Chã Preta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde fevereiro de 2013).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Município de Chã Preta
"Princesa dos Montes"
Bandeira de Chã Preta
Brasão de Chã Preta
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 11 de março
Fundação 1962 (55 anos)[1]
Gentílico chã-pretense
Lema Princesa dos Montes
Prefeito(a) Audálio Holanda (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Chã Preta
Localização de Chã Preta em Alagoas
Chã Preta está localizado em: Brasil
Chã Preta
Localização de Chã Preta no Brasil
09° 15' 18" S 36° 17' 45" O09° 15' 18" S 36° 17' 45" O
Unidade federativa  Alagoas
Mesorregião Leste Alagoano IBGE/2008[2]
Microrregião Serrana dos Quilombos IBGE/2008[2]
Municípios limítrofes Paulo Jacinto, Quebrangulo, Santana do Mundaú, União dos Palmares e Viçosa
Distância até a capital 105 km
Características geográficas
Área 200,802 km² [3]
População 7 146 hab. IBGE/2010[4]
Densidade 35,59 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,559 baixo PNUD/2000[5]
PIB R$ 26 181,363 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 3 665,32 IBGE/2008[6]
Página oficial

Chã Preta é um município brasileiro do estado de Alagoas. Sua população estimada em 2004 era de 7.536 habitantes.

O nome da cidade vem do fato de na propriedade da família Canuto havia uma chã onde se plantava cana, quando a cana era queimada, a chã aparentava ser de cor negra, avistada a partir do caminho que leva a Viçosa.[7]


Prefeitos[editar | editar código-fonte]

Logo após a emancipação política de Chã Preta, o então governador Luiz de Souza Cavalcante nomeou para prefeito Benedito Soares de Vasconcelos, que governou de 11 de março a 28 de dezembro de 1962, quando empossou o primeiro prefeito eleito, Cosme Canuto de Souza, e seu vice, José Tenório de Holanda, e que ficou no cargo até 31 de janeiro de 1969. Daí em diante a população elegeu:

  • Benedito Soares de Vasconcelos (vice: Antônio Tenório Cavalcante) - 1 de fevereiro de 1969 até 31 de janeiro de 1973
  • Firmino Teixeira de Vasconcelos Neto (vice: José Tenório de Holanda) - 1 de fevereiro de 1973 até 31 de janeiro de 1977
  • Audálio de Vasconcelos Holanda (vice: Oséas Teixeira de Vasconcelos) - 1 de fevereiro de 1977 até 31 de janeiro de 1983
  • José Klinger Soares Teixeira (vice: José Tenório de Holanda) - 1 de fevereiro de 1983 até 31 de dezembro de 1988
  • Benedito Soares de Vasconcelos (vice: Cícero Tenório Florentino) - 1 de janeiro de 1989 até 31 de dezembro de 1992
  • José Klinger Soares Teixeira (vice: Paulo Duarte Cavalcante) - 1 de janeiro de 1993 até 31 de dezembro de 1996
  • Paulo Duarte Cavalcante (vice: Firmino Bisneto Maia de Barros Correia) - 1 de janeiro de 1997 até 31 de dezembro de 2000
  • Audálio de Vasconcelos Holanda (vice: Moab Tenório Cavalcante) - 1 de janeiro de 2001 até 31 de dezembro de 2004
  • Audálio de Vasconcelos Holanda (vice: Moab Tenório Cavalcante) - 1 de janeiro de 2005 até 31 de dezembro de 2008
  • Rita Coimbra Cerqueira Tenório (vice: Marcos Antônio Pimentel de Vasconcelos) - 1 de janeiro de 2009 até 31 de dezembro de 2012
  • Audálio de Vasconcelos Holanda (vice: Maurício de Vasconcelos Holanda) - 1 de janeiro de 2013 até 31 de dezembro de 2016[8]
  • Rita Coimbra Cerqueira Tenório (vice: Áureo Mazony Teixeira de Vasconcelos) - 1 de janeiro de 2017 até 31 de dezembro de 2020[9]

Filhos notórios[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Álbum do Cinquentenário de Chã Preta, 2012, José de Arimatéa de Vasconcelos Teixeira e Olegário Venceslau da Silva.

Referências

  1. José Ari Vasconcelos Teixeira (3 de agosto de 2003). «Chã Preta - Política». sítio chapreta.hd1.com.br/politica.htm. Consultado em 14 de setembro de 2012 
  2. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  3. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  4. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  7. Andressa Alves (19 de agosto de 2014). «Chã Preta Lírica». sítio gazetaweb.globo.com. Consultado em 20 de agosto de 2014 
  8. José Ari Vasconcelos Teixeira (3 de agosto de 2003). «Chã Preta - Política». Chã Preta/Executivo. Consultado em 14 de setembro 2012 
  9. Eleições e Política (3 de outubro de 2016). «Candidatos a Prefeito - Chã Preta 2016». Eleições e Política. Consultado em 16 de outubro de 2016 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Alagoas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.