Bela Vista de Goiás

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Bela Vista de Goiás
"Sussuapara"
Bandeira de Bela Vista de Goiás
Brasão desconhecido
Bandeira Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 5 de junho
Fundação 1896
Gentílico belavistense
Prefeito(a) Eurípedes José do Carmo (PSC)
(2013–2016)
Localização
Localização de Bela Vista de Goiás
Localização de Bela Vista de Goiás em Goiás
Bela Vista de Goiás está localizado em: Brasil
Bela Vista de Goiás
Localização de Bela Vista de Goiás no Brasil
16° 58' 22" S 48° 57' 10" O16° 58' 22" S 48° 57' 10" O
Unidade federativa  Goiás
Mesorregião Centro Goiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Goiânia IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Goiânia
Municípios limítrofes Cristianópolis, Piracanjuba, Silvânia, São Miguel do Passa Quatro
Distância até a capital 45 km
Características geográficas
Área 1 276,617 km² [2]
População 24 539 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 19,22 hab./km²
Altitude 803 m
Clima tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,744 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 255 209,627 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 11 889,02 IBGE/2008[5]
Página oficial

Bela Vista de Goiás é um município brasileiro do estado de Goiás.

História[editar | editar código-fonte]

O município de Bela Vista de Goiás surgiu com a doação de terras de José Bernardo Pereira e sua mulher, Inocência Maria de Jesus. Essas terras foram doadas em função da formação do patrimônio da Igreja Católica. Com isso, muitas pessoas passaram a fixar residência na redondeza, o que levou a formar o Arraial Sussuapara no século XIX. O arraial foi crescendo e desenvolvendo gradativamente, e foi elevado à categoria de freguesia pela Resolução da Assembleia Provincial, sob nº 612, de 30 de março de 1880. Luiz José de Siqueira, natural de São João Del Rei, Minas Gerais, foi quem começou a dar os primeiros passos pelo desenvolvimento da povoação, tendo mandado construir por conta própria um chafariz na praça Senador Silva Canedo, ao lado direito da Igreja de Nossa Senhora da Piedade, padroeira da Freguesia. Pela Lei nº 100, de cinco de junho de 1896, o Distrito de Bela Vista, pertencente ao município de Bonfim – atual Silvânia –, foi elevado à categoria de município, com a denominação de Bela Vista de Goiás. Houve um período em que a cidade produzia fumo de boa qualidade, e exportava para outros estados brasileiros.

Localização[editar | editar código-fonte]

Está a 45 quilômetros da capital do estado, Goiânia.

Bela Vista de Goiás faz fronteira com Hidrolândia, Caldazinha, Aparecida de Goiânia, Senador Canedo e Silvânia. Faz parte da Região Metropolitana de Goiânia, onde habitam mais de um milhão e meio de pessoas.

O município de Bela Vista é atravessado pelos seguintes rios e córregos: Rio Meia-Ponte, Caldas, Piracanjuba, Boa Vista, Arapuca, Sozinha, São José, Aborrecido, Nuelo, Barro Amarelo, São Bento, Furado, Sucuri e Boa Vistinha.

Geografia[editar | editar código-fonte]

  • Área: 1.277 km²
  • Densidade populacional: 16,15 hab/km² (2007)
  • Crescimento populacional: 1,01% (2000-2007)
  • População em 2007: 20.615
  • População em 1980: 17.255
  • População em 1991: 17.316
  • População urbana: 14.296 (2007), 6.010 (1990)
  • População rural: 6.319 (2007), 11.245 (1990)
  • Eleitores: 15.970 (2007)
  • Prefeitura em 2009: Prefeito Dr. Eurípedes José do Carmo.

Economia[editar | editar código-fonte]

Durante o período entre 1930 e 1950, Bela Vista foi famosa pela sua produção de fumo e chegou a ser reconhecida como a "Capital do Fumo Brasileiro". Os preços do mercado internacional em baixa causaram o abandono gradual das plantações e hoje a economia é dividida entre o cultivo de frutas, o laticínio e a indústria granjeira.

Há um grande rebanho de gado - 113.970 cabeças em 2007, sendo 21.810 de vacas leiteiras. É um dos maiores produtores de leite do estado e tem dois laticínios no município. São aproximadamente oito mil produtores de leite, dos quais 70% estão em pequenas fazendas. A produção de leite chegou aos 30 milhões de litros ao ano em 2003.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Goiás é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.