TV Jornal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de TV Jornal do Commercio)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde fevereiro de 2015). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
TV Jornal
TV & Rádio Jornal do Commercio Ltda.
Recife, Pernambuco
Brasil
Tipo Comercial
Canais Digital: 35 UHF
Virtual: 2 PSIP
Outros canais Ver mais
Analógico:
02 VHF (1960-2017)
Sede Bandeira de Recife.svg Recife, PE
Slogan Pernambuco em primeiro lugar
Rede SBT
Rede(s) anterior(es)
Fundador F. Pessoa de Queiroz
Pertence a Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (Grupo JCPM)
Proprietário João Carlos Paes Mendonça
Antigo proprietário F. Pessoa de Queiroz (1960-1987)
Presidente João Carlos Paes Mendonça
Fundação 18 de junho de 1960 (58 anos)
Prefixo ZYB 338
Emissoras irmãs Rádio Jornal
Cobertura Grande Recife, Mesorregião da Mata Pernambucana e partes do Agreste Pernambucano
Coord. do transmissor 8° 3' 10.7" S 34° 52' 42.3" O
Potência 10 kW
Agência reguladora ANATEL
Informação de licença
CDB
PDF
Página oficial tvjornal.ne10.uol.com.br/home

TV Jornal é uma emissora de televisão brasileira sediada no Recife, capital do estado de Pernambuco. Opera no canal 2 (35 UHF digital) e é afiliada ao SBT. Faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, subsdiária do Grupo JCPM, pertencente ao empresário João Carlos Paes Mendonça. Fundada em 18 de junho de 1960, é a emissora de TV mais antiga ainda em operação na Região Nordeste do Brasil.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1960, a TV Jornal entrou em testes no canal 2 do Recife, sendo assim a primeira emissora a entrar no ar no estado. Embora a TV Rádio Clube tenha sido inaugurada duas semanas antes da TV Jornal, a emissora já estava em testes há algum tempo. A TV Jornal passou a ser a emissora mais antiga de Pernambuco quando o Governo Federal cassou a concessão da TV Rádio Clube em 1980, juntamente com a Rede Tupi.[1]

A TV Jornal foi inaugurada em 18 de junho por F. Pessoa de Queiroz, então dono do Jornal do Commercio e da Rádio Jornal. A emissora estava instalada num moderno prédio no bairro de Santo Amaro, onde também estava a rádio, com três grandes estúdios, sendo um deles um auditório para 250 lugares, camarins, sala de maquiagem, além de uma boutique e um restaurante. A TV Jornal também tinha sua própria marcenaria, responsável por confeccionar e fazer a manutenção nos cenários, que eram preparados especialmente para atender as suas necessidades. Os equipamentos foram importados da indústria inglesa Marconi, que atendia desde os programas jornalísticos as produções de entretenimento.[1]

Em 1963, a emissora transmitia programas da TV Excelsior e da REI. Entre 1960 e 1986, a emissora podia ser captada em João Pessoa, no estado vizinho da Paraíba, antes de a TV Cabo Branco entrar no ar na capital do estado. Um fato curioso é que, devido a um efeito de Inversão térmica, a emissora chegou a ser captada em Santos, no litoral paulista, a mais de 2000 km de distância do Recife. O jornal A Tribuna chegou a publicar uma manchete que dizia que um morador conseguia captar a emissora no canal 2 com a imagem e som inconstantes.

Durante a década de 1960, a TV Jornal produziu várias novelas regionais, com destaque para A Moça do Sobrado Grande.[1] A novela ficou no ar por nove meses e fez um grande sucesso na emissora. Tanto que foi vendida para a TV Bandeirantes São Paulo, que a exibiu entre 24 de julho a 8 de dezembro de 1968. Fazendo sucesso em Pernambuco, acabou passando em branco em São Paulo.

Em 1979, se afiliou com a Rede Bandeirantes, com quem ficou até o ano de 1987. Nesse ano, o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação começou a passar por uma crise que quase levou a TV Jornal e as empresas do grupo à falência.[1][2] A TV Jornal chegou a ficar 43 dias com barras de cor na tela, sem transmitir nada da Rede Bandeirantes e nenhum programa local. A situação continuou a mesma, quando o então empresário João Carlos Paes Mendonça, dono da rede Bompreço de supermercados (que hoje pertence ao Walmart Brasil) comprou o grupo de comunicação. A partir daí, a TV Jornal e as outras empresas do grupo passaram a fazer parte do Grupo JCPM.[2] A TV Jornal deixava a Rede Bandeirantes e se afiliava com o SBT, rede com a qual está até hoje.

Em 2 de fevereiro de 2015, a emissora torna-se a primeira afiliada do SBT a lançar uma versão local do telejornal Notícias da Manhã, apresentado por Rodrigo Asfora, que havia sido contratado em janeiro da TV Tribuna.[3] O programa sucedeu o policial Plantão da Cidade, apresentado desde então por Washington Gurgel, e vinha seguindo uma padronização do SBT no jornalismo matinal de suas emissoras próprias e afiliadas.[4]

Em 3 de setembro de 2018, a TV Jornal demitiu o gerente de jornalismo Washington Luís e a apresentadora Lorena Gomes, que comandava o esportivo Replay,[5] que foi assumido por Aroldo Costa. Em 8 de setembro, morreu a jornalista Graça Araújo, após sofrer um AVC. A apresentadora ancorou por 26 anos o TV Jornal Meio Dia e sua morte causou comoção nas redes sociais e na imprensa pernambucana.[6] No dia seguinte, a emissora fez a cobertura do velório e cremação da apresentadora, que foi ao ar durante os intervalos da programação de domingo do SBT, e em alguns momentos chegou a cortar parte dos programas Domingo Legal e Eliana. Após o falecimento da titular, o TV Jornal Meio Dia passou a ser apresentado por Anne Barreto, que deixou a apresentação do Notícias da Manhã PE para Leandro Oliveira.

No fim do ano, o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação promoveu a demissão de cerca de 60 profissionais, e a TV Jornal foi afetada a partir do cancelamento dos programas Replay e Interativo (este último apresentado por Danielle Monteiro, também entre os demitidos). Com os espaços vazios na programação, a emissora aumentou o tempo de duração do Sabor da Gente e passou a reprisar localmente o Primeiro Impacto, exibido durante as manhãs pelo SBT.[7]

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

Canal virtual Canal digital Resolução de tela Programação
2.1 35 UHF 1080i Programação principal da TV Jornal / SBT

A emissora iniciou os testes para implantação do seu sinal digital em 14 de abril de 2009, através do canal 35 UHF, sendo a primeira emissora de Recife a operar com a nova tecnologia. Em 27 de maio, a emissora iniciou oficialmente suas transmissões digitais, com uma solenidade realizada no JCPM Trade Center no Recife, que contou com a presença do presidente da emissora, João Carlos Paes Mendonça, e vários convidados. A TV Jornal exibiu após o fim do TV Jornal Notícias um programa especial feito pelo jornalismo da emissora mostrando a união entre a tradição e inovação da música e tecnologia do Pernambuco. Às 22h30, a emissora exibiu também um especial musical gravado no auditório do SJCC, com a apresentação de Graça Araújo, e que contou com a participação de nomes como Santanna, Silvério Pessoa, Reginaldo Rossi e Quinteto Violado.[8][9] Em 2010, a emissora começou a produzir seus programas em alta definição.

Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a TV Jornal, bem como as outras emissoras do Recife, cessou suas transmissões pelo canal 02 VHF em 26 de julho de 2017, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.[10] O sinal da emissora foi interrompido às 23h59 durante a exibição do Programa do Ratinho, sendo substituído por um aviso do MCTIC e da ANATEL sobre o switch-off.

Programas[editar | editar código-fonte]

Além de retransmitir a programação nacional do SBT, a TV Jornal produz os seguintes programas:

  • Bronca 24 Horas: Jornalístico policial, com Washington Gurgel;
  • Notícias da Manhã PE: Telejornal, com Leandro Oliveira;
  • Sabor da Gente: Programa culinário, com Wellington Almeida;
  • TV Jornal Meio-Dia: Telejornal, com Anne Barreto;
  • Por Dentro: Revista eletrônica, com Joslei Cardinot;
  • Papeiro da Cinderela: Humorístico, com Jeison Wallace;
  • O Povo na TV: Jornalístico, com Ciro Bezerra;
  • TV Mãos a Obra: Programa de variedades, com Rodrigo Asfora e Taís Cintra;
  • Carro Arretado: Programa sobre automobilismo, com Silvio Menezes;
  • Expedição Nordeste: Programa turístico, com Cauã Cordel e Tauã Cordel;[nota 1]
  • Show de Bola: Jornalístico esportivo, com Kaline Bradley;
  • Vida Saudável: Jornalístico, com Nadya Alencar

Retransmissoras[editar | editar código-fonte]

O sinal da TV Jornal cobre toda a Região Metropolitana do Recife, a Mesorregião da Mata Pernambucana e algumas áreas do Agreste Pernambucano. O restante do estado, além do arquipélago de Fernando de Noronha são cobertos pela TV Jornal Caruaru.

Notas e referências

Notas

  1. Exibido em conjunto com as afiliadas do SBT no Nordeste

Referências

  1. a b c d * LINS, Alice Maria Grego. A TV JORNAL E OS ANOS 60: GLÓRIAS E CRISES DE UMA EMISSORA LOCAL. Florianópolis: II Encontro Nacional da Rede Alfredo de Carvalho, 2004.
  2. a b * Fique por dentro do JC
  3. «Mais informação nas manhãs da TV Jornal». NE10. 2 de fevereiro de 2015. Consultado em 2 de fevereiro de 2015  Texto " autor " ignorado (ajuda)
  4. Falcheti, Fabrício (19 de janeiro de 2015). «SBT lançará edições locais do "Notícias da Manhã" pelo Brasil». Na Telinha - UOL. Consultado em 2 de fevereiro de 2015 
  5. Falcão, Diego (3 de setembro de 2018). «Afiliada do SBT em Recife demite apresentadora e gerente de jornalismo». NaTelinha - UOL. Consultado em 24 de janeiro de 2019 
  6. «Jornalista Graça Araújo morre após sofrer AVC hemorrágico no Recife». Jornal do Commercio. 8 de setembro de 2018. Consultado em 24 de janeiro de 2019 
  7. «Afiliada do SBT em recife promove demissões em massa e acaba com programa». Alta Definição. 28 de dezembro de 2018. Consultado em 24 de janeiro de 2019 
  8. Sales, Rodrigo (25 de maio de 2009). «TV Digital chega a Recife». Ministério das Comunicações. Consultado em 7 de janeiro de 2016 
  9. Lima, Renato (27 de maio de 2009). «Ministro oficializa emissão da TV Jornal Digital». JC Online. Consultado em 7 de janeiro de 2016. Arquivado do original em 31 de maio de 2009 
  10. Higa, Paulo (15 de fevereiro de 2016). «Quando a TV analógica será desligada na sua cidade». Tecnoblog. Consultado em 30 de julho de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]