O Último Imperador

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de The Last Emperor)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
The Last Emperor
O Último Imperador (PRT/BRA)
 China ·  Itália ·  França ·
 Reino Unido ·  Hong Kong

1987 •  cor •  165 min 
Direção Bernardo Bertolucci
Roteiro Mark Peploe
Bernardo Bertolucci
Elenco John Lone
Joan Chen
Peter O'Toole
Ryuichi Sakamoto
Género drama histórico-biográfico
Idioma inglês
mandarim
japonês

O Último Imperador[1][2][3][4](em inglês: The Last Emperor ) é um filme ítalo[2][1]-franco[1][2]-honcongo[2]-sino[1]-britânico[2][1]de 1987, do gênero drama histórico-biográfico, dirigido por Bernardo Bertolucci.[2][1]


Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme conta a história da vida de Aisin-Gioro Puyi, o último imperador da China Imperial. Com a vitória comunista em 1949 Puyi é entregue para a China – havia sido capturado por tropas soviéticas em 1945, considerado criminoso de guerra, ficara preso em um gulag até essa data. Através de flashes, o último imperador recorda a sua infância, foi proclamado imperador muito precoce, e como teve de viver isolado na Cidade Proibida – palácio imperial chinês localizado no meio de Pequim – com a proclamação da república em 1911. Após, ele recorda como tornara-se um imperador fantoche em Manchukuo (1932 – 1945), então, sob o domínio japonês, razão pela qual é julgado pelo tribunal de Crimes de Guerra de Tóquio em 1946. Puyi vive, então, a partir de 1949, em um presídio para reeducação na China até 1959, ano no qual passa a ter uma vida comum em Pequim trabalhando como jardineiro no jardim botânico da cidade e, depois, como bibliotecário.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

The Last Emperor teve recepção geralmente favorável por parte da crítica especializada. Com base de 15 avaliações profissionais, alcançou uma pontuação de 76% no Metacritic. Por votos dos usuários do site, atinge uma nota de 8.4, usada para avaliar a recepção do público.[5]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia tem o

Óscar 1988 (EUA)[editar | editar código-fonte]

Prêmio Eddie 1988 (American Cinema Editors, EUA)[editar | editar código-fonte]

Globo de Ouro 1988 (EUA)[editar | editar código-fonte]

  • Venceu
    • Melhor filme - drama[7]
    • Melhor diretor[7]
    • Melhor roteiro[7]
    • Melhor trilha sonora[7]
  • Indicado
    • Melhor ator - drama (John Lone)[7]

Academia Japonesa de Cinema 1989 (Japão)[editar | editar código-fonte]

BAFTA 1989 (Reino Unido)[editar | editar código-fonte]

Prêmio César 1988 (França)[editar | editar código-fonte]

Prêmio David di Donatello 1988 (Itália)[editar | editar código-fonte]

Grammy 1989 (EUA)[editar | editar código-fonte]

Prêmio NYFCC 1987 (EUA)[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f «O Último Imperador». Brasil: CinePlayers. Consultado em 30 de janeiro de 2019 
  2. a b c d e f «O Último Imperador». Brasil: AdoroCinema. Consultado em 30 de janeiro de 2019 
  3. «O Último Imperador». Portugal: SapoMag. Consultado em 30 de janeiro de 2019 
  4. «O Último Imperador». Portugal: CineCartaz. Consultado em 30 de janeiro de 2019 
  5. «The Last Emperor» (em inglês). Metacritic. Consultado em 29 de março de 2015 
  6. a b c d e f g h i «60.º Oscar - 1988». CinePlayers. Consultado em 30 de janeiro de 2019 
  7. a b c d e «45.º Globo de Ouro - 1988». CinePlayers. Consultado em 30 de janeiro de 2019