Messerschmitt Me 210

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Me 210
Bombardeiro
Um Me 210 A-1 do esquadrão de testes Versuchsstaffel a voar pela França em 1942.
Descrição
Tipo / Missão Caça pesado, bombardeiro de mergulho, caça-bombardeiro
País de origem  Alemanhasta
Fabricante Messerschmitt
Período de produção 1939-1945
Quantidade produzida Na Alemanha 90 finalizados, 320 parcialmente.
Na Hungria 272
Desenvolvido de Messerschmitt Bf 110
Primeiro voo em 2 de setembro de 1939 (80 anos)
Introduzido em 1943
Aposentado em 1945
Variantes Messerschmitt Me 410
Tripulação 2 - piloto e artilheiro
Especificações (Modelo: Me 210 - fuselagem original)
Dimensões
Comprimento 11,2 m (36,7 ft)
Envergadura 16,34 m (53,6 ft)
Altura 3,7 m (12,1 ft)
Área das asas 36,20  (390 ft²)
Alongamento 7.4
Peso(s)
Peso vazio 7 070 kg (15 600 lb)
Peso máx. de decolagem 9 706 kg (21 400 lb)
Propulsão
Motor(es) 2 x motores a pistão de doze cilindros em "V" refrigerado a líquido Daimler-Benz DB 601F
Potência (por motor) 1 332 hp (993 kW)
Performance
Velocidade máxima 564 km/h (304 kn)
Alcance (MTOW) 1 820 km (1 130 mi)
Teto máximo 8 900 m (29 200 ft)
Armamentos
Metralhadoras / Canhões 2 × 20 mm MG 151/20 cannons
2 × 7.92 mm (0.312 in) MG 17 machine guns
2 × 13 mm (0.512 in) MG 131 machine guns
Bombas 2x 500 kg
Notas
Dados de: Wagner e Nowarra[1]

O Messerschmitt Me 210 foi um caça pesado e aeronave de apoio terrestre alemã da Segunda Guerra Mundial. Esta aeronave foi desenvolvida para substituir o Bf 110[2] no papel de caça pesado; o desenvolvimento do próprio iniciou-se por volta de 1937[3]. Os primeiros exemplares estavam prontos já em 1939, porém provaram estar pouco aptos para serem aeronaves devido a falhas na aerodinâmica, construção e maquinaria. Houve tentativas[4] ao longo da guerra de corrigir os defeitos deste caça pesado, porém foram em vão. Quando finalmente começou a entrar em serviço com alguns exemplares, começou a ser substituído pelo Messerschmitt Me 410, uma versão mais avançada[5]. A falha no desenvolvimento do Me 210 fez com que a Luftwaffe continuasse a usar o Bf 110, o que fazia com que se somassem perdas de aeronaves e pilotos.

Foram três os países que fizeram uso desta aeronave: a Alemanha, a Hungria, e o Japão.

Foram construídas 90 exemplares, havendo ainda 320 parcialmente construídos na Alemanha e 272 na Hungria.

Variantes[editar | editar código-fonte]

  • Me 210 A-0 Versão de pre-produção
  • Me 210 A-1 Versão monoposto caça-bombardeiro e caça pesado
  • Me 210 A-2 Versão monoposto bombardeiro de mergulho e caça pesado
  • Me 210C Versão de fuselagem improvisada com motores Daimler-Bens 605
  • Me 210 Ca-1 Versão húngara do Me 210C
  • Me 410 Conversão de atualização do modelo
Design de um Me 210.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Wagner, Ray and Nowarra, Heinz. German Combat Planes: A Comprehensive Survey and History of the Development of German Military Aircraft from 1914 to 1945. New York: Doubleday, 1971, page 258
  2. http://www.fiddlersgreen.net/models/aircraft/Messerschmitt-Me410.html
  3. http://www.pilotfriend.com/photo_albums/timeline/ww2/Messerschmitt%20Me%20210.htm
  4. http://www.historyofwar.org/articles/weapons_me_210.html
  5. http://www.militaryfactory.com/aircraft/detail.asp?aircraft_id=486

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • "Hornisse...The Last Zerstorer". Air International, October 1981, Vol. 21 No. 4. ISSN 0306-5634. pp. 181–185, 197–200.
  • Mankau, Heinz. "Messerschmitt Bf 110, Me 210, Me 410: an illustrated history". Atglen, PA: Schiffer Pub., 2003. ISBN 978-0-764317-84-2
  • Petrick, Peter. "Messerschmitt Me 210/Me 410 Hornisse/Hornet: an illustrated production history". Hinckley: Midland, 2007. ISBN 978-1-857802-7-19
  • Punka, George. "Messerschmitt Me 210/410 in action". Carrollton, TX: Squadron/Signal Publications, 1994. ISBN 08-97473-20-5
Ícone de esboço Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.