Bom Jardim de Goiás

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Bom Jardim de Goiás
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 18 de agosto
Fundação 1953
Gentílico bom-jardinense
Prefeito(a) Baré (PSDB)
(2009–2012)
Localização
Localização de Bom Jardim de Goiás
Localização de Bom Jardim de Goiás em Goiás
Bom Jardim de Goiás está localizado em: Brasil
Bom Jardim de Goiás
Localização de Bom Jardim de Goiás no Brasil
16° 12' 36" S 52° 10' 19" O16° 12' 36" S 52° 10' 19" O
Unidade federativa  Goiás
Mesorregião Noroeste Goiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Aragarças IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Aragarças;Baliza;Piranhas;Montes Claros
Distância até a capital 360 km km
Características geográficas
Área 1 850,738 km² [2]
População 8 423 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 4,55 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,670 médio PNUD/2010 [4]
PIB R$ 67 201,083 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 7 742,95 IBGE/2008[5]
Página oficial

Bom Jardim de Goiás é um município brasileiro do estado de Goiás. Sua população estimada em 2004 era de 8.110 habitantes.

Bom Jardim de Goiás surgiu em meados do século XIX, com a descoberta de pedras preciosas às margens do Ribeirão Macaco, quando iniciou-se a chegada dos primeiros habitantes em 1912. Fixou residência no mesmo ano a família Felizardo, que dois anos mais tarde, juntamente com várias outras, começou a sofrer sérios ataques de índios bororós que habitavam a região. Mesmo com esses ataques, muitas famílias procuraram o local para morar.

No ano de 1917, com a chegada de novas famílias, e ocorrendo continuamente o ataque dos índios, várias pessoas se reuniram e decidiram doar, como promessa, uma área de terra à Igreja Católica, para que São João Batista pudesse livrá-los dos ataques indígenas. As terras foram doadas por Ana Rufina de Jesus. A fé dessas pessoas era tão grande que, aos poucos, os índios foram se afastando da região. O tempo foi passando, a população aumentou gradativamente, surgiram mais casas e o comércio melhorou, apesar das dificuldades que surgiam. O nordestino Valério Porto chegou no local influenciado pela maratona aurífera.

Em 1942, o povoado foi elevado à categoria de Distrito de Bom Jardim, pertencente ao município de Rio Bonito – hoje Caiapônia, cujo nome se deve por ser banhado pelo riacho Bom Jardim.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 31 de julho de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

http://www.bomjardim.go.gov.br/portal1/municipio/historia.asp?iIdMun=100152034

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Goiás é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.