Pacajus Esporte Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pacajus
PacajusEC.png
Nome Pacajus Esporte Clube
Alcunhas Cacique do Vale do Caju
Mascote índio paiacu
Fundação 17 de junho de 2017 (5 anos)
Estádio João Ronaldo
Capacidade 2 000–3 000 pessoas
Localização Pacajus, Ceará, Brasil
Mando de jogo em João Ronaldo
Domingão
Presidente Cristiano Cortez[1]
Treinador(a) Oliveira Canindé
Patrocinador(a) Prefeitura de Pacajus[2]
Competição Campeonato Cearense
Website pacajusesporteclube.com.br
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo

O Pacajus Esporte Clube é um clube de futebol brasileiro de Pacajus, cidade do estado do Ceará. Fundado em 17 de junho de 2017, é conhecido como Cacique do Vale do Caju,[3] tendo o índio paiacu como mascote,[4] e suas cores são verde, amarela e grená, em representação à bandeira do município.[5] Manda suas partidas no Estádio Municipal João Ronaldo, em Pacajus, e no Estádio Olímpico Horácio Domingos de Sousa, o Domingão, em Horizonte.[6]

O Pacajus iniciou suas disputas oficiais na Série C do Campeonato Cearense de 2017, conseguiu o acesso à segunda divisão do ano seguinte e chegou à primeira em 2020. Em 2021, por sua campanha na competição estadual, conquistou seu primeiro título, a Taça Padre Cícero, levando-o a disputar a Série D do Campeonato Brasileiro de 2022.

História[editar | editar código-fonte]

O Pacajus Esporte Clube foi fundado em 17 de junho de 2017, filiando-se logo após à Federação Cearense de Futebol (FCF) e tendo sua inscrição na Série C do Campeonato Cearense oficializada em 21 de julho. Em 1.º de agosto, ocorreu no Estádio João Ronaldo, em Pacajus, a apresentação à comissão técnica, à diretoria e à imprensa local dos 24 jogadores que defenderiam o clube, em que estavam mesclados atletas da cidade e conhecidos do futebol da região Nordeste, sob o comando do técnico André Pascoal. O primeiro jogo do Pacajus, um amistoso com o Fortaleza, foi disputado em 5 de agosto no Estádio Alcides Santos, na capital cearense, e terminou com o placar de 3–1 para a equipe mandante. A estreia na terceira divisão do campeonato estadual aconteceu em 6 de outubro, quando o time recebeu o Itapajé em Horizonte, no Domingão — onde mandava na época enquanto o João Ronaldo estava sendo reformado —, e aplicou-lhe goleada de 6–1.[5]

Participações[editar | editar código-fonte]

Competições estaduais[editar | editar código-fonte]

Campeonato Cearense

Tendo iniciado suas disputas pela Série C do Campeonato Cearense de 2017, o Pacajus classificou-se para a Série B do ano seguinte,[7] chegando à segunda fase mas não conseguindo o acesso à primeira divisão.[4] Em 2019, o clube foi vice-campeão da segunda divisão do estadual em partida contra o Caucaia, que venceu por 3–0, subindo à Série A de 2020.[4][8][9] Em 2021, o Pacajus recebeu seu primeiro título oficial, a Taça Padre Cícero, por ter realizado a melhor campanha de um time do interior do Ceará na primeira divisão do estadual daquele ano, quando terminou em quinto lugar.[10] No ano seguinte, ao terminar a primeira fase do Cearense como terceiro colocado, disputou as quartas de final da segunda com o Fortaleza, que o eliminou em jogos de ida, por 1–0, e volta, por 0–5.[11]

Copa Fares Lopes

O Pacajus participou da Copa Fares Lopes pela primeira vez em 2018, sendo eliminado pelo Iguatu e terminando em quinto lugar após duas vitórias e dois empates na competição.[4][12] Na edição de 2020, saiu da competição na mesma colocação, tendo perdido todos jogos antes do último, que venceu, contra o Campo Grande.[13]

Competições nacionais[editar | editar código-fonte]

O título conseguido em 2021 assegurou ao Pacajus uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro de 2022.[10] Na segunda fase da competição, empatando em partidas dentro e fora de casa, por 1–1 e 0–0, respectivamente, o clube foi eliminado pelo Rio Branco através de penalidades, por 5–4, saindo com cinco vitórias, sete empates e quatro derrotas.[14]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última P Aumento R Baixa
Ceará Campeonato Cearense 3 quartas de final (2022) 2020 2022
Cearense - Série B 2 vice-campeão (2019) 2018 2019 1
Cearense - Série C 1 4.º colocado (2017) 2017 1
Copa Fares Lopes 3 5.º colocado (2018 e 2020) 2018 2020
Brasil Brasileiro - Série D 1 30.º colocado (2022) 2022

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

A seguir, o elenco de atletas que atua pelo Pacajus em 2022.[15]

Soccerball current event.svg Última atualização: 25 de abril de 2022.

Goleiros
Jogador
Jhones
Casquinha
Defensores
Jogador Pos.
Igor Z
Marcelo Z
Kelvin Z
Bel Z
Jefferson Z
Ramon Z
João Victor LD
Zé Augusto LD
Guto LE
Zé Aquiraz LE
Rayro LE
Emerson LE
Yan LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
Dedé V
Max V
Claudivan V
Cauã V
Timbira V
Catuaba V
Tim V
Davi Aquiraz V
Ramon V
Maurício V
Gordo M
Davi M
Rodrigo Canindé M
Vinícius M
Atacantes
Jogador
Daniel Passira
Testinha
Gabriel
Maranhão
Luiz Felipe
Canga
Comissão técnica
Nome Pos.
Oliveira Canindé[16] T

Títulos[editar | editar código-fonte]

ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
CEtrophy.png Taça Padre Cícero 1 2021

Referências

  1. Moura, Mateus (5 de janeiro de 2022). «Com metas ousadas, Pacajus sonha alto no Campeonato Cearense de 2022». O Povo 
  2. «Em Pacajus, valorização da base é condição para que times recebam patrocínio da Prefeitura». O Povo. 1 de julho de 2019 
  3. França, Daniel (22 de abril de 2022). «Pacajus vence o Castanhal na abertura da segunda rodada do Brasileiro Série D». Federação Cearense de Futebol 
  4. a b c d Arruda, Diego (17 de junho de 2020). «Com ascensão meteórica no futebol cearense, Pacajus celebra 3 anos de história». Futebol Cearense 
  5. a b Mello, Sérgio (25 de outubro de 2017). «Pacajus Esporte Clube – Pacajus (CE): Debutante no Estadual da 3ª Divisão do Ceará de 2017». História do Futebol 
  6. Balacó, Bruno (17 de março de 2022). «Futebol cearense contará com 3 estádios 'padrão Fifa' para receber jogos de 8 times no Campeonato Brasileiro». GCMais 
  7. Carvalho, Beatriz (30 de março de 2018). «Com Guarasol e Icasa como favoritos, Série B do Campeonato Cearense começa». ge.globo 
  8. «Pacajus e Caucaia fazem final inédita da Série B do Cearense e disputarão Série A em 2020». ge.globo. 16 de junho de 2019. Consultado em 20 de junho de 2019 
  9. «Com brilho de Ciel, Caucaia vence o Pacajus por 3 a 0 e se sagra campeão da Série B cearense». ge.globo. 20 de junho de 2019 
  10. a b «Com a melhor campanha do interior, Pacajus conquista a Taça Padre Cícero». Futebol Cearense. 17 de maio de 2021 
  11. Chaves, Lincoln (2 de março de 2022). «Fortaleza atropela Pacajus e vai à semifinal do Campeonato Cearense». Agência Brasil 
  12. Braga, Lauriberto Carneiro (6 de outubro de 2018). «Iguatu elimina Pacajus e invicto decide vaga na final da Fares Lopes 2018 contra Caucaia». Blog do Lauriberto 
  13. «Copa Fares Lopes de 2020 tem semifinais definidas; veja confrontos». ge.globo. 28 de janeiro de 2021 
  14. «Nos pênaltis, Pacajus é eliminado do Brasileiro Série D». Federação Cearense de Futebol. 31 de julho de 2022 
  15. Alves, Fernanda (15 de abril de 2022). «Fora de casa, Pacajus fará estreia na Série D contra o 4 de Julho/PI neste domingo (17); veja detalhes da preparação». Torcida K 
  16. Barros, Victor (8 de março de 2022). «Oliveira Canindé é anunciado como novo treinador do Pacajus para disputa da Série D». Torcida K 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]