Programa de Desenvolvimento do Turismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O PRODETUR ou Programa de Desenvolvimento do Turismo criado com o plano "Brasil em Ação" no governo Fernando Henrique Cardoso em 1995 tem como objetivo principal "permitir a expansão da atividade turística de forma planejada e sistêmica, a partir da definição de macro estratégias de atuação previamente definidas, com o claro sentido de integrar a mão-de-obra local nesse processo de desenvolvimento" aumentando, por fim, a participação do turismo na economia.

Tendo como especificidades a tentativa de ampliar o fluxo turístico, a taxa de permanência dos turistas e os seus gastos em todo o Brasil. A sua área de atuação inicial delimita-se para área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste, ou seja, o estado de Minas Gerais e os estados nordestinos.

Tendo como intermediador, isto é, repassador o BNB e tendo recursos oriundos do BID principalmente (50%), tendo ainda o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES, os estados e os municípios. Segundo Queiroz (2002) o prodetur teve seu início em uma negociação dos estados do nordeste diretamente do o BID.

Referências[editar | editar código-fonte]

QUEIROZ, Lúcia Aquino. Turismo na Bahia: Estratégias para o desenvolvimento. Salvador: Secretaria da Cultura e Turismo. 2002.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.