U2 360° Tour

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é sobre a turnê do U2. Para ver o filme-concerto, veja U2 360° at the Rose Bowl
U2 360° Tour
U2 - U2 360° Tour.gif
Turnê Mundial de U2
Locais Europa, América do Norte, Oceania, África, América do Sul
Álbum(ns) associado(s) No Line on the Horizon
Orçamento 7,2 milhões
Receita $ 736 milhões
Data de início 30 de junho de 2009
Data de fim 30 de julho de 2011
Partes 3
Número de
apresentações
110
Cronologia de turnês de U2
Último
Último
Vertigo Tour
(2005–2006)
Próximo
Próximo

U2 360° Tour foi uma turnê mundial da banda de rock irlandesa U2.[1] Lançada em suporte do álbum de estúdio do grupo, No Line on the Horizon (2009), a turnê começou a apresentar-se em estádios em junho de 2009, finalizando em julho de 2011. O nome dado a turnê foi devido a uma configuração do estádio que permitia a visão completa do público em relação ao palco.[2] Para isso, uma enorme estrutura de quatro pernas apelidado de "Garra", foi construído em cima do palco, com o sistema de som e um cilíndrico, ampliando a tela de vídeo em cima dele. O banda afirmou que eles "nunca fizeram uma turnê com uma estrutura tão singular e original".[3]

Devido o baixo número de vendas de No Line, os analistas esperavam que a turnê fosse uma importante fonte de renda para a banda.[4] A cada data da turnê esgotada, em poucos minutos vendiam-se os bilhetes colocados à venda. Para acomodar o tempo necessário para montar e transportar a "Garra" entre as datas da turnê, três estruturas independentes do palco foram construídas. A produção de 360° aumentou a capacidade de locais em até 25%, levando a registros de atendimento em mais de 60 locais. Vários temas foram incorporados nos shows; partes dos concertos teve destaque de temas do espaço sideral, devido à semelhança da "garra" com uma uma nave espacial. Mensagens pré-gravadas transmitidas diretamente da Estação Espacial Internacional foram exibidos durante os shows, como as declarações sociopolíticas de Desmond Tutu e Aung San Suu Kyi. Os setlists foram ajustados para cada ano de turnê, para os shows de 2010, canções inéditas foram estreadas ao vivo, enquanto que nas etapas de 2011, o U2 tocou mais músicas da década de 1990, para comemorar o 20º aniversário do lançamento de Achtung Baby (1991).

Composta por três etapas[5] e 110 concertos, a turnê começou em 30 de junho de 2009, em Barcelona na Espanha, e concluiu em 30 de julho de 2011, em Moncton no Canadá. Visitaram duas vezes a Europa e a América do Norte, enquanto faziam paradas na América do Sul, África e Oceania. A etapa da turnê na América do Norte em 2010 foi adiada para o ano seguinte, após o vocalista Bono ter sofrido uma grave lesão nas costas. O U2 ganhou o "Billboard Touring Awards" de turnê de maior venda de bilheteria de 2009 e 2010,[6] [7] e de melhor pontuação de caixa em um único local em 2009, para shows no Croke Park, em Dublin na Irlanda. Em 25 de outubro de 2009, a banda se apresentou no estádio Rose Bowl, em Pasadena na Califórnia, filmando para o vídeo-concerto denominado U2 360° at the Rose Bowl (2010), sendo transmitido ao vivo através do YouTube; o concerto estabeleceu um novo recorde de público nos Estados Unidos para um único atrativo principal.[8] A turnê geralmente foi bem recebida pelos críticos e fãs. Por sua conclusão, a U2 360° Tour alcançou o recorde de bilheteria para uma turnê, com 736 milhões de dólares em vendas de ingressos, e para a turnê mais bem atendida, com mais de 7,2 milhões de bilhetes vendidos.

Concepção e cenário do palco[editar | editar código-fonte]

U2 360 tour stage Zagreb 2.JPG
LAX LA.jpg
O palco é cercado pelo público e contava com uma "garra", servindo como plataforma de apoio (acima), sendo inspirada no tema do edifício do Aeroporto Internacional de Los Angeles (abaixo).

O design de iluminação Willie Williams, que já trabalhou em todas as turnês da banda desde War Tour, foi mais uma vez o designer para essa turnê;[9] Mark Fisher atuou como arquiteto.[3] Por alguns anos, Williams brincava com a idéia de criar um palco 360° para o grupo durante um show no estádio,[10] apresentando esboços de um projeto de quatro pernas para eles ao fim da turnê Vertigo Tour em 2006.[11] A inspiração para o projeto de uma "nave de quatro pernas", apelidado de "garra", originou do tema do edifício do Aeroporto Internacional de Los Angeles.[11] Os primeiros relatórios a que se refere a ele foi de Kiss the Future Tour, embora o nome tenha mudado mais tarde.[12]

A turnê contou com uma configuração de 360°, sendo montada de forma que ficasse mais no centro do campo do estádio do que habitualmente.[9] O cenário do palco contou com uma grande estrutura de aço de quatro pernas que mantinha o sistema de alto-falante, telas de vídeos cilíndricas que se localizavam acima da área da performance do show. O palco é rodeado por uma rampa circular, que se ligava por meio de pontes rotativas. Os fãs em geral eram posicionados tanto do lado de fora da rampa, quanto entre a rampa e o palco. O palco não tinha frente ou trás definido, sendo cercada pelo público.[9]

O design do palco foi capaz de aumentar a capacidade dos locais por cerca de 15 a 20%.[13] As diferentes áreas dos campos de futebol foram escolhidos neste esquema, em comparação aos campos planos ou estádios de basebol,[9] embora alguns estádios tenham aderido a esse tipo de sistema. Tal como aconteceu com muitas turnês em larga escala de sua época, a U2 360° Tour teve tanto a força de trabalho e os rendimentos associadas a uma empresa de médio porte.[4] Os palcos foram construídas pela empresa belga Stageco, junto com a empresa americana Enerpac. A construção de cada palco requeria o uso de alta pressão, com o uso de sistemas hidráulicos. Este sistema foi usado ​​pela primeira vez na história da montagem e desmontagem de estruturas de alta tonelagem. A empresa Stageco concebeu um sistema único, baseado no Sistema de Elevação Síncrona da empresa Enerpac, para elevar a construção modular a uma altura de 30 metros, com uma maneira eficiente e eficaz.[14] [15]

A estrutura de aço foi de 51 metros de altura, sendo o dobro do tamanho do palco definido pela banda The Rolling Stones, na turnê A Bigger Bang Tour, detentora do recorde anterior, capaz de armazenar até 200 toneladas por baixo do palco, exigindo 120 caminhões para transportar cada um dos três conjuntos construídos de suporte à turnê.[11] [16] Cada perna da estrutura continha seu próprio sistema de som.[11]

A "garra" apresenta uma tela de vídeo expandida e efeitos de luzes elaborados.

O custo de cada estrutura foi entre 15 a 20 milhões de libras.[17] Como resultado, a turnê ficou fortemente assegurada.[4] O tamanho do palco levou a alguns problemas com a sua construção em determinados locais. A banda pagou dois milhões de dólares para elevar a tela de vídeo HD no Cowboys Stadium para o concerto na cidade de Arlington. Também tiveram que desembolsar três milhões de dólares para expandir o Hipódromo de Montréal em um estádio temporário para o concerto em Montreal.[18] A turnê teve 137 equipes de produção, complementado por mais de 120 contratados localmente.[19] [20] Os custos diários de produção foi de aproximadamente 750 mil dólares, não incluindo a fase de construção; a maioria destes custos vieram dos aluguéis dos caminhões para transporte e salários das equipes.[21] Não era esperado que a turnê tivesse um intervalo até a conclusão da segunda etapa.[21]

Quando a turnê foi anunciada, o guitarrista The Edge disse sobre o design do show: "É difícil chegarmos com algo que é fundamentalmente diferente, mas creio que nesta turnê, conseguimos algo diferente. Estamos levando a nossa produção a um lugar nunca visto antes por ninguém, e isso é uma coisa incrível para poder dizer.

"O show é uma fusão improvável dos dois extremos das turnês do U2 – a sobrecarga tecnológica da Zoo TV, e a simplicidade da Elevation Tour."

 —Brian Hiatt, da revista Rolling Stone[22]

Para uma banda como o U2, que realmente prospera em desbravar novos caminhos, é uma emoção real".[12] O vocalista Bono, disse que o projeto foi concebido para superar a séria aparência tradicional de concertos ao ar livre, onde o palco era dominado por pilhas de alto-falantes de cada lado: "Nós temos um pouco de magia, e nós temos alguns objetos bonitos que vamos levar para o mundo todo; e estamos dentro desses objetos".[23] Também disse que o objetivo do grupo era do show não ser muito coreografado.[24] Williams disse que o objetivo é estabelecer uma proximidade física do público com a banda: "A banda está apenas sentado na palma da mão do público".[11] Ao final da turnê, a intenção era deixar as três estruturas em diferentes partes do mundo, transformando-os em salas de concertos permanentemente.[16] Um leilão das etapas da turnê foi planejada após o último show.[25]

A tela de vídeo transformando foi projetado por Mark Fisher, em colaboração com Chuck Hoberman e Frederic Opsomer. A tela foi fabricado pela empresa Opsomer Innovative Designs da Bélgica, usando LED pixels fabricados pela empresa de eletrônicos Barco. A tela foi comprada e alugada para a turnê pela XL Video. Ela é composta de segmentos hexagonais alongadas e montadas a múltiplos sistemas de pantógrafo, o que lhe permitia "abrir" ou afastar-se verticalmente como um efeito durante os concertos.[26] A tela de vídeo é composta com mais de um milhão de peças: 411 mil pixels, 320 mil fixadores, 150 mil peças maquinadas e 30 mil cabos foram necessários para criar a exibição visual em cada show.[27] A tela ficava montada em meio ao sistema de polias retorcidas para permitir que toda a tela e o sistema de pantógrafo se movimentasse para baixo e mais próximo a banda. A automação para a implantação da tela foi fornecida pela empresa Kinesys, do Reino Unido.[28] Os segmentos de tela em LED é resistente às intempéries.[19]

Datas[editar | editar código-fonte]

Parte 1: Europa 2009[editar | editar código-fonte]

Data[29] Cidade País Local Show de abertura
30 de Junho, 2009 Barcelona  Espanha Estádio Camp Nou Snow Patrol
2 de Julho, 2009
7 de Julho, 2009 Milão  Itália Estádio Giuseppe Meazza
8 de Julho, 2009
11 de Julho, 2009 Paris  França Stade de France Kaiser Chiefs
12 de Julho, 2009
15 de Julho, 2009 Nice Parc des Sports Charles Ehrmann Snow Patrol
18 de Julho, 2009 Berlim  Alemanha Estádio Olímpico
20 de Julho, 2009 Amsterdã  Países Baixos Amsterdam Arena
21 de Julho, 2009
24 de Julho, 2009 Dublin  Irlanda Estádio Croke Park Glasvegas, Damien Dempsey
25 de Julho, 2009 Kaiser Chiefs, Republic Of Loose
27 de Julho, 2009 Bell X1, The Script
31 de Julho, 2009 Gotemburgo  Suécia Estádio Ullevi Snow Patrol
1 de Agosto, 2009
3 de Agosto, 2009 Gelsenkirchen  Alemanha Veltins-Arena
6 de Agosto, 2009 Chorzów  Polónia Complexo Esportivo de Silesian
9 de Agosto, 2009 Zagreb  Croácia Estádio Maksimir Snow Patrol, The Hours
10 de Agosto, 2009
14 de Agosto, 2009 Londres  Reino Unido Estádio Wembley Elbow, The Hours
15 de Agosto, 2009 Glasvegas, The Hours
18 de Agosto, 2009 Glasgow Escócia Hampden Park
20 de Agosto, 2009 Sheffield  Reino Unido Don Valley Stadium Elbow, The Hours
22 de Agosto, 2009 Cardiff  País de Gales Millennium Stadium Glasvegas, The Hours

Parte 2: América do Norte 2009[editar | editar código-fonte]

Data[29] Cidade País Local Show de abertura
12 de Setembro, 2009 Chicago  Estados Unidos Soldier Field Snow Patrol
13 de Setembro, 2009
16 de Setembro, 2009 Toronto  Canadá Rogers Centre
17 de Setembro, 2009
20 de Setembro, 2009 Boston  Estados Unidos Gillette Stadium
21 de Setembro, 2009
23 de Setembro, 2009 East Rutherford Giants Stadium Muse
24 de Setembro, 2009
29 de Setembro, 2009 Washington, D.C. FedEx Field
1 de Outubro, 2009 Charlottesville Field at Scott Stadium
3 de Outubro, 2009 Raleigh Carter-Finley Stadium
6 de Outubro, 2009 Atlanta Georgia Dome
9 de Outubro, 2009 Tampa Raymond James Stadium
12 de Outubro, 2009 Arlington Cowboys Stadium
14 de Outubro, 2009 Houston Reliant Stadium
18 de Outubro, 2009 Norman Memorial Stadium Black Eyed Peas
20 de Outubro, 2009 Glendale University of Phoenix Stadium
23 de Outubro, 2009 Las Vegas Sam Boyd Stadium
25 de Outubro, 2009 Los Angeles Rose Bowl
28 de Outubro, 2009 Vancouver  Canadá BC Place Stadium

Parte 3: Europa 2010[editar | editar código-fonte]

Data[30] Cidade País Local Banda de abertura
6 de Agosto, 2010 Turim  Itália Estádio Olímpico de Turim Kasabian
10 de Agosto, 2010 Frankfurt  Alemanha Commerzbank-Arena
12 de Agosto, 2010 Hanover AWD-Arena
15 de Agosto, 2010 Horsens  Dinamarca CASA Arena Horsens Snow Patrol
16 de Agosto, 2010
20 de Agosto, 2010 Helsinki  Finlândia Estádio Olímpico de Helsinque Razorlight
21 de Agosto, 2010
25 de Agosto, 2010 Moscou  Rússia Estádio Lujniki Snow Patrol
28 de Agosto, 2010 Katowice  Polónia Spodek OneRepublic
29 de Agosto, 2010 Budapeste  Hungria Estádio Puskás Ferenc Snow Patrol
30 de Agosto, 2010 Viena  Áustria Ernst-Happel-Stadion OneRepublic
3 de Setembro, 2010 Atenas  Grécia Estádio Olímpico de Atenas Snow Patrol, Aviv Geffen
6 de Setembro, 2010 Istanbul  Turquia Estádio Olímpico Atatürk Snow Patrol
11 de Setembro, 2010 Zurique Suíça Letzigrund OneRepublic
12 de Setembro, 2010
15 de Setembro, 2010 Munique  Alemanha Estádio Olímpico de Munique
18 de Setembro, 2010 Paris  França Stade de France Interpol
22 de Setembro, 2010 Bruxelas  Bélgica Estádio King Baudouin
23 de Setembro, 2010
26 de Setembro, 2010 San Sebastián  Espanha Estádio Municipal
30 de Setembro, 2010 Sevilha Estadio Olímpico de Sevilla
2 de Outubro, 2010 Coimbra  Portugal Estádio Cidade de Coimbra
3 de Outubro, 2010
8 de Outubro, 2010 Roma  Itália Estádio Olímpico de Roma

Parte 4: Oceania 2010[editar | editar código-fonte]

Data[31] Cidade País Local Banda de abertura
25 de Novembro, 2010 Auckland  Nova Zelândia Mt. Smart Stadium Jay-Z
26 de Novembro, 2010
1 de Dezembro, 2010 Melbourne  Austrália Docklands Stadium
3 de Dezembro, 2010
8 de Dezembro, 2010 Brisbane Suncorp Stadium
9 de Dezembro, 2010
13 de Dezembro, 2010 Sydney ANZ Stadium
14 de Dezembro, 2010
18 de Dezembro, 2010 Perth Subiaco Oval
19 de Dezembro, 2010

Parte 5: África do Sul 2011[editar | editar código-fonte]

Data[30] Cidade País Local Banda de abertura
13 de Fevereiro, 2011 Joanesburgo África do Sul Soccer City Springbok Nude Girls, Amadou & Mariam
18 de Fevereiro, 2011 Cidade do Cabo Estádio da Cidade do Cabo

Parte 6: América do Sul 2011[editar | editar código-fonte]

Data[30] Cidade País Local Banda de abertura
25 de Março, 2011 Santiago  Chile Estádio Nacional de Chile Muse
30 de Março, 2011 La Plata  Argentina Estádio de la Ciudad de La Plata
2 de Abril, 2011
3 de Abril, 2011
9 de Abril, 2011 São Paulo  Brasil Estádio do Morumbi
10 de Abril, 2011
13 de Abril, 2011

Parte 7: América do Norte 2011[editar | editar código-fonte]

Data[30] Cidade País Local Banda de abertura
14 de Maio 2011 Cidade do México  México Estadio Azteca Snow Patrol
15 de Maio 2011
21 Maio 2011 Denver  Estados Unidos INVESCO Field The Fray
24 de Maio 2011 Salt Lake City Rice-Eccles Stadium
1 de Junho 2011 Edmonton  Canadá Commonwealth Stadium
4 de Junho 2011 Seattle  Estados Unidos Qwest Field Lenny Kravitz
7 de Junho 2011 Oakland Oakland-Alameda County Coliseum
17 Junho 2011 Anaheim Angel Stadium of Anaheim
18 de Junho 2011
26 de Junho 2011 East Lansing Spartan Stadium Florence and the Machine
29 de Junho 2011 Miami Sun Life Stadium
5 de Julho 2011 Chicago Soldier Field Interpol
8 de Julho 2011 Montreal  Canadá Blue Bonnets Raceway
9 de Julho 2011
11 de Julho 2011 Toronto Rogers Centre
14 de Julho 2011 Philadelphia  Estados Unidos Lincoln Financial Field
20 de Julho 2011 East Rutherford New Meadowlands Stadium
23 de Julho 2011 Minneapolis TCF Bank Stadium
26 de Julho 2011 Pittsburgh Heinz Field

Público e Renda[editar | editar código-fonte]

Cidade Local № de shows venda de ingressos / disponibilidade (% vendas) receita
Barcelona Camp Nou 2 / 2 182,055 / 182,055 (100%) $19,825,497[32]
Milan San Siro 2 / 2 153,806 / 153,806 (100%) $15,168,799[32]
Paris Stade de France 2 / 2 186,544 / 186,544 (100%) $20,902,760[32]
Nice Stade Charles Erhmann 1 / 1 55,641 / 55,641 (100%) $6,261,208[33]
Berlim Olympic Stadium 1 / 1 88,265 / 88,265 (100%) $9,169,830[33]
Amsterdã Amsterdam Arena 2 / 2 125,866 / 125,866 (100%) $12,583,998[34]
Dublin Croke Park 3 / 3 243,198 / 243,198 (100%) $28,815,352[34]
Gotemburgo Ullevi Stadium 2 / 2 119,297 / 119,297 (100%) $11,047,995[35]
Gelsenkirchen Veltins Arena 1 / 1 73,704 / 73,704 (100%) $7,292,826[35]
Chorzow Stadion Slaski 1 / 1 75,180 / 75,180 (100%) $6,414,960[36]
Zagreb Stadion Maksimir 2 / 2 124,102 / 124,102 (100%) $12,700,784[36]
Londres Wembley Stadium 2 / 2 164,244 / 164,244 (100%) $20,680,860[36]
Glasgow Hampden Park 1 / 1 50,917 / 50,917 (100%) $5,290,103[36]
Sheffield Don Valley Stadium 1 / 1 49,955 / 49,955 (100%) $5,147,896[36]
Cardiff Millennium Stadium 1 / 1 66,538 / 66,538 (100%) $7,041,576[36]
Chicago Soldier Field 2 / 2 135,872 / 135,872 (100%) $13,860,480[37]
Toronto Rogers Centre 2 / 2 115,411 / 115,411 (100%) $9,571,672[37]
Foxborough Gillette Stadium 2 / 2 138,805 / 138,805 (100%) $12,859,778[37]
East Rutherford Giants Stadium 2 / 2 161,810 / 161,810 (100%) $16,128,950[37]
Landover FedEx Field 1 / 1 84,754 / 84,754 (100%) $6,718,315[37]
Charlottesville Scott Stadium 1 / 1 52,433 / 52,433 (100%) $4,738,695[37]
Raleigh Carter-Finley Stadium 1 / 1 55,027 / 55,027 (100%) $4,962,240[37]
Atlanta Georgia Dome 1 / 1 61,419 / 61,419 (100%) $5,746,430[37]
Tampa Raymond James Stadium 1 / 1 72,688 / 72,688 (100%) $6,399,375[38]
Arlington Cowboys Stadium 1 / 1 70,766 / 70,766 (100%) $6,664,880[38]
Houston Reliant Stadium 1 / 1 58,328 / 58,328 (100%) $5,985,101[38]
Norman Oklahoma Memorial Stadium 1 / 1 50,951 / 50,951(100%) $4,395,085[38]
Glendale University of Phoenix Stadium 1 / 1 50,775 / 50,775 (100%) $4,912,050[38]
Las Vegas Sam Boyd Stadium 1 / 1 42,213 / 42,213(100%) $4,641,280[38]
Pasadena Rose Bowl 1 / 1 97,014 / 97,014 (100%) $9,960,036[38]
Vancouver BC Place Stadium 1 / 1 63,802 / 63,802 (100%) $5,748,919[38]
Torino Stadio Olimpico 1 / 1 42,441 / 42,441 (100%) $3,944,452[39]
Frankfurt Commerzbank-Arena 1 / 1 53,825 / 53,825 (100%) $5,544,868[39]
Hannover AWD Arena 1 / 1 56,494 / 56,494 (100%) $4,967,381[39]
Horsens CASA Arena Horsens 2 / 2 69,886 / 69,886 (100%) $7,809,611[39]
Helsinki Olympiastadion 2 / 2 106,360 / 106,360 (100%) $10,642,517[39]
Moscow Luzhniki Stadium 1 / 1 60,496 / 60,496 (100%) $7,986,534[39]
Vienna Ernst-Happel Stadion 1 / 1 69,253 / 69,253 (100%) $6,866,065[39]
Athens Athens Olympic Stadium 1 / 1 82,622 / 82,622 (100%) $7,321,356[39]
Istanbul Atatürk Olympic Stadium 1 / 1 54,278 / 54,278 (100%) $3,775,662[39]
Zurich Letzigrund Stadion 2 / 2 90,349 / 90,349 (100%) $9,152,209[39]
Munich Olympiastadion 1 / 1 76,150 / 76,150 (100%) $7,624,367[39]
Paris Stade de France 1 / 1 96,540 / 96,540 (100%) $10,175,248[39]
Brussels King Baudouin Stadium 2 / 2 144,338 / 144,338 (100%) $15,074,746[39]
San Sebastian Estadio Anoeta 1 / 1 47,721 / 47,721 (100%) $4,956,464[39]
Seville Estadio Olimpico de Sevilla 1 / 1 76,159 / 76,159 (100%) $7,519,534[39]
Coimbra Estadio Cidade de Coimbra 2 / 2 109,985 / 109,985 (100%) $9,925,611[39]
Rome Stadio Olimpico 1 / 1 75,847 / 75,847 (100%) $8,215,742[39]
Auckland Mt Smart Stadium 2 / 2 93,519 / 93,519 (100%) $8,819,418[39]
Melbourne Ethiad Stadium 2 / 2 105,312 / 105,312 (100%) $13,460,407[39]
Brisbane Suncorp Stadium 2 / 2 85,745 / 85,745 (100%) $11,031,839[39]
Sydney ANZ Stadium 2 / 2 107,155 / 107,155 (100%) $13,695,929[39]
Perth Subiaco Oval 2 / 2 108,706 / 108,706 (100%) $13,910,989[39]
Johannesburg FNB Stadium 1 / 1 94,232 / 94,232 (100%) $9,433,051[40]
Cape Town Cape Town Stadium 1 / 1 72,532 / 72,532 (100%) $6,107,754[39]
Santiago Estadio Nacional de Chile 1 / 1 77,765 / 77,765 (100%) $7,550,446[39]
La Plata Estadio Cuidad de La Plata 3 / 3 172,029 / 172,029 (100%) $20,550,302[39]
São Paulo Estadio do Morumbi 3 / 3 269,491 / 269,491 (100%) $32,754,065[39]
Mexico City Estadio Azteca 3 / 3 282,978 / 282,978 (100%) $22,866,542[39]
TOTAL 110 / 110 7,272,046 / 7,272,046 (100%) $736,421,584

Referências

  1. Tour News 6 March 2009. U2.com. Live Nation (6 de março de 2009). Página visitada em 18 de maio de 2013.
  2. Lustig, Jay. "U2's 360 Degree Tour coming to Giants Stadium", 9 de março de 2009. Página visitada em 18 de maio de 2013.
  3. a b U2 360° Tour Revealed. U2.com. Live Nation (9 de março de 2009). Página visitada em 18 de maio de 2013.
  4. a b c "Rock 'n' roll – not what it used to be", Lloyd's, 14 de abril de 2009. Página visitada em 18 de maio de 2013.
  5. Tour News 8 August 2011. U2.com. U2 (8 de agosto de 2011). Página visitada em 18 de maio de 2013.
  6. Best of 2009: The Year In Charts & More. Billboard. Página visitada em 18 de maio de 2013.
  7. Lipshutz, Jason (4 de novembro de 2010). U2, Gaga, Metallica, Swift Win Big at Billboard Touring Awards. Billboard. Página visitada em 18 de maio de 2013.
  8. Allen, Bob (30 de outubro de 2009). U2's Rose Bowl Show Breaks Attendance Record. Billboard. Página visitada em 18 de maio de 2013.
  9. a b c d (4 de março de 2009) "Paul McGuiness on U2's World Tour".
  10. McGee, Matt (12 de junho de 2002). The Full Willie, Pt. 2. atu2.com. Página visitada em 18 de maio de 2013.
  11. a b c d e Hiatt, Brian. (23 de março de 2009). "Inside U2's Plans to Rock Stadiums Around the Globe".
  12. a b Waddell, Ray. "U2 gets on its boots for 2-year world tour", 6 March 2009. Página visitada em 18 October 2009.
  13. Waddell, Rey (29 de julho de 2011). U2's '360' Tour Gross: $736,137,344!. Billboard. Página visitada em 02 de julho de 2013.
  14. U2 Stage Sets Trendsetting Hydraulics. Publisher Design & Development. Advantage Business Media (31 de agosto de 2009). Página visitada em 29 de julho de 2013.
  15. Enerpac Climbing System lifts U2 Concert Stage. Enerpac Climbing System lifts U2 Concert Stage (Setembro de 2009). Página visitada em 29 julho de 2013.
  16. a b "U2 stages 'to become gig venues'", BBC News, 14 de agosto de 2009. Página visitada em 29 de julho de 2013.
  17. "U2 gig 'to break Wembley record'", BBC News, 14 de agosto de 2009. Página visitada em 29 de julho de 2013.
  18. U2 Comes to Rescue of the Cowboys About Scoreboard. News 8 Austin (24 de agosto de 2009). Página visitada em 29 de julho de 2013.
  19. a b Hills, Lauren (2 de outubro de 2009). U2's 360-Degree Stage Takes Shape At Carter-Finley. MyNC.com. Media General Communications Holdings, LLC. Página visitada em 29 de julho de 2013.
  20. "U2 Crew 360°", 30 de junho de 2009. Página visitada em 29 de julho de 2013.
  21. a b Waddell, Ray. "U2 manager delighted to bring stage show full circle", 23 de setembro de 2009. Página visitada em 29 de julho de 2013.
  22. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas RSLivefromSpace
  23. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas mtv030909
  24. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas hp032409
  25. "Beautiful day in store for Moncton", Saint John Telegraph Journal, 30 de julho de 2011. Página visitada em 29 de julho de 2013.
  26. "On tour this year... A 360° experience", Barco N.V. Página visitada em 30 de julho de 2013.
  27. Kerwick, Mike (22 de setembro de 2009). U2 creates a spectacle for its Giants Stadium show. The Record. North Jersey Media Group. Página visitada em 30 de julho de 2013.
  28. "U2 360" Kinesys UK project. Página visitada em 30 de julho de 2013.
  29. a b U2 360° Tour 2009. U2.com. Live Nation. Página visitada em 29 March 2010.
  30. a b c d U2 360° Tour 2010. U2.com. Live Nation. Página visitada em 29 March 2010.
  31. [1]
  32. a b c "Billboard Boxscore (Subscriber's only)", Nielsen Business Media, Inc.. Página visitada em 2009-07-18.
  33. a b "Billboard Boxscore", Nielsen Business Media, Inc.. Página visitada em 2009-07-22.
  34. a b "Billboard Boxscore", Nielsen Business Media, Inc.. Página visitada em 2009-08-05.
  35. a b "Billboard Boxscore", Nielsen Business Media, Inc.. Página visitada em 2009-08-22.
  36. a b c d e f "Billboard Boxscore", Nielsen Business Media, Inc.. Página visitada em 2009-08-22.
  37. a b c d e f g h "Billboard Boxscore", Nielsen Business Media, Inc.. Página visitada em 2009-09-30.
  38. a b c d e f g h "Billboard Boxscore", Nielsen Business Media, Inc.. Página visitada em 2009-10-22.
  39. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa "Pollstar Top 100 Boxscores", Pollstar. Página visitada em 2011-02-06.
  40. "Billboard Boxscores", Pollstar. Página visitada em 2011-02-19.