Britânia (Goiás)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Britânia
Bandeira de Britânia
Brasão de Britânia
Bandeira Brasão
[[1]]
Aniversário 29 de Junho
Fundação Não disponível
Gentílico britaniense
Prefeito(a) Carlos Cunha (PP Partido Progressista)
(2013–2016)
Localização
Localização de Britânia
Localização de Britânia em Goiás
Britânia está localizado em: Brasil
Britânia
Localização de Britânia no Brasil
15° 14' 27" S 51° 09' 39" O15° 14' 27" S 51° 09' 39" O
Unidade federativa  Goiás
Mesorregião Noroeste Goiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Rio Vermelho IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Jussara, Santa Fé de Goiás e Aruanã.
Distância até a capital 306 km aproximadamente km
Características geográficas
Área 1 461,181 km² [2]
População 5 509 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 3,77 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,672 médio PNUD/2010 [4]
PIB R$ 48 004,468 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 9 226,31 IBGE/2008[5]
Página oficial

Britânia é um município brasileiro do estado de Goiás. Sua população estimada em 2010 era de 5.509 habitantes. Seu ponto turístico mais conhecido é o Lago dos Tigres.

História[editar | editar código-fonte]

Na década de 50, as terras em torno do Lago dos Tigres estavam em poder do Dr. Paulo Smith de Vasconcelos. Representando um grupo maior, ele era dono de 20 mil alqueires goianos, dando início à sua fundação com o loteamento de glebas rurais feito às margens do Lago dos Tigres. Em seguida, foi adquirida toda área, em sociedade com um cidadão de Tupã-SP, idealizador da fundação da cidade.

Foi realizado um concurso para a escolha do nome da cidade, no qual concorreram os seguintes nomes: Quênia, Primavera, Goiás Luz, Vera, sendo eleito o nome "Britânia", indicado por alguém que conhecera e o indicou pela grande semelhança do município, em seus aspectos geográficos e hidrográficos, com as Ilhas Britânicas.


Chegaram as primeiras famílias para aqui fixarem suas moradas, às 16h45 do dia 29 de junho de 1957, via Lago dos Tigres, em um Barco chamado "Pirarara". Entre elas, estavam as famílias de José Camelo Pinto, Eugênio Gama, João Domingos, José Cardoso e outros. Aportaram e montaram acampamento perto de uma árvore Itarumã, ponto de referência aos mesmos. Orientaram os trabalhos de limpeza de um pequeno espaço. Cortaram lenha para montagem de uma fogueira em louvor à "São Pedro", hoje padroeiro da cidade.


Passado um ano, em 29 de junho de 1958, o município, já habitado por Dom Cândido Penso, teve a primeira missa. A emancipação política do município deu-se em 5 de janeiro de 1964. Antes, o município teve como prefeito provisório o Sr. Adelino Braga e Raimundo de Souza Leocárdio, pelo voto direto Joel Ferreira da Costa, o primeiro prefeito eleito. A região economicamente desenvolveu inicialmente a agricultura, mas hoje predomina a pecuária e desperta-se para o desenvolvimento do Turismo.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 31 de julho de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Goiás é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.