Macaxeira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Merge-arrow 2.svg
Este artigo ou secção deverá ser fundido com Mandioca. (desde julho de 2014)
Se discorda, discuta sobre esta fusão aqui.

Macaxeira (Manihot utilissima), também conhecida como aipi, aipim, castelinha, uaipi, mandioca-doce, mandioca-mansa, maniva, maniveira e pão-de-pobre[1] , é uma espécie de mandioca que pode ser utilizada para alimento, tanto na forma cozida quanto na forma frita, sem o necessário preparo para retirada de ácido cianídrico, existente em grande quantidade na espécie Manihot esculenta, a qual é conhecida como "mandioca" ou "mandioca-brava".

Existem variedades de macaxeira, todas comestíveis, que se distinguem pela cor da pele, pela textura da raiz etc. Assim, são conhecidas:

  • Macaxeira-do-rio-grande-do-norte;
  • Macaxeira-roxa;
  • Macaxeira-pizza etc.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Mandioca" origina-se do termo tupi mãdi'og[1] . "Aipi", "aipim" e "uaipi" originaram-se do termo tupi ai'pi'[2] . "Macaxeira" origina-se do termo tupi maka'xera[3] . "Maniva" e "maniveira" originaram-se do termo tupi mani'iwa[4] . "Pão-de-pobre" é uma referência às propriedades alimentícias de seu tubérculo.

"Terra do Aipim"[editar | editar código-fonte]

O município de São José do Hortêncio, no Rio Grande do Sul, é conhecido como a "Terra do Aipim", por este ser o principal produto agrícola do município.

Modos de Preparo[editar | editar código-fonte]

Macaxeira Caramelizada[editar | editar código-fonte]

Retira-se a casca da macaxeira, que é posta a cozinhar, temperada apenas com sal, até apresentar consistência pastosa.

Assim cozida, a macaxeira pode ser servida pura ou acompanhada. Os acompanhamentos variam.

Também pode ser feito purê de macaxeira. E, assim pronto, presta-se para a composição de outros pratos, como o escondidinho, onde se adiciona queijo coalho e charque cozido e desfiado.

  • Purê de macaxeira:

Após se cozinhar a macaxeira, amasse-a com um garfo, acrescentando um pouco de manteiga, uma pitada de sal e leite. Misture bem e sirva, acompanhando arroz e bife acebolado.

Macaxeira Baora[editar | editar código-fonte]

Após o cozimento (retirada antes da consistência pastosa), a macaxeira é cortada em grandes cubos e levada a panela de pressão, onde se adiciona água, manteiga ou nata, caramelo, chocolate.

Serve-se como acompanhamento de vários pratos.

Referências

  1. a b FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.1 077
  2. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.71
  3. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.1 058
  4. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.1 081

Macaxeira Frita ao Ovo[editar | editar código-fonte]

Após descascar a macaxeira, cortar em pedaços grandes e reserve. Quebre ovos em uma pequena tigela e misture-os. Depois passe os pedaços de macaxeira nos ovos e coloque para fritar. Serve-se quente como aperitivo com molho de pimenta.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]