Goianira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Goianira
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação 25 de março de 1922
Gentílico goianirense
Prefeito(a) Randel Miller De Assis Santos (PP)
(2013–2016)
Localização
Localização de Goianira
Localização de Goianira em Goiás
Goianira está localizado em: Brasil
Goianira
Localização de Goianira no Brasil
16° 29' 45" S 49° 25' 33" O16° 29' 45" S 49° 25' 33" O
Unidade federativa  Goiás
Mesorregião Centro Goiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Goiânia IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Goiânia
Municípios limítrofes Caturai, Brazabrantes, Trindade, Santo Antonio de Goias, Goiania
Distância até a capital 22 km
Características geográficas
Área 209,037 km² [2]
População 37 713 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 180,41 hab./km²
Altitude 757 m
Clima tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,694 médio PNUD/2010 [4]
PIB R$ 167 724,062 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 7 188,73 IBGE/2009[5]
Página oficial

Goianira é um município brasileiro do estado de Goiás. Sua população estimada em 2013 era de 37.713 habitantes.

Carinhosamente conhecida como a Capital das Flores ou como Pequena Goiânia, é uma cidade industrial com a população urbana. Está situada apenas a 22 km de Goiânia. O município foi beneficiado pela concretização do Distrito Agroindustrial de Goianira, com as obras do Pólo Calçadista. Se destaca também na produção de postes e placas rodoviárias, fios, calçados, assim como na produção de avestruzes e peixes ornamentais. A cidade é repleta de pessoas nomeadas "personalidades nobres" por seus moradores, dentre elas se destacam a escritora Alma Marinone, os artistas plásticos Papas Stefanus, Edu França e Gabriel. Além da conhecida professora Lazinha que ficou para a história do pequeno município, por ter realizado trabalhos com crianças e adultos de todas as idades.

Goianira, é um município em fase de desenvolvimento, e ainda tem muito o que crescer.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1920, deu-se início ao povoado de São Geraldo, tendo como fundador e mentor Padre Pelágio Saúter, vigário da Paróquia Trindade. Em 1935, foi criado o distrito de São Geraldo, que contou com o apoio da igreja. Em 1940, ficou como ponto de apoio para construção para a nova capital de Goiás e ainda teve o seu nome alterado para "Itaim", denominação que durou até 1942, foi novamente alterado para "Itaitê", depois das reivindicações dos fundadores e moradores, junto as autoridades de Goiânia a cidade voltou a chamar São Geraldo, permanecendo com este nome até 1947. Em 1951, mais uma vez o curso de sua história foi mudado quando na eleição para deputado estadual foram eleitos os Srs. Gerson de Castro e Costa, Venerando de Freitas Borges e Albatânio de Godoy, mas uma vez o vereador por São Geraldo o Sr. José Rodrigues Naves Júnior e Brasil Limonge, juntos trabalharam para criação do município. Novamente seu nome foi alterado tendo sido sugerido entre Vários outros nomes o de "GOIANIRA", escolhido e aprovado pela maioria de sua população, em consideração a uma menina portadora deste nome, filha da primeira professora da escola Estadual de São Geraldo. Formação Administrativa Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, figura no município de Goiânia o distrito de São Geraldo, ex-povoado. Pelo decreto-lei estadual nº 8305, de 31-12-1943, o distrito de São Geraldo passou a denominar-se Goianira. Em divisão territorial datada de I-VII-1950, o distrito já denominado Goianira figura no município de Goiânia. Assim permanecendo em divisão territorial datada de I-VII-1955. Elevado à categoria de município com a denominação de Goianira, pela lei estadual nº 2363, de 09-12-1958, desmembrado de Goiânia. Sede no antigo distrito de Goianira ex-povoado de São Geraldo. Constituído do distrito sede. Instalado em,04-01-1989. Em divisão territorial datada de I-VII-1960, o município é constituído de distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Goianira recebeu status de município pela lei estadual nº 2363 de 9 dezembro de 1958, com território desmembrado de Goiânia.[6] [7]

Cultura e comunicação[editar | editar código-fonte]

Revistas[editar | editar código-fonte]

Nome Frequência da publicação

Jornais impressos[editar | editar código-fonte]

Nome Frequência da publicação
Jornal 25 de Março MENSAL

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 31 de julho de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
  6. Goianira Goiás - GO Histórico IBGE (27/03/2008). Visitado em 11/04/2013.
  7. HISTÓRIA Prefeitura Municipal de Goianira. Visitado em 11/04/2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]