Santana do Mundaú

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Santana do Mundaú
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Santana do Mundaú
Bandeira
Brasão de armas de Santana do Mundaú
Brasão de armas
Hino
Apelido(s) "Terra da Laranja Lima"
Gentílico mundauense
Localização
Localização de Santana do Mundaú em Alagoas
Localização de Santana do Mundaú em Alagoas
Mapa de Santana do Mundaú
Coordenadas 9° 10' 04" S 36° 13' 19" O
País Brasil
Unidade federativa Alagoas
Região metropolitana Zona da Mata
Municípios limítrofes Chã Preta, Branquinha, União dos Palmares, São José da Laje, Correntes e Canhotinho (Pernambuco)
Distância até a capital 77 km
História
Fundação 1960 (62 anos)
Aniversário 14 de junho
Administração
Prefeito(a) Arthur Freitas (MDB, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 223,615 km²
População total (Estimativa IBGE/2020[2]) 10 687 hab.
Densidade 47,8 hab./km²
Clima Tropical
Altitude 221 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[3]) 0,558 baixo
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 44 924,624 mil
PIB per capita (IBGE/2018[4]) R$ 101 744,85
Outras informações
Padroeiro(a) Senhora Santana
Sítio santanadomundau.al.gov.br (Prefeitura)

Santana do Mundaú é um município brasileiro do estado de Alagoas. Sua população no último censo em 2010 era de 10.961 habitantes.

Cultura[editar | editar código-fonte]

O município de Santana do Mundaú é conhecido como "A terra da Laranja Lima" por ser o maior produtor e maior importador da fruta no estado de Alagoas. O município também é um celeiro de poetas populares. Entre eles destacam-se o repentista Everaldo Caetano com mais de 30 anos de ofício. O poeta com sua viola faz cantorias na região do Vale do Mundaú com outros cantadores e prende a atenção de todos com seus versos improvisados. Outro nome da poesia na cidade é Cicero Manoel, um cordelista jovem que tem se destacado na mídia alagoana nos últimos anos. Cicero Manoel é autor de inúmeros cordéis, muitos já publicados em folhetos. Em 2014 o poeta editou seu primeiro livro intitulado "Versos de um cordelista". Outro grande artista da cidade é o cantor forrozeiro Arany do Gado, que tem se destacado e conquistado fãs na zona da mata alagoana com seus forrós de vaquejada.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Mundaú" é um termo da língua tupi que significa "Rio dos Ladrões",[5] através da junção dos termos mondá ("roubar")[6] e 'y ("água").[7]

Economia[editar | editar código-fonte]

O município é conhecido por ser um forte produtor de laranja para exportação. A agricultura familiar também é bastante expressiva no município. O município e um potencial produtor de banana comprida devido sua localização geográfica.

Comunicação[editar | editar código-fonte]

A cidade tem retransmissores dos seguintes canais de TV aberta: 04 - TV Novo Tempo, 08 - TV Pajuçara (Record), 10 - TV Alagoas (Sbt) e 13 - TV Gazeta (Maceió) (Globo). Não possui nenhuma emissora de rádio FM. Possui cobertura de telefonia fixa pela Oi e telefonia móvel pela Vivo, com sinal 3G. É possível também utilizar serviços de voz e SMS das operadoras Oi, Claro e Tim através de Roaming (parceria entre as operadoras que possibilita acesso ao serviço de uma operadora na área de cobertura da outra). A internet banda larga é proporcionada pela Oi Velox, Zumbi Net e Veloo Net.

Bandeira[editar | editar código-fonte]

A bandeira municipal foi feita por Adeilda Jeronimo Cardoso e Rodrigues[carece de fontes?].

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Estimativa Populacional 2020». Estimativa IBGE Populacional 2020. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2020. Consultado em 27 de junho de 2021 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «Cópia arquivada». Consultado em 17 de outubro de 2011. Arquivado do original em 27 de setembro de 2009 
  6. http://www.paralerepensar.com.br/beneditofranco_tupi.htm
  7. http://www.fflch.usp.br/dlcv/tupi/vocabulario.htm
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Alagoas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.