Mesorregião do Leste Alagoano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Leste Alagoano
Unidade federativa  Alagoas
Mesorregiões limítrofes Agreste Alagoano; Leste Sergipano (SE); Agreste Pernambucano (PE); Mata Pernambucana (PE)
Área 13.240,60 km²
População 2.064.525 hab. IBGE Censo 2010
Densidade 155,92 hab/km²
Cidade mais populosa Não disponível

A Mesorregião do Leste Alagoano está localizada no estado de Alagoas.

Essa mesorregião é constituída de seis microrregiões, com 52 municípios no total.

Microrregiões[editar | editar código-fonte]

História[editar | editar código-fonte]

Na época do Descobrimento do Brasil, a região era coberta pela Mata Atlântica, onde viviam índios nativos. Possuía uma flora e fauna exuberantes, com rios perenes, uma grande variedade de peixe, frutas, e animais selvagens. Todas estas belezas naturais atraíram a atenção dos portugueses que iniciaram o processo de colonização.

Demografia[editar | editar código-fonte]

É a Mesorregião mais habitada do Estado de Alagoas.

Como na maior parte da zona da mata nordestina, no Leste Alagoano foi explorada a cultura da Cana-de-açúcar, sendo hoje um dos principais produtores de açúcar do país, atividade esta que foi inicialmente realizada pelos negros. Hoje em dia com a mescla entre os índios que já habitavam a região, com os europeus, principalmente portugueses, e dos negros trazidos da África, a população alagoana é semelhante a de outros estados nordestinos como Sergipe, Pernambuco, onde a maioria da população se auto declara parda, com significativa parcela de brancos entre seus habitantes.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima nessa mesorregião é tropical litorâneo úmido,com sol nos meses de setembro até Maio, da primavera até o verão, com temperatura variando em torno de 19°C a 32°C. E com chuva e temporais nos meses de junho a agosto, do outono até o inverno, com temperaturas variando em torno de 15°C à 26°C. A umidade relativa do ar é de 79,2%. E o índice pluviométrico é 1.410 mm/ano.

Vegetação[editar | editar código-fonte]

Apresenta vegetação Herbácea (gramíneas) e Arbustiva (poucas árvores e espaçadas). Além destas, possui também a Mata Atlântica. Essas vegetações estão associadas a um sistema regulado de chuvas.

Economia[editar | editar código-fonte]

Esta é a mesorregião que mais recebe investimentos nacionais e internacionais.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Esta mesorregião possui um grande potencial turístico, por suas belezas naturais, e de forma mais notável, pelas praias, consideradas belíssimas, que se espalham por todo o litoral alagoano.

Em setembro de 2005, foi inaugurado o Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, em Maceió, um dos mais modernos do Brasil, fortalecendo o turismo desta mesorregião.

Porém todo esse potencial é ainda pouco explorado, tanto pela falta de interesse de alguns setores, quanto pela falta de organização e planejamento dos que se interessam, fato que se nota mais nitidamente pela poluição e degradação dos locais atualmente explorados.

Agricultura[editar | editar código-fonte]

Baseia-se sobretudo no sistema agrícola de plantations, principalmente com o cultivo de cana-de-açúcar, base da economia alagoana desde os tempos do Brasil Colônia, quando Alagoas fazia parte da Capitania de Pernambuco. Também desenvolve criação de bovinos, suínos e caprinos.

Comércio[editar | editar código-fonte]

Este segmento é mais diversificado em Maceió.

Indústria[editar | editar código-fonte]

Este segmento é mais diversificado em Maceió.

Educação[editar | editar código-fonte]

Faculdades e Universidades[editar | editar código-fonte]

Essa Mesorregião possui a renomada Universidade Federal de Alagoas, Universidade Estadual de Alagoas,FACIMA, CESMAC, ESAMC, UNIT, FIC, FAMA, UNINASSAU, PITÁGORAS, FARM, ESTÁCIO DE SÁ - FAL, UNOPAR, FAT

Escolas primárias e secundárias[editar | editar código-fonte]

Essa Mesorregião possui diversas escolas, dentre essas as que se destacam são o Colégio Santa Madalena Sofia, Colégio Santíssimo Sacramento, Colégio Contato, Colégio Nunila Machado, Inei, Colégio Santa Úrsula, Colégio Anchieta, Centro Educacional Madre Valdelícia, Escola Monteiro Lobato e o Colégio Marista Maceió.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Artesanato[editar | editar código-fonte]

Possuí inúmeros espaços destinados a comercialização e divulgação do seu potencial cultural, a exemplo do no Pavilhão do Artesanato, em Maceió, onde pode-se encontrar de tudo, desde o mais variado artesanato local, em madeira, palha, cerâmica, rendas, etc. bem como se divertir com shows de artístas locais, além de ser comum encontrar os artesãos e artesãs fazendo o seu trabalho nas praias locais.

Cinemas[editar | editar código-fonte]

Shopping Pátio Maceió,Maceió Shopping e Farol, em Maceió.

Teatros[editar | editar código-fonte]

Teatro Deodoro e Teatro Gustavo Leite,em Maceió.

Museus[editar | editar código-fonte]

Memorial Pontes de Miranda da Justiça do Trabalho em Alagoas, Museu Théo Brandão, Museu do Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas, Museu Pierre Chalita, Museu do Esporte, Museu da Imagem e do Som - MISA.

Infra-estrutura[editar | editar código-fonte]

Aeroporto Internacional[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2005, Maceió passou a contar com um dos mais modernos aeroportos do país, o Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, que conta com sistema de co-geração de energia e capacidade para 1,2 milhão de pessoas. O aeroporto foi construído com recursos da Infraero, Governo Federal e Governo Estadual. Os destinos diários diretos (sem escala/conexão) saindo da capital alagoana são: Salvador (SSA), Aracaju (AJU), São Paulo (GRU), Brasília (BSB), Recife (REC) e Rio de Janeiro (GIG).

Porto[editar | editar código-fonte]

O Porto de Maceió, ou de Jaraguá, está localizado na Área Leste da cidade, entre as praias de Pajuçara e Jaraguá; é administrado pela Companhia Docas do Rio Grande do Norte - CODERN por meio da Administração do Porto de Maceió (ADPM) e tem o maior terminal açucareiro do mundo, além de ser um dos mais movimentados do Nordeste. O porto têm obras em andamento por toda a parte, inclusive o novo Cais de Passageiros, que vai aumentar o fluxo de turistas vindos pelo mar na cidade. O porto conta com um arado capaz de operar navios das frotas mais modernas do mundo, do tipo pós-paramax, com cerca de 200m de comprimento.

Rodovias[editar | editar código-fonte]

As rodovias do Estado de Alagoas são preferencialmente utilizadas pelos alagoanos para se locomoverem pelo estado, tanto pelo turismo, como pela agricultura.