Apeadeiro de Fungalvaz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fungalvaz IPcomboio2.jpg
IPestacao.jpg
Inauguração 23 de Maio de 1955
Linha(s) Linha do Norte
(PK 125,240)
Coordenadas 39° 36′ 59,41″ N, 8° 29′ 42,1″ O
Concelho Torres Novas
Serviços Ferroviários Logo CP 2.svgBSicon LSTR orange.svgR
Serviços Telefones públicos
Acesso para pessoas de mobilidade reduzida Parque de estacionamento


Logos IP.png
BSicon CONTfa grey.svg
BSicon BHF grey.svgChão de Maçãs - Fátima (Std. Porto)
BSicon HST grey.svgFungalvaz
BSicon BHF grey.svgPaialvo (Sentido Lisboa)
BSicon CONTf grey.svg

O Apeadeiro de Fungalvaz é uma infra-estrutura da Linha do Norte, que serve a localidade de Fungalvaz, no concelho de Torres Novas, em Portugal. Foi inaugurada em 23 de Maio de 1955.[1]

Caracterização[editar | editar código-fonte]

Localização e acessos[editar | editar código-fonte]

O Apeadeiro situa-se junto à localidade de Fungalvaz, podendo ser acedido pela Rua dos Vales.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: História da Linha do Norte

Este apeadeiro insere-se no troço entre Entroncamento e Soure da Linha do Norte, que abriu à exploração em 22 de Maio de 1864.[3]

Esta interface entrou ao serviço no dia 23 de Maio de 1955, com a categoria de apeadeiro; o primeiro comboio a parar ali foi o rápido da manhã, tendo desembarcado o chefe da 4.ª Circunscrição da Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses, Daniel Cohen, e o presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, Alves Vieira.[1] Foram recebidos na gare por uma multidão, e por representantes das Juntas de Freguesia de Assentiz e Beselga.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Linhas Portuguesas» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 68 (1619). 1 de Junho de 1955. 176 páginas. Consultado em 1 de Março de 2014 
  2. «Fungalvaz - Linha do Norte». Infraestruturas de Portugal. Consultado em 6 de Fevereiro de 2017 
  3. TORRES, Carlos Manitto (1 de Janeiro de 1958). «A evolução das linhas portuguesas e o seu significado ferroviário» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 70 (1681). p. 9-12. Consultado em 1 de Março de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]



Ícone de esboço Este artigo sobre transporte ferroviário é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.