Bela Vista de Goiás

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Bela Vista de Goiás
"Sussuapara"
Bandeira de Bela Vista de Goiás
Brasão desconhecido
Bandeira Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 5 de junho
Fundação 1896
Gentílico belavistense
Prefeito(a) Eurípedes José do Carmo (PSC)
(2009–2012)
Localização
Localização de Bela Vista de Goiás
Localização de Bela Vista de Goiás em Goiás
Bela Vista de Goiás está localizado em: Brasil
Bela Vista de Goiás
Localização de Bela Vista de Goiás no Brasil
16° 58' 22" S 48° 57' 10" O16° 58' 22" S 48° 57' 10" O
Unidade federativa  Goiás
Mesorregião Centro Goiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Goiânia IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Goiânia
Municípios limítrofes Cristianópolis, Piracanjuba, Silvânia, São Miguel do Passa Quatro
Distância até a capital 45 km
Características geográficas
Área 1 276,617 km² [2]
População 24 539 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 19,22 hab./km²
Altitude 803 m
Clima tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,716 alto PNUD/2010 [4]
PIB R$ 255 209,627 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 11 889,02 IBGE/2008[5]
Página oficial

Bela Vista de Goiás é um município brasileiro do estado de Goiás. Denominada pelo Príncipe da Poesia Goiana, Leo Lynce, de "terra dos buritizais sussurrantes".

História[editar | editar código-fonte]

Bela Vista de Goiás

Goiás - GO

Situada num altiplano de 700 metros de altitude, pertencia ao Município de Bonfim (hoje Silvânia), tendo sido fundada em terras doadas por José Bernardo Pereira e sua esposa, Inocência Maria de Jesus, e por José Inocêncio Teles, terras essas doadas á Nossa Senhora da Piedade, conforme escrituras particulares passadas nos dias 9 e 25 de junho de 1852.

D. Josefa Teles, irmã de José Teles, um dos doadores das terras, aos domingos e dias santos saía de sua fazenda denominada São Bento, distante 12 km do pequenino povoado de Suçuapara, a fim de fazer suas orações em companhia dos habitantes do lugar, para o que edificou, às suas expensas, uma capelinha, onde atualmente está edificada a Praça Getúlio Vargas e onde se encontra um obelisco em homenagem á São Sebastião e um ligeiro traço histórico da municipio com dados biográficos de alguns dos principais beneméritos do municipio. D. Josefa Teles faleceu repentinamente, no dia em que o segundo vigário da paróquia, Pe. Braz Costa Oliveira, tomou posse da Freguesia.

Pela lei ou Resolução Provincial nº 612, de 30 de março de 1880, foi criado o Distrito de Bela Vista. Em 27 de julho de 1876 foi criado o curato, e por força da Lei Estadual nº 100, de 5 de junho de 1896, criou-se o Município de Bela Vista, com o território desmembrado do de Bonfim. Em 11 de julho de 1898, pela Lei Estadual nº 164, da mesma data, foi criada a Comarca de bela Vista.

Luiz José de Siqueira, natural de São João del Rei – MG, foi quem deu os primeiros passos pelo desenvolvimento da povoação, tendo mandado construir, por sua própria conta, em 1875, um chafariz na praça Senador Silva Canedo, hoje denominada Praça José Lôbo, a principal da cidade.

Criado o município, por unanimidade de votos foi eleito intendente o Dr. João de Araújo Leite, farmacêutico, que, tendo falecido na Capital Federal em 1897, não chegou a assumir o cargo, exercendo-o o primeiro vice-intendente, Bonifácio da Silva Rocha.

Gentílico: bela-vistense

Formação Administrativa:

Distrito criado com a denominação de Bela Vista, pela lei ou Resolução nº 612, de 30-03-1880, subordinado ao município de Bonfim.

Elevado à categoria de município com a denominação de Bela Vista, pela lei estadual nº 100, de 05-06-1896, desmembrado de Bonfim. Sede na antiga vila de Bela Vista de Goiás.

Constituído do distrito sede.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão administrativa referente ao ano de 1933.

Pelo decreto-lei estadual nº 8305, de 31-12-1943, o município de Bela Vista passou a denominar-se Sussuapara.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município de Sussuapara ex-Bela Vista é constituído do distrito sede.

Pela lei estadual nº 755, de 22-07-1953, o município de Sussuapara voltou a denominar-se Bela Vista de Goiás.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município já denominado Bela Vista de Goiás é constituído do distrito sede.

Pela lei municipal nº 175, de 10-11-1957, é criado o distrito de Caldazinha ex­povoado e anexado ao município de Bela Vista de Goiás.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Bela Vista de Goiás e Caldazinha.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1983.

Pela lei estadual nº 11669, de 29-04-1992, desmembra do município de Bela Vista de Goiás o distrito de Caldazinha. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.


Alteração toponímica distrital

Bela Vista para Sussuapara alterado, pelo decreto-lei estadual nº 8.305, de 31-12-1943. Sussuapara para Bela Vista de Goiás alterado, pela lei estadual nº 755, de 22-07-1953.

Fonte: IBGE

Bela Vista de Goiás (antigamente era denominada: Patrimônio das Araras, Pérola do Sul e Terra dos Buritizais Sussuarrantes, posteriormente foi oficilizado os nomes de Bela Vista de Goiás e Sussuapara) recebeu status de município pela lei estadual nº 100 de 5 de junho de 1896.[6] A denominação Bela Vista de Goiás foi oficializada definitivamente em 1943, e desde então o municipio não mais alterou seu nome.

Localização[editar | editar código-fonte]

Está a 45 quilômetros da capital do estado, Goiânia.

Bela Vista de Goiás faz fronteira com Hidrolândia, Caldazinha, Aparecida de Goiânia, Senador Canedo e Silvânia. Faz parte da Região Metropolitana de Goiânia, onde habitam mais de um milhão e meio de pessoas.

O município de Bela Vista é atravessado pelos seguintes rios e córregos: Rio Meia-Ponte, Caldas, Piracanjuba, Boa Vista, Arapuca, Sozinha, São José, Aborrecido, Nuelo, Barro Amarelo, São Bento, Furado, Sucuri e Boa Vistinha.

Filhos ilustres: Egerinêo Teixeira (Jornalista e Líder Político); Léo Lynce(Poeta, pai do modernismo em Goiás); Adelino Roque (cartógrafo, fotógrafo a artista plástico); Gilbeto Mendonça Teles (Escritor e Poeta modernista do Brasil); desembargador Valter Lemes; Gabriel Faleiro (Futebolista, que jogou no Vila Nova Futebol Clube de 1976 a 1982 e foi o goleiro do Vila Nova no famoso Tetracampeonato Goiano de Futebol de 1977 a 1980); Arlindo Costa(Poeta Romântico),Altamiro de Moura Pacheco(escritor e político); Vasco dos Reis Gonçalves (poeta parnasiano e professor); Celina dos Reis Gonçalves (primeira Miss Goiás); Dr. José Camilo de Oliveira (Médico e Político); Dr. Francisco Taveira (Médico e Político); Sebastião Lôbo(Político); José Lôbo (Jornalista e Escritor); Maria de Lourdes Abadia Bastos (Assistente Social e Política que chegou a governar Brasília); Senador Canedo (Um dos primeiros Senadores do Estado de Goiás), Antônio da Costa Faria (Fotográfo),Geraldinho Nogueira (Um dos mais famosos contadores de causos do Brasil; Manoel dos Reis Gonçalves (comerciante, professor e senador estadual).

Geografia[editar | editar código-fonte]

  • Área: 1.277 km²
  • Densidade populacional: 16,15 hab/km² (2007)
  • Crescimento populacional: 1,01% (2000-2007)
  • População em 2007: 20.615
  • População em 1980: 17.255
  • População em 1991: 17.316
  • População urbana: 14.296 (2007), 6.010 (1990)
  • População rural: 6.319 (2007), 11.245 (1990)
  • População: (2013) 28.000
  • Eleitores: 19.100 (2013)
  • Prefeitura em 2009 até 2016: Prefeito Municipal Eurípedes José do Carmo.

Economia[editar | editar código-fonte]

Durante o período entre 1930 e 1950, Bela Vista foi famosa pela sua produção de fumo e chegou a ser reconhecida como a "Capital do Fumo Brasileiro". Os preços do mercado internacional em baixa causaram o abandono gradual das plantações e hoje a economia é dividida entre o cultivo de frutas, o laticínio e a indústria granjeira.

Há um grande rebanho de gado - 113.970 cabeças em 2007, sendo 21.810 de vacas leiteiras. É um dos maiores produtores de leite do estado e tem dois laticínios no município. São aproximadamente oito mil produtores de leite, dos quais 70% estão em pequenas fazendas. A produção de leite chegou aos 30 milhões de litros ao ano em 2003. Atualmente Bela Vista de Goiás conta com uma econômia sólida e bastante próspera, o comércio está em fase de expansão e as pequenas, médias e grandes empresas que chegaram ao municipio tem expandido bastante a economia de Bela Vista de Goiás, que atualmente é sem sombras de dúvidas uma das cidades que mais crescem e avançam na região metropolitana de Goiânia.

Em 1976 chegou em Bela Vista de Goiás uma emprensa conhecida como Granja Saito S/A, uma sociedade anônima de um grupo japonês; o grupo Saito por volta de 2005 teve todos seus bens e imóveis adquiridos por Josias Pereira e desde então a Granja passou a ser denominada Josidith e está em franca ascensão. Também está instalada em Bela Vista de Goiás o Laticínios Bela Vista, que foi fundado nos anos 50 na vizinha Piracanjuba (Go), mas que por volta de 1998 transferiu todas suas atividades para Bela Vista de Goiás, aproveitando - se da melhor localização do municipio, do seu fácil e abundante abastecimento de água potável e o fato da cidade de ser servida por uma malha asfáltica excepcional que liga a cidade a Goiânia, a Brasília e aos gradnes centro do país, facilitando o escoamento de sua produção. Com o surgimento do Laticínios Bela Vista, o municipio teve um visivel crescimento economico, nunca antes experimentado.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 31 de julho de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. Bela Vista de Goiás Goiás - GO Histórico. IBGE (27/03/2008). Página visitada em 11/04/2013.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Goiás é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.