83. "Ultimate Knights Part 1" Ultimate Spider-Man 106 (Maio de 2007)
  84. Ultimate Spider-Man Vol. 18: Ultimate Knights. p. 144. ISBN 978-0785121367.
  85. "Ultimate Knights Conclusion" Ultimate Spider-Man 110 (August 2007)
  86. "The World Is a Dangerous Place" Dark Avengers v2, 187 (Abril de 2013)
  87. Pak, Greg (roteiro), Anindito, Ario (desenhos), Anindito, Ario (arte-final). "Sword Master & Shang-Chi: Master Class Part Four" Sword Master 4 (dezembro de 2019)
  88. Wolfman, Marv; Wilson, Ron (julho de 1977). "Two Against Hydra". Marvel Two-in-One. 1 (29): 7-10.
  89. Brubaker, Ed (roteiro), Deodato, Mike (desenhos), Deodato, Mike (arte-final). "Eyes of the Dragon: Part 4 of 5" Secret Avengers #9 (março de 2011)
  90. Slott, Dan; Gage, Christos (roteiro), Camuncoli, Giuseppe (desenhos), Janson, Klaus (arte-final). "The Return of Anti-Venom Part Two: Revelation Day" The Amazing Spider-Man 664 (August 2011)
  91. Van Lente, Fred (roteiro), Portella, Francis (desenhos), Portella, Francis (arte-final). "Koan" Wolverine: First Class 9 (janeiro de 2009)
  92. Simone, Gail (roteiro), Baldeón, David (desenhos), Baldeón, David (arte-final). "Killer Instinct Part Four Like a Sword Made of Flesh" Domino v3, 4 (setembro de 2018)
  93. Pak, Greg (roteiro), Lim, Gang Hyuk (desenhos), Lee, Gang Hyuk (arte-final). "Fire and Ice Chapter Three" War of the Realms: The New Agents of Atlas 3 (agosto de 2019)
  94. Pak, Greg (roteiro), Lim, Gang Hyuk (desenhos), Lee, Gang Hyuk (arte-final). "Fire and Ice Chapter Four"
  95. Pak, Greg (roteiro), Lim, Gang Hyuk (desenhos), Lee, Gang Hyuk (arte-final). War of the Realms: The New Agents of Atlas 4 (agosto de 2019)
  96. Lobdell, Scott; Raad, Ben (roteiro), Pacheco, Carlos (desenhos), Thibert, Art (arte-final). "Games of Deceit & Death Part 1 of 3" X-Men v2, 62 (março de 1997)
  97. Hickman, Jonathan (roteiro), Opeña, Jerome (desenhos), Opeña, Jerom (arte-final). "We Were Avengers" The Avengers v5, 2 (fevereiro de 2013)
  98. Hickman, Jonathan (roteiro), Opeña, Jerome (desenhos), Opeña, Jerom (arte-final). "The Garden" The Avengers v5, 3 (março de 2013)
  99. Hickman, Jonathan (roteiro), Deodato, Mike (desenhos), Deodato, Mike (arte-final). "Wake the Dragon" The Avengers v5, 11 (julho de 2013)
  100. Johnston, Antony (roteiro), Fiumara, Sebastian; Fernandez, Leandro (desenhos), Lucas, John (arte-final). "The Zen of Spiders" Spider-Island: Deadly Hands of Kung Fu 3 (dezembro de 2011)
  101. Spencer, Nick (roteiro), Checchetto, Marco (desenhos), Checchetto, Marco (arte-final). Avengers World 14 (dezembro de 2014)
  102. Blackman, Haden (roteiro), Talajić, Dalibor (desenhos), Sudzuka, Goran (arte-final). "Chapter Two: Master's Son" Master of Kung Fu v2, 2 (agosto de 2015)
  103. Blackman, Haden (roteiro), Talajić, Dalibor (desenhos), Talajić, Dalibor (arte-final). "Chapter Four: Master and Apprentice" Master of Kung Fu v2, 4 (outubro de 2015)
  104. Stan Lee Tried to Make a Shang-Chi Movie Starring Bruce Lee's
  105. Brehmer, Nat (16 de janeiro de 2020). «Breaking Down the Deleted 'Blade' Ending Featuring Morbius and Why We Never Got That Sequel». Bloody Disgusting! (em inglês). Consultado em 16 de junho de 2020 
  106. «Marvel Puts Shang Chi In DreamWorks' Hands». Animation World Network (em inglês). Consultado em 16 de junho de 2020 
  107. «15 Abandoned Marvel Movie/TV Projects That We Never Got To See». ScreenRant (em inglês). 30 de março de 2018. Consultado em 16 de junho de 2020 
  108. «Marvel Launches Independently Financed Film Slate With Closing of $525 Million Non-Recourse Credit Facility». Marvel Comics. 6 de setembro de 2005. Consultado em 31 de maio de 2018. Cópia arquivada em 23 de outubro de 2016 
  109. "'Shang-Chi' Marvel's First Asian Film Superhero Franchise; Dave Callaham Scripting, Search On For Director Of Asian Descent". Deadline
  110. McNary, Dave (3 de dezembro de 2018). «Marvel Studios Developing 'Shang-Chi' Movie With Dave Callaham Writing». Variety 
  111. "Marvel's 'Shang-Chi' Sets Director Destin Daniel Cretton". The Hollywood Reporter.
  112. «Marvel's 'Shang-Chi' Finds Its Lead». Variety. 20 de julho de 2019 
  113. «'Black Widow' Moves to November as Other MCU Films Shift Back to 2021, 2022». TheWrap (em inglês). 3 de abril de 2020. Consultado em 23 de março de 2021 
  114. «Marvel Studios' 'Black Widow' and More Receive New Phase Four Release Dates». Marvel Entertainment (em inglês). Consultado em 23 de março de 2021 
  115. Asian Heroes from 'Marvel Future Fight' Make Comic Book Debut with 'New Agents of Atlas'
  116. «Marvel Knights Deck Strategies». www.marvelduel.com. Consultado em 29 de abril de 2021 
  117. «v31.0 Release Notes». Marvel Contest of Champions. 30 de abril de 2021. Consultado em 30 de abril de 2021 
  118. «Entering Marvel Contest of Champions: Shang-Chi». Marvel Entertainment (em inglês). Consultado em 14 de maio de 2021 
  119. «MARVEL Strike Force: Mestre das artes marciais». MARVEL Strike Force. Consultado em 17 de agosto de 2021 
  120. MARVEL Super War [@MARVELSuperWar] (26 de agosto de 2021). «Shang-Chi arrives in MARVEL Super War! What amazing abilities does this master of martial arts possess? Watchers, check out the video below! For more details please check our official Facebook: facebook.com/MARVELSuperWar #MARVELSuperWar» (Tweet). Consultado em 31 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 31 de agosto de 2021 – via Twitter 
  121. «Piecing Together Marvel Puzzle Quest: Shang-Chi (Origin)». Marvel Entertainment (em inglês). Consultado em 28 de agosto de 2021 
  122. «Fortnite Leak Reveals Shang-Chi Skin». GAMING (em inglês). Consultado em 2 de setembro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]