João Paulo dos Reis Veloso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
João Paulo dos Reis Velloso
Nascimento 12 de julho de 1931 (86 anos)
Parnaíba
Nacionalidade  Brasileiro
Ocupação Economia

João Paulo dos Reis Velloso (Parnaíba, 12 de julho de 1931) é um economista brasileiro.

Formado em economia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), foi Ministro do Planejamento durante os governos de Emílio Garrastazu Médici e Ernesto Geisel, permanecendo no cargo entre 1969 e 1979. Sua gestão foi marcada por dois momentos distintos: o apogeu do chamado "Milagre Brasileiro" e a "Crise do petróleo de 1973". Antes disso, foi funcionário do Banco do Brasil (desde 1955), assessor da presidência (1958 a 1961) e assessor do Ministro da Fazenda (1961 a 1962).[1] Avesso a atividades políticas, recusou um convite para se candidatar ao Senado pelo PDS do Piauí em 1982 após sondagem feita pelo então governador Lucídio Portela.

Atualmente dedica-se a presidir o Fórum Nacional, onde busca soluções para as questões econômicas brasileiras. Também serve no Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social.

É detentor da Medalha Santos Dumont, da Medalha da Ordem do Rio Branco, da Ordem do Mérito Naval, além de membro da Academia Piauiense de Letras.[1]

Referências

  1. a b «VELLOSO, João Paulo dos Reis». Nova Enciclopédia de Biografias. 5. [S.l.]: Planalto Editorial. 1979 


Precedido por
Presidente do Ipea
1969
Sucedido por
Marcos Pereira Viana
Precedido por
Hélio Beltrão
Ministro do Planejamento do Brasil
1969 — 1979
Sucedido por
Mário Henrique Simonsen


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.