Aragarças

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Aragarças
"A capital goiana do Araguaia"
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 2 de outubro
Fundação 02 de outubro de 1953
Gentílico aragarcense
Lema Unidos por Aragarças
Prefeito(a) Aurélio Mauro Mendes (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Aragarças
Localização de Aragarças em Goiás
Aragarças está localizado em: Brasil
Aragarças
Localização de Aragarças no Brasil
15° 53' 52" S 52° 15' 03" O15° 53' 52" S 52° 15' 03" O
Unidade federativa  Goiás
Mesorregião Noroeste Goiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Aragarças IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Bom Jardim de Goiás, Barra do Garças, Pontal do araguaia, Baliza
Distância até a capital 400 km km
Características geográficas
Área 662,901 km² [2]
População 18,564 hab. Censo IBGE/2012[3]
Densidade 0,03 hab./km²
Altitude 345 m
Clima Tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,732 alto PNUD/2010 [4]
PIB R$ 79 514,689 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 4 472,90 IBGE/2008[5]
Página oficial

Aragarças é um município brasileiro do estado de Goiás. Localiza-se a uma latitude 15º53'51" sul e a uma longitude 52º15'03" oeste, estando a uma altitude de 310 metros. Sua população estimada em 2012 era de 18.564 habitantes. As principais atividades econômicas são o comércio, agricultura e o turismo. Contudo, a maioria da população trabalha no município vizinho, Barra do Garças.

História[editar | editar código-fonte]

Os primeiros registros de presença de não-índios na margem direita do Rio Araguaia na altura da barra do Rio das Garças datam do Século XVII, quando bandeirantes paulistas desbravavam o interior do país à caça de especiarias ou drogas do sertão, índios, ouro assim como da posse de territórios além do limite estabelecido no Tratado de Tordesilhas.

Dessa forma, os primeiros moradores não-indios efetivos da região foram os garimpeiros que se aventuravam pelo sertão de Goiás em busca da lendária Serra dos Martírios e sua mitológica mina inesgotável de ouro. A maioria desses aventureiros chegaram à região pelo Rio Araguaia, através de embarcações e provinham do norte de Goiás, hoje Tocantins, oeste da Bahia e sul do Maranhão e Piauí.

Oficialmente, reconhece-se o ano de 1872 como sendo a data de fundação do primeiro núcleo populacional urbano que viria, mais tarde, transformar-se na cidade de Aragarças. O povoado foi erguido por garimpeiros oriundos de Araguaiana, vila também fundada por garimpeiros anos antes na margem esquerda do Rio Araguaia, no Estado de Mato Grosso.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a temperatura mínima registrada em Aragarças foi de 4,0ºC, no dia 18 de julho de 1975. Já a máxima foi de 42,2ºC, observada dia 14 de outubro de 2000. O maior acumulado de chuva registrado na cidade em 24 horas foi de 171,2 mm, em 21 de dezembro de 1972.[6]

Turismo[editar | editar código-fonte]

Aragarças possui como principal atrativo o fato de ser banhada pelas águas do majestoso Rio Araguaia, ao longo dos cerca de 80km nos quais o rio percorre as terras do município podem ser vistas inúmeras praias. A mais frequentada delas é a Quarto Crescente, palco de memoráveis shows e eventos culturais, há também as praias do Sipó, próximo ao Setor Santa Luzia e a do Orlei, na saída para Baliza.

Acrescente-se que próximo a praia Quarto Crescente foi construída a Avenida Beira Rio, um belo e amplo espaço que tem sido utilizado para eventos como o carnaval, comemorações diversas e a já tradicional festa de réveillon. Assim como na cidade vizinha de Barra do Garças, há também em Aragarças um manancial de águas termais. O paradisíaco local localiza-se em propriedade privada e combina aǵuas quentes com as belezas do Rio Araguaia, dista cerca de 27km de Aragarças, saída para Montes Claros de Goiás.

Observe-se que, devido a variada piscosidade apresentada pelos rios da região, é possível realizar ótimas pescarias e atividades contemplativas nos rios Caiapó, Diamantino, Garças e Araguaia. Aragarças por possuir aeródromo em atividade e bastante acessível é excelente ponto de partida. Por fim, há também diversas manifestações religiosas e culturais relacionadas às origens católicas da maioria dos habitantes, como exemplo cita-se a folia de reis, quermesses e as festas dos dois padroeiros da cidade, Bom Jesus da Lapa e São Judas Tadeu são bastante convidativas.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 1 (R.PR-1/13). Página visitada em 8 fev. 2013.
  3. Censo Populacional 2012. Censo Populacional 2012. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (31 de agosto de 2012). Página visitada em 23 de janeiro de 2013.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 31 de julho de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. Sistema de Monitoramento Agrometeorológico (Agritempo). Dados Meteorológicos - Goiás. Página visitada em 6 de dezembro de 2011.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Goiás é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.