Festival Eurovisão da Canção 1991

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Festival Eurovisão da Canção 1991
 Itália
Cinecitta studios rome italy entrance.jpg
Logo do Festival Eurovisão da Canção 1991
Edição
36.ª edição
Datas
Final 4 de maio de 1991
Anfitrião
Local Cinecittà, Roma,Itália
Apresentador(es) Itália Gigliola Cinquetti
Itália Toto Cutugno
Diretor Itália Riccardo Donna
Maestro Itália Bruno Canfora
Supervisor executivo Suíça Frank Naef
Estação anfitriã Logo of RAI (1988-2000).svg Radiotelevisione Italiana
Atuações
Atuações de abertura Sara Carlson canta entre as ruínas de Roma Antiga
Toto Cutugno canta "Insieme: 1992" e Gigliola Cinquetti canta "Non ho l'età"
Atuações nos intervalos Arturo Brachetti
Participantes
Número de entradas 22 países
Países estreantes Nenhum
Países de regresso  Malta
Países de saída  Países Baixos
Mapa dos países participantes
Portugal no Festival Eurovisão da CançãoEspanha no Festival Eurovisão da CançãoSan Marino no Festival Eurovisão da CançãoFrança no Festival Eurovisão da CançãoReino Unido no Festival Eurovisão da CançãoIrlanda no Festival Eurovisão da CançãoIslândia no Festival Eurovisão da CançãoBélgica no Festival Eurovisão da CançãoPaíses Baixos no Festival Eurovisão da CançãoSuíça no Festival Eurovisão da CançãoAlemanha no Festival Eurovisão da CançãoDinamarca no Festival Eurovisão da CançãoMalta no Festival Eurovisão da CançãoItália no Festival Eurovisão da CançãoNoruega no Festival Eurovisão da CançãoSuécia no Festival Eurovisão da CançãoFinlândia no Festival Eurovisão da CançãoEstónia no Festival Eurovisão da CançãoLetónia no Festival Eurovisão da CançãoLituânia no Festival Eurovisão da CançãoEslováquia no Festival Eurovisão da CançãoÁustria no Festival Eurovisão da CançãoJugoslávia no Festival Eurovisão da CançãoHungria no Festival Eurovisão da CançãoJugoslávia no Festival Eurovisão da CançãoJugoslávia no Festival Eurovisão da CançãoJugoslávia no Festival Eurovisão da CançãoJugoslávia no Festival Eurovisão da CançãoAlbânia no Festival Eurovisão da CançãoJugoslávia no Festival Eurovisão da CançãoGrécia no Festival Eurovisão da CançãoBulgária no Festival Eurovisão da CançãoRoménia no Festival Eurovisão da CançãoMoldávia no Festival Eurovisão da CançãoUcrânia no Festival Eurovisão da CançãoBielorrússia no Festival Eurovisão da CançãoRússia no Festival Eurovisão da CançãoGeórgia no Festival Eurovisão da CançãoAzerbaijão no Festival Eurovisão da CançãoTurquia no Festival Eurovisão da CançãoChipre no Festival Eurovisão da CançãoIsrael no Festival Eurovisão da CançãoArménia no Festival Eurovisão da CançãoMarrocos no Festival Eurovisão da CançãoLiechtenstein no Festival Eurovisão da CançãoAndorra no Festival Eurovisão da CançãoMónaco no Festival Eurovisão da CançãoPolónia no Festival Eurovisão da CançãoRepública Checa no Festival Eurovisão da CançãoLuxemburgo no Festival Eurovisão da CançãoLíbano no Festival Eurovisão da CançãoTunísia no Festival Eurovisão da CançãoArgélia no Festival Eurovisão da CançãoUm mapa colorido dos países da Europa
Sobre esta imagem

     Países confirmados que já escolheram o seu artista e/ou canção     Países que não se classificaram para a final     Países que participaram no passado mas não em 1991

Votação
Sistema de
voto
A votação baseou-se num júri por país que atribuiu 12, 10, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2 e 1 ponto às suas 10 canções favoritas, por ordem de preferência.
Vencedor(a)  Suécia
Carola Häggkvist
"Fångad av en stormvind"
Cronologia
Fleche-defaut-gauche-gris-32.png   1990     Wiki Eurovision Heart (Infobox).svg     1992   Fleche-defaut-droite-gris-32.png

O Festival Eurovisão da Canção 1991 (em inglês: Eurovision Song Contest 1991, em francês: Concours Eurovision de la chanson 1991 e em italiana: Concorso Eurovisione della Canzone 1991) foi o 36 º Festival Eurovisão da Canção e realizou-se a 4 de maio de 1991 em Roma. Os apresentadores do festival foram os dois antigos vencedores italianos do Festival Eurovisão da Canção, Gigliola Cinquetti (1964) e Toto Cutugno (1990). Carola a cantora representante da Suécia foi a vencedora do de 1991, com a canção Fångad av en stormvind (Capturada por uma tempestade de vento).

Local[editar | editar código-fonte]

Mais sobre a cidade anfitriã: Roma

O Festival Eurovisão da Canção 1991 ocorreu em Roma, em Itália. Roma é uma cidade e uma comuna especial (chamada "Roma Capitale") da Itália. É a capital do país, da província homônima e também da região do Lácio. Com 2,7 milhões de habitantes em 1.285,3 km² de área, também é a maior cidade italiana e a quarta cidade mais populosa da União Europeia. A área urbana de Roma se estende além dos limites administrativos da cidade com uma população de cerca de 3,8 milhões.[1] Entre 3,2 e 4,2 milhões de pessoas vivem na área metropolitana da capital italiana.[2][3][4][5][6] A cidade está localizada na porção centro-ocidental da península itálica, cortada pelo rio Tibre, dentro do Lácio. Roma é a única cidade no mundo que tem em seu interior um país inteiro, o enclave do Vaticano. A história de Roma abrange mais de dois mil e quinhentos anos, desde a sua fundação lendária em 753 a.C. Roma é uma das mais antigas cidades continuamente ocupadas na Europa e é conhecida como "A Cidade Eterna", uma ideia expressa por poetas escritores da Roma Antiga. No mundo antigo, foi sucessivamente a capital do Reino de Roma, da República Romana e do Império Romano e é considerada um dos berços da civilização ocidental. Desde o século I, a cidade é a sede do papado e no século VIII a cidade tornou-se a capital dos Estados Pontifícios, que duraram até 1870. Em 1871, Roma se tornou a capital do Reino da Itália e em 1946 da República Italiana. Após a Idade Média, Roma foi governada pelos papas Alexandre VI e Leão X, que transformaram a cidade em um dos principais centros do Renascimento italiano, juntamente com Florença.[7] A versão atual da Basílica de São Pedro foi construída e a Capela Sistina foi pintada por Michelangelo. Artistas famosos e arquitetos, como Bramante, Bernini e Rafael, residiu por algum tempo em Roma, contribuindo para a sua arquitetura renascentista e barroca. Roma é considerada uma cidade global.[8][9][10] Em 2007, Roma foi a 11ª cidade mais visitada do mundo, a terceira mais visitada da União Europeia e a atração turística mais popular na Itália.[11] A cidade tem uma das melhores "marcas" da Europa, tanto em reputação quanto em patrimônio.[12] O seu centro histórico é classificado pela UNESCO como Patrimônio Mundial.[13] Monumentos e museus tais como os Museus Vaticanos e o Coliseu estão entre os destinos turísticos mais visitados do mundo, sendo que ambos os locais recebem milhões de turistas por ano. Roma também sediou os Jogos Olímpicos de Verão de 1960.

O festival em si realizou-se no Studio 15 di Cinecittà, um complexo de teatros e estúdios situados na periferia oriental de Roma (cerca de 9 km de distância) responsável pela maior parte da produção cinematográfica italiana: aí vários filmes são rodados e espetáculos televisivos são gravados. Depois da Segunda Guerra Mundial a produção retomou lentamente seu ritmo, mas foi nos anos 1950 que Cinecittà estabeleceu-se com um dos estúdios cinematográficos mais importantes do mundo, com as películas estadunidenses Quo Vadis de Mervyn LeRoy (1951) e Ben-Hur de William Wyler (1959). Este boom teve origem na competitividade económica dos estúdios romanos, que receberam o título informal de "Hollywood no Tibre".

Formato[editar | editar código-fonte]

Originalmente, a edição era para ser realizada no Teatro Ariston, em Sanremo.[14] No entanto, devido à Guerra do Golfo e ao aumento da tensão que se fazia sentir na Jugoslávia, a organização optou por transferir o festival para Roma. Como consequência desta mudança a RAI demonstrou não estar totalmente preparada para organizar este festival. Relativamente à apresentação do festival, além de ser totalmente feita em italiano e de terem sido escolhidos poucos dias antes dos ensaios, foram frequentes os erros nos nomes das canções, dos artistas e dos directores de orquestras. E, durante votação, Gigliola Cinquetti e Toto Cotugno demonstraram não estar familiarizados com o sistema, sendo por diversas vezes necessária a intervenção do supervisor da EBU. Durante a actuação sueca ocorreu um problema de som dentro do Studio 15 di Cinecittà que impossibilitou os presentes na sala de escutarem a canção. No entanto a emissão televisiva decorreu normalmente sem qualquer tipo de problema sonoro.

Nesta edição, Malta regressou ao certame após 16 anos de interregno e só pode participar pois os Países Baixos não participaram devido ao dia dedicado à memória dos que morreram durante a Segunda Guerra Mundial.

Esta foi também a última edição que contou com a participação da República Socialista Federativa da Jugoslávia. Devido à desintegração que se deu nos meses e anos seguintes o país desapareceu, tendo todos os seus sucessores, execpto o Kosovo, participado no certame anos depois.

Cartões postais[editar | editar código-fonte]

Os cartões postais desta edição consistiram na homenagem a uma canção italiana por parte de cada artista.

País Artista original Canção
 Iugoslávia Gigliola Cinquetti "Non ho l'età"
 Islândia Eros Ramazzotti "Se bastasse una canzone"
 Malta Claudio Baglioni "Questo piccolo grande amore"
 Grécia Lucio Dalla "Caruso"
 Suíça Edoardo Bennato e Gianna Nannini "Un'estate italiana"
 Áustria Eros Ramazzotti "Adesso tu"
 Luxemburgo Ricchi e Poveri "Sarà perché ti amo"
 Suécia Fiordaliso "Non voglio mica la luna"
 França Rita Pavone "La partita di Pallone"
 Turquia Dalida "Amore scusami"
 Irlanda Domenico Modugno "Nel blu dipinto di blu"
 Portugal Domenico Modugno "Dio, come ti amo"
 Dinamarca Giacomo Puccini "Nessun dorma"
 Noruega Trad. "Santa Lucia"
 Israel Sergio Endrigo "Lontano dagli occhi"
 Finlândia Renato Carosone "Maruzzella"
 Alemanha Toto Cutugno "L'Italiano"
 Bélgica Eros Ramazzotti "Musica è"
 Espanha Rocky Roberts "Sono tremendo"
 Reino Unido Antonello Venditti "Ricordati di me"
 Chipre Sergio Endrigo "Io che amo solo te"
 Itália Peppino di Capri "Champagne"

Votação[editar | editar código-fonte]

Cada país tinha um júri composto por 11 elementos, que atribuiu 12, 10, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1 pontos às dez canções mais votadas.

O supervisor executivo da EBU foi Frank Naef.

Durante a votação, a câmera fez vários close-ups dos artistas. Em particular, Carola Häggkvist, Amina Annabi e o Duo Datz apareceram.

Esta votação foi marcada por vários momentos, de entre os quais as cerca de 20 correções que o supervisor executivo da EBU teve de fazer, ao empate entre duas canções em 1º lugar e ao facto de Amina Annabi ter abraçado o Duo Datz quando Israel outorgou 12 pontos a França.

Empate e processo de desempate[editar | editar código-fonte]

Neste festival ocorreu um inusitado empate no final. Mas, ao contrário do que aconteceu em 1969, aonde 4 candidatas foram declaradas campeãs.Em 1970,as regras foram alteradas para que somente possa existir um vencedor. E assim, pela primeira e única vez até os dias atuais, houve a necessidade de se usar o critério desempate.No qual seria o número de notas 12 recebidas.No caso desta edição também houve um empate no número de notas 12 para cada país,sendo 4 para ambos.Nesta situação,foram usados as notas 10. A Suécia tinha recebido 5 enquanto a França recebeu apenas 2. Se a regra atual fosse usada, a França seria a vencedora desta edição por ter sido votada por 18 países contra 17 da Suécia. Desta forma Carola, representando a Suécia venceu o Festival Eurovisão da Canção 1991.

A tabela seguinte apresenta, de forma mais resumida o resultado de acordo com a regra de desempate aplicadas ao longo dos anos.

País Pontos 12 pontos 10 pontos Países que
pontuaram
 Suécia 146 4 5 17 em 21
 França 146 4 2 18 em 21

Participações individuais[editar | editar código-fonte]


Participantes[editar | editar código-fonte]

  Países participantes
País Título original da Canção Artista Processo Data da Selecção
Tradução em Português Idiomas de Interpretação
 Alemanha "Dieser Traum darf niemals sterben" Atlantis 2000 Ein lied für Rom 1991 21 de março de 1991
Este sonho nunca morrerá Alemão
 Áustria "Venedig im Regen" Thomas Forstner Österreichische Vorausscheidung 1991 16 de março de 1991
Veneza debaixo de chuva Alemão
 Bélgica "Geef het op" Clouseau Euro-Clouseau 1991 9 de março de 1991
Desiste Holandês
 Chipre "SOS" Elena Patroklou Kýprioi Telikoú tis Diagonismós Tragoudioú Eurovision 1991 2 de março de 1991
SOS Grego
 Dinamarca "Lige der hvor hjertet slår" Anders Frandsen Dansk Melodi Grand-Prix 1991 16 de março de 1991
Onde o coração bate Dinamarquês
 Espanha "Bailar pegados" Sergio Dalma Selecção Interna -
Dançar agarrados Castelhano
 Finlândia "Hullu yö" Kaija Kärkinen Euroviisut 1991 2 de março de 1991
Uma noite louca Finlandês
 França "C'est le dernier qui a parlé qui a raison" Amina Seleção interna -
É o último que falou que tem razão Francês
 Grécia "I Anixi" (Η άνοιξη) Sophia Vossou Ellinikoú Telikoú tis Diagonismós Tragoudioú Eurovision 1991 29 de março de 1991
Primavera Grego
 Irlanda "Could It Be That I'm In Love" Kim Jackson National Song Contest 1991 30 de março de 1991
Poderei estar eu apaixonada Inglês
 Islândia "Draumur um Nínu" Stefán & Eyfi Íslenska Söngvakeppni Sjónvarpsins 1991 9 de fevereiro de 1991
Sonhar com Nina Islandês
 Israel "Kan" (כאן) Duo Datz Kdam Eurovision 1991 27 de março de 1991
Aqui Hebraico
 Itália "Comme è ddoce 'o mare" Peppino di Capri Seleção interna -
Como é doce o mar Napolitano
 Iugoslávia "Brazil" (Бразил) Bebi Dol Pjesma Eurovizije 1991 9 de março de 1991
Brasil Servo-Croata
 Luxemburgo "Un baiser volé" Sarah Bray Seleção interna -
Um beijo roubado Francês
 Malta "Could It Be" Georgina & Paul Giordimaina Kanzunetta għall-Ewropa 1991 23 de março de 1991
Pode ser Inglês
 Noruega "Mrs. Thompson" Just 4 Fun Seleção interna -
Senhora Thompson Norueguês
 Portugal "Lusitana paixão" Dulce Pontes Festival RTP da Canção 1991 7 de março de 1991
Lusitana paixão Português
 Reino Unido "A Message to Your Heart" Samantha Janus A song for Europe 1991 29 de março de 1991
Uma mensagem ao teu coração Inglês
 Suécia "Fångad av en stormvind" Carola Melodifestivalen 1991 31 de março de 1991
Capturada por uma tempestade de vento Sueco
 Suíça "Canzone per te" Sandra Simó Finale nationale suisse 1991 23 de fevereiro de 1991
Canção para ti Italiano
 Turquia "İki Dakika" İzel Çeliköz, Reyhan Karaca & Can Uğurluer Eurovision Şarkı Yarışması Türkiye Finali 1991 9 de março de 1991
Dois minutos Turco

Festival[editar | editar código-fonte]

A abertura da competição começou com um clipe de vídeo: "Celebration", cantado por Sarah Carlson. A cantora apareceu lá, passeado pelas ruínas da Roma antiga com suas dançarinas. O clipe também incluiu trechos de Ben-Hur. Os apresentadores então subiram ao palco e saudaram os espectadores e o público. Um pequeno vídeo mostrou a vitória de Toto Cutugno em Zagreb no ano anterior. O cantor cantou parte da sua canção, "Insieme: 1992". Então ele convidou Gigliola Cinquetti para fazer o mesmo com "Non ho l'età" e acompanhou-a ao piano. Foi a primeira vez que dois ex-vencedores juntos apresentaram o concurso. Depois de outro vídeo apresentando Sanremo, Cinquetti e Cutugno concluíram as suas introduções.

A orquestra, dirigida por Bruno Canfora, ficava ao fundo à direita do palco. A orquestra atraiu críticas de delegações estrangeiras. Primeiro, durante os ensaios, pois os músicos chegavam muito tarde, alegando uma interrupção do transporte público, causada pelas chuvas torrenciais que caíam sobre Roma. Então, durante a transmissão, os músicos executaram muitas notas falsas. O exemplo mais notável foi o solo perdido de um dos saxofonistas, durante a canção grega.[15]

O cenário de Lucciano Riccieri estava em segundo plano atrás da orquestra. cidade e no lado das enormes estátuas de um estilo antigo. Na verdade, foi a recuperação de um set de filmagem.[16]

Os apresentadores foram Gigliola Cinquetti e Toto Cutugno[17], que falaram aos espectadores quase exclusivamente em italiano, falando em inglês e francês muito esporadicamente.

Os cartões postais consistiam em breves notas por parte dos apresentadores. Depois, os artistas então apareceram num fundo de céu azul. Todos prestaram uma homenagem a uma música italiana à sua escolha. Simultaneamente, os seus nomes foram exibidos, os do seu país, bem como a sua bandeira nacional. Cinquetti e Cutugno então apresentaram a música e o maestro, cometendo muitos erros na pronúncia de nomes e títulos.

O intervalo foi ocupado por pequeno vídeo com o Cinecittà, no qual apareceram algumas estrelas de cinema, incluindo Silvana Mangano, Humphrey Bogart, Ava Gardner e Gerard Depardieu. Uma atuação do artista Arturo Brachetti então se seguiu. Ele apareceu sucessivamente como uma diva, na elegante Belle Époque, como um menino, como um ator de kabuki, e como um cavalheiro de smoking preto e depois branco. No final da sua atuação, Brachetti cumprimentou os espectadores em inglês, francês, castelhano e italiano.

# País Idioma[18] Artista Canção Tradução para Português Lugar Pontuação
 Iugoslávia Servo-Croata Bebi Dol "Brazil" (Бразил) Brasil 21º 1
 Islândia Islandês Stefán & Eyfi "Draumur um Nínu" Sonhar com Nina 15º 26
 Malta Inglês Georgina & Paul Giordimaina "Could It Be" Pode ser 106
 Grécia Grego Sophia Vossou "I Anixi" (Η άνοιξη) Primavera 13º 36
 Suíça Italiano Sandra Simó "Canzone per te" Canção para ti 118
 Áustria Alemão Thomas Forstner "Venedig im Regen" Veneza debaixo de chuva 22º 0
 Luxemburgo Francês Sarah Bray "Un baiser volé" Um beijo roubado 14º 29
 Suécia Sueco Carola "Fångad av en stormvind"' Capturada por uma tempestade de vento 146
 França Francês Amina "C'est le dernier qui a parlé qui a raison" É o último que falou que tem razão 146
10º  Turquia Turco İzel Çeliköz, Reyhan Karaca & Can Uğurluer "İki Dakika" Dois minutos 12º 44
11º  Irlanda Inglês Kim Jackson "Could It Be That I'm In Love" Poderei estar eu apaixonada 10º 47
12º  Portugal Português Dulce Pontes "Lusitana paixão" Lusitana paixão 62
13º  Dinamarca Dinamarquês Anders Frandsen "Lige der hvor hjertet slår" Onde o coração bate 19º 8
14º  Noruega Norueguês Just 4 Fun "Mrs. Thompson" Senhora Thompson 17º 14
15º  Israel Hebraico Duo Datz "Kan" (כאן) Aqui 139
16º  Finlândia Finlandês Kaija Kärkinen "Hullu yö" Uma noite louca 20º 6
17º  Alemanha Alemão Atlantis 2000 "Dieser Traum darf niemals sterben" Este sonho nunca morrerá 18º 10
18º  Bélgica Holandês Clouseau "Geef het op" Desiste 16º 23
19º  Espanha Castelhano Sergio Dalma "Bailar pegados" Dançar agarrados 119
20º  Reino Unido Inglês Samantha Janus "A Message to Your Heart" Uma mensagem ao teu coração 10º 47
21º  Chipre Grego Elena Patroklou "SOS" SOS 60
22º  Itália Napolitano Peppino di Capri "Comme è ddoce 'o mare" Como é doce o mar 89

Resultados[editar | editar código-fonte]

A ordem de votação no Festival Eurovisão da Canção 1991, foi a seguinte:[19]

  Vencedor
  2º classificado
  3º classificado
Países Votantes Países Pontuados
República Socialista Federativa da Iugoslávia Islândia Malta Grécia Suíça Áustria Luxemburgo Suécia França Turquia República da Irlanda Portugal Dinamarca Noruega Israel Finlândia Alemanha Bélgica Espanha Reino Unido Chipre Itália
 Iugoslávia 1 4 5 6 10 3 12 8 2 7
 Islândia 5 4 12 7 8 6 10 1 2 3
 Malta 1 5 3 7 4 8 6 10 12 2
 Grécia 2 7 8 4 5 1 10 3 12 6
 Suíça 4 6 10 7 3 1 8 12 5 2
 Áustria 4 2 8 5 10 12 1 3 7 6
 Luxemburgo 10 12 7 8 2 1 5 6 3 4
 Suécia 10 12 8 1 5 7 3 6 2 4
 França 2 4 7 10 3 5 6 1 12 8
 Turquia 7 2 3 6 4 5 1 12 8 10
 Irlanda 12 1 2 3 7 8 4 6 5 10
 Portugal 7 6 2 10 5 4 8 1 3 12
 Dinamarca 5 4 12 8 7 1 2 10 6 3
 Noruega 6 1 3 8 12 2 5 7 4 10
 Israel 4 8 10 12 7 1 2 5 6 3
 Finlândia 1 5 8 10 2 7 6 3 4 12
 Alemanha 5 10 6 3 12 8 2 4 7 1
 Bélgica 4 1 12 2 10 7 5 8 6 3
 Espanha 6 5 4 8 2 10 12 1 3 7
 Reino Unido 7 8 3 12 6 5 4 10 2 1
 Chipre 10 8 2 6 7 4 5 3 12 1
 Itália 7 10 2 4 12 8 3 1 5 6
Total 1 26 106 36 118 0 29 146 146 44 47 62 8 14 139 6 10 23 119 47 60 89
Lugar 21º 15º 13º 22º 14º 12º 10º 19º 17º 20º 18º 16º 10º
Países Votantes República Socialista Federativa da Iugoslávia Islândia Malta Grécia Suíça Áustria Luxemburgo Suécia França Turquia República da Irlanda Portugal Dinamarca Noruega Israel Finlândia Alemanha Bélgica Espanha Reino Unido Chipre Itália
Países Pontuados
Resultados acumulados
Países Votantes Países Pontuados
República Socialista Federativa da Iugoslávia Islândia Malta Grécia Suíça Áustria Luxemburgo Suécia França Turquia República da Irlanda Portugal Dinamarca Noruega Israel Finlândia Alemanha Bélgica Espanha Reino Unido Chipre Itália
 Iugoslávia 0 0 1 4 5 0 0 6 10 0 3 0 0 0 12 0 0 0 8 0 2 7
 Islândia 0 0 1 4 10 0 4 18 17 0 3 8 0 6 22 1 0 0 10 0 5 7
 Malta 1 0 1 9 10 0 4 18 20 7 7 8 0 6 30 1 0 0 16 10 17 9
 Grécia 1 0 3 9 17 0 4 18 28 7 7 12 0 6 35 2 0 0 26 13 29 15
 Suíça 1 4 9 9 17 0 4 28 35 7 10 13 0 6 43 2 0 0 38 18 29 17
 Áustria 1 4 13 11 25 0 9 38 47 7 11 13 0 6 43 2 0 3 45 24 29 17
 Luxemburgo 1 4 23 11 37 0 9 45 47 7 19 15 0 7 48 2 0 3 51 27 33 17
 Suécia 1 14 35 11 45 0 10 45 52 7 19 22 3 7 54 2 0 5 55 27 33 17
 França 1 14 37 11 49 0 10 45 52 14 19 32 3 7 57 2 0 10 61 28 45 25
 Turquia 1 14 44 11 51 0 13 51 52 23 37 3 8 69 2 0 10 69 28 45 35
 Irlanda 1 14 56 12 53 0 13 54 59 14 23 37 3 8 77 6 0 10 75 28 50 45
 Portugal 1 14 63 12 59 0 15 64 64 14 23 37 3 8 81 6 0 10 83 29 53 57
 Dinamarca 1 14 63 12 64 0 19 76 64 22 30 38 3 10 91 6 6 10 83 32 53 57
 Noruega 1 14 69 13 67 0 19 84 76 22 30 40 8 10 98 6 6 10 87 32 53 67
 Israel 1 14 69 17 75 0 19 94 88 29 31 40 8 10 98 6 6 10 89 37 59 70
 Finlândia 1 14 69 18 80 0 19 102 98 29 33 47 8 10 104 6 6 13 93 37 59 82
 Alemanha 1 19 79 18 86 0 22 114 106 29 35 47 8 14 104 6 6 13 100 37 60 82
 Bélgica 1 19 83 19 98 0 24 124 113 29 40 47 8 14 112 6 6 13 106 40 60 82
 Espanha 1 19 89 24 98 0 24 128 121 31 40 57 8 14 124 6 7 16 106 40 60 89
 Reino Unido 1 19 96 24 106 0 27 140 127 36 44 57 8 14 134 6 7 18 107 40 60 89
 Chipre 1 19 96 34 114 0 29 146 134 36 44 61 8 14 139 6 10 18 119 41 60 89
 Itália 1 26 106 36 118 0 29 146 146 44 47 62 8 14 139 6 10 23 119 47 60 89
Lugar 21º 15º 13º 22º 14º 12º 10º 19º 17º 20º 18º 16º 10º
Países Votantes República Socialista Federativa da Iugoslávia Islândia Malta Grécia Suíça Áustria Luxemburgo Suécia França Turquia República da Irlanda Portugal Dinamarca Noruega Israel Finlândia Alemanha Bélgica Espanha Reino Unido Chipre Itália
Países Pontuados

12 pontos[editar | editar código-fonte]

Os países que receberam 12 pontos foram os seguintes:

# Países Pontuados Países Votantes
4  França Áustria, Israel, Itália, Noruega
 Suécia Alemanha, Dinamarca, Islândia, Reino Unido
3  Chipre França, Grécia, Malta
 Israel Espanha, Jugoslávia, Turquia
2  Itália Finlândia, Portugal
 Malta Irlanda, Suécia
 Espanha Chipre, Suíça
 Suíça Bélgica, Luxemburgo

Maestros[editar | editar código-fonte]

Em baixo encontra-se a lista de maestros que conduziram a orquestra, na respectiva actuação de cada país concorrente.

País Maestro
 Iugoslávia Slobodan Marković
 Islândia Jón Ólafsson
 Malta Paul Abela
 Grécia Haris Andreadis
 Suíça Flaviano Cuffari
 Áustria Richard Österreicher
 Luxemburgo Francis Goya
 Suécia Anders Berglund
 França Jérôme Pillement
 Turquia Turhan Yükseler
 Irlanda Noel Kelehan
 Portugal Fernando Correia Martins
 Dinamarca Henrik Krogsgård
 Noruega Pete Knutsen
 Israel Kobi Oshrat
 Finlândia Olli Ahvenlahti
 Alemanha Hermann Weindorf
 Bélgica Roland Verlooven
 Espanha Eduardo Leiva
 Reino Unido Ronnie Hazlehurst
 Chipre Alexander Kirov Zografov
 Itália Bruno Canfora
Maestro anfitrião Bruno Canfora

Artistas repetentes[editar | editar código-fonte]

Alguns artistas repetiram a sua experiência Eurovisiva. Em 1991, os repetentes foram:

País (1991) Foto Artista Ano Anterior País Representado Canção Tradução Pontuação Classificação
 Áustria The Bad Powells ESC2015 Eurovision Village 13 Thomas Forstner.jpg Thomas Forstner ESC 1989 Áustria "Nur ein Lied" Só uma Canção 97
 Islândia Silver - replace this image male.svg Stefán Hilmarsson (com Eyfi) ESC 1988 (como parte dos Beathoven) Islândia "Þú og þeir (Sókrates)" Tu e Eles (Sócrates) 20 16º
 Noruega ESC 2007 Iceland - Eirikur Hauksson - Valentine Lost.jpg Eiríkur Hauksson (como parte dos Just 4 Fun) ESC 1986 (como parte dos ICY) Islândia "Gleðibankinn" O Banco da Alegria 19 16º
 Noruega KroghHanne.jpg Hanne Krogh ESC 1971 Noruega "Lykken er" Felicidade é 65 17º
ESC 1985 (como parte das Bobbysocks) Noruega "La det swinge" Vamos deixar dançar swing 123
 Suécia Carola.jpg Carola ESC 1983 Suécia "Främling" Estranho 126

Referências

  1. Demographia: World Urban Areas, Março de 2013
  2. European Spatial Planning Observation Network, Study on Urban Functions (Project 1.4.3) Arquivado em 24 de setembro de 2015, no Wayback Machine., Final Report, Chapter 3, (ESPON, 2007)
  3. Eurostat, Total population in Urban Audit cities, Larger Urban Zone, accessed on 2009-06-23. Data for 2009 unless otherwise noted.
  4. United Nations Department of Economic and Social Affairs, World Urbanization Prospects (2009 revision) Arquivado em 31 de outubro de 2013, no Wayback Machine., (United Nations, 2010), Table A.12. Data for 2007.
  5. Organization for Economic Cooperation and Development, Competitive Cities in the Global Economy, OECD Territorial Reviews, (OECD Publishing, 2006), Table 1.1
  6. Thomas Brinkoff, Principal Agglomerations of the World, accessed on 2009-03-12. Data for 1 April 2011.
  7. «Rome, city, Italy». Columbia Encyclopedia 6th ed. 2009 
  8. «GaWC – The World According to GaWC 2010». Lboro.ac.uk. 14 de setembro de 2011. Consultado em 11 de fevereiro de 2012 
  9. «The Global City Competitiveness Index» (PDF). Managementthinking.eiu.com. 12 de março de 2012. Consultado em 9 de maio de 2012. Arquivado do original (PDF) em 16 de maio de 2012 
  10. «2012 Global Cities Index and Emerging Cities Outlook». Consultado em 9 de maio de 2012. Arquivado do original (PDF) em 20 de outubro de 2013 
  11. Bremner, Caroline (12 de dezembro de 2008). «Euromonitor International's Top City Destinations Ranking». Euromonitor International. Consultado em 2 de março de 2010 
  12. «European city brands». City Mayors. 28 de agosto de 2008. Consultado em 14 de junho de 2010 
  13. «Historic Centre of Rome, the Properties of the Holy See in that City Enjoying Extraterritorial Rights and San Paolo Fuori le Mura». UNESCO World Heritage Center. Consultado em 8 de junho de 2008 
  14. https://eurovision.tv/event/rome-1991
  15. KENNEDY O’CONNOR John, op.cit., p.125.
  16. https://eurovision.tv/event/rome-1991
  17. https://eurovision.tv/event/rome-1991
  18. «Eurovision Song Contest 1991». The Diggiloo Thrush. Consultado em 28 de janeiro de 2019 
  19. A ordem de votação foi efectuada através da visualização de vídeos da edição do festival, à semelhança de outras secções deste artigo

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Os mapas presentes neste artigo, respeitam as fronteiras geográficas estabelecidas na altura em que o festival ocorreu.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Festival Eurovisão da Canção 1991